Ir para conteúdo

valderes

Membros
  • Total de itens

    219
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

51 Excelente

Informações de Viajante

  • Próximo Destino
    Everest Base Camp, Nepal

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. eu comprei uma pra mim, mas qd chegou o tamanho que seria o ideal para o meu pé, inclusive o msm numero que usava na Vento ficou apertado no meu pé, poderia arriscar trocar por um numero maior, mas aí tinha a chance de ficar maior do que eu gostaria e teria que pagar o correio pela troca, aí na brincadeira só devolvi pq a devolução em compra online é gratuita. Talvez na próxima bota eu tente novamente essa marca.
  2. Então, eu já tive a Finisterre Vento, fiz a Petro-Terê, Patagônia e Bariloche com ela, em Bariloche ela já estava bem velha e o solado rachou aí qd voltei p casa joguei fora pq era qs 200 a ressola, ela já estava com o couro todo ferrado e feia. Mas enquanto ela estava nova era maravilhosa! no primeiro dia já estava confortável no pé, era super estável e não tenho do que reclamar! Possivelmente vou comprar uma nova bota da Vento no futuro, da Salomon dúvido (são extremamente caras para brasileiros não-profissionais de trekking, se eu fosse um profissional talvez comprasse). Sobre bot
  3. eu tenho o superpluma T&R e uma ntk mícron-x lite. Já fui na serra dos orgãos com os dois...com o t&R fiquei no bivaque em maio e foi de boas....o mícron eu coloco com o liner vermelho da Sea to summit e me agasalho, acampei com ele em junho ou coisa assim e se vc se enrolar em um alumínio de emergência fica mais quentinho ainda, mas não foi confortável não....mas não sei as temperaturas que peguei. não se esqueça de levar um alumínio de emergência pra se enrolar em caso de emergência @Alexey Tatini
  4. Sobre o Uber, se vc estiver em um local que nenhum motorista do app queira pegar a corrida, imagine que se fosse de táxi teria menos ainda! rsrs. Como não tenho carro, sempre procuro saber se o destino que vou possui cobertura de Uber ou similar, dando preferência para cidades que tenham, limita um pouco, mas vale a pena. No Airbnb já fiquei algumas vezes, gostei do atendimento: procuro sempre anfitriões com boas avaliações e imóveis com muitas avaliações evitando aquele lugar que não tem avaliação ainda. Ponto negativo são as taxas de limpeza e de serviço que as vezes chega a ser u
  5. Existe a possibilidade de acordo com o avanço da vacinação que passem a cobrar carteira internacional de vacinação de quem tenha sido imunizado tbm para liberaram que se viaje normalmente.
  6. Estou sendo otimista e pensando que vai ter vacina até lá pra eu poder viajar pra algum lugar tipo Argentina, pq com o dólar turismo a 6 ou mais não dá pra pensar em muita coisa msm...
  7. Olá, pode ser que outra pessoa tenha conseguido colocar o "rastro" das trilhas nesse GPS. Nele você consegue colocar as coordenadas dos pontos e só, é bem básico mesmo. Serve pro pessoal que precisa marcar o ponto de alguma coisa. Eu comprei um e não gostei, por sorte consegui revender pelo preço que paguei. Acredito que não vá atender bem pra trilha, porque o ideal é um que te mostre os pontos principais e o tracklog da trilha, o que ele não faz. recomendaria investir logo em etrex 20 ou 30 que era o que eu deveria ter feito na época... Abraços
  8. Eu estava querendo ir nessa cidade quando mochilei na Bolivia, mas não ia dar tempo, aí foquei em outros lugares. Nesse link desse blog tem informações https://1viagem2visoes.com/2019/07/01/o-que-fazer-samaipata-bolivia-bate-volta-turismo-santa-cruz/
  9. Concordo! @Samu-kao, viaja um mês e depois vê o que acha, pq aí ainda dá tempo de voltar atrás... E cuidado com muito relato de gente "feliz" por aí, pq tem o que está em situação paupérrima, mas que pelo sonho está disposto até a sacrificar a saúde e outras coisas... E tem o mochileiro, que está dando a volta ao mundo depois de largar tudo: vendeu apartamentos, carros e pegou a gorda herança pra viajar...o largar tudo delas é bem diferente do da maioria, é um largar temporário em que ele pode arriscar a vontade pq se algo der errado ele ligar pra fam
  10. Ushuaia é a cidade mais longe, o modo mais rápido de chegar lá é de avião, e lá pode tentar ficar em camping que talvez saia mais em conta e faça trekking por lá e se passa 15 dias , pq precisa de uns 2 ou 3 dias desses só pra deslocamento, sobra 12, aí seria tempo pra fazer muita coisa. Patagônia toda em 15 dias é corrida contra o relógio, uma coisa que atrasar e desanda o cronograma todo. Já vi caso no grupo do ZAP onde um atraso da empresa de turismo que atrapalhou a viagem toda da pessoa
  11. acho que esse horário reduzido em MP já era de antes de pandemia...
  12. @[email protected]_m uma especificação que deve ter na barraca que você comprar é que a a armação tem que ser com varetas de duralumínio ou similar. E não aquelas barracas com fibra de vidro que são menos duráveis e resistentes.
  13. @ProjetoNirvana eu e minha esposa usamos a nepal 2 pra trilha e a Falcon 3 pra camping. Agora que minha família aumentou também, a princípio eu estou pensando na Ntk Falcon 4, mas ainda não comprei pq por causa da pandemia quase não estamos saindo...
  14. valderes

    Huaraz

    @Gabriela Cortez É interessante lembrar que pra quem vem de Lima pra Huaraz tem q pensar na aclimatação, nem todo mundo vai se aclimatar de primeira e sair de 0 para mais de 4000m e poucos de repente (alguma laguna) pode fazer mal, é bom dar tempo para o corpo se aclimatar. opções seriam Lima-Cusco-MP-Cusco-Arequipa-Ica e Huachina-Lima Ou um roteiro pelo norte do Peru também é super da hora e pode passar por ligares que a maioria dos Brasileiros não vão, pois lá tb tem varias ruínas de povos pré colombianos. Quando fui no Peru meu roteiro foi Cusco-MP-Cusco-Arequipa-Ica
  15. Lembro que em 2017 me ofereceram por 260 soles na agência em Arequipa, mas eu não tinha tempo para fazer...
×
×
  • Criar Novo...