Ir para conteúdo

DBaggio

Membros
  • Total de itens

    25
  • Registro em

  • Última visita

Conquistas de DBaggio

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

0

Reputação

  1. pelo q entendi da situação de quem chegou na italia depois do dia 6 de fevereiro 2007 é que o permesso de turismo não se faz mais, e que para pedir diretamente o permesso attesa é preciso ter a residencia; e que esta so pode ser feita com um permesso (a declaração de entrada no territorio nao sendo valida)... ou seja : impossivel, até que a nova situação seja regulamentada por uma nova circular...
  2. mainovo, sobre as datas de pedido e convocação para o permeso de soggiorno turismo, vc ja olhou no site da poste reservado ao estrangeiros ? la vc pode acompanhar teu processo; no portale immigrazione : http://www.portaleimmigrazione.it/ImmigrazioneNet/default.aspx atenção pois as datas mes e dias estao invertidas; p ex, minha irma foi convocada dia 12 de março, mas no site esta escrito q a convocação é dia 3 de dezembro; é isso boa sorte
  3. Ola [email protected], volto a tratar da questão do novo procedimento do permesso de turismo, mas agora com uma boa noticia; disse num post anterior que conhecidos meus estavam esperando pelo permesso : soube hoje que eles receberam a convocação da questura de Padova para se apresentarem dia 12 de março (o pedido foi feito dia 14 de janeiro). Uma dica : expliquei num post anterior como consultar o dossier do pedido pela internet... pois bem, a data da convocação esta escrita do seguinte jeito mes/dia/ano !!! e não do jeito brasileiro dia/mes/ano... abraços
  4. confirmando a informação passada pelo dgallo, o permesso de turismo esta mesmo demorando muito ! minha irmã e minha prima estão esperando perto de Padova que a Questura se manifeste, mas depois de 1 mês elas não sabem quando serão convocadas... para quem estiver na mesma situação, pode-se acompanhar o avanço do pedido pela internet : http://www.portaleimmigrazione.it/ (clicar em baixo à direita na parte "area riservata straniere" e completar as informações : Nome Utente e Password [P] que vem na ricivuta recebida nos correios... ah! uma dica : o password, pra ser valido, é sem o traço antes do ultimo numero... quem estiver com ele vai entender...) abraços
  5. ola luizhbedin, se vc puder pegar a "não renuncia" em BH otimo, vai sim adiantar tua pratica na Italia; se entendi bem vc vai legalizar teus documentos em SP e pedir a "nao renuncia" em BH; é possivel fazer isso ? senao, nao precisa legalizar a "nao renuncia" pois ela ja vem em italiano... abraços Dbaggio
  6. Salve Mochileiros ! Estando na Italia faz dois meses (desde o final de setembro) em busca do reconhecimento de minha cidadania, retribuo as muitas informações que consegui nesse fórum publicando aqui um resumo de como andou e esta andando minha pratica: Como muitos, decidi pedir o permesso de turismo em Milano, onde em geral sai no mesmo dia... Repetindo o que já foi dito antes, os documentos necessários são: a “ricevuta” (nota fiscal) do albergue da juventude; o comprovante de meios financeiros (serviram as copias de uma carta de crédito francesa e outra brasileira); a passagem de volta (no meu caso era de volta pra França, onde moro; o funcionario que me recebeu nao entendeu bem como não tinha passagem pro Brasil e perguntou se estava na Italia pra tirar a cidadania; respondi que não e ele acabou me dando o permesso; entretanto, um amigo na mesma situação teve que voltar no dia seguinte com uma passagem de volta para o Brasil... ou seja: loteria); o comprovante de entrada no territorio italiano ha menos de 8 dias (me serviu a passagem de trem, sem carimbo no passaporte que eu não tinha...) o atestado de seguro social italiano ;fotos formato tessera (acho que são quatro, mas não lembro com certeza...). Essa primeira etapa é simples, apesar de cansativa. Falar um pouco de Italiano e, sobretudo, entender é muito importante. Conheci muitos brasileiros durante os dias que estive em Milão, tanto no albergue como na fila da Questura. Fiquei impressionado de ver tantos brasucas que além de não falar nada de italiano não tinham a menor idéia da pratica de cidadania nem dos vistos, mas entendi como tantos “agentes” cobram uma fortuna por coisas que são gratuitas como, por exemplo, fixar a residência em um Comune ! A fila na Questura começa a se formar as 11h00 da noite do dia anterior; as sete/sete e meia começam a receber todo o mundo; pra quem quer tirar o permessso de turismo eles dão uma senha pra voltar as 14h (da tempo de voltar pro albergue tomar café da manhã...); cheguei umas 4h da matina e consegui numa boa pegar a senha pra voltar as duas; o único problema é vir do albergue até a questura (com mais dois brasucas eu peguei um taxi, que custa uns 12 euros ; mas tem tambem um onibus que começa umas 3h30)... Com meu permeso de turismo na mão vim pra o albergue da juventude de Padova; demorei uns dez dias até encontrar uma casa em um comune vizinho; tive sorte porque não precisei gastar com as formalidades: ligar a luz, o gas, pagar o imposto do lixo e do contrato de aluguel... Com mais dois amigos alugamos uma casa sem contrato (mas tive que fazer a carta de hospitalidade – que é um documento exigido pelo estado italiano pra lutar contra o terrorismo! – e a “comunicazione di cessione di fabbricato” – que é um documento dizendo que o proprietario cede o apt ou casa). Duas semanas depois da minha chegada em Milano (ou seja, meio de outubro) pedi minha residência no pequeno Comune onde estou; o vigile (policial municipal), passou alguns dias depois. Demorei mais duas semanas (final de outubro) pra conseguir dar entrada no meu pedido de reconhecimento da cidadania; essa foi a pior parte da pratica, pois o funcionario do anagrafe do comune nunca tinha ouvido falar na possibilidade de reconhecimento da cidadania a descendentes de cidadãos italianos. Ele demorou um certo tempo até aceitar se informar, e sempre dizia que isso demoraria meses e tal... Acabei encontrando na internet um formulario do comune de Bologna pra pedidos de reconhecimento da cidadania por descendencia; modifiquei o nome do Comune e entreguei pra ele... No começo de novembro o funcionario em questão mandou o fax pro consulado de São Paulo pedindo o atestado de não renuncia a cidadania italiana... (um dos meus amigos vem de Minas, onde o consulado esta entregando diretamente ao interessado esse documento; no meio do mes de novembro o prefeito (sindaco) assinou o documento reconhecendo sua cidadania e ele ja esta voltando para o Brasil...). O próximo passo foi pegar o documento atestando que havia entrado com o pedido de cidadania e ir pra Padova pedir o permesso “Attesa Cittadinanza” (pra quem vier até Padova, esse permesso deve ser pedido na questura principal, Via Chiara; tem que chegar umas 8h da manha e esperar o policial chamar todos que ja tem hora marcada; no dia que fui, consegui dar entrada so 12h!). Em três semanas ficou pronto o permesso “attesa”; atualmente (dois meses depois da minha chegada) estou esperando a bendita “nao renuncia” do consulado de SP... É isso... Abraços e auguri a tutti !!! dbaggio.
  7. Aguém saberia dizer se o fato de pedir o Permesso di Soggiorno em uma Questura (Milano p ex) e a conversão deste para o Permesso Attesa em outra Questura (Padova no caso) pode implicar uma demora suplementar ? abraços
  8. Valeu thiago_suppa, entendi teu ponto de vista. Obrigado pela resposta. Quanto a questão de pedir o permesso "attesa" com o permesso turismo vencido, pelo o que eu li não pode não... pelo menos em teoria. é isso, abraços.
  9. falha minha thiago_suppa ! acabei não sendo muito claro... meu caso é o seguinte (acho que a Marcela K. tb esta nessa situação) : moro atualmente na França e vou pra Italia no final de setembro; quando for pedir o permesso de turismo na Italia, vou apresentar uma passagem de volta pra França e, ja que meu visto de estudante francês expira no final de outubro, acho que não conseguirei o permesso turista com uma duração superior a 1 mês... isso pelo menos é o que acho, me corrijam se estiver errado... as perguntas que tinha (mal) colocado são as seguintes : 1) supondo que meu permesso de turista dure so um mês, você(s) acha(m) que esse tempo é muito curto pra conseguir dar entrada no pedido de reconhecimento da cidadania, ou seja, para obter o papel do Comune dizendo que iniciei essa pratica ? (otimista, estou imaginando conseguir moradia em no maximo duas semanas...) 2) uma vez que o Comune me der este papel, sera que a Questura não vai encanar com o fato que o meu permesso de turismo expira apenas alguns dias depois que pedir a conversão para o permesso "attesa"' ? obrigado pela ajuda, Danilo.
  10. Ola [email protected], alguém saberia me dizer se o fato do visto "turista" durar apenas 1 mês pode gerar problemas depois para o pedido de reconhecimento da cidadania e para a obtenção do visto "attesa" ? abraços, Danilo.
  11. Ola a [email protected], aproveitando o comentario do MARCOS VENICIO, coloco aqui alguns links e informações sobre o Permesso di soggiorno per turismo : O cidadão brasileiro NAO precisa de visto para ENTRAR no espaço Schengen : http://www.embitalia.org.br/consolare/visto_ingresso_por.htm Mas ele precisa DECLARAR sua presença na QUESTURA se deseja ficar mais de oito dias uteis em solo italiano : http://www.consbrasmilao.it/br/assistencia/informacoes-uteis.asp Além de controlar os recursos financeiros de turistas estrangeiros, isso tb serve de controle policial, pois pelo menos em teoria somos submetidos a um registro de impressao digital : http://www.embitalia.org.br/Consolare/sistema_schengen_por.pdf esse mesmo documento em PDF também explica : - os diferentes vistos concedidos pela Italia - a diferença entre ATRAVESSAR a FRONTEIRA e PERMANECER no territorio, memo como turista : paginas 7 e 8 OUTROS LINKS - POLICIA ITALIANA, docs para o pedido de vistos : http://www.poliziadistato.it/pds/cittadino/stranieri/st2.htm - Embaixada da Italia em Brasilia, doc em italiano, sobre os principios do reconhecimento da cidadania italiana por descendencia diretamente na italia : http://www.embitalia.org.br/consolare/riconoscimento_cittadinanza_domanda_italia.htm mudei o final deste post, pois encontrei um Forum interessante (em IT), onde funcionarios de municipios italianos trocam informações sobre a pratica de reconhecimento da cidadania por descendencia : http://www.comuni.it/servizi/forumbb/viewtopic.php?t=20230&postdays=0&postorder=asc&start=0 abraços, Danilo
  12. Ola Priscila, vc não precisa dizer que esta na Italia para a cidadania; diga que vem a turismo; vc so vai pedir um visto "attesa" cidadania depois de conseguir um lugar pra morar e de entrar com a pratica de reconhecimento. Danilo.
  13. ola a [email protected], segundo o jornal Oriundi.net, as regras para a obtenção da cidadania Italiana poderão em breve se tornarem mais restritivas ! O site Italia Oggi publicou tb esta matéria : http://www.italiaoggi.com.br/migrazioni/migra_20060708a.htm abraços Danilo
  14. marcela k., estamos realmente em uma situação parecida, pois meu visto françês tb termina em outubro; qt a passagem de volta, vou tentar com uma de trem pra Paris no fundo acho q depende muito da pessoa q vai tratar teu dossier... abraços
  15. valeu Marcela, e tomara mesmo q este doc não demore d+ ! qt à tua pergunta do dia 19/06 sobre o visto de turismo, estou + ou - na mesma situação : moro na França e estou indo pra Italia em setembro. se não me engano, tem duas coisas diferentes na pergunta : 1) a possibilidade de cidadãos brasileiros circularem livremente durante 3 meses no espaço Schengen sem precisarem de visto; pelo q sei, podemos renovar esse prazo de 3 meses saindo e entrando desse espaço; ou seja, ao todo podemos ficar 6 meses ao ano sem visto; 2) o visto de turismo concedido pela Italia, que precisamos para a pratica da cidadania; Quando formos pedir esse visto em uma Questura devemos, entre outras coisas, provar q chegamos em solo italiano a menos de 8 dias : - para quem vem do Brasil ou de um pais q não faz parte do espaço Schengen, como p ex a Inglaterra, essa "prova" é o carimbo feito no passaporte qd chegamos na Italia; - para quem ja esta no espaço Schengen, como eu, essa "prova" seria a passagem de avião ou de trem... (mas ainda não estou 100% certo disso ) me parece q a duração desse visto (maximo 3 meses) não depende do fato de vc ter passado duas semanas dentro do espaço schengen (antes de sair e entrar de novo...); depende + das "razões" q vc apresenta na hora do pedido : o dinheiro q vc tem, onde vc esta morando, qt tempo quer ficar na Italia e pq, etc... ? é isso... me corrijam se disse alguma bobagem abraços
×
×
  • Criar Novo...