Ir para conteúdo

Micheli Cruz

Membros
  • Total de itens

    5
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Mochileiros de plantão, tirei um tempo pra relatar aqui o que passei junto com a minha galera na ida para Espírito Santo saindo de Salvador-Bahia de ônibus. Citar os imprevistos em que passamos na estrada, o tempo que percorremos pela estrada e as intercorrências. Saímos de Salvador-Bahia no dia 01 de outubro de 2013 em uma excursão da empresa MP- VIAGENS que por sinal é uma excelente excursão junto com a delegação FENEAS da área de saúde no intuito de ir a um congresso de enfermagem e conhecer a beleza que Vitória-ES, nos proporciona. A viagem em média para Vitória de ônibus, dura mais ou menos 17 horas, mas no meu caso durou 1 dia e poucas horas, agora vou explicar a vocês o por que... Primeiro que, sempre quando uma viagem tem várias paradas e demoradas, fica difícil chegar em um lugar demorado e ainda querer algo de imediato. De Salvador tivemos uma parada em um posto de gasolina em Feira de Santana que fica à 100km de Salvador-BA Aguardamos o ônibus da delegação, ou seja chegamos primeiro, jantamos e aguardamos a galera da outra delegação jantar também para sair todo mundo junto. Em seguida teve outra parada em Itabuna-BA que durou mais ou menos cinco horas de viagem de Feira de Santana até Itabuna. Aguardamos a chegada do outro ônibus. Passamos a noite no ônibus, algumas pessoas dormindo, outras acordando observando a estrada e as neblinas que enfrentamos ao longo do percusso, curvas nas estradas do sul da Bahia, principalmente as curvas das estradas depois de Itabuna. Amanhecendo, perto já de Eunápolis localizado no extremo Sul do estado... Então todos dormindo do ônibus e eu já fazendo meu check-in em Eunápolis feliz da vida achando que já estava perto de Espírito Santo e que iria chegar cedinho, só que não... Cochilei mais um pouco e de repente chegamos em uma cidade chamada Itabela- BA também localizada no extremo sul do estado, depois de Porto Seguro- Ba. Com o que eu me deparo em plena quarta-feira 06:00 da manhã? Exatamente isso, uma pista interditada! Quem tinha destino a Teixeira de Freitas-Ba, Espírito Santo ou outro município próximo estavam proibidos de realizar a passagem. Encontramos os índios fechando a pista reinvindicando os seus direitos certíssimos contra a aprovação da PEC 215 e em demarcações das terras indígenas. Tribo Pataxós. E outra, a pista só foi liberada 12:00 ou seja, seis horas no sol com sede, fome, calor, sono, sem tomar banho um dia! Os índios foram bastante receptíveis, nós entendemos o lado deles e aguardamos a pista ser liberada! Enfim... Pista liberada!!! Hora do almoço, não? Todo mundo cansado do sol, com muita sede e fome, e a próxima localização para almoçar? Teixeira de Freitas- BA, que fica aproximadamente 1 hora e 35 minutos de Itabela-BA onde ocorreu a manifestação. Check-in feito pra família de casa não ficar preocupada. De Teixeira De Freitas até Vitória demorou mais 9 horas de viagem, sei que é bem menos que isso, mas devido as paradas e intercorrências que ocorreram chegamos em Vitória aproximadamente 20h da noite! FINALMENTE! Chegando no hotel Bristol Victória La Residence localizada na avenida: Dante Micheline em frente a praia de Camburi, o check-in foi feito. Enfim, finalmente em Vitória. e é claro chegando lá registrei uma foto da noite em frente a praia de Camburi, vista do quarto onde fiquei hospedada com duas amigas da faculdade: Já que estávamos em um congresso, sempre tem uma festa cultural a noite e quem tocou, o músico Naldo para animar a noite da galera que curte um Funk. Mesmo cansada topei mais uma parada até Serra- ES, ao parque de exposições de Carapina. Bom, no outro dia acordando com uma paisagem maravilhosa em frente a praia de Camburi, nos preparamos e retornamos novamente ao parque de exposições de Carapina onde ocorreu a festa cultural e o congresso de enfermagem. Na tarde nos reunimos com duas amigas da minha sala e um colega e os outros que conhecemos durante a viagem, muito gente fina. Aline, Marlon, Rafael, Thais, Dicla,Douglas Antunes, Fabrício Victória, Vlamir, Suellen, Dani, citei também os que não estavam na foto. nossa se eu for citar todo mundo não vai dar aqui! Enfim, todos que eu conheci foram bastante gente fina, graças a Deus meu santo bateu com todos. Quem gosta de pizza, tem a pizzaria Disk Paulista na Dante Micheline perto do Bristol que ficar hospedado por lá, a pizza é maravilhosa. Agora o ponto fraco é o mercado que é distante do hotel, seria necessário mesmo um carro ou dar uma bela andada! Na sexta-feira 04/10/2013 ocorreu a ida à fábrica de chocolate garoto! Nham nham adoro chocolate! Fica localizado em Villa Velha- ES. Antes disso passamos por um ponto turístico em vitória que é a terceira ponte. A Terceira Ponte, oficialmente Ponte Deputado Darcy Castello de Mendonça, liga as cidades de Vitória e Vila Velha. O mais interessante que eu achei foi o pedágio, por que na Bahia pelo menos em Salvador o preço é o dobro do que é cobrado em Espírito Santo, registrei até com uma foto por que nem eu mesma estava acreditando... A entrada custou 13 reais. Assistimos um vídeo de pouco tempo da garoto, e é chamado chocotour onde você realmente conhece a fábrica de chocolate. O recomendável é você ir de tênis e calça, por que lá dentro é todo um processo, você utiliza roupas esterilizadas propés, toucas, todo material que estiver no bolso tem que ser guardado em um armário dentro da fábrica. Já na fábrica você é guiado por uma moça que te explica passo a passo do processo feito em cada tipo de chocolate. Lembrando que dentro da própria fábrica da garoto você direito a comer chocolate a vontade durante 10 minutos. Quem quiser presentear a família tem a própria loja da garoto na própria fábrica, ao lado, tem várias lembranças com chocolates em que você pode estar presenteando amigos, familiares, namorado, achei muito bacana. Vem a pior parte, a volta pra casa! Que é a hora em que você perde a vontade de voltar e quer de qualquer forma ficar no lugar, morar no local. Mas antes disso registrei o momento na praia de Camburi- ES Arrumamos as malas, retornamos, tivemos uma parada em um posto de gasolina a conhecida Rota 101, localizada em Ibiraçu-ES. Aguardamos o outro ônibus e tivemos uma notícia meio que chata, o ônibus do lado quebrou. Então desci, por que ninguém é de ferro e ficar no calor em pleno mormaço que fazia no momento. Passou a tarde e chegou a noite! Muita trovoada e relâmpago e nada do outro ônibus que iria substituir chegar! Mesmo assim minha força de vontade grande, continue conversando com minhas amigas, e o tempo passando... E a fome atacando? Vamos comer o delicioso pastel do posto de gasolina Rota 101 Sabe que horas o outro ônibus chegou? 11 horas da noite, isso mesmo retornamos para Salvador-BA do dia 05 de Outubro esse horário e chegamos lá que horas? 18:30 claro devido as paradas em Eunápolis-BA para café da manhã, Itabuna-BA, Gandú-BA para almoço, Feira de Santana-BA para deixar duas pessoas do congresso lá. Só sei que nessa viagem apesar das intercorrências conheci gente nova, curti bastante o congresso, os shows da festa cultural, chiclete com banana incrível, quem gosta do Naldo também se amarrou, enfim... indico a vocês que conheçam Vitória-ES, é um lugar bastante interessante e bonito, porém que for de ônibus, ou alguma excursão saibam que podem passar por intercorrências e imprevistos. Enfim, missão dada, missão cumprida! Viagem com intercorrências porém todo mundo bem graças a Deus!
  2. Poxa bem interessante sua viagem e as fotos adorei! Conheci Vitória recentemente e gostei bastante do lugar!!!
  3. Muito bom mesmo! Tanto que me apeguei a ilha e não fico enjoada, rsrsrs...
  4. Bom galerinha vou tentar descrever a minha ida a Buenos Aires em Junho deste ano... Bem, optamos eu, minha mãe, meu padrasto a fazer um passeio até Buenos Aires. O interessante não foi o planejamento em somente conhecer o local e sim reencontrar uma amiga que está morando lá. Saímos de Salvador dia 20 de junho de 2013 pela manhã, chegamos no aeroporto de Guarulhos antes de meio dia, uma duração de 2 horas e meia de viagem até Guarulhos. De guarulhos até Buenos Aires, durou mais ou menos 2 horas e 25 minutos. Passamos por muitas turbulências, o que é considerado normal, o clima estava extremamente frio. Chegando no aeroporto EZE nunca tinha sentido este clima em minha vida, bastante frio, fiquei imaginando se iria aguentar a viagem toda, isso por que sou acostumada a climas tropicais, mas então... aguardamos o traslado. Interessante que a guia do traslado era Brasileira e deu várias dicas onde almoçar, jantar, onde comprar roupa de frio, botas, e dicas como você utilizar o táxi na cidade. O traslado nos deixou no hotel "Pestana" que fica localizada na avenida 09 de julho. Bom, no primeiro dia do dia 20 pegamos a noite fria do ano, segundo o garçom que trabalhava em um restaurante, acreditem, ele informou que estava fazendo 0 graus e pode ser até exagero a roupa, mas na Argentina não é questão da roupa ser mais quentinha e bonitinha, esse dia foi realmente necessário uma roupa bem quente, quase tive uma hipotermia! No outro dia, amanhecendo e me deparando da janela o trânsito tranquilo de B.A, feriado gente!!! Bom, como estávamos de traslado para conhecer a cidade de Buenos Aires, ocorreram várias paradas para conhecer os locais e dentre esses locais tinha o estádio de Clube Altético de Boca Júniors: Esta foto foi tirada ai lado da praça de maio, incrível que neste dia não tinha movimentação nenhuma de carro, por que era feriado. Em dias normais o trânsito é muito intenso, então aproveitei e pedi uma foto! E é claro a incrível e bela Casa Rosada que é a sede da presidência da república argentina. Abriga também o museu da casa do governo. Logo após o estádio resolvemos dar uma volta independente de traslado, retornamos ao hotel, e decidimos pegar um táxi e ir até Palermo... Chegando em Palermo andamos, andamos, achando tudo interessante até então queríamos conhecer o Puerto Madero! Eu nunca andei tanto em minha vida, achando que era tudo um do lado do outro, eu já estava um pouco anestesiada do frio e parecia no momento não sentir mais cansaço nenhum. E não é que finalmente eu cheguei em Puerto Madero? E é claro que minhas amigas vieram me visitar! Uma já está morando na Argentina, cursando Medicina, e a outra mora na Bahia e veio a passeio também mas estava na casa da outra amiga, troquei de roupa, descemos e fomos até Obelisco. Bom essa é a minha outra colega que encontrei lá, a que viajou uma semana antes pra Buenos Aires... Chega de dependência dos meus pais, agora vamos conhecer onde as meninas estão! A Larissa e a Thaila foram me buscar no hotel e conheci a amiga de Larissa que mora com ela Argentina a Sami, super gente fina. Logo após fomos até o centro para comprar roupas, o preço achei razoável, o que tem de mais barato são os tênis, Os tênis nas lojas da adidas é na rua mesmo e os preços super baratos! Encontrei uma bota da nike da loja da nike por mais ou menos 600 pesos, minhas amigas fizeram compras pra dar de presente por que uma iria retornar de férias e trouxe de lembrança para amigos e familiares. Logo após as compras visitei a casa da Lari e ela mora com três estudantes que estão na mesma faculdade, chegando lá com uma fome danada fui experimentar um macarrão feito pela Sami, na panela de pressão, o mais gostoso que eu já comi! E tem um purê que só vende na Argentina, um da Maggi! Muito bom! Larissa, preparando a carne para colocar no macarrão! E aquela regra antiga! Sujou? Lavou! Gracias!!! Servem para todas! Até os visitantes! Momento pós saídas e almoço! Depois do almoço, descansamos e voltamos até o centro, onde estou hospedada, as meninas voltaram comigo e voltamos de metrô, e é claro que no meio do caminho encontrei o que muita gente gosta: Alfajor! A caixa do alfajor se eu não me engano veio 8 unidades e a caixa custou 30 pesos!!! Recomendo, muito gostoso e vende muito na Argentina! O ideal seria comprar uma quantidade boa e trazer por que aqui geralmente não se encontra e vale a pena mesmo!!! Recomendo também o Tango que é lindo e bem interessante, os dançarinos perfeitos, me encantaram facilmente e recomendo quem for apaixonado por tango, não vai se arrepender, é espetacular! Quem gosta de comer churrasco indico o Brasas Argentinas, onde o lugar é ideal e a comida é maravilhosa, e também é claro o preço super incrível! Outra coisa, quem gosta de vinho ou é apaixonado aqui a venda é boa, o preço barato e diversifica os sabores, muito bom! Bom pessoal, no domingo estávamos com dificuldade em encontrar bancos, é muito difícil encontrar um banco, acredite, até no mapa estava quase me perdendo atrás de banco e infelizmente o da minha agência eu não encontrei. Sentar um pouco, descansar de tanto rodar procurando banco! Uma pausa para o lanche depois de tanto rodar para procurar banco e não encontrar!!! Já chegando o dia de voltar para o Brasil, me despedi das minhas amigas rosto inchado do frio e irreconhecível Eu e a Lari!!! No outro dia retornando para o aeroporto EZE- me despedindo da Argentina me deparo com uma ponte com uma paisagem bonita, mesmo com o tempo frio! Enfim pessoal, recomendo muito que vocês conheçam Buenos Aires, um lugar extremamente incrível, mas temos que ficar ligados em bancos, por que o que aconteceu comigo, a minha agência não tinha em B.A, se preparar também para o frio imenso, trazer muita meia, luva, touca, muita roupa de frio, isso recomendo para quem não é acostumado com o frio, rsrs assim como eu!!!
  5. Para quem gosta de curtir um final de semana, férias, feriadão super tranquilo com a família em uma ilha paradisíaca localizada no baixo sul da Bahia irá se surpreender com os encantos naturais em que essa ilha nos proporciona. A idéia dessa viagem surgiu através do meu pai que é nativo e sempre convidou a família pra passar as férias e enfim concordei também a partir de 2008 em conhecer os encantos da ilha. A ilha de Boipeba é inserida no Arquipélago de Tinharé e é cercada de um lado pelo oceano e de outro pelo estuário do Rio do Inferno. Contemplada por uma floresta densa da Mata Atlântica, restinga, dunas, extensos manguezais e praias paradisíacas com coqueirais e recifes de grande valor ecológico e paisagístico. Quem for de Salvador enfrenta uns 300 km, a viagem é demorada. Sempre quando eu viajo vou pelo Ferryboat. Você pega uma estrada pela BA001 até a cidade de valença baixo sul da Bahia. E por Valença tem mais um trecho pela frente. A caminho você vai encontrar placas indicando Morro de São Paulo, Boipeba. Você segue o caminho onde tem escrito Boipeba, ainda vai passar por uma estrada de Barro até Torrinhas, onde você vai pegar um barco ou lancha se preferir. O bom de viajar pelo rio é ir descobrindo aqueles lugares que estão fora dos roteiros oficiais de turismo. Por exemplo, bares, restaurantes, flutuando no rio, frequentados pelos nativos. A dica aqui é comer ostra crua, cultivada aqui mesmo no rio. A maior atração de Boipeba está mesmo no mar. As piscinas naturais são de um azul tão forte e limpo que você tem a sensação de estar mergulhando num aquário. As piscinas ficam a mais de um quilômetro da praia.
×
×
  • Criar Novo...