Ir para conteúdo

CahFZ

Membros
  • Total de itens

    28
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Não consegui editar, é o contrario. Em um desses dias na Philadelphia eu quero alugar um carro e ir visitar Amish Country (provavelmente no dia 14). Não sei se vale ficar hospedada uma noite por lá e depois voltar pra Philadelphia pra deixar o carro e pegar o trem/onibus de volta pra NY. No dia 16 eu preciso estar em NY porque a passagem de volta no dia seguinte eu só consegui do JFK mesmo e o voo sai as 11 da manhã. 04/05 - São Paulo - NYC 05/05 - Chegada em NYC --> Tenho o dia inteiro pois meu voo chega 00:05 ãã2::'> 06/05 - NYC 07/05 - NYC 08/05 - NYC 09/05 - NYC 10/05 - NYC 11/05 - NYC - Atlantic City 12/05 - Atlantic City 13/05 - Atlantic City - Philadelphia 14/05 - Philadelphia 15/05 - Philadelphia - NYC 16/05 - NYC (passeio Washington?) 17/05 - NYC - Volta para São Paulo (o vôo é de manhã)
  2. Bom, eu tinha milhas que expiravam agora em Maio e comprei passagens para NYC saindo dia 04/05 e voltando 17/05. Queria algumas dicas de vocês, já conheço uma grande parcela das atrações em NYC e estou voltando porque na outra viagem ficou muita coisa que eu queria conhecer de fora. Queria umas dicas e saber se tem mais algum lugar que eu consiga encaixar nessa viagem, talvez o passeio a Washington DC. Não reservei hotel nenhum ainda porque comprei as passagens agora 04/05 - São Paulo - NYC 05/05 - Chegada em NYC --> Tenho o dia inteiro pois meu voo chega 00:05 ãã2::'> 06/05 - NYC 07/05 - NYC 08/05 - NYC 09/05 - NYC 10/05 - NYC 11/05 - NYC - Philadelphia 12/05 - Philadelphia 13/05 - Philadelphia - Atlantic City 14/05 - Atlantic City 15/05 - Atlantic City - NYC 16/05 - NYC (passeio Washington?) 17/05 - NYC - Volta para São Paulo (o vôo é de manhã)
  3. Meu maior medo nesse passeio foi ferrar o pé. Quando fui eu tinha recém rompido dois ligamentos do tornozelo e andei parecendo uma retardada pra não acontecer nada Eu amarrei a bota tão forte nos tornozelos que não entrava nem o dedo e mesmo assim eu dei uma torcida no outro tornozelo logo no começo Felizmente só doeu na hora e deu pra caminhar tranquila. Bom saber que o resgate funciona. Muito legal o seu relato. Vai fazer um ano que fui e morro de saudades de olhar a cordilheira ao acordar e sair andando com aquele vento cortante na cara
  4. Legal que meu relato está te ajudando! Eu peguei muitas dicas aqui no fórum e é legal compartilhar pra ajudar os outros também
  5. Eu fechei todos os passeios juntos na Chalten Travel e ganhei desconto no pacote. Assim não precisei ficar andando de agência em agência pra fechar os passeios.
  6. jptrevisan, quando eu fui tinha gente até de All Star, então acho que dá pra fazer com qualquer tipo de calçado. O único inconveniente é molhar. Eu enfiei o pé num lugar que afundou quase até o tornozelo na água, só que eu fui de bota e era impermeável. Acredito que tenha gente que ficou com o pé molhado o resto do passeio.
  7. Eu acho que se você fechar direto com a Hyelo não é cobrada taxa nenhuma. Eu fechei todos os meus passeios na Chalten Travel, mas direto na agencia no dia que cheguei e ganhei até desconto por comprar junto. Fiquei hospedada na Hosteria Austral e realmente eles não tem transfer, apesar de no site dizer que tem. Não tive nenhum tipo de problema e a localização é ótima. A única coisa é a pressão da água o chuveiro mesmo, mas não achei isso realmente um problema. Fiz a reserva pelo booking e pagamento em dolar na hora, o que saiu mais barato do que converter o valor e pagar em pesos.
  8. Fala Vinicius, blz? Então, esse passeio de 4x4 que eu fiz dura metade de um dia...mas é bom dar uma conversada com a agência Cerro Toco para saber exatamente o horário que você volta do passeio da manhã (quando eu fiz, fiz o da parte da tarde). Dá para visitar a Laguna Nimez também que é um local de preservação de espécies de pássaros que fica uns 5 minutos andando do centro de El Calafate, porém, este nem fiz porque acabei não me interessando. Abraços Além do passeio 4x4 a mesma empresa oferece mais 3 opções (no mesmo lugar). Dá pra fazer uma cavalgada, trekking e tirolesa. Eu fiquei morrendo de vontade de fazer a tirolesa quando vi.
  9. Eu comprei na Decatlhon um casaco desse (na versão feminina). Eu peguei temperatura de 3ºC com sensação de -4ºC na chuva e no vento do barco e em momento algum passei frio com esse casaco. Ele é 3 em 1, tem um casaco de fleece dentro que você pode destacar e usar ele sozinho e a parte de fora é impermeável e corta vento. Não sei o quanto mais frio vai estar na época, mas acho que esse casaco com alguma segunda pele térmica por baixo dá tranquilo. http://www.decathlon.com.br/montanha/roupas-36561/jaquetas/casaco-arpenaz-3-em-1-quechua_151040
  10. Obrigado pelas dicas, CahFZ!! Vi um post que você foi esse ano, né? Tem dicas de hostel e agências para agendar os passeios? Outra, coisa. Li uma matéria sobre a crise na Argentina. Pode dizer algo sobre isso? As coisas lá são caras mesmo? E tem a ver com essa crise ou não? Obrigado novamente. Fui no começo de Janeiro Olha, eu achei tudo absurdamente caro e nem lembrancinha pra ninguém eu trouxe! Tinha pesquisado preços de algumas coisas no fim de 2013 e quando cheguei lá tive várias surpresas Quanto aos passeios, eu achei uma boa agendar na Chalten Travel, em El Calafate, porque lá já tinha todos os passeios que eu queria ao invés de passar em três agências diferentes. Ainda peguei uma promoçãozinha comprando juntos lá. Mas acho que não se perde muito tempo para comprar os passeios, coisa de 10 minutos só. As agências são todas próximas uma das outras.
  11. VOcê tem certeza? Pesquisei agora com as mesmas datas e as passagens pelo decolar e o preço é por volta de 1300 reais. Será que você não fez a pesquisa com a moeda em real já?
  12. Vou tentar responder algumas questões. Tempo de viagem Ushuaia - El Calafate: de avião demora 1h. De ônibus, não há ônibus direto (a Terra do Fogo é uma ilha e a estrada não se conecta com ela) e a rota de ônibus é passando pelo Chile. Não sei dizer o tempo pois fiz o trajeto de avião. Lagos 4x4, sai de manhã lé pelas 9h e chega na cidade por volta das 17h. Dá tranquilamente para fazer compras depois. Navegação na Isla H termina as 15h, acho que esse horário você não consegue mais ir ao Parque Nacional pois, se não me engano, o ultimo horário dos transfers é 17h. Se tiver de carro talvez dê, mas eu acho que não vale a pena porque o parque tem muita coisa pra ver.
  13. Placa na Estação do FIm do Mundo Um dos picos da cordilheira que contorna o parque Rio Pipo Bahia Lapataia Lago Roca (Lago Acigame) Uma pena que a lente que eu tenho não pegava o lago inteiro.
  14. 18/01 Acordei com a chuva e um vento fortíssimo batendo na janela de novo. Ferrou, meu vôo Arrumei minhas coisas e fui tomar café. Depois saí pra uma última volta na cidade e pra comprar algumas lembrancinhas...como em El Calafate não comprei porcaria nenhuma pra ninguém Ai, gente, eu não sou mão de vaca, mra tudo muito caro! Paguei 70 pesos em um íma de geladeira e 160 pesos em um pinguim de pelúcia! Essas foram as únicas lembranças que eu trouxe pra mim de lá. O resto ficam nas fotos e cabeça mesmo A chuva já tinha diminuído e só sobrou o vento absurdo mesmo. Então pedi para a moça da recepção chamar um táxi para mim e fui para o aeroporto. Paguei 40 pesos no táxi. Fiz o meu check-in e fiquei lá fora no vento admirando a paisagem pela última hora. Bateu aquela tristeza de deixar pra trás o lugar mais lindo que meus olhos já viram. Peguei uma fila enorme pra passar pela segurança e raio x, comprei uma água no café da sala de embarque e fui embora. Táxi para o aeroporto: 40 pesos As fotos eu posto a noite quando tiver em casa.
  15. 17/01 No dia anterior eu havia contratado com a Agencia Tolkeyen um passeio para o Parque Nacional que passa pelos pontos principais do parque. Acabei decidindo pelo pacote da agência porque eu já estava morta O ônibus me pegou as 9h em ponto no hotel, pegou mais algumas pessoas e foi para o Parque Nacional. A primeira parada foi a Estação do Fim do Mundo. Lá tinhamos a opção de pegar o trem ou seguir de ônibus até o fim do passeio de trem para irmos ao próximo ponto. Como todo mundo que estava no ônibus pegou o trem, eu tinha pesos sobrando e era meu último dia, acabei pegando o trem também. A paisagem é linda, a história do trem e do parque são bem legais, mas é realmente um passeio bem turistão. Chegando no fim do passeio entramos novamente no ônibus e seguimos até o começo de uma trilha que leva até a Bahia Lapataia. Fomos andando pela trilha até um mirador para ver de cima e depois pegamos outra para chegar ao fim da Ruta nº3. Estava lotado de pessoas disputando para tirar foto na famos placa eu desisti e fui até o fim de uma pequena trilha que dá na bahia lapataia para tirar umas fotos. Cara, que lugar lindo! Você olha e por todos os lados lá está a Cordilheira dos Andes com os picos nevados. O tempo ajudou muito! Nesse dia não choveu e estava um solzão. Na volta consegui finalmente tirar a foto de turista na placa Entramos novamente no ônibus e seguimos até o Lago Roca, que agora se chama Lago Asigame. Se eu já tinha achado a Bahia Lapataia linda, ali eu me apaixonei de vez! O vento tinha dado uma trégua naquela hora e o lago parecia um espelho refletindo as montanhas em volta. A guia contou que o lago tem 9km de comprimento, os 3 primeiros km fazem parte da Argentina e os outros 6km já fazem parte do Chile. Ficamos um tempo lá e voltamos para a cidade. Larguei minhas coisas no hotel e saí em busca de um restaurante para almoçar pois já era mais de 3h da tarde . A missão era comer o famoso cordeiro. Almocei um maravilhoso cordeiro com vinho Postales del Fin del Mundo, comprei um sorvete e fui pro hotel descansar um pouco. A noite fui jantar num restaurante perto do hotel na San Martin e saí pra dar uma última volta pela avenida do porto e me despedir das lindas vistas patagônicas pois iria embora no dia seguinte.
×
×
  • Criar Novo...