Ir para conteúdo

umbiguo

Membros
  • Total de itens

    6
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Bio

  • Ocupação
    jornalista
  1. Olás! Minha dica de pesquisar antes de comprar passagem no terminal de Manaus continua valendo. Mas é pesquisa pra se fazer a pé. Vá aos fundos do mercado antigo e procure por vendedores - quem é local costuma pegar esse atalho. Não ouvi falar de pilantragem ou passagem falsa, mas se precaver não custa nada. Aborde alguém que costume fazer a viagem, pergunte de como funciona o sistema de passagem mais barata, por quê é mais barata, qual a desvantagem. Lhes falo da posição de quem comprou passagem no terminal e depois descobriu, observando as pessoas que chegavam ao navio de barco,
  2. Mônica, Embora eu seja deveras contra viagens em alta temporada, não acho que o clima vá comprometer teu passeio. Se queres uma dica quente, recomendo contratar um guia para fazer uma sobrevivência na selva, de dois, três, seis dias. Indico um guia índio poliglota que conheci na minha viagem, seu nome é Osmar Fontes ([email protected]), sabe tudo de mato e já viajou o mundo inteiro. Em Manaus, ele costuma trabalhar com um hotel de selva chamado Malocas, a umas três horas de Manaus (carro + barco) Não tenho idéia do custo, mas a experiência é incomparável. Marcelo
  3. Salve! A baixa temporada turística coincide com os meses em que a garotada não tá de férias - março a junho, agosto a outubro. Já a estação seca também costumava ir de agosto a outubro, mas vem aumentando gradualmente nos últimos anos devido à falta de chuva, provocada pelo excesso de queimadas e fumaça na atmosfera, causada por sua vez pela sanha coivarista do pecuarista amazonense. É uma cadeia causal viciosa, que deve acelerar o processo de degeneração da biodiversidade da mata nos próximos 20 anos. Tire muitas fotos, elas serão valiosas no futuro... No momento em que escrevo, o Am
  4. ...ah! Não há cabine individual. O que há é sorte de comprar uma passagem para camarote pagando apenas o preço de uma cabeça e a torcida para que nenhuma outra cabeça tenha a mesma idéia. Cá entre nós: a rede é rústica, mas rende uma boa experiência no papo com os demais passageiros, além de dar conta muito bem dos momentos de cochilo. Praticamente todos os estrangeiros jovens que conheci no navio dispensaram o ar-condicionado do camarote de bom grado, para evitar o choque térmico.
  5. Mônica, Não sei se vc já percebeu, mas o mundo está de pernas pro ar. Já não é mais possível determinar com exatidão se o período previsto para o próximo verão coincidirá com um estado de clima e coisas que tradicionalmente conhecemos por verão. Te aconselho viajar na baixa temporada, quando nada está lotado e todos se abrem à pechicha, e com o rio baixo, quando as raízes aéreas e toda uma exuberante vegetação se mostram. Os três navios citados fazem a linha Manaus-Belém. Se quiser parar em Santarém, terás que pegar o próximo a passar - e que não será o mesmo - dali a dois dias. Se fo
  6. Bom dia a todos. Cumpri o trajeto Manaus-Belém há duas semanas, levou 5 dias por causa do baixo nível do rio. Para subir o rio vindo de Belém, lá se vai uma semana, ao menos que você invista alguns milhares de dólares no Pacific, o maior navio a fazer essa rota. Só não imagino porque cargas d'água leva esse nome. Aconselho ligar de véspera para o Terminal Hidroviário de Manaus, intimando uma posição rigorosa sobre o tempo que a viagem está tomando. As chuvas estão voltando, então é capaz que até dezembro o prazo volte a ser de três dias e meio para descer (MAN-BEL) e cinco para subir.
×
×
  • Criar Novo...