Ir para conteúdo

LuizGatti

Membros
  • Total de itens

    181
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. É... com muita demora... mas vamos lá... Áustria: Halstatt (nem um dia inteiro, que é mais que suficiente) Salzburg - 1 dia inteiro (é o suficiente pra ver tudo na cidade, mas ela é tão massa que um 2º dia seria legal, só pra n fazer nd msm e ficar curtindo a cidade) De Istambul pegamos um voo pra Viena, onde chegamos por volta de 7h da noite. Viajamos de Pegasus, cia low cost turca. O voo atrasou um pouco mas no fim, foi tudo em ordem, não lembro de chegarmos com grande atraso. Como no verão escurece umas 22:00, deu tempo de passear por todo seu centro. Mas como só passamos a noite lá, nem coloco como local visitado. Mas só de ficar essas horas no local, já deu pra ver que a cidade é muito massa. Quero conhecê-la com certeza. No dia seguinte, fomos bem cedo de trem pra Hallstatt. ----------------------------- Onde ficamos: Em Hallstatt não dormimos. Hostel Haunspergstraße em Salzburg. Fica perto da estação central, o que facilita muito a vida. Se eu não me engano, é um colégio que nas férias vira hostel. Bem simples e funcional, serve pra estadia de uma noite. Problema foi que estava um calor do cão e eles não tinham ventiladores pra emprestar, isso foi foda. De resto, tudo ok ----------------------------- O que vimos: Salzburg Jardins de Mirabell (era domingo de manhã e teve apresentação de "banda marcial", muito foda) Casa de Mozart Fortaleza Hohensalzburg (principal ponto turístico da cidade. De lá de cima pode-se ver a cidade toda) Monastério onde fica a cervejaria Augustiner e seu biergarten (parada obrigatória pra quem gosta de tomar umas) Centro histórico Etcs Hallstatt Passear pela cidade sem rumo (é minúscula) e tem a mina de sal mais antiga do mundo, acabamos não entrando pq é um passeio longo e queríamos ficar curtindo a cidade com calma. Mas subimos até ela com o funicular (a vista de cima é muito foda). ----------------------------------- Sobre as atrações: Segue 2 relatos (não são meu) de Salzburg que tem mtas informações http://www.viajandoporai.com.br/roteiro-de-dois-dias-por-salzburgo-na-austria/ http://www.euandopelomundo.com/blog/dicas-de-salzburgo/ Sobre a mina de sal de Hallstatt http://www.umviajante.com.br/austria/132-a-mina-de-sal-mais-antiga-do-mundo -------------------------------- Dicas gerais: - se for usar trem na Áustria, o site é http://www.oebb.at/en/ - caso você vá de Munique pra Salzburg, ou o contrária, veja sobre o Bayern Ticket. Se estiver em galera, ele vale muito a pena (usamos ele pra ir de Salzburg pra Munique.) - HALLSTATT! Não deixe de incluir essa "cidade" no seu roteiro. Você faz ela em meio dia e é fantástica. São só 70km de Salzburg. - Coma muito cachorro quente de rua com salsicha bávara. É muito bom - Se você gosta de ganhar, ou provavelmente perder grana fácil, vá ao Casino de Salzburg. - Pra chegar até Hallstatt, use o site de trens austríaco. A estação de trem fica na margem oposta da cidade. Mas você compra o ticket do barco com o próprio motorista, ou capitão, sei lá. - A maioria das pessoas não passa a noite em Hallstatt, até pq ela é minúscula e os hotéis são caros. Mas deve ser uma experiência legal poder ter toda aquela paisagem e tranquilidade sem uma multidão de turistas. - os barcos saem até o fim da tarde. Fique esperto pra programar sua volta até a estação em um horário que "bata" com seu trem/ônibus. Fomos embora pra Salzburg pegando um trem até Bad Ischl e de lá, um ônibus até Salzburg. Muitos sites explicam como fazer essa rota dentre outras - tudo na Áustria é muito organizado e pontual. Cuidado pra não perder o trem por alguns minutos -----------------------------------------------------
  2. Turquia: Istambul - 3 dias... Foi suficiente para vermos os principais pontos turísticos. Mas um 4º dia cairia bem ----------------------------- Onde ficamos: Sophia Studio Apartaments Bem no centro de sultanahmet, perto da Mesquita Azul e da Hagia Sophia. Muito confortável e com o dono muito atencioso. Recomendo Só fique esperto pois as ruas são todos muito parecidas. Nos perdemos pra voltar a pé pro hotel e ficamos uns 20 minutos andando em círculos. Por sorte, uma turca que fala português nos observou pela janela, viu que estávamos perdidos e nos ajudou. ----------------------------- O que vimos: Basílica Santa Sophia Cisterna da Basílica Palácio Dolmabahce Mesquita Azul Mesquita Süleymaniye Museu Chora Graand Bazar Tokpaki Palace Avenida İstiklal Faltaram a Torre Galata, o Tour pelo Bósforo e alguns museus. ----------------------------------- Sobre as atrações, não vou relatar muito pois existem muitas informações na internet. Mas algumas dicas são: - Se você se hospedar em sultanahmet, estará muito perto da Mesquita Azul, Hagia Sophia, Tokpaki Palace, Cisterna da Basílica e até do Grand Bazar. Então vale a pena ficar por lá. - A Hagia Sophia e a Mesquita Azul ficam frente-a-frente. Então comece um dia de passeio pela Hagia Sophia (que fica com filas imensas) e depois vá até a Mesquita Azul (só fique atento aos horários de rezas pois neles apenas os muçulmanos podem entrar). Nesse dia, passeie pelo "centrinho histórico" até o Grand Bazar. - No segundo dia, comece pelo Palácio Tokpaki (sempre lotado). Você ficará lá a manhã toda com certeza. A cisterna da Basílica fica bem próximo a ele, então faça em seguida. Lá também tem o museu de arqueologia, que eu acabei não fazendo. Mas vale a pena fechar o dia com ele. No meu caso, andei uns 2km e fechei o dia na Mesquita Süleymaniye. - No terceiro dia, você pode fazer os "cantos de lá do Corno de Ouro". Pegue o trasporte público até o Palácio Dolmabahce (não abre de quinta feira se eu não me engano). De lá, passeie pela Avenida İstiklal (cheia de lojas, restaurantes e artistas de rua) até chegar na Torre Gálata (não subi, mas dizem ter uma vista linda da cidade). "Descendo" mais um pouco, você pega o barco pra fazer o tour pelo Bósforo. Sobre a Igreja (museu) em Chora. veja sobre ela, pois fica bem longe e difícil de chegar (táxi caro e/ou algumas trocas de transporte público) e ela estava em reforma. Gastamos um bom tempo pra chegar até ela e não aproveitamos. Caso não esteja mais em reforma, acredito que valha a pena ir até lá. (se eu não me engano ela não abre de quarta) -------------------------------- Dicas gerais: - Tenha sempre um mapa em mãos, as ruas são muito parecidas e ir até a esquina é perigoso para se perder hehehe - O calor em Julho é absurdo, tenha sempre garrafas de água na mochila - Negocie sempre, sempre e sempre. Os preços são muito altos justamente pra serem negociados. Pra eles, barganhar é um esporte. - Não compre nada dentro do Grand Bazar. Virou armadilha pra turistas. Fora dele as coisas são muito mais baratas. - Tente não chegar ou sair pelo aeroporto Sabiha. É muito longe. Chegamos e saimos por ele. São praticamente duas horas dentro do ônibus/shuttle pra chegar/sair dele. Do Ataturk tem transporte público muito fácil. - Adquira o IstambulKart (http://www.essemundoenosso.com.br/istanbulkart-o-cartao-de-transporte-de-istambul/) - Se precisar chegar ou sair de Sultanahmet com algum táxi ou shuttle, se prepare pra perder praticamente uma hora parado no trânsito dentro do próprio bairro. Nunca vi coisa igual. São Paulo é cidade de roça perto daquilo. Então, se você se irrita com facilidade nessas situações, pense em um plano B. - Nas Mesquitas, eles te darão um plástico pra colocar os sapatos e para as mulheres, um lenço para cobrir a cabeça. Não cobram por isso, mas caso você tenha nojo de usar um lenço que passou por várias cabeças, leve o seu. - Confira sempre se a conta final bate com os itens escolhidos previamente no cardápio e de gorjetas caso tenha sido prestado um bom serviço
  3. Amanhã embarcarei pra próxima viagem Madrid (Toledo e Segóvia), Budapeste, Cracóvia, Cesky Krumlov, Praga, Colmar e Estrasburgo Em Janeiro continuo o relato terminando a 2ª viagem e atualizando com a 3ª
  4. Turquia: Goreme - 1 dia e meio... Mais um dia seria excelente ----------------------------- Onde ficamos: Cappadocia Cave Land Hotel Hotel excelente, bonito, barato, com staff educada e bom café da manhã. Ainda ganhamos desconto no passeio de balão (feito com o dono do hotel) e ganhamos o transfer pro aeroporto. Recomendo muito ----------------------------- O que fizemos: Green Tour e passeio de balão (ambos reservados com o próprio hotel) ----------------------------------- Fomos de Pamukkale pra Goreme em ônibus noturno pela empresa Metro. Foram 9 horas de viagem O ônibus saiu com um bom atraso, mas chegou no horário. O ônibus não era tão desconfortável mas, além de não ter banheiro (ônibus na Turquia não possuem banheiro) e o ar condionadon ão estar dando muita conta do verão turco, nos colocaram na última fileira. Quando vi o número da passagem lá pela poltrona 50 e pouco, imaginei que seria no fundo do ônibus e fui perguntar pra atendente se não era na última fileira. Ela disse que não. Quando entramos no ônibus, ele estava lotado e pronto, era no fim dele mesmo. Pra quem não sabe, na última fileira a cadeira não reclina quase. Foram quase 9 hrs dormindo praticamente reto e com calor. Foi tenso Mas nada que um dramin não resolvesse. Quando eram perto das 6h da manhã (nosso ônibus chegaria em Goreme as 8h), teve uma parada e desceram alguns passageiros. Então consegui dormir pelo menos uma 2h em um banco mais confortável. EM VIAGENS LONGAS, FIQUE ESPERTO SEMPRE PRA NÃO FICAR COM PASSAGEM PRA ÚLTIMA FILEIRA DO BUSÃO Depois da noite mal dormida, chegamos bem quebrados em Goreme. Mas assim que chegamos, esquecemos todo o cansaço. Estar na Cappadocia é incrível, parece que estamos em um filme dos Flinstones, é muito diferente ver toda aquela cidade dentro das rochas. Fomos direto pro hotel deixar nossas bagagens e tomamos o café da manhã (que foi servido sem nenhum problema mesmo nosso check-in sendo só a tarde). Terminado o café, eram por volta de 9h. Nos trocamos e ficamos prontos para fazer o Green Tour (a van passa nos hotéis por volta de 09:30) Na Cappadocia existem alguns tours, os mais famosos são o vermelho e o verde. O valor deles é o mesmo praticamente (por volta de 40/45 euros q me lembre) e ambos são feitos em um dia inteiro cada. Como tinhamos apenas 2 dias na cidade e o segundo seria pra andar de balão, escolhemos o Verde por ser o que passa pela cidade subterrânea (e achamos isso o mais interessante) O ideal seria ter um dia a mais pra poder fazer o Red tb. Aqui tem um resumo do que é o Green Tour (o relato não é meu) http://narotadaseda.weebly.com/green-tour-na-capadoacutecia.html Ele vale muito a pena. A visita a cidade subterrânea é demais. É incrível ver como esses povos viviam e a noção que eles tinham de "engenharia" pra construir essas cidades. Mesmo pra quem é claustrofóbico, achei muito tranquilo. No outro dia, fizemos o tão famoso passeio de balão. Ele custa por volta de 150 euros por pessoa (em um balão pra umas 28 pessoas) e, no nosso caso, foi fechado no próprio hotel (o dono era piloto de balão e acabou dando um desconto, ficando 120 euros por pessoa) Acordamos entre 03:30 e 04:00 da manhã, pois a van passa no hotel 04:30. Após pegar toda a galera, seguimos pra uma área perto da onde são os voos, onde tomamos o café da manhã e fomos divididos em grupos. Por volta de 05:30, começaram a "embarcar a galera" Conforme o sol foi nascendo, nosso balão foi subindo. É um passeio indescritível. (mesmo no verão turco, leve um casaco pois lá em cima faz bastante frio) Ficamos no ar por volta de 1h e, ao descer, fomos recebidos com champagne e uma medalha Antes da 9h ja estávamos de volta no hotel. Passeamos um pouco pela cidade e descansamos um pouco pois no fim da tarde, tínhamos um voo pra Istambul! --------------------
  5. Muito obrigado pela ajuda e pelo comentário. As coisas estão meio corridas mas logo mais vou retomar o tópico pra terminá-lo E como disse, realmente o ritmo que fizemos na segunda viagem foi loucura, não é recomendado, mas deu pra aproveitar bastante e no fim das contas, valeu demais
  6. acabei fazendo duas viagens já Algumas dicas estão nesse tópico duas-viagens-dicas-sobre-franca-belgica-alemanha-holanda-espanha-italia-grecia-turquia-e-austria-t122956.html Ainda estou terminando ele
  7. Turquia: Pamukkale - 1 dia - mais que suficiente ----------------------------- Onde ficamos: Sinter Terasse House Hotel Hotel familiar bem simples mas perto das "piscinas de algodão" e da parada do ônibus, com ótimo atendimento, café da manhã bom. Recomendo ----------------------------- O que vimos: As "piscinas de algodão" e o sítio arqueológico de Hierápolis (fica tudo junto no mesmo "complexo" ----------------------------------- Chegamos em Pamukkale a noite vindo de Selçuk em trem regional (site dos trens está no post anterior). Compramos a passagem no dia mesmo Nesse dia fomos caminhar pela cidade (vila praticamente) e jantamos no restaurante Konaksade Restaurant. Gostei muito da comida e do atendimento, sem falar que ele fica em frente as piscinas naturais. No outro dia, acordamos cedo e fomos até as piscinas naturais. O ingresso já vale para tudo (piscinas e ruínas de Hierápolis), única coisa não inclusa é a Piscina da Cleópatra (pode-se passear por ela, mas não entrar na piscina, o que pra mim, nem vale a pena, pois estava lotada e sua água é quente, e no calor do verão turco, eu dispenso) As piscinas são muito legais, parece uma "montanha de neve" com várias "piscinas" que surgiram devido à precipitação de carbonato de cálcio vindo das águas quentes da montanha. As piscinas que são abertas para o público caminhar e nadar são artificiais pois as originais estavam se deteriorando com a multidão. Mas isso não perde em nada o encanto. Chegando ao topo das piscinas, você começa a ver as ruínas de Hierápolis que tem como ponto forte o Teatro Romano, uma arena que chegou a abrigar mais de 12 mil espectadores. Fizemos todo esse passeio durante a manhã toda. Depois fomos almoçar no mesmo restaurante e, como já tinhamos feito o check-out (iríamos embora em ônibus noturno pra Goreme), passamos a tarde na piscina do restaurante e batendo papo com o dono do local. ------------------------------- Dicas: - Durante o verão, se prepare para o calor escaldante e poucas sombras. - Vá com sapatos adequados para andar em Hierápolis mas leve uma sacola (impermeável de preferência) para guardá-los durante a caminhada nas piscinas, pois não é permitido entrar com calçado nas mesmas. - Tente fazer o passeio no início da manhã ou fim da tarde, pois além do calor, o local é bem lotado de turistas -------------------------------
  8. Opa, que blz que deu certo! De Roma pras ilhas gregas do lado são muito baratos mesmo. E você conhece Roma? Pois se não, 2 dias lá apenas é um pecado. Fiquei isso por conta da logística e não vejo a hora de voltar pra lá. 3 dias no mínimo é fundamental. A cidade é muito legal
  9. O segredo é fazer o check-in online. Assim, você ja chega com sua mochila na hora do embarque e evita que fiquem pesando ou medindo a mesma. Só se ela for bem maior que o tamanho permitido ou se o atendente estiver de muito mal humor pra não passar. As nossas cabiam certinho nos medidores, mas em nenhum momento pediram pra pesar ou medir *Estava com uma mochila dessas http://www.quechua.com.br/mochila-de-trilha-forclaz-50l-easyfit-quechua-id_8300849 e minha namorada com uma dessas http://www.kanui.com.br/mochila-nautika-laguna-60-l-81129.html
  10. Todas as cias low-cost cobram pra despachar bagagem Pela internet, varia entre 15 e 25 euros. Na hora vai pra uns 50 euros Mas como fomos com mochilas de 50l,60l, elas passaram na boa como bagagem de mão e não precisamos despachar nada
  11. E entre as ilhas, tem bastante opção de voos e todos bem baratos. Muitas vezes compensa mais que o cruzeiro devido o tempo que você não perde em alto mar
  12. Então, foi voo direto, da Vueling, na faixa de 50 euros por pessoa Mas fomos no verão, não sei se esse voo tem em todos os meses Eu não perderia a chance de ver Zakynthos, e ficaria mais que 1 dia. A Navagio é absurda, lugar mais bonito que já vi, mas lá parece ter mta coisa bonita. E foram duas viagens, a primeira foi bem de boa, a segunda foi corrida pra caramba mesmo, mas como vc disse, deu tudo certo hehehe Vou ajeitar o título, valeu
  13. Turquia: Selçuk - 1 dia (nem dormimos lá) Suficiente para ver tudo de importante na cidade ----------------------------- De Santorini fomos pra Izmir na Turquia. Era um voo pra Atenas, conexão de 1h15 e voo pra Izmir. Nosso voo em Santorini atrasou mais de uma hora, ou seja... deu merda Por sorte, como eram voos da mesma cia, na hr da descida do avião em Atenas já anunciaram pra quem tinha essa conexão, procurar uma funcionária da cia e RUN FORREST, RUN! O avião desceu 21:05, nosso voo era 21:15, algo assim... Saímos do avião empurrando a galera, corremos o aeroporto de Atenas inteiro com as mochilas nas costas. Passamos pela imigração (e o mala do agente ainda me encheu o saco por conta de filtro solar em um potinho) e enfim, chegamos no avião na hora exata. Todo mundo já estava sentado, só estavam nos esperando pro avião decolar.... Ainda recebemos uma vaia da galera, mas deu td certo Foi um sufoco do caramba Chegando em Izmir, dormimos em um hotel no próprio aeroporto, pois de manhã iríamos pra Selçuk. O hotel é o Tav Airport Hotel Izmir. Muito bom. Quarto extremamente limpo e moderno. ----------------------------- O que vimos: Ruínas de Éfeso (biblioteca de Celso), casa onde dizem que morreu a Virgem Maria, o Templo de Artemis (o único pilar que sobrou dele) e a Basílica de São João ----------------------------------- Pegamos o trem pela manhã em Izmir e antes do almoço já estávamos em Selçuk. Como não tinha locker na estação de trem, paramos em um hotel perto da estação pra almoçar e já pedimos pra deixarmos nossas mochilas no saguão do mesmo. Os funcionários foram muito educados e nem cobraram pelo "serviço" Combinamos com um taxista pra nos levar até as ruínas de Éfeso, nos buscar umas duas/três horas depois, nos levar até a casa de Maria e esperar entre meia hora e uma hora, e pra fechar, nos deixar na Basílica de São João, que é perto da estação Tudo isso ficou em torno de 80 liras turcas que me lembre (estávamos em 4). Começamos o passeio pelo Templo de Éfeso. São alguns km de ruínas que tem como ponto principal a Biblioteca de Celso. De lá, fomos pra casa onde faleceu a virgem Maria. É um lugar muito tranquilo e gostoso, mesmo pra quem não é religioso (meu caso). Por fim, paramos nas ruínas da Basílica de São João. De lá (alto do monte), avistamos o único pilar que foi o que sobrou do Templo de Artemis (uma das 7 maravilhas do mundo antigo). ------------------------------------- Dicas: - Trens na Turquia - http://www.tcdd.gov.tr/ (tem todos trajetos e horários lá) - O país é quase todo muçulmano, então, mesmo nas férias (com muitos turistas), o pessoal olha diferente. Os homens olham de maneira estranha/maliciosa pras mulheres. Não se estressem com isso... - Os turcos são muito simpáticos e excelentes vendedores. Então negocie sempre e cuidado pra não cair na lábia deles, ou você irá "perder" um dinheirinho - Troque pouco dinheiro no aeroporto (suficiente pra ir até alguma cidade), pois a cotação é péssima. - A comida é bem apimentada, se você não gosta de pimenta, pergunte antes sobre a "ardência" - Se for no verão principalmente, vá preparado. O sol é muito forte, as sombras são raras e não vende água dentro do sítio arqueológico Por hora é isso que consigo lembrar --------------------------
  14. Eu tenho um roteiro que tinha feito que está praticamente igual o seu, agora é só arrumar dinheiro pra colocá-lo em prática hahaha
×
×
  • Criar Novo...