Ir para conteúdo

psemple

Membros de Honra
  • Total de itens

    1.221
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que psemple postou

  1. O aeroporto de Barcelona é gigante, bom chegar cedo. Táxi não é barato, mas relativamente acessível pelo padrão europeu. Acho que da onde eu fiquei (perto das ramblas) era um um pouco mais de 20 euros. Se vc estiver acompanhada, acho que vale a pena o táxi para poder acordar um pouco mais tarde e aproveitar melhor o dia na cidade seguinte. Para ir de táxi, eu sairia umas 5:40. Se for de bus eu sairia 5:10 (não sei a partir de que horas opera). Transporte público sempre tem que deixar uma folga maior, pq vc não sabe se vai lotar, passar nos pontos pegando gente, etc. Dá para ir de metrô também, mas se me recordo o motivo que peguei o táxi era justamente pq o metro só iniciava mais tarde.
  2. psemple

    Fortaleza

    Eu fui para Fortaleza esse ano e não fiquei muito tempo. As praias da cidade são bonitas, mas não são super deslumbrantes a ponto que valha fazer um tour para apenas para tirar fotos bonitas. O que eu faria é é dar uma volta na praia de Iracema no meio dia. No segundo dia aproveitaria para ficar na praia do futuro relaxando, Tem vários quiosques bacanas lá, os mais famosos são Chico Caranguejo e Croco Beach. Dá para pagar para usar a piscina ou ficar só beliscando no quiosque. É bem bacana. Outra opção de Fortaleza é o Beach Park, mas eu acho absurdamente caro para passar um dia.
  3. Não sei aonde vc vai na austrália, mas tour nas cidades mesmo não tem necessidade de tour .Tem até uns tours gratuitos. Dá uma olhada em: http://www.imfree.com.au/ Se vc for para Sydney, não achei muito necessário tour para blue mountains. È melhor ir de trem e pegar onibus circular lá, que é bem mais barato. O que vale a pena de tour é Great Ocean Road em Melbourne. Tours de vinhos, eu fiz no hunter valley, perto de Sydney, mas a Australia e NZ tem muitas regiões boas de vinhos. Toma cuidado com os tours para ver a política de cancelamento, remarcação. O ideal é que tenha alguma flexibilidade para remarcar se tiver tempo ruim. Se vc for para Wellington, faça esse tour aqui. É o melhor tour de senhor dos Anéis que tem para fãs na Nova Zelândia. È caro, mas se for fã vale o dinheiro. Eles mostram as fotos comparando com as das cenas. Contam umas histórias muito boas. http://www.viator.com/tours/Wellington/Wellingtons-Lord-of-the-Rings-Locations-Tour-including-Lunch/d399-2964001RRT Esse de Glenorchy saindo de QUeenstown é bem bacana esse tour de senhor dos anéis. Eles usam carro 4x4, por ter que passar no meio do rio, em terrenos acidentados por isso é até mais caro. Mas os lugares que passa são lindos. http://www.viator.com/tours/Queenstown/Glenorchy-Movie-Locations-Tour-The-Lord-of-the-Rings/d407-5762LOTR4WD
  4. Fica de olho nas passagens de ônibus, que se vc comprar antecipado dá para comprar só 1dólar. EU paguei só 1 dólar (+4 de taxa de marcação) na passagem entre Rotorua e Auckland. O preço normal seria uns 30 dólares. Na Nova Zelândia é bem complicadinho querer fazer o país todo de ônibus, pq as linhas normais não levam para muitas das atrações turísticas. Daí vc é obrigado a usar os tours e principalmente se vc tem pouco tempo é o jeito. Eu quase que desisti de visitar as Waitomo Caves de Rotorua, fiquei vendo as melhores opções e daí optei por aquela empresa que eu passei. Pq ônibus de linha é complicado para quem está com bagagem, mas é demorado e para esse destino não é barato. Daí acabei pagando por volta de 180 NZD pelo tour. Era caro, incluia 70 NZD de entrada para 3 cavernas, então o transporte custou 110 NZD.
  5. Pelo que eu observei na Nova Zelãndia não tem muito aquela história de chegar no local guias, pesquisar e achar mais barato e olha que eu fiquei só em hostels. Então, teoricamente me indicariam lugares mais baratos, se houvesse. O salário mensal para atividades não muito sofisticadas, tipo de limpeza é tipo uns R$ 8000, logo não tem como atividades que envolvam mão-de-obra serem baratas. Um site que as vezes vc acha coisa mais barata tours/passeios perto da data é o bookme.co.nz , mas só tem para alguns passeios. Esse de hobbiton acho que não tem. O jeito mais barato de fazer as coisas é alugar carro, mas aí o ideal é que vc esteja acompanhado para revezar na direção.
  6. Acho que vc não pesquisou direito. Esse aqui é 110 NZD (95 US$), que é o mesmo preço do site oficial com a possibilidade de obter o desconto que eu mencionei: http://www.viator.com/tours/Rotorua/Lord-of-the-Rings-Hobbiton-Movie-Set-Tour/d395-5328HOBBIT Agora se vc está vendo tour saindo de Auckland aí sim é bem mais caro. Posso te garantir que vc não vai achar muito mais barato chegando lá. É melhor vc se hospedar em Rotorua se vc quiser ir de excursão. De Auckland eles cobram uma nota. Se vc alugar carro, daí o melhor é ir até Matamata e pegar o tour de lá. Para ir de Auckland a Rotorua existem 2 empresas de ônibus, nakedbus.com e www.intercity.co.nz. Lembrando que Rotorua é um dos principais destinos da Nova Zelândia, em especial pelos Geysers, pelos shows Maori, pelas termas, pela chance de ir Hobbiton e por estar no caminho entre Glowworm Caves. Isto é, o melhor jeito de ir passando pelas caves no caminho ou na volta. Se vc quiser dar uma olhada, as vezes vale a pena fazer o passeio do Geyser e Hobbiton no mesmo dia saindo de Rotorua: http://booking.travelheadfirst.com/geyserlink/ . Eu usei essa companhia em Rotorua e é a mais barata que tinha para passeios nos parques dos geysers (e ainda é bem cara).
  7. Só um complemento na Nova Zelândia algo que se aproxima do nosso conceito de pousada são motels, que não é o mesmo conceito nosso de motel, mas normalmente um hotelzinho pequeno com cozinha dentro do apartamento. Outro conceito parecido com pousada é Bed & Breakfast.
  8. Nova Zelãndia é caro mesmo passagem. Eu paguei por volta de R$ 3000 indo para Austrália e voltando pela NZ. Como só tem a LAN que tem voos da rota mais rápida depende da vontade deles de fazerem alguma promoção, o que pode ou não acontecer.
  9. O preço para ir para Hobbiton é alto e pronto, é uma atração privada paga e vc só entra com tour. Aliás pode se acostumar que na Nova Zelândia boa parte das coisas tem que tem pagar,mesmo atrações naturais como cavernas são bem caras para entrar. Por outro lado, a infra-estrutura para o turismo é ótima. O jeito mais barato de ir é se vc estiver de carro. O tour de matamata é o mais barato, mas vc precisa de carro (75 NZD) e o de Rotorua custa 110 NZD. http://www.hobbitontours.com Para conseguir algum descontinho, vc pode reservar pelo site viator.com e usar algum desconto. Atualmente o código "FBSAVE7" dá 7% de desconto. Mas tem saída do tour de Rotorua. No meu caso eu peguei o tour de meio-dia de Rotorua.
  10. Sobre o metrô, a zona de Londres é bom tomar cuidado. Eu fiquei hospedado na Zona 3 e quase comprei o ticket errado. Mas a maior parte dos turistas fica na zona 1/2. Para quem estiver na Zona 2, acho que as principais atrações da Zona 3 são o shopping de Stratford (maior shopping da Europa), Estádio Olímpico e o Teleférico da Emirates. O teleferico da Emirates eu recomendo ir até mais que a London Eye, é um décimo do preço, não tem fila e a vista é até melhor.
  11. O site do frommers é bom: http://www.frommers.com/destinations/maastricht/ Lonely Planet também: http://www.lonelyplanet.com/the-netherlands/the-southeast/maastricht/sights Tripadvisor: http://www.tripadvisor.com.br/Tourism-g188575-Maastricht_Limburg_Province-Vacations.html
  12. psemple

    Madri

    Se vc quiser um VTM com cotação boa dê uma olhada em http://www.cambiobr.com.br/ Eu sempre uso essa casa de câmbio, é super simples de fazer o VTM, só se cadastrar no site e eles pedem para enviar cópia do RG e de comprovante de residência, dá para tirar foto com celular. Daí só transferir o dinheiro para eles. Depois eles enviam pelo correio bloqueado, daí quando vc recebe só desbloquear, bem simples. Mesmo que não seja minha forma principal de pagamento,eu sempre levo para o exterior uma emergência se der problema em outros cartões, é só transferir dinheiro durante a viagem e reabastecer o cartão.
  13. psemple

    Madri

    Sobre a doleira, pelo menos as que eu já usei o dinheiro vai ficando um trapo com suor. Fora que já chegou a cair com o suor, mesmo apertando ela pode ir escorregando, já aconteceu comigo mais de uma vez, de cair para o calçado quando vc está de calça. Fora o risco de vc ir no banheiro e cair no chão e esquecer. Então, assim como tem risco de vc deixar a carteira cair no chão, a doleira não é completamente sem riscos. Uma vez o zipper da doleira quebrou sem eu perceber e tinha dinheiro para tudo quanto é lado dentro da calça. Sorte que acho que não perdi nada.
  14. Se não quiser nenhuma alternativa complicada de visto, uma ideia seria fazer o mochilão só no Reino Unido e Irlanda que não são aderentes ao tratado de schengen.
  15. Imagino que o autor do tópico tenha comprado a passagem da TAM, porque é a única que faz essa rota. Pela TAM a rota poderia ser ida por Paris e volta por milão. Mas agora que ele comprou eu acho que mudar vai sair caro e a TAM normalmente faz preços melhores para Milão e Frankfurt.
  16. Day-trips principais de Madrid são Toledo, Ávila e Segóvia. Como vc vai para Itália, talvez Ávila e Segóvia sejam menos interessantes, pq são cidades originalmente do império romano. Na Itália dependendo de onde vc for, vai ver coisas semelhantes. Toledo já é uma cidade medieval, não é algo que vc vai encontrar parecido na Itália. Compras em Milão acho difícil achar coisa valendo muito a pena. Achei tudo o olho da cara. Tem bastante grife lá, mas não espere algo do tipo outlet de Miami. Europa em geral pouca gente volta com muitas compras, mais souvenirs, pequenas lembranças. Mesmo comparando com outras cidades da Europa, eu já ouvi a mulherada reclamando que as grifes não são mais baratas, apesar de ser a capital mundial da moda. O que vc consegue de fato é uma quantidade enorme de lojas de roupa.
  17. Acho que o roteiro está bom, Milão em 1 dia inteiro já dá para ver quase todas as atrações principais. Assim mesmo, não acho ruim deixar mais tempo para Milão, vc pode fazer vários bate-voltas interessantes, bergamo é uma opção bacana para conhecer. Lago Como também. Veneza seria um opção lógica como o Abuelo falou.
  18. Vixe chocheitor, vc devia ter trocado por dólares americanos lá. Agora vai ser difícil alguém aqui no Brasil se arriscar considerando que para elas vc é um desconhecido na internet e pouca gente conhece como é uma nota de dólar neozelandes verdadeira. As casas de câmbio daqui vão colocar lá embaixo a cotação, chuto que vão pagar uns 20% abaixo do valor, se é que vão ter interesse em comprar. Tem um amigo meu que voltou com peso colombiano de uma viagem, aconteceu isso daí. Nenhuma casa de câmbio queria comprar. Ele teve que esperar até resolver ir de novo para colômbia para usar a grana.
  19. Pelo que eu observei no geral Reino Unido não é super forte de vida noturna, talvez Londres seja a exceção. Mesmo assim, para os padrões latinos os bares fecham cedo, ainda mais no inverno. Fora o fato de que se vc quer ficar numa balada até tarde em Londres o metrô fecha e taxi é o olho da cara. Manchester eu não cheguei a ir, mas é uma cidade mais industrial, de negócios. Eu não sei se tem muita coisa para ver, pelo que eu pesquisei na época a grande atração é o Manchester United. Liverpool eu posso dizer que realmente tem pouca coisa para fazer, é uma cidade bem pequena. O que tem para fazer é a catadral anglicana, que é linda, uma das maiores do mundo, tour dos beatles e o time Liverpool. Se vc não for super fâ de beatles eu não iria para liverpool. Edimburgo já uma cidade que tem coisa demais para fazer. Eu fiquei 3 dias e não foi suficiente, é muito bacana a cidade. Fiz de lá um passeio para o lago ness que vale a pena. Mas se vc espera agitação é um choque cultural vc ver shopping fechar 6 da tarde, incluindo a praça de alimentação no lugar mais movimentado da cidade. Glasgow eu vejo o pessoal depreciando e eu gostei da cidade, achei simpática, tem museus grandes, construções arquitetônica modernas lindas. Mas acho que mais que um dia inteiro é muito, acho que vale mais como bate-volta de Edimburgo. Tem outras cidades que falam que são interessantes, tipo Cambridge, York, entre outras. Na Irlanda, recomendo bate-volta de Dublin para Cliffs of Moher e Giants Causeway, são lindissimos lugares. Tem muita coisa na Irlanda também.
  20. Eu já pensei nessa ideia de enviar dinheiro para fora. Mas também não é barato e fora o risco/trabalho de vc fazer isso e ser identificado pelo Banco Central como fazendo algo para burlar o IOF. No fim vc vai estar fazendo algo muito complicado, fora das regulamentações. O netteller também cobra taxa se não me engano. Fora que também já ouvi que tem lugares que não aceitam netteller. Para passar 1 mês, o trabalho que vc vai ter e a potencial dor de cabeça não vai justificar o trabalho. Quando eu fui para Australia esse ano, eu levei em espécie e também VTM (dei sorte que não tinha aumentado o IOF). O que eu faria se fosse de novo para Austrália seria levar em espécie e pagaria o resto no cartão de crédito para ganhar milhas. Se eu fosse para o exterior passar uns 6 meses, daí sim eu abriria conta em banco local.
  21. SObre o que o Davi falou de ser muito tempo em Amsterdam até acho é verdade, mas sempre tem um monte de bate-voltas interessantes nas cidades dos arredores. ENfim, vale dar uma pesquisada sobre alternativas de bate-volta, como para Antuérpia de Bruxelas. Ou ir para Haia de Amsterdam. OPção é que não falta.
  22. Informações sobre montevideo, Air BQB não vai mais voar para SP, RJ e Curitiba: http://www.melhoresdestinos.com.br/bqb-deixara-de-voar-para-sao-paulo-rio-de-janeiro-e-curitiba.html
  23. Eu não estava errado, esse voo Praga-Bruxelas não existia, começa no fim de outubro, reserva logo ele, pq acredito que estejam colocando barato só nos primeiros meses: http://www.prg.aero/en/news/news/ryanair-announces-new-prague-brusselscharleroi-connection/ Sobre o trem eu não sei.
  24. No geral me parece que está bom, deixaria mais tempo para munique, menos tempo para praga. Praga-Bruxelas me parece uma rota cara. O que eu faria talvez é deixar Amsterdam para voltar de Praga e ir direto de Bruxelas para Luxemburgo. Isso porque tem voo da easyjet de Praga para Amsterdam e não tem voo de low cost pura de praga para bruxelas.
  25. Considerando que vc vai para Frankfurt. O que eu faria seria deixar 1 dia ou 0,5 dia para conhecer Frankfurt. De frankfurt, faria bate-volta para Heidelberg e também para o Rio Reno (passeio de barco). Nesse caso seria 3 noites hospedando-se em Frankfurt. Daí no quarto dia eu partiria de avião para Barcelona pela Vueling. Eu ficaria este tempo lá e depois partiria de trem para Zaragosa. Daí terminaria em Madrid.
×
×
  • Criar Novo...