Ir para conteúdo

psemple

Membros de Honra
  • Total de itens

    1.221
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que psemple postou

  1. Para ir de Bruxelas à Amsterdam pode ir de ônibus. Uma promoção pode sair por uns 10 euros em eurolines. A duração é por volta 3 horas, por volta de uma hora a mais que o trem. Talvez vc ache que a economia vale.
  2. psemple

    Milão

    Sim, é suficiente. Só reserve com muita antecedência a última ceia do da vinci. Reserve tipos uns 2 meses de antecedência ou mais. Caso contrário, o único jeito vai ser vc fazer um city tour para ir no cenáculo e não é barato e as vezes esgota também. Milão é tudo não muito distante. Logo, não precisa de muito tempo. A única coisa mais longe é o estádio, se vc curtir futebol. De maneira resumida o que eu achei de interessante em Milão foi: 1) estádio San Ciro se tiver algum jogo e vc curtir futebol. Acho que tem visitação, mas não tenho certeza, pq eu fui em jogo amistoso Itália x Alemanha. 2) Pinacoteca de Brera --> é possivelmente um dos 5 melhores museus da itália, tem um acervo amplo, especialmente de arte renascentista. 3) Duomo --> é a igreja mais espetacular que eu já fui. Sou fã do estilo gótico. 4) Última Ceia de Da Vinci 5) Castello Sforzesco --> é interessante, não é o melhor castelo que já fui, mas estando lá é bacana. Se vc for fã de opera, tente ir no La Scala. Eu fui sem ópera, só visitação e não achei muito interessante.
  3. O raileurope é uma mão-na-roda para vc saber os horários e quais rotas existem , mas como o davi disse é melhor ir direto na cia de trem. É mais ou menos como vc ir na CVC e comprar uma passagem ou ir no site da companhia aérea. Em mais de 95% dos casos, na companhia aérea é mais barato que na agencia de viagem. Esse artigo é um ótimo guia: http://www.viajenaviagem.com/2011/07/vai-por-mim-trem-na-europa/ . Aqui no mochileiros tem um guia também bem legal, mas não lembro o link.
  4. A Lua de mel vcs querem o mínimo de estresse de sair correndo para o aeroporto, fazer check-in, check-out. Vcs vão ter a vantagem de pegar dias longos do verão, mas terão a desvantagem de pegar muitas filas por ser alta temporada. Logo, é recomendável ficar vários dias em cada cidade.
  5. Lua de mel imagino que vcs não queiram correria. Eu sugiro 6 dias em Paris e resto na Itália. Talvez: 6 dias Paris 3 dias Veneza 5 dias Roma E sempre se lembre na conta de dar uma descontada no dia da chegada e saída, pq são dias quase mortos.
  6. Realmente eles vendem barato só um trecho para trechos intercontinentais, eu vi no site, o que não ocorre na maioria das companhias. Acho que é tranquilo então. A única coisa que eles podem implicar é por vc não ter uma passagem de volta para o Brasil. Mas formalmente vc tem uma data de saída tanto de Londres. O importante é vc ter hospedagem em Londres já reservada antes de chegar. Ou se seu voo para Rússia for logo depois da chegada em Londres, é só explicar que vc está fazendo conexão por companhia aérea diferente. O ideal seria vc estar munido de alguma carta convite da sua namorada na rússia para mostrar tanto em Londres quanto na Rússia,
  7. Tem certeza, que é só R$ 850,00 com todas as taxas? ...Quando a esmola é muito o santo desconfia. Em geral eu sempre vi que os voos de uma perna só em quase todas as companhias eram muito mais caros. Por incrível que pareça normalmente é mais barato comprar ida e volta, mesmo que vc use só a ida. Além disso, eu não sei se vc estará fazendo um bom negócio de antes ir para Inglaterra, pq para passar 6 meses imagino que vc vai levar uma quantidade de bagagem razoável. Então, pode ser que o custo de peso lhe anule a economia posteriormente, pq a franquia do Brasil é bem maior que dos voos internos na europa. Quanto à comprovação de saída da inglaterra. Acho tranquilo mostrar uma passagem para Saint Peterburgo.
  8. Eu acho que tá bom sim. Eu gosto da idéia de ficar parado bastante tempo em um só lugar quando o objetivo é praia. Pelo que eu pesquisei o clima de whitsundays é ótimo em outubro. Não é absurdamente quente e chove pouco. A ressalva é que vai a brincadeira de ter entrado por Perth vai lhe custar caro. Dá uma checada na companhia aérea quanto lhe custaria para mudar a saída de Perth para Melbourne ou Sydney. As vezes mesmo com a multa vale mais a pena do que pagar uma passagem interna cara. E não voe com a Tiger Airways, o pessoal da Australia falava horrores. Gaste uns 50 reais a mais por trecho e voe com a Jetstar. A Qantas e Virgin são boas também, mas quase sempre são mais caras.
  9. Uma vez dentro da ilha da Irlanda (Sul e Norte), não vai haver nenhum controle de passaporte. Ou seja, tendo entrado lá vc consegue circular livremente entre as duas Irlandas. A questão é que se vc quiser trabalhar e estudar dentro da legalidade, vc vai ter que ter o visto para o país em questão. Eu não sei se a Irlanda é tão mais fácil de conseguir visto que a Irlanda do Norte. A Irlanda foi a imigração mais chata que eu peguei dentro da Europa. Eles estão muito desconfiado com brasileiros por ter muitos ilegais em Dublin. Quanto à conseguir trabalho, provavelmente vc consegue, mas será um sub-emprego. Distribuir panfletos, trabalhar na cozinha de um restaurante ou algo do gênero.
  10. Monielle, eu não sou nem um pouco fresco. Eu fico numa boa em hostel ou em hotel simples. Mas normalmente os hotéis com nota perto de 7 não são lá grande coisa. Normalmente os hotéis com nota 8 ou perto disso no booking.com são bons. Esse de Amsterdam que vc está reservando tem críticas pouco positivas, talvez seja melhor pesquisar um pouco mais, que as vezes acha algo no mesmo preço e melhor.
  11. A ordem não faz muita diferença para a sua viagem. Vc pode fazer glasgow-belfast, edimburgo-belfast, edimburgo-dublin, edimburgo belfast, londres-belfast, londres-dublin. Vc pode tentar um monte de simulações para ver o que é mais barato e conveniente em termos de horário, pois como eu lhe disse vc não pode basear sua viagem só em preço.
  12. Acho que o principal fator para Inamin escolher qual cidade ir é a logística. Precisa ver o roteiro de modo que tenha voos diretos baratos. Eu acho que Gold COast é o mais tranquilo por ser perto de Brisbane, que tem um monte de voos de Cairns. As praias não são super paradisiacas, mas são melhores que de Sydney. De Brisbane vai ter um monte de voos para a cidade seguinte, que seja Sydney, Hamilton Island (whitsundays), etc.
  13. Sobre hostel, eu recomendo pegar quartos menores. Quanto maior o quarto maior a chance de entrar gente bêbada no quarto fazendo zona ou de ter roncadores irritantes. Mesmo em quarto de 4, na minha última viagem longa, muitas vezes tinha roncadores no quarto. Com pouca gente no quarto já é suficiente para fazer amizades e menor o barulho de gente entrando e saindo do quarto.
  14. Dá uma olhada em megabus.co.uk , nationalexpress.co.uk e nationalrail.co.uk Toma cuidado com a economia que vc acha que está fazendo, pq as vezes vc vai no meio da tarde e aproveita menos a cidade tendo que ficar um dia a mais ou indo por transporte mais barato. Tem muito trecho que é barato que sai caro, tipo ir de madrugada e ficar zumbi o dia inteiro. Enfim, não dá para pensar só em preço. As vezes vc chega muito tarde e transporte público encerrou. Se vc quer alternativa econômica dá para ver ferry para ir para Irlanda. EU particularmente não gosto da ideia. Tem mais de uma conexão. Eu acho avião melhor.
  15. Outra coisa, dependendo do seu interesse, escolheria Manchester ou Liverpool para conhecer por ser no meio do caminho para a Escócia. Eu não conheci manchester, liverpool é legalzinha, mas não precisa de muito tempo. Achei que 2 dias foi até muito. De repente uma idéia é fazer manchester de base e fazer bate-volta para liverpool. Enfim, tudo depende do tempo que vc tem.
  16. Eu fiz quase esse roteiro que vc está querendo no ano passado. Eu particularmente recomendo vc chegar por Londres e ir embora de Dublin com escala. Ou vc pode voar pela British/TAM e pegar voo direto de alguma cidade que eles tenham para o Brasil e aproveitar um pouco essa cidade, Madrid, MIlão, Paris ou Frankfurt. Mas isso se o preço da passagem valer a pena e vc tiver tempo e interesse na cidade, caso contrário volta com conexão para o Brasil ou vai e volta por Londres mesmo. Dessas cidades eu achei que Glasgow vale mais como um bate-volta de Edimburgo. È fácil ir de trem. Na Irlanda em Cliffs of Moher, Giants Causeway e na escócia o lago ness, o melhor jeito eu acho bate-volta com agências de turismo. Elas não cobram caro para o padrão europeu e são cidades que eu não acho que vale ficar hospedado. As agências que eu usei para os passeios foram as seguintes: http://www.extremeireland.ie (cliffs of moher e giants causeway) http://www.grayline.com/tours/edinburgh/loch-ness-and-the-highlands-of-scotland-5921_3/ (loch ness) Edimburgo faltou tempo para eu ver tudo considerando o bate-volta. Eu recomendaria umas 5 noites, se fizer bate-volta para loch ness e Glasgow. Belfast eu não sei se vale tanto a pena ficar hospedado. O que é bacana mesmo na Irlanda do Norte é Giants Causeway. Eu fiz: 5 dias em Londres 2 dias em Liverpool (chegada de trem) 2 dias em Glasgow (chegada de trem) 3 dias em Edimburgo (chegada de trem) - bate-volta para o Lago Ness por agência de turismo 4 dias em Dublin (chegada de avião) - bate-volta para Cliffs of Moher e Giants Causway/Belfast 3 dias em Frankfurt (chegada de avião) - bate-volta Heildelberg e passeio pelo Rio Reno
  17. Melbourne acho 3 dias suficiente sim, claro que depende dos seus interesses. O imperdível mesmo é a Great Ocean Road, que vc pode fazer de carro se alugar ou por passeio com agência de turismo. Melbourne até tem praia perto, mas pelo que o pessoal comentou não são legais. Melbourne em si é uma cidade muito bonita e rica, com lindas construções em estilo britânico. Se vc quer praia mesmo, Sydney não é super maravilhoso. O bacana da cidade é a Opera House, andar de ferry, as Blue Mountains. Não que as praias sejam feias, mas é como as praias da cidade Rio de Janeiro, são bonitas, mas não são paradisiacas. A Bondi Beach de Sydney que é uma das mais famosas praia do mundo é bacana para surfistas, mas tem água não tão quente. Ela é bonita, mas vale mais para quem quer badalação. Se vc quer praia mesmo, então corta Melbourne e agrega Whitsundays, Byron Bay, Fraser Island, Sunshine Coast ou Gold Coast. Daí ficaria um pouco menos de tempo em Sydney também, uns 5 dias ao invés de 7 dias.
  18. Inamin, o problema de Perth é a distância do resto. Dado que vc já vai gastar muito tempo para chegar e quer ir na barreira, é melhor fazer algo assim: PERTH - CAIRNS - SYDNEY - MELBOURNE - PERTH ou PERTH - MELBOURNE - SYDNEY -CAIRNS - PERTH. O grande problema é que tem apenas um voo semanal direto Perth - Cairns. Se não quiser ir para melbourne, pode ir para algo entre Cairns e Sydney, por exemplo Gold Coast. Quanto à leelaseb, se vc tiver a partir de uns 10 dias acho que vale ir para duas cidades. Se for 1 semana, eu gastaria o tempo todo em Sydney e arredores. Quanto ao comentário do Zervelis de trocar por algo mais perto de Sydney, acho que faz pouca diferença. Um voo Sydney - Hamilton Island (whitsundays) é 2h30. Um voo Sydney - Cairns é 3h00. Agora se for para fraser island, daí já ajudaria sim, pq é menos de 2h de sydney de avião. Mas também o acesso para o resto é mais complicado. No fim, acho que Cairns por ter um monte de voos para um monte de lugares é uma opção boa para quem não tem muito tempo para ficar pingando.
  19. Se você vai para Londres a imigração pode ser chata chegando por lá ou indo depois para lá, porque ao contrário dos outros países vc vai precisar fazer a imigração de novo em Londres.
  20. O problema é provar que vc não ficou 6 meses na Inglaterra antes de sair, pq eles não carimbam o passaporte na saída. No seu caso não tem problema, pq o seu passaporte foi carimbado na França logo em seguida na entrada, logo eles vão saber que vc não ficou os 6 meses que vc teria direito na inglaterra. Então não tem problema.
  21. Fora isso que o Adriano sugeriu para vc não pagar multa para mudar a passagem, fica esperando uns 3 meses para ver se eles mudam o horário do voo. Se eles mudarem o horário do voo, vc ganha o direito de alterar o voo conforme sua conveniência ou pedir dinheiro de volta. Pela minha experiência raramente eles não mudam o horário quando compra uns 6 meses antes.
  22. Acho que vc pode partir dia 30 para Londres de trem. De lá vc voa para Berlim e voa de volta para Paris. Antes de sair comprando passagem, pesquise qual aeroporto é melhor em cada cidade e se há transporte público na hora que vc precisa, pq táxi é muito caro na Europa e só vale a pena para pequenas distâncias. Como vc não vai ter tanto tempo na Europa, tente pegar voos no fim do dia para aproveitar mais cada cidade.
  23. Se é para fazer assim, acho que tiraria um dia de Amsterdam e colocaria em Londres. Amsterdam é mais compacta.
  24. Acho que esse no stamp required é para uma caixa do tax-free que vc pode colocar o envelope ou mandar pelo correio se estiver com pressa. Se vc puder esperar pode pedir o ressarcimento na hora por dinheiro (valores pequenos) ou cartão de crédito (valores maiore). De qualquer jeito, sempre é obrigado no aeroporto de saída a apresentar as notas fiscais e eles podem pedir para ver os produtos para confirmar que vc tem a posse deles. Ano passado na Espanha não me pediram para ver nada.
  25. Eu não gosto muito da idéia de fazer bate-volta de Londres para Paris. A cidade não é compacta. O bate-volta é bem caro. É o custo do eurostar, tem que fazer a imigração. Vai no mínimo 90 euros de Eurostar mais 9 Libras de transporte no metrô, mais entrada de atrações. Fora o tempo de transporte e cansaço que vai acarretar para os dias seguintes. Bate-volta de veneza à Roma acho mega inviável, são 4 horas para ir e 4 horas para voltar. É igual vc falar para um turista que vai para o Rio fazer um bate-volta em Fortaleza de avião para curtir a praia e voltar de noite, não faz o mínimo sentido. Bate-volta vc deve usar para ir para cidades pequenas, não para cidades grandes que não couberam no roteiro. Nessa linha, de Paris pode-se ir para Bruxelas, por exemplo.
×
×
  • Criar Novo...