Ir para conteúdo

psemple

Membros de Honra
  • Total de itens

    1.221
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que psemple postou

  1. Só uma questão, Janeiro tende a ser caro para passagens por ser alta temporada no Brasil. O ideal para comprar passagens costuma ser de 2 a 4 meses antes da viagem, sendo que as vezes até 6 meses antes é mais barato.
  2. Eu não faria. Por mais tentador que possa parecer, o risco é grande de vc se atrasar e perder o voo é grande. Concordo com o Adriano. Dado que vc vai ficar um bom tempo em Budapeste, com antecedência vc acha voos com as low-costs por menos 100 euros (ida + volta) para um fim de semana, ou até menos com promoções. Eu conheci um pessoal em outros lugares que sobrava dinheiro e conseguiam viajar em feriados / fins de semana.
  3. Eu conheço mais outras regiõs da Espanha. A empresa de trans é Renfe (www.renfe.com/) , ônibus é www.alsa.es Um bom site para vc ver quanto tempo demora a viagem e quais empresas fazem é www.rome2rio.com Vc precisa dar uma pesquisada em cada cidade que vc vai visitar para ver se a estação de trem ou de ônibus é muito afastada do centro. As vezes vale a pena fazer a cidade como bate-volta da sua base ou as vezes se hospedar lá. Se locomover entre cidades pequenas nem sempre é rápido, as vezes vc precisa pegar mais de um trem / ônibus. Uma outra opção que pode valer a pena em alguns casos é pegar tour. Por exemplo, de Madrid eu peguei tour para Avila e Segóvia, que precisaria de mais de um dia para fazer por transporte público. E tem coisas que as vezes é inviável de fazer com transporte público, pois boa parte das vinículas (se esse for seu interesse) ficam no meio do nada, daí resta a opção de tour ou alugar carro, só que alugando carro vc não pode beber.
  4. Com esse tempo que vc tem, acho meio inviável conhecer a Sicilia e o resto. Para Roma, o ideal é pelo menos umas 4 noites. Para Florença o ideal é umas 3 noites. Para Veneza também umas 3 noites, se vc for. EU acho silicia meio complicado por ser ilha vc vai ter que voar ou pegar ferry demorado.
  5. Cusco depende de como vc fazer,se é trilha inca, com/sem vale sagrado. Dá uma lida em relatos que o pessoal explica como fez, etc. Dá uma olhada em www.rome2rio.com . Daí vc colocar duas cidads e eles te diz quanto demora de avião/trem/ônibus.
  6. O problema de bate-volta é que meio que desanima com os preços, se vc marcar com muito antecedência é no mínimo 60 euros ida/volta Bruxelas/Paris, sendo que o normal é 80 euros ida/volta e em cima da hora já va para uns 200 euros. Isso fora o que vc vai gastar na outra cidade com entradas museus, etc.
  7. De Frankfurt a praga, o ideal é ir de avião. O complicometro é que as low cost não fazem essa rota. Talvez role ônibus ou passar por algo no caminho. Não sei se tem ônibus, trem na rota tem bastante, mas rota romântica tem um monte de jeitos de vc fazer. É mais ou menos como vc falar falar que vai para as serras gauchas e rota do vinho no Rio Grande do Sul, não tem um único roteiro possível, tem um monte.
  8. Mesmo baladas é bem relativo, o que Adriano falou é verdade. Em Londres, eu cheguei a gastar umas 45 libras (quase 250 reais) numa noite em uma balada que nem era das tops, era 10 libras um hamburguer, 5 libras por cerveja mais umas 5 libras de entrada. E isso que fui embora em horário de metrô. Porque se for pegar táxi em londres vai fácil mais mas 40 libras ( 200 reais). Se eu fosse aqui em São Paulo num lugar do mesmo nível, acho que seria tipo uns 25-35 de entrada, uns 10-12 reais por pint de cerveja e uns 20-30 reais o hamburguer. Ou seja, é mais que o dobro do preço que em São Paulo, que já é uma cidade cara. Só entrada que costuma ser mais barato comparando lugares de nível semelhante. Paris acho besteira ir para ficar só 2 dias. Apesar que até daria para ver só o básico do básico, mas já que vai gastar para chegar lá, é melhor conhecer direito. Fora que quando vc fala em dias é muito relativo, o dia da chegada e da saída se aproveita pouco dependendo de quão longe / horário de saída.
  9. Saj Luis está ao leste de Mendoza. Logo, para cruzar a fronteira vai ser o mesmo lugar e estrada. Você chegou a ver se existe ônibus de Santiago para San Luis, eu acho que não. Cansativo vai ser com certeza, umas 6 horas até Mendoza e mais 4 horas até San Luis, mais o tempo de espera para trocar de ônibus.
  10. EU acho que considerando o que vc tem até agora seria ir de buenos aires (ou montvideo) a santiago de avião, para atacama de avião, para salta de onibus, para Uyuni de bus, para santa cruz de avião (ou trem/bus), para lima de avião, para cusco de avião. Na verdade seu roteiro tem coisas espalhadas demais, mas até dá para fazer. O certo seria vc cortar santa cruz, que é o grande complicometro da viagem e colocar La Paz, Copacabana, Puno, que é o que o pessoal faz geralmente para chegar até cusco Uma ideia seria colocar Mendoza antes de Santiago no roteiro por ser perto, ou talvez até cordoba + mendoza para ficar mais razoável ir de ônibus. Eu pelo menos acho viagem de mais de 10 horas de ônibus que só vale em caso "extremo", tipo salar, que tem acesso difícil.
  11. Para te ajudar precisariamos saber quanto tempo vc tem. É bom vc saber que os países da escandinavia ao lado da suiça são os lugares mais caros para se viajar na Europa. Depende também de quanto dinheiro vc tem. Ainda que eu já tenha feito alguns roteiros estranhos e não ter problema nisso. O primeiro roteiro faz mais sentido, apesar que vc poderia aprimorar no sentido de ir para os lugares mais interessante, que não são as capitais. Cracóvia é tida como o lugar mais interessante da Polônia, por exemplo. Cardiff no país de gales não me parece ser um lugar super interessante para ser uma ãncora do roteiro, o mesmo para Belfast. Ainda que na Irlanda do norte tenham coisas lindissimas para ver, mas quase nada na capital.
  12. Eu acho que o roteiro stá bom, eu colocaria um dia a mais Madrid e tiraria um de Praga. Em Madrid no começo vc quase nem aproveita, pois está cansado, etc. Barcelona eu acho difícil dar praia, a água já estará fria para nós brasileiros. Claro que os ingleses e nórdicos vão achar a água super quente, kkkk. Mas a água já vai estar mais ou menos como no inverno no sudeste brasileiro. Em geral só Julho e Agosto que é mais agrádavel a temperatura da água do mar. Uma parte importante do seu roteiro é que o voo praga-madrid pode ser caríssimo, não tem low cost que faça. Eu acho que talvez seja mais fácil fazer Madri - barcelona - Paris - Amsterdam - Praga - Berlim- Madrid na reta final Ou talvez Madrid - Barcelona - Praga - Berlim - Amsterdam - Paris - Madrid Desses trechos, Madrid - Barcelona o ideal é trem. Praga-Berlim, trem ou ônibus. Paris-Amsterda, trem. O restante, avião me parece mais conveniente. sendo que Amsterdam - Berlim pode ser feito de trem, mas acho que avião no fim é ligeiramente mais rápido e mesmo para Paris - Barcelona. Lembrando que se vc vai de avião não quase diferença nenhuma a ordem das cidads, o que importa mais é preço (e conveniência de horários dos voos).- Leve em conta que na Europa se paga por bagagem transportada em avião e que em trem/ônibus é de graça. Para saber o quanto é cobrado vc precisa ir até o fim da reserva. Mas para voos curtos, as companhias cobram por volta de uns 15 a 25 Euros por bagagem transportada. Há quem consiga fazer mochilão na Europa só com mala de mão, mas é complicado porque é só 10 KG (super rigoroso) e com dimensõs super estreitas. Se vc for no verão ainda rola, mas no início do outono v precisa se preparar para alguns lugares estar 30 graus e em outros lugares estar 5 graus. Em Praga, vc até tem alguma chance de temperatura negativa, ainda que seja raro.
  13. No último lugar que eu fiquei no Chile tinha desconto para pagar em US$, mas não pediram nada. É como falaram vai do dono do estabelecimento ser muito certinho ou não. O passaporte eu faria entre outros motivos, porque o dia que vc resolver ir para os Estados Unidos , Europa e etc. sempre ajuda vc ter carimbos no passaporte para não barrarem sua entrada. Além disso, na imigração dos países da América do Sul para quem tem passaporte é muitas vezes mais rápido também pelo fato de ser eletrônico. Fora que tem aquele charme de ter o passaporte e ir recebendo vários carimbos, meio que como um souvenir da viagem.
  14. psemple

    Patagônia

    Se vc quiser dar uma pesquisada em voo, dá uma olhada no site da TAM. Sai bem mais barato desse jeito com múltiplos destinos: Vc vai em tam.com.br e clique na opção várias cidades, aqui explica como fazer: http://www.360meridianos.com/2014/04/como-comprar-passagens-aereas-para-multiplos-destinos.html Daí vc coloca por exemplo: São Paulo - Ushuaia, Ushuaia - El Calafate, Punta Arenas - São Paulo Lembrando que a TAM/LAN só oferece voos Ushuaia para El Calafate poucas vezes por semana. Fora do verão acho que só aos sábados. A outra opção tem que tem também é vc ir De São Paulo a Ushuaia, de Ushuaia a Punta Arenas de onibus + ferry, De Punta Arenas a Puerto Natales a El Calafate. De El Calafate voltar ao Brasil. Mas essa opção costuma ser mais cara, pq o ônibus ushuaia para Punta Arenas não é barato e a taxa de embarque saindo da Argentina é cara.
  15. Para o Peru é quase impossível achar super promos porque a passagem de ida/volta do Brasil já tem 300 reais de taxa aeroportuária. Ou seja, esses 300 não tem como cair. E quando você compra um trecho avulso tipo Cusco - Lima, a taxa Aeroportuária é uns 120 reais. E ida evolta é uns 200 reais de taxa. Só que quando vc adiciona vários trechos em um só eticket, a taxa aeroportuária não aumenta quase nada. Pelo teste que eu fiz, 5 voos num mesmo eticket tem taxa aeroportuária de 290 reais saindo de SP. Só se fosse só São Paulo - LIma era 275 de taxa aeroportuária.
  16. Dependendo da cidade, em feriado (e domingos) o transporte é deficinte, mas dá para se virar. Em Londres, por exemplo, eles reduzem linhas de metrô (as mais turísticas em geral não param) ou fazem manutenção. Eu voltei faz pouco e fiquei que nem um barata tonta tentando entender a estação de DLR (tipo um trem da CPTM de São Paulo) que eu tinha que descer num domingo para fazer a baldiação dado que parte da linha não estava funcionando. Os museus em geral não abrem em boa parte das cidades nas segundas-feiras e em Paris a maioria não abre nas terças. Por isso que em Paris, há uma "debandada" geral dos turistas para o palácio de Versalhes nas terças já que este abre. Como exemplo, eu chequei o British museum e ele fecha 4 dias por ano: 1 de Janeiro, 24, 25 e 26 de Dezembro. O Prado em Madrid fecha em 1 de Janeiro, 1 de maio e 25 de dezembro. O Prado Funciona em horário reduzido em 24 de dezembro, 31 de dezembro e 6 de janeiro. A vantagem de estar em certos países tipo Inglaterra no boxing day é porque eles fazem liquidação pós natalina. EU já estive em Frankfurt em feriado e não havia muita coisa para fazer, o pessoal debandava geral para outros lugares. O que eu fiz foi passeio de barco ao longo do rio reno.
  17. O Luka está informando como chegar no local antigo do Citibank Hall, fechado há uns 3/4 anos. O novo fica na marginal pinheiros, Citibank Hall - Avenida das Nações Unidas, 17955 - Santo Amaro, São Paulo - SP, 04795-100. A estação de trem mais próxima é a Santa Amaro, mas uns 5km de distância, precisaria de ônibus ou táxi. O problema é que a marginal não é dos lugares mais legais para se andar. Eu pegaria um táxi, pelo menos da estação de trem, acho menos perigoso do que andar a pé pela marginal de noite. Ou talvez eu pegaria as n baldiações até o metrô Santa Cruz e pegaria o ônibus 695T Terminal Capelinha, que vai deixar perto na Avenida João Dias, que daí dá para caminhar sem maiores perigos.
  18. Acho meio lenda a história que determinadas cidades são para mais para casais. Mesmo a rota romântica da Alemanha, eu já fiz um trecho sozinho e não deixa de ser interessante. Acho que o contrário é mais verdade, do tipo Ibiza é melhor para ir sozinho. Mas mesmo assim, a cidade tem atividades para solteiros e casados. Mas depende muito do que vc está procurando, uma cidadezinha da Alemanha não vai ter a mesma quantidade de festas que as cidades grandes. Acho que o roteiro está bom. Eu tiraria um dia de florença e jogaria para Londres e tiraria um dia de Praga e jogaria para Munique.
  19. Eu não vejo grandes problemas de alugar Airbnb, mas é mais arriscado que um hotel. Minha última experiência não foi muito boa, a casa que alugamos estava em obras (atrasadas) e a entrada da casa semi-interditada, tinha um buraco enorme e tinha que fazer malabarismo para chegar na casa. Mas isso é raro. Eu teria muito receio em alugar casas em epocas especial, tipo feriados/ grandes evetos, pq já ouvi casos de o dono cancelar de última hora e não tem quase nenhuma punição monetária para o dono do lugar. Quanto a passagens fique de olho em promoções no melhoresdestinos.com.br . As melhores promos costumam ser uns 2 à 4 meses antes.
  20. Anderson, eu voltei faz pouco da Islândia. Bem Reyjavik não tem muita interessante, a igreja tem uma vista linda cidade, que é que já está no relato. Acho interessante ver o porto, tem uns prédios e estátuas. Os museus não quis entrar em nenhum porque achei que ia interessar pouco. Tem um free walking tour bacana da cidade: http://www.freewalkingtour.is/ Vc aprender sobre a cultura deles é mais interessante do que a cidade em si. Tem também whale watching (passeio de barco que tenta achar baleias). Eu usei duas agências para os passeios (geoiceland e time tours). Gostei bastante das duas. Eu fui no verão, então não tinha aurora boreal, mas escurecia meia-noite e amanhecia 3 da manhã. Eu peguei 3 passeios de dia inteiro na GeoIceland (tem desconto de 10% fazendo todos) - http://www.geoiceland.com/: 1) Golden Circle 2) South Coast & Glacier Walk 3) Blue Lagoon & Reykjanes Na time tours, eu fiz o passeio para Snæfellsnes (http://timetours.is/) De todos esse o que eu mais gostei foi o Snæfellsnes, que vai às montanhas do livro do Julio Verne, Viagem ao Centro da Terra e passa por formações rochosas lindissimas. Lembre-se de reservar o quanto antes hospedagem, na Islândia é muito limitado de opção. A maioria das pessoas acaba ficando em Airbnb. Hotéis são o olho da cara.
  21. O mais barato na verdade é vc tentar incluir trechos internos num mesmo bilhete de avião. Achar que vai economizar com ônibus em viajem longa é furada. Claro que vc economiza comparando com comprar voo na hora, mas não comparado com passagem antecipada. Um ônibus Buenos Aires - Bariloche sai uns 1500 pesos só ida (1 dia de viagem aprox), o que é uns 500 reais na cotação oficial e uns 350 reais na cotação paralela. Em compensação uma passagem São Paulo - Bariloche ida e volta, vc arruma por uns 1200 reais com taxas. Enquanto uma passagem São Paulo - Buenos Aires sai uns 850 reais com taxas. Uma passagem São Paulo - Bunos Aires de ônibus custa uns R$ 750 ida e volta. Só que na prática vc precisa pagar a comida na estrada, para usar banheiro, o que dá elas por elas com avião.
  22. Eu acabei de voltar da Europa e com o patamar atual de Euro, deu 3,95 a cotação das compras que eu fiz no cartão de crédito do Santander com Euro oficial a 3.45 Sorte que tinha comprado bastante euro em espécie no início do ano perto de 3.00
  23. Luka, na verdade o que eu disse é que não achava wi-fi com tanta facilidade assim em Paris comparado com outras cidades. Em Londres, vc acha por exemplo em qualquer café mesmo que não esteja consumindo nada (tipo Nero ou Costas Café). Em Paris, já precisava perguntar para as pessoas do café/restaurante que não falam tão bem inglês (eu não falo nada de francês) e boa parte falava que não tinha (muitas vezes por má vontade acredito). Achei difícil ver redes abertas. Mas por exemplo em Mcdonalds em Paris vc consegue usar sem perguntar nada. Alguns museus tem. O Carroussel do Louvre (shopping anexo ao museu) tem.
  24. Um ótimo site para vc saber como ir de um lugar para o outro e rome2rio.com . Tem todas as opções e quanto tempo demora em cada. Quanto ao seu roteiro e muito pessoal. Eu particularmente gosto de explorar mais uma região do que ir fazendo pinga / pinga em n países. Mas isso é relativo. Eu pesquisaria um pouco as cidades e sobre o que vc quer ver. E é importante pesquisar o clima das cidades que vc vai na época que vc vai para não se frustrar. Por exemplo não dá para aproveitar praia no inverno europeu. Há regiões muito chuvosas em determinadas épocas. Os países que costumam ser mais baratos são Portugal, Espanha (exceto Barcelona que é uma cidade mais cara) e Grécia. Os mais caros são os nórdicos e Suíça.
  25. Lembrando que esse preço não inclui as taxas. O melhor negócio para quem estiver indo é colocar todos os trechos aéreos em um só bilhete. Eu vou em Novembro e paguei há uns 2 meses, 1350 com taxas em São Paulo - Cuzco - Arequipa - Lima - São Paulo Se eu só incluisse os trechos São Paulo - Lima dava por volta de uns 1000 reais com taxas. Só que os trechos Lima - Cuzco - Lima saem uns 400 reais só ida pelo que eu pesquisei. Ou seja é barato que sai caro. Para quem quiser pesquisar dessa forma recomendo usar o http://www.kayak.com.br/flights?mc=y
×
×
  • Criar Novo...