Ir para conteúdo

psemple

Membros de Honra
  • Total de itens

    1.221
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que psemple postou

  1. O mais óbvio seria incluir Paris e Londres pelo tempo que vc tem. No inverno é melhor não pensar muito em bate-volta ou estadias curtas. Cidade grande é melhor que com muito frio vc fica em shopping, museu, etc.
  2. psemple

    Madri

    As vezes pegar os últimos assentos pode ser vantagem também. Quando não é finger, normalmente tem escada dos dois lados, principalmente em aviões grandes.
  3. psemple

    Madri

    Nesse caso, o estresse tá valendo, eu cheguei a ver esse negócio, um pessoal (incluindo vc), relatou ter pago 600 e pouco incluindo taxas.
  4. Eu acho que fica limitado pedindo sugestões daqui. Tem um monte de sites bons com avaliações de um monte de gente. E cada pessoa gosta de hospedagem de um jeito, hostel grande, hostel pequeno, hostel balada... Dos que eu lembro que o pessoal sempre fica e gosta é o Generator (Londres) e Flying Pigs (Amsterdam). Mas tem muitos outros. As vezes esses de "grife" que são mais conhecidos nem são os melhores custo/beneficio. COnsiderando isso, eu acho muito melhor vc ler o que o pessoal fala em sites como hostelworld.com . Os hostels com mais de 85% de nota costumam ser ótimos. EU prefiro quartos pequenos (de 4 pessoas), porque quanto maior o quarto, maior a chance de ter roncadores,pessoas entrando de madrugada com luz, fazendo barulho.
  5. psemple

    Madri

    Você fará a imigração no primeiro país de entrada da Europa por ser Schengen. Eu não gosto de pegar essas conexões de 1 hora porque é um baita estresse. Muitas vezes vc tem que mudar de terminal, pegar aqueles ônibus ou trens internos. Se vc perde o voo tem risco maior de estravio de bagagem. E não tem muito o que fazer para agilizar a conexão, tem que respeitar a fila de imigração e pronto. O máximo que vc pode ver é pesquisar na internet os terminais que vc vai em um voo e outro e como faz para mudar. Um amigo meu fez agora um voo para Miami com 1 hora de conexão e conseguiu pegar o voo seguinte na última chamada. Mas se perde o voo, vc não tem prejuizo, mas aí vc tem que ver quando que tem próximo voo, se não tem no mesmo dia precisa que a companhia aérea arrume hotel. E na verdade 1 hora de conexão é menos do que isso, porque uns 10-15 minutos antes do voo se encerra a entrada de passageiros, a não ser que o voo esteja atrasado.
  6. Se vc quer datas específicas e não tá com muito dinheiro, um bom começo é o preço da passagem aérea. Viajar no carnaval costuma ser bem caro. As vezes vale a pena perder um pouco das férias para pagar menos a passagem. Dado que vc tem datas certas eu olharia isso. Vê São Paulo - Bogota, São Paulo - Santiago ....
  7. Se vc quer datas específicas e não tá com muito dinheiro, um bom começo é o preço da passagem aérea. Viajar no carnaval costuma ser bem caro. As vezes vale a pena perder um pouco das férias para pagar menos a passagem. Dado que vc tem datas certas eu olharia isso. Vê São Paulo - Bogota, São Paulo - Santiago ....
  8. O seu roteiro não deve ser inicialmente baseado em países, deve ser baseado nos locais que vc quer conhecer (Cartegena, Lima, Cuzco, Santiago, etc.). Com 23 dias, embora não seja pouco, vc não consegue conhecer nenhum país inteiro (a não ser países minusculos). O caminho é pensar nas suas prioridades de cidades. O custo das passagens. Como se locomover. Dai vc cria um roteiro. No site tem várias ideias de roteiros, daí vc pode aproveitar parte, por exemplo: bolivia-chile-e-peru-30-dias-inesqueciveis-junho-2012-t71539.html
  9. Eu acho loucura chegar no inverno sem hostel reservado. Imagina ficar caminhando pela cidade com bagagem, com possiblidade de estar nevandso sem saber para aonde vai.
  10. Mais conta é entre ônibus e avião. Trem para essa rota será caro e demorado. O mais indicado é avião mesmo. ônibus são umas 20 horas de viagem.
  11. Mais conta é entre ônibus e avião. Trem para essa rota será caro e demorado. O mais indicado é avião mesmo. ônibus são umas 20 horas de viagem.
  12. Agora entendi seu ponto. Na Europa, não tinha ouvido falar de imigração tão demorada (a não ser aqueles casos que a pessoa não fala idioma e precisa achar interprete). Aonde é conhecido por ter a imigração mais demorada é nos Estados unidos, especialmente em Nova York. Um monte de gente que conheça fala que é comum ficar umas 2 horas esperando.
  13. Remessa para o exterior não é algo barato de fazer e vc ainda fica na mira da receita federal. É muito trampo (+risco) para eventual pouca economia. Para viagens pequenas não vi ninguém mencionando que estava fazendo isso facilmente.
  14. SObre a pergunta, Inglaterra e Irlanda não são aderentes ao tratato de Scheniregen (que pode ficar 90 dias em um ano). Então não há problema. Sobre a passagem talvez valha vc dar uma olhada naquelas passagens de volta ao mundo para os trechos mais longos. Tem da Oneworld, entre outras. Não sou especialista, mas as vezes pra esse tipo de roteiro serve.
  15. Concordo com a Fátima, o que é bom para um não é necessariamente bom para outros. Há quem queira um hostel mais tipo balada. Há quem priorize localização. Há quem leve em consideração mais preço. Há quem não suporte dormir com barulho. Para hostel especificamente eu gosto do hostelworld para ver avaliações. Mas consulto também o booking.com e o tripadvisor. O tripadvisor tem que ver com cuidado porque é sujeito a fraudes.
  16. Acho que o Adriano está exagerando um pouco nas 4 horas. Eu lembro que em Londres que é tão grande quanto o CDG, eu demorei exatamente 1 hora depois do horário previsto do voo para passar por todos os tramites de imigração, pegar bagagem, resolveram ainda inspecionar minha mala o que atrasou ainda mais, peguei fila grande na imigração. Pelo menos para mim, as vezes que eu mais demorei para sair de um voo internacional foram no aeroporto de guarulhos. Na última vez demoraram mais de 1 hora para encontrar minha mala. Se vc souber um pouco de inglês ou francês, em uns 15 minutos vc acha um balcão de informação e se dirige ao metro. Mesmo dando umas erradinhas no metro, em mais uma hora vc chega no seu destino. De qualquer jeito, eu não subestimo atrasos, que acontecem. Vc pode pegar um agente de imigração chato que te consomirá uma hora. Mas acho que vc ainda vai ter uma margem de segurança razoável.
  17. Múltiplos destinos normalmente é melhor sim. As vezes um pouco mais caro, outras vezes não. Nas três vezes que eu fui para Europa e eu usei múltiplos destinos e valeu a pena. A primeira entrei por Madrid e saí por Barcelona. A segunda entrei por Londres e saí por Frankfurt. A terceira entrei por Milão e saí por Madrid. Só agora da próxima vez que eu vou em junho do ano que vem que eu vou entrar e voltar por Londres. Mas isso porque eu comprei a passagem com Milhas viajando em vespera de feriado, que costuma ficar super caro para arrumar passagem se eu fosse esperar para definir melhor o itinerário. E também as conexões que tinha com as milhas eram muito ruins. Dai, fiz desse jeito, mas se fosse pagar não faria desse jeito. Mas voltando ao seu caso tem que ficar de olho, especialmente a partir do começo do ano que vem. Maio eu acho a melhor época do ano para ir para Europa. Temperaturas não quentes, nem muito frio. Não é época de chuva na maioria dos lugares. Os dias são relativamente longos, os preços de voos e hospedagem um pouco mais em conta que na temporada.
  18. Com certeza dá para conhecer...O mais frio que vc pegaria seria mais ou menos como o inverno em São Paulo (Paris por Exemplo). Aqui tem as temperaturas de Paris nesse ano: http://www.accuweather.com/en/fr/paris/623/october-weather/623 Grécia alterna dias relativamente quentes com dias mais amenos. Mas se for para conhecer os lugares e não para entrar no mar dá com certeza. Uma amiga foi em Maio e gostou bastante, mesmo não sendo verão. Aqui dá para ver a temperatura de Atenas: http://www.accuweather.com/pt/gr/athens/182536/october-weather/182536
  19. Com relação ao que geovanih disse, eu já fiz reservas no Decolar com pagamento antecipado e também com pagamento direto à propriedade. Cada caso é um caso.
  20. Embora aqui no Brasil tenhamos uma ideia romântica de neve, natal. Na prática nem tudo são flores. Com a neve fica muito difícil de passear. O transporte público pode fechar. Aeroportos podem fechar. Um parente meu voltou agora de Nova York com a perna fraturada após ter escorregado no piso após derretimento de neve. Para nós brasileiros que não estamos acostumados a andar assim, é mais perigoso. ALém de tudo, em dezembro os feriados de final de ano atrapalham bastante para conhecer os lugares. Boa parte dos países fecha quase tudo de atração turística entre 24 e 26 de dezembro. Se vc puder ir Outubro é melhor, dias são mais longos, chove menos, menos frio. Em Outubro, o por do sol em boa parte dos países vai ser por volta das 18:30 horas. Já em Dezembro, o por do sol será por volta das 16 horas.
  21. Não entendi sua pergunta. Mas supondo que vc queira simplesmente ir ao Uruguai. Vc pode ir até Porto Alegre e pegar ônibus (ou avião) até Montevideo.
  22. Não entendi sua pergunta. Mas supondo que vc queira simplesmente ir ao Uruguai. Vc pode ir até Porto Alegre e pegar ônibus (ou avião) até Montevideo.
  23. Se vc der um google na Internet vc vai achar uma série de relatos de viagem. Como cada pessoa é diferente, não existe um roteiro único.
  24. Cada local de hospedagem (flat, hostel, hotel...) tem uma política de pagamento. Muitas vezes existe o pagamento na localidades apenas quando vc chega ao hotel. Vc precisa ler o que estava escrito quanto ao pagamento, se era imediato ou se o cartão era apenas para segurar a reserva. Se não houve cobrança no seu cartão e a política do hotel era de prá-pagamento, é melhor checar com o Decolar, pois nesses casos eles podem cancelar sua reserva. As vezes o seu cartão não autorizou o pagamento. Enfim, tem uma série de possibilidades.
×
×
  • Criar Novo...