Ir para conteúdo

psemple

Membros de Honra
  • Total de itens

    1.221
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que psemple postou

  1. juliad, agora o multiplus está bem simples de emitir para fora pela british. Realmente quando estava só TAM no site era bem dificil de achar promoção. Agora está bem simples de pesquisar e fácil de achar datas diversas mesmo em fim de semana/feriados. E ultimamente tem tido umas promoções boas do multiplus para transferência de milhas, peguei na semana passada bônus de 100% para clientes do santander. Agora pelo que eu vi eles estão com promoção de 30% de bonus para quem transferir mais que 80.000 milhas. Com esse bonus de 30% a passagem fica até um pouco mais barata que no Smiles. Mas claro programa de mihas é sempre uma loteria, não tem como saber qual vai ser melhor até o dia que vc tem as milhas no programa e quer usar.
  2. Existem voos Barcelona - Veneza que são mais indicados que trem. Trem iria demorar quase um dia. E se vc estiver falando de alugar carro, não vale a pena alugar num país para devolver em outro, é absurdamente caro. Munique é bem indicada na Alemanha. Berlim também. Se vc quiser ir para dinamarca não vejo problema, mas os voos costumam ser mais caros e também não é perto de nada do seu roteiro. NO geral o roteiro parece viável, Londres e Paris mereceriam pelo menos uns 5 dias. Talvez não caiba em 30 dias de viagem.
  3. Agosto é o mês mais alta-temporada em vários lugares da Europa. Isso pode encarecer a viagem e pegar mais filas. Os meses mais temporada da Europa costumam ser julho e agosto. Inclusive na época de férias, há lugares fechados por conta das férias. No meio de Setembro já passa a ser baixa temporada, mais barato e tranquilo. A ordem está boa. Acho que podia tirar um dia de Praga e por em Berlim. Entrar por Londres e sair por Roma não é má ideia. Acho que no geral está bem distribuido os dias. Vc está ficando mais ou menos o mínimo recomendado em cada lugar. Se vc considerar na média uns 75 euros por deslocamento, isso dá uns 600 euros para 8 deslocamentos, isso em 30 dias, dá uma média de uns 20 euros por dia de deslocamento. Lugar para ficar eu acho que vc até arruma por uns 35 euros por dia por pessoa. De transporte, eu colocaria uns 10 euros por dia em cada cidade pelo menos. De comida, eu colocaria pelo menos uns 25 euros por dia para comer em lugares simples como fast food. De atrações e extra é bem variável, eu colocaria pelo menos uns 30 euros por dia, sendo que alguns dias pode ser bem mais, depende. Dado que vcs estçai colocando os deslocamentos e hospedagem no mesmo bolo, eu chutaria pelo menos uns 120 euros por dia sendo bem econômico. Considerando que as vezes vcs podem querer ir para uma balada ou pegar um restaurantes mais romântico, comprar umas coisinhas para trazer, eu deixaria com mais folga. As vezes podem ter que pagar taxi do aeroporto por terem que ir cedo ou chegar tarde. Considerando isso, já subiria para uns 150 euros por dia.
  4. psemple

    Madri

    paimmaicon, eu já andei de mala em metro e fora do horário de rush dá. Tem que ficar especialmente atento com a carteira e celular, pois vc será uma presa fácil. Mas se não for de madrugada não vejo grande problemas.
  5. Eu comprei há alguns dias passagem pelo site da TAM com milhas Multiplus para o ano que vem. Agora está dando para reservar voos pela British (via TAM) para muitos destinos por 40.000 milhas o trecho (80.000 milhas ida e volta por pessoa) para quase qualquer data. Eu justamente reservei com muita antecedência para o ano que vem para garantir pq eu vou tirar férias juntando com feriado no ano que vem qdo é bem dificil achar passagem barata. Você até acha promoções melhores em outros programas de milhas, mas eu não arriscaria transferir, porque demora alguns dias para cair do cartão. Daí, eu ja vi muitas vezes pessoas perderem promoções e ficar com "mico" num programa de milhas que vc vai usar no máximo uma vez por ano. O programa da TAM pelo menos vc pode usar para um monte de destinos, em feriados, daí fica mais díficil de as milhas expirarem. O Smiles acho que não vale a pena para quem pensa em ir para Europa, porque eles acabaram com a parceria com a Iberia. Dá uma olhada no site da TAM com a opção " Quero utilizar meus pontos Multiplus no TAM Fidelidade" que dá para ver se tem passagem nas datas que vc precisa.
  6. GuiSchaeffer, dá uma olhada no Kayak e decolar.com , em ambos vc consegue ver a opção de múltimo destinos. Na verdade é melhor depois de pesquisar nesses sites entrar na companhia área e comprar direto lá, pois as agências de viagem faturam em cima. abaixo exemplos de entrada por paris e saída por Roma http://www.decolar.com/shop/flights/results/multipledestinations/SAO,ROM/PAR,SAO/2014-11-30,2014-12-15/1/0/0 http://www.kayak.com.br/flights/SAO-PAR/2014-11-30/ROM-SAO/2014-12-15
  7. Pela lógica do roteiro, londres poderia ser a primeira cidade a ser visitada. Mas não vai gerar uma diferença grande de tempo não terminar por Londres. Eu nunca fui para Bruges, mas é bem turística. O pessoal em geral vai de passagem em torno de 1 dia, assim como Bruxelas. No seu caso acho que valeria mais como bate-volta de bruxelas, pq ficar levando mala para tudo quanto é canto é um saco.
  8. Em principio acho que ficou melhor. Você tem que ver o preço da passagem para decidir a ordem das cidades, o fim de ano já é temporada mais alta. O ideal se vc vai até veneza é voar de lá para Paris. É uma rota mais comum que Florença / Paris e além de tudo é mais ao norte. Veneza pode ser inundada pela maré alta no inverno, existe o risco.
  9. Edimburgo é muito mais interessante que glasgow. Tem um monte de voo direto de Dublin. Para te dar uma ideia do roteiro que eu fiz o ano passado foi o seguinte: Londres (5 noites), Liverpool (2 noites), Glasgow (2 noites), Edimuburgo (3 noites), Dublin (4 noites) e Frankfurt (3 noites com bate-voltas em heidelberg e reno) Glasgow eu acho que vale mais como um bate-volta de edimburgo do que ficar hospedado. Livervool 2 noites foi muito. Londres mesmo sendo em maio que não tinha feriados tinha bem mais coisa para ser vista. Edimburgo também foi pouco tempo pq gastei um dia de bate-volta para o lago ness. No geral concordo com o Adriano, parece pouco tempo para as cidades grandes.
  10. Normalmente Londres é o lugar mais caro para sair da Europa porque a taxa de embarque é muito cara. Talvez o ideal seja inverter a ordem e começar por Londres. Precisa ver a questão das datas, as vezes você quer aproveitar o máximo das férias com saída em feriado que é quando as passagens encarecem. As vezes perdendo alguns dias das férias barateira as passagens. Mas sim, até maio deve ter com certeza promoções boas, porque não é alta temporada. Claro que o "bom" é relativo porque depende da taxa de câmbio R$/US$. NOrmalmente o mais barato é comprar uns 2 a 4 meses antes. Mas ninguém tem como garantir que você vai achar promoção boa ao longo do tempo. Mas tem uma boa possibilidade sim.
  11. Achei bem legal a viagem e o relato, só não entendi muito bem porque vcs tiveram que ir para El Calafate duas vezes? Estava muito cara a passagem indo por calafate e voltando por Ushuaia?
  12. barbarabl, depende do que você gosta. Para aventura (bunge-jump, entre outros), Queenstown é o lugar para ir. De resto, há lugares bacanas na ilha sul e norte. O que gente com pouco tempo faz é fazer Auckland / Waitomo Caves / Rotorua, esse é o básico da Ilha Norte. Outra opção é meio que passar batido por Auckland (+ voo) e ficar quase o tempo todo em Queenstown e de lá conhecer Milford Sound.
  13. O Juliano eu entrei em contato, me inspirou confiança. Sò digitar o nome no google e vai achar o primeiro resultado, é o que tem foto de ski no face.
  14. Cyd, é um roteiro que não tem concorrência nenhuma, principalmente depois que a Aerolineas não voa mais para oceania. Então, o jeito é ficar de olho. Esse ano eu fui e paguei uns 3000 pela LAN/QANTAS na melhor rota. Um parente meu queria ir em outubro agora e desistiu pelo preço e ele começou a ver uns 4 meses antes. Então, é questão de sorte e ficar de olho e o ideal é ter flexibilidade.
  15. Muito legal seu relato, estou indo para lá em dezembro/janeiro e vou fazer roteiro semelhante (Ushuaia, El Calafate, El Chalten, Puerto Natales/Torres del Paine e Punta Arenas), com a diferença que fico um pouco mais de tempo no total e volto pelo Chile. Achei bem legal a dica do câmbio do Juliano, pq vou ficar só umas horas em Buenos Aires. Eu acho que vou arriscar também, porque do jeito que está a cotação do peso parece que vale a pena... Eu pesquisei nuns blogues e parece ser confiável mesmo. Vc chegou a conhecer alguém que fez o câmbio em ushuaia mesmo, é muita diferença mesmo comparando com o Juliano? Obrigado. Abs
  16. Preço varia conforme a data. Eu checaria no hostelworld.com hostels com avaliação 85% e acima. Dificilmente vc vai errar fazendo isso. No booking.com , os hostels com nota 8,0 e acima costumam ser bons também.
  17. Em uma semana não dá para conhecer tanta coisa assim. Tem roteiros mais focados em aventura, daí ficaria quase todo o tempo em Queenstown. Tem roteiros focados em Senhor dos Anéis. Tem roteiros focados em trekking. Você tem que pesquisar o que você deseja conhecer. As cidades mais comuns de entrar em roteiro são Auckland, Queenstown e Rotorua.
  18. Vc precisa ver visto/emprego antes de sair. Daí tem vistos específicos para working holiday. Eu não faria uma reserva por tanto tempo. Se vc for passear, Auckland não tem muito o que fazer. Na minha opinião 2 dias já é o suficiente para Auckland. Quanto à ficar hospedado, o mais barato são hostels.
  19. kamillagsantos, Nova Zelândia é um país, você precisa escolher a cidade. E por que vc quer ficar 3 meses? A imigração na NZ comigo foi super tranquila, só queriam saber o itinerario e ver o bilhete de volta. Não ouvi ninguém reclamando.
  20. Nâo faz o mínimo sentido vc querer ir para tanto lugar. Vai sair caro e vc perde meio dia com cada deslocamento. O ideal seria cortar pela metade o número de cidades. Por exemplo, um itinerário apertado, mas factível seria: Londres (5dias), dublin (3 dias), Amsterdam (3 dias), munique (4 dias), Veneza (2 dias). Mais que isso é meio inviável. O meio de transporte ideal na Europa é trem e avião.
  21. A malha viária da Austrália é relativamente limitada, muito melhor que do Brasil, mas não se compara à Europa. Se vc reservar com antecedência vc acha passagem aérea Melbourne - SYdney /brisbane - Sydney por uns 60 AUD. Se vc for de trem é o dobro do preço e demora 12 horas. Mesmo em cima da hora pelo que eu conversei com outras pessoas, muitas vezes vc acha passagem aérea por quase o preço do trem. E pelo que falam não tem nada de muito deslumbrante na viagem de trem. Enfim, se vc não reservar avião antes antes vai pagar mais caro. Fora que tem lugares como Tasmania que tem que ir de avião como Tasmania.
  22. psemple

    Foz do Iguaçu

    Eu fui com RG antigo (mais de 10 anos) em 2011, ficaram enchendo um pouco o saco que era antigo, mas não teve problema algum. Mas hoje em dia estão mais rigorosos no aeroporto.
  23. psemple

    Foz do Iguaçu

    Eu tendo a concordar em grande parte com o D Fabiano com a pouca vantagem de ir para Ciudad Del Este para quem está a turismo. A cota é muito baixa. Eu não acho mega perigoso, Mas todo mundo que vai é um alvo em potencial por estar carregando bastante dinheiro e mercadorias. Vc passa acaba passando umas situações que se sente um pouco ameaçado, eu comprei um PS3 há uns anos atrás, daí fui cercado por um bando de crianças querendo me vender um sacolão. Eu não fui roubado, mas com certeza estava bem vulnerável transportando uma sacola enorme no meio da rua. Fora que eles oferecem venda de produtos no meio da rua tipo Viagra, armas, anabolizante, qualquer coisa ilegal que quiser tem. Além de tudo, o pessoal não leva na conta que precisa de quase um dia inteiro para ir para Ciudad del Este e paga por este dia extra hospedagem, transporte. Para quem não faz contrabando é difícil fechar a conta. Fora que a garantia de eletrônicos é quase nula, pq mesmo que ofereçam não vai valer a pena viajar de outros estados para trocar a mercadoria no Paraguai.
  24. Sobre o London Pass parece muito atrativo, mas não é. Isto porque os principais museus de Londres são grátis e você não vai ter tempo de ir em tudo que o cartão oferece. Cruzeiro no Tamisa eu fiz e não vi lá muita graça. Pelo que eu lembro de coisas que boa parte das pessoas vai é só a London Tower. O castelo de Windsor eu recomendo muito ir, mas a maioria das pessoas não vai. Por outro lado, muita gente vai no Madame Tousseads e London Eye que não estão inclusos. Eu comprei desses em Madrid uns anos atrás e no fim você se obriga a ir em atrações que não iria só por ser "grátis". No fim, eu lembro que pela conta que fiz do que eu usei saiu elas por elas com se tivesse pago avulso. Acho que esses cartões acabam valendo mais para quem já visitou a cidade ou vai ficar muito tempo e daí acabam sobrando só atrações pagas. Para valer a pena o cartão você precisaria ficar em Londres uns 10 dias.
  25. Sim, vc consegue táxi a qualquer hora sim. Em todo caso converse com a recepção se existe necessidade de agendar. Em toda cidade do mundo hoje em dia tem aplicativo para chamar taxi também.
×
×
  • Criar Novo...