Ir para conteúdo

wagner_rio

Membros de Honra
  • Total de itens

    139
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que wagner_rio postou

  1. quote:Originally posted by ledomingos estou interessado em dar entrada em Milão pois acrdito ter mais emprego e que a permissão sai rapido para poder trabalhar, e como tem muitos brasileiros talvez alguem me ajude. O problema esta sendo alugar uma casa e conseguir a residencia. Alguem conhece alguma pessoa que alugue ou queira dividir moradia Gracie id="quote">id="quote"> Leia o que discutimos já na página 42 desse fórum sobre processos em grandes centros (Milano, Roma etc). Não são recomendáveis. Cuidado com esses 'contatos' de brasileiros, lembre-se que já se formou uma 'máfia' de cidadania. Formada a maioria por brasileiros. Tentam impor jeitinho (IRREGULAR) pata tudo (Permesso, residência, documentos etc). No mais é isso. Só não entendi o que significa: " em Milão pois acrdito ter mais emprego e que a permissão sai rapido para poder trabalhar" ????? Wagner Maiolino, Rio de Janeiro.
  2. quote:Originally posted by WarFlames Galera... Alguem poderia me passar o endereço e telefone do 27º Tabelião de Notas da capital de SP ??? E pra reconhecer firma chegando lá no tabelião precisarei pagar alguma taxa ou seilá o quê ??? Eles reconhecem firma já na hora ou tenho que esperar... ??? Grazia. id="quote">id="quote"> O telefone deve ser relativamente fácil de encontrar. Sim, naturalmente, há uma taxa para o reconhecimento da firma. Reconhece-se no mesmo dia, esperar há sempre o que esperar, deve haver uma pequena fila. GRAZIE com E. Wagner, RJ
  3. quote:Originally posted by mack Olá Pessoal Estou adorando esse tópico, com informações super interessantes e corretas. Queria expor meu caso e ver se alguém pode tirar minhas dúvidas, ou mesmo se alguém já passou por um processo assim. Tenho uma prima de segunda grau que já fez a cidadania no Brasil, temos o mesmmo decendente (bisavô). Agora eu quero fazer a minha direto aqui na Itália. A comune que meu bisavô veio é Asolo na região de Treviso. Minhas dúvidas são as seguintes: 1.Tenho que estabelecer residencia nessa cidade de Asolo ou posso morar em Torino, por exemplo, pois tenho uma prima que mora por lá. 2.O tempo de duraçâo desse processo pode demorar quanto tempo, mais ou menos? No aguardo de respostas Muito obrigada!!! Eliane id="quote">id="quote"> Eliane, vocês têm o mesmo ASCENDENTE e não descendente. Em que consulado sua prima reconheceu a cidadania dela. Além do italiano em questão, que outros parentes em COMUM você tem com ela (avós, bisavós etc)? Esse parente era vivo na época do processo? Reconheceu a cidadania dele também nessa ocasião? Você pode dar entrada no Comune onde você for RESIDENTE. Você pode ser residente em QUALQUER comune. Verifique antes com o comune em questão de eles fazem a prática da cidadania (há comunes que não fazem). TORINO não é um paese, é uma cidade grande. Informe-se melhor com quem já foi para lá porque pode ser o caso de cidadania longa e complicada como disse sobre ROMA, MILANO etc. Você, estando hospedada na casa de familiares, deverá pedir para um deles fazer um documento chamado DICHIARAZIONE DI OSPITALITÀ (documento muito comprometedor entre você e a pessoa que o fizer, confirma que ela o está recebendo na IT). Só assim você será considerada RESIDENTE. O tempo não pode ser previsto com certeza porque cada caso é um caso. Superficialmente, você tem que calcular o tempo necessário para: - Ingresso e Permesso di Soggiorno na IT. - Apresentar a DICHIARZIONE de que falei no Comune. - Ser inscrita no cadastro de RESIDENTES do comune. - Entrada na cidadania - Espera das respostas dos consulados brasileiros ao pedido da DICHIARAZIONE DI NON RINUNCIA que o comune faz a todos os consulados em cuja região viveram seus ancestrais (todos, incluindo pai ou mãe). (Essa é a fase mais complicada, no mínimo, se der sorte, o consulado responde em 1 mês) Wagner Maiolino, Rio de Janeiro.
  4. quote:Originally posted by ledomingos Boa tarde Estarei indo para Milão em março, e preciso de uma residencia alguem conhece alguem que alugue casa e forneça a residencia. Topo divir o aluguel Grato Alexandre id="quote">id="quote"> Alexandre, grandes CENTROS não são recomendáveis para se fazer a cidadania. É um caos pelo fato do comune ser muito grande. Roma, Milano, Napoli .. NÂO. Wagner Maiolino, RJ.
  5. quote:Originally posted by Rod.Mar Falcon .... Cara, nao lembro de ter visto nada neste sentido no site do consulado, mas vc pode tentar ver!! Agora, se ela nao acredita na seriedade em que tratamos o assunto aqui sinceramente nao posso fazer nada!! Sempre procuramos dar informaçoes certas e confiantes aqui. Concordo que as vezes alguns portam infos desatualizadas ou que nao conferem, mas logo alguem corrige .... Afinal è para isto que serve o Forum, para discutir informaçoes!! Abraços! id="quote">id="quote"> ROD.MAR está certo, gente!!! Aliás, o consulado não vai dar atenção a dúvidas sobre Permesso. Permesso é atribuição das Questuras na IT. FALCON, mande sua amida imprimir as informações sobre Permessos em http://www.poliziadistato.it/pds/cittadino/stranieri/st2.htm Wagner Maiolino, Rio de Janeiro.
  6. Resposta de AGORA: Veja bem: a cópia da Certidão Negativa de Naturalização serve apenas para você ANEXAR ao NOVO pedido que você vai fazer ao Ministério da Justiça. Será um NOVO pedido para que eles te enviem uma NOVA certidão. Colocar a cópia junta serve apenas para FACILITAR a pesquisa do MJ. Ela não serve para você apresentar no seu processo de cidadania. Wagner. quote:Originally posted by Alexandre Cordeiro Wagner, a cópia da certidão Negativa desse meu primo serve? valeu.. quote:Originally posted by wagner_rio
  7. quote:Originally posted by Rod.Mar quote:Originally posted by Fabi26 Salve! Gostaria de saber se o processo na cidade de Padova e enrolado e tambem gostaria de saber se alguem sabe o q se deve fazer prara esperar a conclusao do processo no Brasil, devo ir ao Comune e dizer que volto pra la ou nao? A verdade e q todo munod diz que se pode esperar no Brasil mas se vou embora perco a residencia e ai o Comune para de trabalhar com a minha cidadania, nao? Obrigada a todos que possam me a judar a esclarecer essas duvidas. id="quote">id="quote"> Vc pode voltar para o Brasil sim ... Nao precisa ficar aqui na italia como "prisioneiro" ... Mas, para isto vc tem que tomar alguns cuidados ... Ex.: Deixar claro para a pessoa que te deu a residencia que vc nao esta indo embora, para que se o Vigile passar novamente as pessoas dizerem que vc esta viajando. Se nao, eles param mesmo a pratica!! Deixe seu nome no campanelo, ou na caixa de correio. Se chegar correspondencia da comune alguem tem que te avisar para vc responder rapidamente!!! Abraços!! id="quote">id="quote"> - Os Comunes Italianos só PODEM atender aos RESIDENTES no Comune. - Ninguém fica prisioneiro na IT. O que se tem como praxe é que o descendente pode, SE NECESSÀRIO, dar um pulinho POR POUCO TEMPO apenas para o seu PAÍS DE ORIGEM enquanto espera a cidadania tramitar. - Recomendação: Faça isso só se for MUIIIIITO necessário. - Se não, a pessoa DEVE permanecer no Comune e o VIGILE PODE fazer tantas visitas quantas forem necessárias para comprovar a permanência da pessoa no endereço que ela DECLAROU ao Comune como sendo sua RESIDÊNCIA. - Se o Vigile constatar abandono de residência, o Comune pode, COM TODO DIREITO, CANCELAR o seu processo. AINDA MAIS EM TREVISO, sinônimo de COMPLICAÇÂO e RIGOR!!!! Wagner Maiolino, RJ (Desculpe o tom, mas temos que ser conscientes das coisas para não botar a culpa sempre nos outros)
  8. quote:Originally posted by linalinabr Olá pessoal!! Fiquei assustada com a questão de terminar o prazo para entrada do processo de cidadania agora em dezembro. Entrei em contato com a pessoa responsável em Vicenza, província de onde são meus tataravôs, e fui informada de que isto não é válido para lá, na verdade a pessoa nem sabia desta história!! Se alguém procurar certidões ou informações da Região de Vicenza e quiser entrar em contato, acho que posso ajudar!!! Abraços a todos e parabéns pelo ótimo fórum!! Carol id="quote">id="quote"> O PRAZO que finda em Dez/2005 é para os descendentes de Trentinos (italianos vindos da Provincia di Trento e demais territórios pertendentes ao Império Astro-Úngaro). Qualquer site de consulado tem isso. Verifiquem a origem de vocês! Se não se enqunadrar nisso, NÂO HÁ PRAZO ALGUM!! Wagner Maiolino, Rio de Janeiro.
  9. Resposta de AGORA: Meu Deus que confusão. Eu me enrolei no texto. São 6 meses de CASADOS e não de residência na IT. Ok? Por exemplo: você se casou há 4 meses, então só precisa de 2 meses a mais! wagner. quote:Originally posted by Flama Ah, eu não sabia que funcionava assim!!! Eu pensava que a partir do momento que eu tivesse a cidadania e morasse na Itália ele também poderia requerer desde que já estejamos casados há seis meses. Tipo, eu vou alguns meses antes e ele vai quando o meu processo estiver finalizado. Ele só irá poder requerer após transcorridos 6 meses que ele estiver na Itália? Neste caso, que tipo de visto ele teria? Existe algum específico para casos como este? Porque o visto padrão, de turista, tem validade de apenas 3 meses, certo? Valeu, Wagner!! quote:Originally posted by wagner_rio Resposta de AGORA: Sem problemas seu marido estar na casa contigo. Mas ele quer dar entrada na cidadania italiana dele por ser casado com você? Só poderá depois que você for efetivamente cidadã italiana reconhecida e depois que vocês como casal tiverem já 6 meses de residência ininterrupta na IT. Wagner, RJ. quote:Originally posted by Flama Wagner, obrigada! Quanto ao aluguel, seria para mim e para o meu marido. Nós iremos juntos. Pode haver algum problema, mesmo nós sendo casados? Pretendo alugar de uma imobiliária, diretamente no meu nome, com contrato formalizado, etc.. Valeu! Se for um imóvel só para vocÊ e que não será dividido com mais ninguém; Se você estiver tratando diretamente com o proprietário; Se vai resultar num contrato formalizado; Então não há, à primeita vista, maiores problemas. Não é o tipo de imóvel em si o problema, mas a FORMA como é feita a coisa. O que alerto é para aluguel de VAGAS, aluguel no qual a pessoa nao vai morar, mas apenas FINGIR, etc etc Wagner Maiolino, Rio de Janeiro. id="quote">id="quote"> id="quote">id="quote"> id="quote">id="quote">
  10. Resposta de AGORA: Alexandre, você me confundiu: É para eu te orientar quanto à prática num consulado brasileiro ou você vai fazer na IT mesmo? Me diga quais são os PARENTES em comum com esses primos: só o tataravô?, o bisavô também?, porque há documentos de seu avô em POA? Entre em contato com seus primos, veja em que ano a cidadania deles foi reconhecida e qual o Comune de origem de vocês. Quanto à recomendação sobre qual consulado é melhor para legalizar, não sei dizer. O que digo é que você tem que ficar atento ao que é RESIDÊNCIA. Não é apenas mudar de casa, 6 meses por não te dar residência em SP e assim você pode não ser atendido. Veja no site de SP, Roteiro de Cidadania > documentos que comprovam a residÊncia em SP (Inscrição na Receita Federal, Declaração do Tribunal Eleitoral confirmando seu domicílio eleitoral: onde você vota, etc etc) Wagner Maiolino, Rio de Janeiro. quote:Originally posted by Alexandre Cordeiro Caro Wagner, meinha descêndia provém do meu tataravô, tenho dois primos de segundo grau que possuem a cidadania. Meus pais não a possuem, estou com os documentos apartir do meu avô, ja que acreditava que, estando os doc. em POA, esses eu não precisaria apresentar. Minha itenção era dar entrada em Curitiba, moro em Floripa, e acreditava que tal consulado entrasse em contato com POA e requeresse tais doc. ou copias reconhecidas. Em relação aos doc. que possuo, falta legalizar mas não apresentam qualquer erro de grafia e de sobrenomes. Vou passar 6 meses em MS, lá responde por SP, e de lá pretenderia seguir para a Europa, por isso a dúvida de onde legalizar e dar entrada nos papéis. Daria pra fazer em SP? Este é mais eficiente que o cons. de Curitiba?? Fico muito grato pela importantes informações me fornecida, abraço Alexandre quote:Originally posted by wagner_rio quote:Originally posted by Alexandre Cordeiro Obrigado Wagner pela resposta e atenção. Pensei que poderia requerer os doc. no consulado ja que estes foram usados para o processo de cidadania de alguns parentes que, aliás ja a obtiveram. id="quote">id="quote"> Nesse caso, se você for der entrada no mesmo consulado que seus parentes, o que muda é que você efetivamente não precisa apresentar novamente as certidões de ANCESTRAIS EM COMUM. Veja no roteiro de cidadania de seu consulado que haverá essa informação. Verifique que parentes que reconheceram antes de você e que documentos apresentados são comuns à sua lista de documentos. Peça informações sobre o número da pasta deles também. Seu processo será um novo processo, nao muda nada no tempo de espera e o consulado não devolver certidões, apenas você é que não precisrá reapresentar as certidões que estão lá. Seus pais já são italianos reconhecidos? Quem é o ialiano em questão no seu caso e que ascendentes seus já são italianos (vivos ou mortos: avô, avó...) e onde você mora? Wagner, Rio de Janeiro. id="quote">id="quote"> id="quote">id="quote">
  11. Resposta de AGORA: Sem problemas seu marido estar na casa contigo. Mas ele quer dar entrada na cidadania italiana dele por ser casado com você? Só poderá depois que você for efetivamente cidadã italiana reconhecida e depois que vocês como casal tiverem já 6 meses de residência ininterrupta na IT. Wagner, RJ. quote:Originally posted by Flama Wagner, obrigada! Quanto ao aluguel, seria para mim e para o meu marido. Nós iremos juntos. Pode haver algum problema, mesmo nós sendo casados? Pretendo alugar de uma imobiliária, diretamente no meu nome, com contrato formalizado, etc.. Valeu! Se for um imóvel só para vocÊ e que não será dividido com mais ninguém; Se você estiver tratando diretamente com o proprietário; Se vai resultar num contrato formalizado; Então não há, à primeita vista, maiores problemas. Não é o tipo de imóvel em si o problema, mas a FORMA como é feita a coisa. O que alerto é para aluguel de VAGAS, aluguel no qual a pessoa nao vai morar, mas apenas FINGIR, etc etc Wagner Maiolino, Rio de Janeiro. id="quote">id="quote">
  12. O registro militar é feito em nível Provincial e não em cada comune, portanto se seu ancestral for da Provincia di Cosenza mesmo, o Archivio vai encontrar a Lista di Leva dele e vai te informar sobre o comune exato de nascimento. Não fique mandando cartas aleatoriamente para VÁRIOS comunes.
  13. quote:Originally posted by rdomingues Wagner Obrigado pela força, é o seguinte, meu bisavô pelo que pesquisei , veio da Calábria entre 1905 e 1913, e o mais provável é que seja da Provincia de Cosenza pelo que pesquisei do sobrenome SAPIA, só que não consigo descobrir em qual comune ele nasceu. Outros ancestrais SAPIA na sua maioria vieram da Comune de Cropalati.O que vc sugere que eu faça? Não tenho a data de seu nascimento. Escrevo pedindo a certidão mesmo sem saber se é de Cropalati? Escrevo para outras Comuni? id="quote">id="quote"> Vamos lá, rdomingues. Envie um email ao Archivio di Stato di Cosenza solicitando uma busaca das Liste di Leva (registros militares) em nome de seu ancestral. Informe nome completo dele, nome dos pais. No campo ano de nascimento, escreva: nell'arco di tempo 1905 - 1913 e-mail:[email protected] Peça claramente informações sobre o comune de nascimento (colocando negrito etc). Modelo de solicitação em italiano a ser preenchido por você: http://www.imigrantesitalianos.com.br/modelos_de_cartas.html Aguarde em torno de a 1 mês, que, mesmo negativamente, eles respondem. Wagner Maiolino, Rio de Janeiro.
  14. quote:Originally posted by wagner_rio quote:Originally posted by rdomingues Preciso também de um modelo de carta pedindo informaçÕes pros comuni de Cosenza, se alguem tiver seria de grande valia. abraços a todos obs. Quem ja consegiu a cidadania poderia dar alguns depoimentos pra mantermos a "chama acesa" e não desanimarmos. id="quote">id="quote"> rdomingues, também tenho ancestrais em Conseza. Explique melhor seu caso: o que tem de informação e o que procura, que te auxilio melhor. Isso de pedir informações (imagino que seja pedido de certidões) para um monte de comune geralmente não funciona. Há o Archivio di Stato di Cosenza que é ótimo para pesquisas. Wagner, Rio de Janeiro. id="quote">id="quote"> O nome dessa provincia é o que os brasileiros mais erram. E olha que eu também acabei nessa, mas por culpa da digitação acelerada. O certo é PROVINCIA DI COSENZA (CS) > REGIONE CALABRIA.
  15. quote:Originally posted by Flama Oi, pessoal, alguém teria informações para me dar sobre o processo na comune de Livorno? Já contatei a comune e posso dar andamento no processo lá, mesmo com descendência turinesa, mas gostaria de saber de alguém que já tenha feito para saber se não é muito complicado... Outra coisa, como saber o tipo de aluguel que poderá ser considerado como residência na Itália, conforme o Wagner comentou em tópico anterior? Pretendo alugar um apartamento ao invés de posto letto, justamente para não ter que solicitar a ninguém carta d'ospitalità, que sei que é meio complicado... Valeu! id="quote">id="quote"> Se for um imóvel só para vocÊ e que não será dividido com mais ninguém; Se você estiver tratando diretamente com o proprietário; Se vai resultar num contrato formalizado; Então não há, à primeita vista, maiores problemas. Não é o tipo de imóvel em si o problema, mas a FORMA como é feita a coisa. O que alerto é para aluguel de VAGAS, aluguel no qual a pessoa nao vai morar, mas apenas FINGIR, etc etc Wagner Maiolino, Rio de Janeiro.
  16. quote:Originally posted by Alexandre Cordeiro Obrigado Wagner pela resposta e atenção. Pensei que poderia requerer os doc. no consulado ja que estes foram usados para o processo de cidadania de alguns parentes que, aliás ja a obtiveram. id="quote">id="quote"> Nesse caso, se você for der entrada no mesmo consulado que seus parentes, o que muda é que você efetivamente não precisa apresentar novamente as certidões de ANCESTRAIS EM COMUM. Veja no roteiro de cidadania de seu consulado que haverá essa informação. Verifique que parentes que reconheceram antes de você e que documentos apresentados são comuns à sua lista de documentos. Peça informações sobre o número da pasta deles também. Seu processo será um novo processo, nao muda nada no tempo de espera e o consulado não devolver certidões, apenas você é que não precisrá reapresentar as certidões que estão lá. Seus pais já são italianos reconhecidos? Quem é o ialiano em questão no seu caso e que ascendentes seus já são italianos (vivos ou mortos: avô, avó...) e onde você mora? Wagner, Rio de Janeiro.
  17. quote:Originally posted by rdomingues Preciso também de um modelo de carta pedindo informaçÕes pros comuni de Cosenza, se alguem tiver seria de grande valia. abraços a todos obs. Quem ja consegiu a cidadania poderia dar alguns depoimentos pra mantermos a "chama acesa" e não desanimarmos. id="quote">id="quote"> rdomingues, também tenho ancestrais em Conseza. Explique melhor seu caso: o que tem de informação e o que procura, que te auxilio melhor. Isso de pedir informações (imagino que seja pedido de certidões) para um monte de comune geralmente não funciona. Há o Archivio di Stato di Cosenza que é ótimo para pesquisas. Wagner, Rio de Janeiro.
  18. quote:Originally posted by Alexandre Cordeiro Fui informado a respeito de uma declaração para requerer os documentos dos meus antepassados que se encontram no consulado de POA e que eu necessito para completar os documentos exigidos. Alguem ja ouviu falar sobre isso? Além disso gostaria de saber se eu posso traduzir os documentos em Curitiba, moro em floripa, mas vou passar 6 meses no MS e de lá vou pra IT. Posso legalizar os documentos por Curitiba? Ficarei muito grato pelas informações e parabéns pelo excelente e instrutivo tópico, Alexandre id="quote">id="quote"> Alexandre, cuidado com o que dizem. Não existe nada disso de requerer documentos ao consulado. Se há documentos de sua família lá, é porque exitiu um processo de cidadania. Como é um processo, o consulado nao tem nada que ficar dando certidões desse processo. Localize em que cartórios foram feitos os registros dos seus antepassados e solicite novas certidões. Há sempre um registro num livro em um cartório do qual se pode extrair quantos certidões quantas forem necessárias a qualquer tempo. A única coisa parecida com o que você disse é um modelo de requerimento de certidões italianas junto aos municípios da IT que o consulado disponibiliza no site. A Legalização de certidões DEVE ser feita sempre no consulado de residência de longa duração. Deve fazer em Curitiba mesmo, que JÁ VOLTOU A FAZER AS LEGALIZAÇÕES. Wagner Mailino, Rio de Janeiro.
  19. Sim, pode reconhecer a cidadania dela mesmo que a mãe não queria reconhecer também. De todo jeito, os documentos da mãe deverão ser apresentados. Wagner Maiolino, Rio de Janeiro. quote:Originally posted by de_marcondes A mãe dela nasceu depois de 1948... Mas ela pode tirar, independente se a mãe dela vai tirar ou n????? quote:Originally posted by rawpunk a questão é a DATA!!! a avó dela só passa o direito de 1948 pra frente... portanto se a mãe nasceu de 1948 pra frente, ela terá direito. caso contrário, esqueça. perdeu o direito... quote:Originally posted by de_marcondes A árvore da minha amiga ficaria assim: bisavô(italiano)--------------------Bisavó(portuguesa) falecido-------------------------------falecida ---------------------Vó(brasileira) -----------------------falecida ---------------------------------------------------- -------------------Mãe(brasileira) ---------------Minha Amiga(brasileira) Por passar por gerações de duas mulheres (Vó brasileira e mãe brasileira), essa minha amiga vai ter problemas para tirar cidadania?? A mãe dela tem q tirar primeiro??? Oq vcs sugerem??? id="quote">id="quote"> id="quote">id="quote"> id="quote">id="quote">
  20. quote:Originally posted by carlaps Gente, Tô precisando de mais detalhes sobre a residencia, pra poder me organizar: 1- Existe aluguel de quarto para periodos curtos (2-3meses-em uma cidadezinha do norte)? 2- Se existe, com ele eu comprovo residencia sem a tal carta do dono da casa? 3- Exigem deposito previo normalmente? Se sim, de quantos alugueis? 4- É mto arriscado ir c td acertado do Brasil? 5- Tenho a possibilidade de ficar como hóspede (pagando, acho) em Aquila, q nao é a cidade do meu avo. Vcs acham q vale mais a pena, em termos d grana eu sei q sim, mas no resto...? Alguem sabe como andam os processos lá? Valeu, galera!!!! Carla. id="quote">id="quote"> Carla, - Quando se aluga uma casa, o procedimento para comprovar a residência junto ao comune não é a carta chamada Dichiarazionde di Ospitalità. - Este documento só é exigido quando se está acolhido em casa de parentes ou amigos na IT. Aluguel, não! - Para aluguél existe sim vários planos, mas nem todos configuram uma residência na IT. - Você pode alugar a vaga e depois com a visita do Vigile (policial qua vai no local verificar as condições de moradia), ele vai ver que moram muito mais pessoas na casa por metro quadrado do que o permitido. Resultadi, você não é inderida como residente. Cuidado! - SIm, normalmente exigem depósito de X aluguéis antes. - A pessoa pode fazer a prática da cidadania em qualquer comune em que esteja residente, não apenas no comune de origem do antepassado. - Para saber se um comune vale a pena, tem que reunir o máximo de informações possíveis. Isso mesmo! Talvez aqui algué dÊ um relato. É importante ligar para o comune também, há comunes que não fazem e há outros que só fazem para os descendentes de italinos oriundos de lá. Wagner Maiolino, Rio de Janeiro.
  21. quote:Originally posted by enir13 quote:Originally posted by welton_udi ola estou tentando achar a certidao de nascimento de meu bisavo pra comecar a dar entrada no processo. mas nao estou conseguindo achar este documento. se alguem ja ouviu falar no sobrenome BARTHOLOMEU me avise ou n a provincia de PENGGIA. aguardo respostas obrigado id="quote">id="quote"> Salve, e o seguinte PENGGIA nos sites de busca por provincia, comune ou fracao nao encontra nada, entao acho que nao deve existir. id="quote">id="quote"> Confirme o nome dessa Provincia, com essa grafia não existe nada parecido.
  22. quote:Originally posted by fabiods O endereco da residencia "na italia" que tem que ser fornecido às autoridades italianas tem que ser da Italia ou pode ser de outro estado membro da Uniao Europeia ? id="quote">id="quote"> Itália, a grande bota!!
  23. Não! Para fazer na IT tem que ser residente, com casa alugada em seu nome ou ser acolhido em casa de familiares ou amigos que formalizem a Dichiarazione di Ospitalità, documento que comprova que a pessoa que te recebe se responsabiliza por você. É muito comprometor e as pessoas não se sentem muito à vontade para fazê-lo. Residência é aluguel é uma coisa. Ospitalità é outra. Wagner Maiolino, Rio de Janeiro. quote:Originally posted by Flama Ok, mas se você aluga o apartamento diretamente de uma imobiliária, com tudo legalizado, etc, pagamento adiantado, como pedem... Ainda assim precisa que alguém se responsabilize por você?? quote:Originally posted by kaimi Claro essa é a questão da residencia, tem que ter alguem que te apresente e se responsabilize por você, daí ser dificil arrumar isso então tem que se tomar cuidado se não se gasta os tubos e não se consegue nada. quote:Originally posted by Flama Pessoal, uma dúvida: porque é tão complicado conseguir moradia lá? Eu vi vários sites de imobiliárias que pedem 3 meses antecipados... Se fazemos o pagamento antecipado do Brasil teremos uma residência no nosso nome, certo? Ou eles não alugam imóveis para estrangeiros?... Posto letto para alugar existe aos montes, vi realmente muitos anúncios, mas aí é bem mais complicado de conseguir um atestado de residência, pq quem aluga tem que assinar um atestado afirmando que se responsabiliza por você, correto? Aguardo retorno. Obrigada, id="quote">id="quote"> id="quote">id="quote"> id="quote">id="quote">
  24. quote:Originally posted by de_marcondes Alguem mais se habilita a responder?? quote:Originally posted by rawpunk se os documentos estão certos então um processo não tem nada a ver com o outro. ela até pode fazer na inglaterra, porém têm que estar morando lá LEGALMENTE e com visto com tempo suficiente para o processo. é complicado... já li muito sobre o assunto, mas até hoje me confundo com isso. vamos ver se alguém te explica melhor... mas mesmo que não dê certo assim, ela poderia ir pta italia, dar entrada no processo e ir pra inglaterra. quando saísse a cidadania ela ia pra italia novamente só para assinar e pegar os documentos. quote:Originally posted by de_marcondes Digamos q os documentos dela estão certos... Um processo vai depender do outro??? Tem problema em abrir esse processo na Inglaterra??? Demora muito mais??? É que na Inglaterra teria onde ela morar enquanto o processo não sai!!! id="quote">id="quote"> id="quote">id="quote"> id="quote">id="quote"> Eu já respondi isso é o seguinte: O setor consular da Embaixada da IT em Londres só atende aos residentes legalmente na Inglaterra e portadores de visto de longa duração (Indefinite Leave to Remain). Wagner Maiolino, Rio de Janeiro.
×
×
  • Criar Novo...