Ir para conteúdo

Zambrotti

Membros
  • Total de itens

    12
  • Registro em

  • Última visita

Conquistas de Zambrotti

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

0

Reputação

  1. E aí, Arthur... Tranquilo? Conta como foi sua experiência com a bota. Qual o comportamento dela com tanta exigência? Alguma diferença notável entre esse modelo novo e o antigo? No mais, espero muito que vc tenha curtido sua trip!
  2. Fala Fábio, tudo bem? Sou usuário dos calçados de vocês desde 2011. E digo dos calçados porque tenho uma Finisterre e uma Apache. Aliás, que pena essa última não ser mais fabricada. Apesar de não ter sido feita pra trekking (o que não me impediu de subir um vulcão com ela em Bali), é extremamente versátil! Uso com bermuda ou calça, situação formal ou informal. Mas meu post é sobre a Finisterre. Estou extremamente satisfeito com ela. Apesar de já aparentar o desgaste de uma graduação quase toda em geologia, ela continua boa. Porém o solado começou a descolar na lateral interna dos dois pés. E é aí que vêm minhas dúvidas. Em duas semanas eu vou pro campo do meu mapeamento final. E acho que ela não vai aguentar o tranco até lá. Por segurança, eu peguei a Finisterre do meu pai. Mas gostaria de saber se depois disso será possível ainda fazer uma ressola na minha. E caso seja possível, com qual solado ela virá: o sucesso de público e crítica Amazonas ou o que vem nos modelos NANOX? Eu parto do princípio de que em time que está ganhando não se mexe, por isso fiquei um pouco triste em ver que as novas botas não utilizam o Amazonas. Mas vai que o outro também é bom... Mesmo querendo fazer a ressola na minha bota, penso em comprar num futuro não muito distante uma Finisterre NANOX. E seria muito mais fácil se eu pudesse comprar pela internet. Mas para isso eu preciso saber se houve alguma mudança na forma dela. A minha é 40 e é perfeita. Fica firme e sobra espaço na frente. Obs: mesmo com a lateral do solado começando e descolar ela ainda mantém a impermeabilidade Valeu
  3. Jotao, O C.A. é o certificado de aprovação para que o produto possa ser utilizado como EPI (equipamento de proteção individual). No caso da Finisterre todas terão esse C.A. Para o uso "normal" da bota isso não vai fazer nenhuma diferença. Isso porque a bota foi feita para trilha mesmo (incrível, né?!), mas como apresenta algumas características que permitem que ela seja usada tbm como EPI, a fábrica buscou o C.A. para esse modelo para que alguém que trabalhe em uma linha de produção fabril por exemplo possa usá-la tbm no trabalho. Caso isso faça diferença para vc sugiro que procure saber qual o tipo de C.A. da bota, pois um EPI próprio para quem trabalha em uma plataforma de petróleo é diferente de um que serve a quem trabalha em mina subterrânea que é diferente de um usado por quem trabalha em uma estação elétrica. Cada um desses equipamentos tem seu certificado.
  4. Ciro, A melhor coisa que vc pode fazer é ir na loja e experimentar tbm a 41 e compará-la com a sua 42. Vá depois no fim do dia, pois assim seus pés estarão com aquele inchaço normal de quem passa um dia todo andando (o que vai acontecer se vc fizer uma caminhada). Veja qual fica mais confortável. Não se acanhe em comprar uma bota de numeração diferente da que vc está acostumado a usar se ela ficar confortável. Outra coisa que vc pode fazer é dar uma olhada nesse tópico de técnicas de amarração: tecnicas-de-amarracao-de-botas-t30661.html No seu caso a primeira tente a primeira técnica. Caso vc vá de fato a loja para provar a 41 e esta encaixar no calcanhar mas apertar no peito do pé tente a técnica número 3. Faça todos os testes possíveis para ter certeza que vc está com o equipamento certo! Abraço
  5. Allan, Eu tenho uma Finisterre, que é bem parecida com a Mamut, e nunca senti desconforto nos meus pés mesmo em dias bem quentes. Quanto à indicação de uso, se for para trilhas eu particularmente recomendo a Finisterre pelo seu sistema de amarração, que permite que a bota fique mais firme no pé. De resto elas são equivalentes, com mesmo solado, feitas em couro e impermeáveis. Se vc conseguir ir a uma loja para provar a Mamut e ver que ela fica firme em vc sem apertar o pé ou então se seu uso não será em trilhas pesadas, não haveria porque não comprá-la. Abraço
  6. Denilson, Nunca tive contato direto com nenhuma das duas, então não posso dizer muita coisa... Mas pelo preço e pela facilidade da abertura frontal eu iria de Quechua. E tente ir a uma loja física para provar a mochila, saber como ela fica nas costas. Não precisa comprar lá não, vai só pra provar mesmo. Abraço
  7. Então... Vc vai no inverno e vai precisar de roupas mais pesadas e volumosas, mas para 20 dias acho que 60-65 litros são suficientes. Pode ser que tenha gente achando que seja muito, mas eu não sou exatamente um cara minimalista hahaha. E pelo jeito essa é sua primeira viagem com mochila, então é melhor que sobre do que falte. Com o tempo vc vai aprendendo a levar só o necessário. No seu caso, como vc não vai usar a mochila para trilhas e travessias, vc pode pesquisar por modelos que sejam como malas com alças para carregar nas costas, com grandes aberturas frontais por zíper que facilitarão sua vida na arrumação das suas coisas. Algo parecido com este modelo: http://deuter.com.br/detalhes-transit-65 Note que ele tbm vem com uma mochila de ataque acoplada. Elas podem ser muito úteis, pois na hora de carregar vc prende uma na outra e leva um volume só. A minha não é assim, então eu carrego a mochila de ataque na frente ou coloco tudo dentro do mochilão, dobrando a mochila pequena e guardando-a embaixo do capuz da grande. Com relação a preço vc vai ter que pesquisar. A Deuter acima é beeem cara. . Algumas marcas mais baratas e razoavelmente boas são Trilhas&Rumos, Quechua e Conquista. Eu particularmente não as conheço, mas vale a pena procurar informações sobre elas. Lembrando que, embora uma mochila mais parecida com uma mala possa ser mais prática, elas podem ser mais caras tbm. Uma alternativa é comprar uma mochila mais simples, talvez um produto mais técnico voltado para montanhismo. Nesse caso vc vai ter que se virar com uma abertura por cima e uma por baixo para organizar as coisas. Seguindo esse caminho o que eu posso recomendar são as POC (poc.com.br), no seu caso o modelo Itaimbezinho. Eu tenho uma Equinox tbm e gosto muito dela, mas esta é uma mochila de ataque. Mas se é pra pesquisar, por que não dar uma olhada tbm (equinox.com.br)? Outra marca pouco divulgada, mas que é bem recomendada por quem tem é a Alto Estilo (altoestilo.com). Um modelo muito bem avaliado aqui no fórum e que cabe no seu orçamento é a Itupava da Alto Estilo: http://altoestilo.com/loja/index.php/mochilas/itupava-70l.html Lembrando que o ideal é que vc possa provar a mochila antes de comprar, inclusive com peso. Nem sempre isso é possível, então se for pra comprar uma pela internet sem ver antes procura a opinião de alguém que tenha o modelo escolhido. Só pra terminar, eu recomendo fortemente que vc compre uma capa para transporte para sua mochila. Além de poder colocar um cadeado ela protege fitas, fivelas e zíperes das esteiras. Espero ter ajudado Abraço
  8. Denilson, Antes de recomendar alguma coisa é preciso saber como será sua viagem. Quanto tempo vai durar? Vc vai dormir em hostels ou vai acampar tbm? Vai precisar levar equipamento? Vc vai no verão ou no inverno? Vc pretende usar essa mochila apenas para esse tipo de viagem ou ela será usada posteriormente para outras atividades? Há uma infinidade de modelos e quanto mais específico vc for com relação à utilização da mochila mais fácil fica de escolher alguma coisa. Abraço
  9. Caros confrades de mochiladas, No intuito de compartilhar informações eu quero deixar o meu breve registro sobre a mochila POC Fortaleza 70/90, adquirida no fim do ano passado. Mochila simples, robusta e funcional. E bem mais barata que outras marcas mais famosas como, por exemplo, Deuter e Curtlo. Não vou compará-la à mochilas de outras marcas pois não as conheço e nunca tive contato com elas. Mas enfim, pra quem procura uma alternativa mais em conta, a Fortaleza está mais do que recomendada. Apesar de ter me registrado aqui no fórum em março, só agora que eu comecei a participar realmente. E por isso gostaria que o pessoal que já participa há mais tempo me ajudasse. Se eu fizer um review da mochila eu devo colocá-lo aqui, no fórum específico das mochilas POC, nos 2 ou em algum terceiro continente à minha escolha? Valeu galera
  10. Brunnaas, Para um mangue acho que o ideal seria até uma galocha de borracha. Eu particularmente sou fã da Finisterre e garanto que ela vai suprir suas necessidades, principalmente no quesito aderência. Eu uso a minha para saídas de campo tbm. No entanto, se vc preferir uma bota de solado mais duro e resistente (maior durabilidade inclusive), a Titã vai bem, mas aí vc perde em aderência. Ainda não tive nenhum contato com os novos modelos da Vento, portanto não vou me arriscar a falar sobre eles, embora eu ache que valha a pena vc dar uma pesquisada neles tbm. Abraços
  11. E aí galera, Comecei a ler o blog ano passado para obter informações sobre mochilas cargueiras. No inicio desse ano eu me registrei, mas tive um primeiro semestre bem corrido. Por tanto não tive tempo de compartilhar informações aqui. Mas agora que as coisas estão mais calmas eu quero deixar meu registro sobre minha bota Finisterre principalmente para quem está querendo informação para uma futura compra. Sou estudante de geologia e uso a bota para as minhas saídas de campo, que não são poucas, viagens e trilhas de fim de semana. O couro já está um pouco arranhado e o solado um pouco gasto, mas no geral a bota está inteiraça. E continua impermeável! Posso pegar chuva, mato molhado ou enfiar o pé numa poça que não entra água (a menos que ela não fique completamente submersa, pois entraria água por cima obviamente). Bota muito confortável e com um solado de aderência excelente! Não só recomendo como compraria novamente. Mesmo já tendo mencionado sobre a impermeabilidade da bota, ainda tem gente que fica com o pé atrás por conta da falta de informações disponíveis sobre a tal membrana "Climatex". Pois bem, ela funciona! Em viagem recente à Tailândia fiz uma trilha de 3 horas pela floresta e choveu muito. Não estava com a minha Finisterre, mas estava usando minha Apache (modelo já fora de linha). Ela definitivamente não é feita para trilhas, embora aguente bem um trekking leve. Mas mesmo não tendo como objetivo atividades desse gênero ela é munida da membrana Climatex. Escorreguei muito durante a trilha, mas cheguei ao fim com meus pés secos. Além disso, não tive que usar um sapato molhado no dia seguinte. Valeu
  12. Cara, Não sei se vc já se decidiu por uma dessas mochilas, mas eu recomendo fortemente a POC. Eu tenho exatamente a Fortaleza 70/90 e acho a mochila sensacional. Bem construída, bons materiais, robusta e o atendimento do Mauricio é 10!
×
×
  • Criar Novo...