Ir para conteúdo

GuilhermoCruz

Membros
  • Total de itens

    234
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que GuilhermoCruz postou

  1. Se você não estiver com pressa para viajar, espere sair alguma promoção. Esses dias o site melhores destinos mostrou uma promoção São Paulo - Amsterdam por quase 1600 reais + taxas. Instale o aplicativo deles e fique no aguardo. Eu só compro minhas passagens com preços promocionais. Eu, particularmente, acho 5 dias muito tempo para Amsterdam. Eu sei que quanto mais dias e mais deslocamento mais caro fica, mas de repente vale aguardar um pouco mais e colocar a Bélgica (Bruxelas e Bruges), que é ali do lado, no roteiro, ou outras cidade da Holanda, como Rotterdam, Haia, Utrecht, Zaanse Schans....
  2. Consegue sim. Mas em se tratando de visto, nunca é 100% de certeza. Leve comprovantes de tudo o que você tem. Se eles acharem que você vai querer entrar lá para ficar ilegal, eles vão começar a te questionar sobre a renda, dinheiro guardado, bens, etc. Então tenha cópia do holerith, carteira de trabalho, extrato do banco, etc, etc, etc. Já a questão da entrevista, vocês terão que fazer o agendamento individual. Na hora da entrevista mesmo eu não sei se existe essa possibilidade, mas creio que não.
  3. Bom dia, Renato. Eu comprei nos sites oficiais mesmo. Ticket Machu Picchu: http://www.machupicchu.gob.pe/ Passagem trem: http://www.incarail.com/ Vi muita gente dizendo ter dificuldades para comprar nos sites oficiais devido ao Verified by Visa, mas eu não tive dificuldade nenhuma. Usei um cartão Visa do banco Sicredi.
  4. Gostei muito dessa dica de Ollanta. Ontem estava vendo as hospedagens lá e tem muita coisa bacana. To até pensando em me dar o luxo de uma hospedagem um pouco mais cara lá, vai ser só 1 dia mesmo. rsrs
  5. Reservei o Hostel Kokopelli para as datas de 14 a 16 de junho e 23 a 24 de junho, como vou me hospedar lá no final da viagem, eles aceitaram guardar minhas bagagens entre os dias 16 a 18. Agora tenho que ir atrás da hospedagem de Águas Calientes, Ollantaytambo e Arequipa.
  6. A não ser que você esteja com dias sobrando no seu roteiro, 3 dias em Águas Calientes é até dia de sobra. O que muita gente faz é chegar no final do dia, dormir lá, acordar bem cedo, subir para MP e voltar para Cusco no final do dia. - Para ir de Cusco à Águas Calientes há algumas opções: Trem de Cusco a Águas Calientes (opção mais rápida, confortável e cara, preço em dólar); Pegar um bus ou van até a hidrelétrica (opção econômica) e fazer uma caminhada de +- 2 horas; E algumas trilhas, como a famosa Trilha Inca (demanda mais tempo e esforço e não sei o custo das mesmas). Cabe a você avaliar como vai estar o orçamento até chegar lá e os dias que terá sobrando. Tem um vídeo de um canal de uma usuária aqui do fórum que explica sobre isso: Caso queira saber mais sobre o caminho econômico (hidrelétrica), tem este relato aqui no fórum: machu-picchu-economico-via-hidreletrica-junho-2014-t97351.html Quanto a comprar o ingresso com antecedência ou não, eu também questionei isso aqui no fórum e cheguei a conclusão que é melhor comprar já. Existe sim limitação no número de ingressos, só que dificilmente - se é que um dia já aconteceu - acabam os ingressos para entrar em Machu Picchu. Mas se sua intenção for também subir a Huayna Picchu, considere comprar já o seu ingresso. Você estará indo em alta temporada, não há o porque de arriscar e perder a chance de visitar a principal atração. O ticket de entrada para MP você pode comprar no site oficial do governo e será o mesmo preço que pagará lá. E caso compre já, compre também a sua passagem de trem, se escolher este meio de transporte, pois terá mais opções de horários. Já os outros passeios é melhor deixar para comprar por lá sim. Estarei indo em junho também, caso queira ver o meu roteiro e as dicas que me deram, segue o link abaixo: peru-cusco-e-arequipa-13-06-a-24-06-t127774.html
  7. Muito bom o seu relato. Ano que vem planejo fazer o W em Torres del Paine e, se der, ir a Ushuaia e El Calafate também. Já salvei sua planilha de custos aqui pra me auxiliar.
  8. Eu fiz esse trajeto em 2006 e fui com a Crucero del norte e voltei com a Pluma. Na época o preço era muito parecido, mas o serviço era completamente diferente. Crucero del norte foi mil vezes melhor.
  9. Boa tarde, Renato! Eu não vou saber te ajudar muito no roteiro que você está querendo, pois ainda não fiz minha viagem para o Peru e meu roteiro é focado em Cusco e Arequipa (segue o link no final caso queira ver). Mas já comprou as passagens? Se não comprou ainda, tente comprar chegando em Lima e retornando por Arequipa, Cusco ou até mesmo La Paz, que fica mais próximo dos seus destinos finais, te poupando um bom tempo e desgaste com deslocamento. Meu tópico do roteiro, caso te ajude em algo: peru-cusco-e-arequipa-13-06-a-24-06-t127774.html
  10. Essas informações eu achei nos meus rascunhos do roteiro da viagem, então não lembro o quão fiel estão, mas dá pra ter uma base.
  11. Alguns preços que levantei ano passado quando fui: -Torre Eiffel (€15,00 acesso ao ultimo piso) Melhor horário: 16:00 -Notre Dame -Louvre (exceto as terças. Quartas e Sextas das 9 a.m. a 9:45 p.m) (€13,60) -Museu de História Natural (€8,00) -Sainte Chapelle (€9,50) -Hôtel des Invalides (€9,50) -Arco do Triunfo (€9,50 para subir) -Versailles (€18,00) (+ transporte) -Basílica de Sacré-Coeur -Place de la Concorde -Jardim de Luxemburgo -Pont de Art (cadeado) -EuroDisney (€80,00) -Catacumbas (€8,00)
  12. Na Austrália, se você tiver cidadania européia pode facilitar bem. No caso da italiana e algumas outras eu sei que você pode ir através do Working Holiday Visa. Nesse link abaixo tem uma explicação de como funciona: http://www.brazilaustralia.com/working-holiday-visa-quem-pode/ Se não for o seu caso, acredito que a melhor maneira de ir será através de um visto de estudo, e é o que a maioria faz. Vai pra lá para estudar inglês e aproveita para trabalhar 20h/semana. Trabalhar mais do que essas horas não é permitido e as leis australianas são um pouco rígidas quanto ao trabalho além dessa carga. O visto de trabalho é beeem mais complicado e eu não sei especificamente como funciona. O que a maioria faz, quando quer ficar por lá, é ir para estudar inglês e, após terminar os estudos de inglês, matricular-se em um curso técnico ou superior, continuar trabalhando e depois solicitar residência permanente no país. No seu caso que o desejado é apenas 6 meses, acho que o curso de inglês será o mais fácil. Na Nova Zelândia eu acredito que não deve ser muito diferente disso. Isso é +- o que lembro da época que planejava ir para fora.
  13. Eu não tinha noção dessas distâncias. Realmente vale muito a pena dormir em Ollantaytambo. Eu iria deixar a bagagem no hotel de Cusco durante a diária em Aguas Calientes, acho que eles devem aceitar a bagagem por mais 1 dia sem problemas, não? Vou mandar um e-mail para os hotéis que estou selecionando para confirmar isso. No mais, já garanti o trem pela Inca Rail de Ollanta / Aguas Calientes, ida as 16:36 do dia 16/06 e volta as 19:00 do dia 17/06, e o ticket de entrada em MP.
  14. Às vezes o óbvio está na nossa frente e não conseguimos ver!rsrs Acho que desvendei o meu roteiro para encaixar os 2 dias do Colca. Como o passeio de Maras e Moray termina no meio da tarde, dá para partir para Arequipa no mesmo dia. Então vou colocá-lo depois que retornar de Machu Picchu, ficando assim o roteiro: 14/06 - Chegada em Cusco / Tarde livre 15/06 - City Tour 16/06 - Valle Sagrado / Trem para Águas Calientes 17/06 - Machu Picchu / Retorno para Cusco 18/06 - Maras e Moray / Saída para Arequipa às 20:30 19/06 - City tour, Plaza de Armas e Santa Catalina 20/06 - Valle del Colca 21/06 - Valle del Colca 22/06 - Dia livre / Retorno a Cusco às 20:30 23/06 - Pikillacta 24/06 - Retorno ao Brasil Acho que fica melhor assim, não?
  15. Vou pesquisar sobre isso então. Valeu pela dica! Se não fosse o mal da altitude, eu faria o city tour de Cusco no primeiro dia de viagem e ganhava um dia extra pra fazer o Colca em 2 dias. O que está matando meu roteiro são esses dias 'livres' até o horário de saída do ônibus.
  16. Conheci Orvieto e recomendo conhecer. Indico também conhecer Tivoli, é colada em Roma e muito bonita.
  17. Obrigado, Dérien! Obrigado, Manueli! Eu, na verdade, prefiro viajar com tudo já definido. É que tinha lido algumas pessoas falando que valia a pena deixar para comprar as coisas por lá e acabei ficando na dúvida. Mas comprando por aqui eu viajo bem mais tranquilo. Vou fechar o roteiro e comprar as hospedagens, trem e ingresso para Machu Picchu. Só vou deixar para definir por lá os passeios secundários, como vale sagrado e tal.
  18. Obrigado pelas dicas, Lilian! Eu não estava querendo marcar nada para o primeiro dia por causa dos relatos que li de gente passando mal devido ao mal da altitude. Eu, particularmente, tentaria forçar um pouco, mas minha esposa costuma ter enxaquecas, acredito que lá possa ficar mais intenso. Então fiz essa opção pensando no bem estar dela. Mas, caso ela se sinta bem, a ideia seria já fazer o city tour no primeiro dia mesmo.
  19. Muito bom os seus relatos, Dérien! Já favoritei aqui no navegador. Então, liguei para saber os custos de alteração da passagem e é quase o preço de outra passagem, vou ter que manter essas datas e locais de voos. Acabei comprando esses trechos e essas datas porque estava com valor promocional. rsrs Quanto ao passeio de dois dias para o Colca, você tem uma noção do horário de retorno à Arequipa? O ônibus de retorno à Cusco sai às 20:30, às vezes dá pra encaixar. Vou tentar encaixar Pikillacta em um desses dias vagos.
  20. Estou planejando minha viagem à Cusco e estou com dúvida sobre o que realmente vale a pena comprar com antecedência e o que não vale, como passeios e hospedagem. Machu Picchu, sem a intenção de subir nas montanhas, vale deixar para comprar lá? E o trêm até Águas Calientes? Hospedagem sai mais barato negociar lá? Em caso positivo, a diferença é significante? E caso alguém queira colaborar com meu roteiro, segue o link do tópico: peru-cusco-e-arequipa-13-06-a-24-06-t127774.html
  21. Fred, o bom do AEP é que é 'dentro' da cidade. Fica na região de Palermo, e ali tem muito coisa para ver durante o dia. Como sua conexão é durante a noite, acho que a melhor opção será ir até algum lugar para jantar, ou um barzinho ou até assistir um show de tango, caso o horário coincida. Buenos Aires tem muita opção para isso, tanto em Palermo, como em Puerto Madero, San Telmo.... só dar uma pesquisada conforme a sua vontade e disposição. E caso o seu voo saia no final da manhã seguinte, aproveite as primeiras horas do dia para conhecer os bosques de Palermo e a Floralis Genérica que é ali pertinho também. Só se atente aos horários e aos trâmites aeroportuários para para não perder o voo de volta. Caso sua bagagem já tenha sido despachada no seu voo de origem direto para o Brasil, você não vai precisar se preocupar com isso, mas caso não, já li que existem guarda-volumes no AEP.
  22. Bom dia, pessoal. Depois de muito ler e planejar, já tenho uma prévia do meu roteiro. Fiz duas opções, uma delas na qual eu conheço Cusco de inicio e depois Arequipa, e na outra na qual eu particionei Cusco, conhecendo uma parte, indo para Arequipa e na volta conhecendo Machu Picchu. O movimento em Machu Picchu aumenta nos finais de semana ou vai ser lotado qualquer dia mesmo? Uma das minhas maiores dúvidas é quanto a compra do trem e do ingresso de Machu Picchu antecipada. Não pretendo subir nenhuma das montanhas, vale a pena comprar com antecedência ou posso comprar quando chegar lá? Caso compre com antecedência, há a possibilidade de alteração de datas? Vai que eu chego lá e a previsão do tempo não é das melhores. Bom, lá vai os roteiros:
  23. Quando fui em 2006, fomos em 4 pessoas com uma Nautika Falcon 3 e uma daquelas bem simplonas, para duas pessoas, que vendem em mercado. Daquelas que só tem uma cobertura 'extra' no topo. Nossa barraquinha ganhou até o apelido de Toca do Gugu de dois caras que conhecemos por lá. E fizeram questão de tirar uma foto da barraca. rsrsrs Tivemos sorte de pegar tempo bom, pois no único dia que choveu a barraca encharcou.
  24. Eu não vou ser o melhor para dar dicas porque não fiz(ainda) este roteiro que você quer fazer, mas vou me basear nos relatos que já li durante as várias vezes que já programei essa viagem. 5.000 reais é um orçamento justo, mas acredito que possível. Alguém com mais conhecimento poderá confirmar se sim ou não. O caminho é esse mesmo que você está planejando. Vitória / Campo Grande / Corumbá / Puerto Quijarro / Santa Cruz de La Sierra / La Paz / Copacabana (ou Puno) / Cusco - Se possível apenas passe por Corumbá, vá direto a Quijarro e tente já embarcar no trem. Vai economizar com hospedagem. E o transporte até lá é o táxi mesmo e a dica é pechinchar. - O trem da morte vai até Santa Cruz de La Sierra. De lá, deverá pegar um ônibus até La Paz. Já li muita gente dizendo que não vale a pena ficar em Santa Cruz. - De La Paz, você estará pertinho do Lago Titicaca, e para chegar até Cusco terá que passar por lá, então aproveite para conhecer Copacabana ou Puno. - Como você pretende pegar um avião de Vitória a Campo Grande, veja se não encontra alguma promoção até La Paz, ou mesmo Cusco. Pode ser que somando todos os custos que você terá do aéreo mais o trajeto terrestre de Campo Grande até La Paz não fique muito longe de Vitória a Laz Paz via Aéreo, e ainda ganha tempo. - E então parta para Cusco. Lá, os passeios básicos são: City tour guiado, Maras e Moray, Valle Sagrado e, claro, Machu Picchu. - Águas Calientes é uma vila aos 'pés' de Machu Picchu. É passagem obrigatória e serve apenas para isso mesmo. - Para ir de Cusco à Águas Calientes há algumas opções: Trem de Cusco a Águas Calientes (opção mais rápida, confortável e cara, preço em dólar); Pegar um bus ou van até a hidrelétrica (opção econômica) e fazer uma caminhada de +- 2 horas; E algumas trilhas, como a famosa Trilha Inca (demanda mais tempo e esforço e não sei o custo das mesmas). Cabe a você avaliar como vai estar o orçamento até chegar lá e os dias que terá sobrando. - Wayna Picchu é uma das montanhas que estão ao lado de Machu Picchu. Muita gente sobe para ter uma visão lá de cima. Leva em torno de 2 horas se não estou enganado. Caso queira subir, tem que comprar o ingresso com antecedência, pois o acesso a ela é limitado e acaba rápido. - Abaixo alguns links interessantes: Sobre o trem da morte - http://mochilabrasil.uol.com.br/destinos/trem-da-morte Nesse vídeo tem informações quanto as maneiras de chegar em Águas Caliente/Machu Picchu, é de uma usuária do fórum - Aqui tem bastante informação quanto o caminho via hidrelétrica - machu-picchu-economico-via-hidreletrica-junho-2014-t97351.html Relato com vários preços em Cusco - precos-sao-paulo-cusco-lima-9-dias-precos-dicas-t125811.html
×
×
  • Criar Novo...