Ir para conteúdo

betocorrea

Membros
  • Total de itens

    17
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

2 Neutra

Sobre betocorrea

  • Data de Nascimento 22-11-1984

Bio

  • Ocupação
    Jornalista / Professor

Outras informações

Últimos Visitantes

461 visualizações
  1. betocorrea

    San Andrés

    @kelisandra.pinheiro Como foi sua experiencia no Villa San Miguel?
  2. PARTE 3 – Mais sol, menos dinheiro Dia 4 (continuação) Depois de sair do Caminito, fomos até o Museu do Bicentenário. Descemos lá na Plaza de Mayo e voltamos alguns metros até a entrada do museu. A entrada era gratuita e tínhamos pouco tempo. O museu fecharia em 40 minutos. Cheio de bossa tecnológica, o museu conta a história da formação e da independência do país. Fala dos presidentes e suas contribuições para a formação do estado e tem até o Lula e sua passagem pela capital portenha. Mesmo cheio de televisões e outros equipamentos eletrônicos (com destaque para o vídeo da restauração
  3. Acho que de 4 a 5 dias está bom. Mas pode ficar mais, se quiser ver as coisas com mais calma. Não ver tudo é sempre um bom motivo para voltar. Já fui no inverno, e consegui ver com mais calma, pq não tem aquele calor ao andar pela rua, porem o dia acaba cedo. No verão, tem mais horas para curtir.
  4. PARTE 2 - Eu devia ter colocado um guarda-sol na mala. DIA 3 – Mi Buenos Aires querido. Acordamos, tomamos o café do hostel e, bem, estávamos prontos para as caminhadas. Diferentemente do que encontramos em Montevidéu, a capital portenha estava ensolarada. O sol era mesmo de rachar. Mas como bons nordestinos que somos, aguentamos o tranco com tranquilidade. O hostel MilHouse, onde nos hospedamos, fica na Avenida de Mayo, uma das mais importantes do Centro de Buenos Aires. Compramos água no supermercado ao lado do hostel. Para o primeiro dia de andanças, decidimos descer por ela. Primei
  5. PARTE 1 - Uruguai e Argentina Planejar uma viagem não é tarefa fácil. Especialmente morando no Nordeste do país, longe dos grandes aeroportos internacionais, o que aumenta o custo de uma visitinha rápida bem ali aos países hermanos. Por isso decidi escrever esse meu relato para ajudar principalmente aqueles que querem se aventurar pela primeira vez numa viagem internacional. Não é a primeira viagem que faço para Buenos Aires, muito menos o primeiro mochilão, por isso mesmo fui me adaptando a fazer trips desse tipo, encontrando maneiras de me divertir, conhecer pessoas e culturas, gastando
  6. Olá, L'Brazx estou indo com um grupo de amigos para Montevidéu em fevereiro. Em relação ao quarto, disse que ficou em quarto quádruplo. Como foi feita a reserva? Pelo Booking, creio que não é possível fazer reserva individual em quarto quadruplo. Seria portanto necessário reservar o o quarto para quatro amigos. E o que achou dos dois hostel em que ficastes em Montevideu? Aguardo.
  7. Você tem certeza de que esteve em São Luís, garota? - Uso o GPS e ele funciona normalmente. Evidentemente as ruas mais novas ainda não aparecem no mapa, mas nada que vá prejudicar turistas. A Rua da Estela é uma das mais conhecidas da Cidade, onde fica a Praça Nauro Machado (palco de apresentações culturais durante Sâo João e Carnaval), o Teatro João do Vale, Escola de Música, Faculdade de Arquitetura, Casa das Tulhas, a Câmara Municipal, Defensoria Pública... - Do centro à praia você gasta de 10 a 20 minutos dependendo do trânsito. Se for final de semana, 10 minutos você consegue chegar
  8. AdrianoLB tu recomendas, então, o Booking ou outro? Estava vendo o hostelworld. O que achas dele?
  9. Vou fazer um mochilão de 16 dias por 4 países (Espanha, Portugal, França e Itália). Chegarei por Espanha. Ficarei cinco dias por lá depois sigo para outros países. Retorno no penúltimo dia para embarcar de volta ao Brasil. Na imigração, se pedirem comprovante de reserva paga de hotel/albergue, tenho que mostrar a dos outros países também? Se eu não tiver paga a dos outros países, apenas ter feito a reserva, isso pode ser motivo de inadmissão?
×
×
  • Criar Novo...