Ir para conteúdo

silviaamorim

Membros
  • Total de itens

    18
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

6 Neutra

Outras informações

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Resolvi fazer esse relato sobre a travessia dos Lençóis Maranhenses porque tive muita dificuldade de encontrar informações atualizadas para planejar minha viagem. Como chegar até lá, o que levar, como é o percurso??? Eram muitas as dúvidas. Aqui deixo respostas para os próximos aventureiros. Como é a travessia? São quatro dias de caminhada, com pernoites na casa de moradores em pequenos povoados, verdadeiros oásis na imensidão de areia. Ao todo são percorridos cerca de 60 km, ora na beira do mar ora no sobe-e-desce das dunas. A simplicidade é absoluta. A refeição, a R$ 35
  2. Gente, acabei de voltar de uma viagem pela Costa Amalfitana, na Itália, e estou ansiosa para compartilhar o que eu considerei a melhor descoberta da trip. Todo mundo sabe que a estonteante Costa Amalfitana não é dos lugares mais baratos da Itália. A imensa maioria dos passeios é pago, o que, às vezes, se torna inviável para quem está com o orçamento contado. Muita gente diz que os passeios de barco são a melhor maneira de ter uma ideia da grandiosidade dessa parte do litoral italiano, cenário de filmes e romances. Eu concordo que é um passeio bacanérrimo, mas descobri que não é a única maneira
  3. Quando estava pesquisando informações para a minha viagem às Cataratas do Iguaçu, senti falta de informações atualizadas sobre o destino, então deixo aqui para os futuros viajantes dicas que conferi in loco e acho que podem ajudar. Tempo de viagem - eu fiz meu roteiro em dois dias e acho que são suficientes para quem vai a Foz do Iguaçu com om objetivo de visitar o parque das cataratas. Na verdade, são dois parques, o do lado brasileiro e do lado argentino. A distância entre eles é de cerca de 30 minutos de carro. Recomendo ir a ambos porque cada um oferece uma visão diferente desse
  4. Oi, Larissa. Eu não fiquei em hostel, portanto, não tenho como te ajudar nisso. Quanto aos passeios, eu fechei a maioria deles na Cosmo Andino. Gostei muito do serviço. Eles têm diferenciais nos passeios, mais longos e com atrações a mais. Procure fechar vários passeios com a mesma agência, porque a chance de conseguir mais descontos é maior. O passeio que eu mais gostei foi o das lagunas altiplanicas + salar de talar (essa última parte é um diferencial da Cosmo Andino). É muito seguro andar de bike por lá. Vc encontrará muita gente fazendo isso. Há mapas nas lojas de aluguel de bike para
  5. Danilo, os restaurantes que mais gostei foram Baltinache, Adobe e Delicias de Carmem. Eles são bem diferentes entre si e recomendo. Não deixe de comer empanadas chilenas também.
  6. Oi Danilo. 1. Não precisa comprar os passeios do Brasil. Mas eu recomendo que vc, ao menos, faça uma lista com algumas agencias que mais te interessar para não perder muito tempo procurando no dia em que chegar. São dezenas de agencias e não existe a possibilidade de ficar sem passeios. Eu fechava meus passeios de um dia para o outro lá. É tranquilo. 2. Quanto ao transfer, o mais em conta que achei foi 22 mil pesos por pessoa - ida e volta - pela operadora Licancabur. Lembre-se se chegar com pesos no bolso em Calama para pagar o transfer pq se for pagar em dolar a cotação feita pela operado
  7. A Galícia é uma região bem ao Norte da Espanha. Tem várias cidades universitárias e, por isso, costuma ser uma opção de viagem mais barata do que Madrid e Barcelona. É um outro lado da Espanha, com bastante natureza, mas também com atrações culturais bem legais. Recomendo para quem quer descansar da correria da vida de turista em grandes centros. Essa região é para relaxar, comer e beber bem. Eu fiquei na Galícia por seis dias. Acho que foi o suficiente para ver o que há de mais importante. Dá para fazer tudo de carro ou ônibus. Para chegar até lá, fui até Madrid e peguei um voo até Vigo. Outr
  8. A Galícia é uma região bem ao Norte da Espanha. Tem várias cidades universitárias e, por isso, costuma ser uma opção de viagem mais barata do que Madrid e Barcelona. É um outro lado da Espanha, com bastante natureza, mas também com atrações culturais bem legais. Recomendo para quem quer descansar da correria da vida de turista em grandes centros. Essa região é para relaxar, comer e beber bem. Eu fiquei na Galícia por seis dias. Acho que foi o suficiente para ver o que há de mais importante. Dá para fazer tudo de carro ou ônibus. Para chegar até lá, fui até Madrid e peguei um voo até Vigo. Outr
  9. marimelo2727, aproveite e boa viagem!!! fique à vontade para esclarecer mais alguma dúvida.
  10. Marcelpatrick, 1. esse custo varia muito conforme o tipo de hospedagem. com comida, acho que pode calcular entre US$ 20 e US$ 30 por dia. Com isso dá pra comer bem. O preço dos passeios varia muito. Os passeios mais curtos são mais baratos. O mais barato que paguei foi US$ 15. O mais caro US$ 120. 2. Eu fiquei seis noites. Deu pra conhecer muita coisa. Mas tem gente que fica apenas dois dias. Aí tem que escolher o que fazer. 3. Tem sim caixa eletrônico 4. não fiz esse trajeto.
  11. Marimelo2727 Infelizmente não fiquei em hostel. Mas no centro de San Pedro de Atacama há muitos, muitos mesmo. Não vai ser difícil de encontrar. Boa viagem!!!!
  12. Renato, realmente alimentação não é das mais baratas, mas encontrei meus turísticos (entrada, prato principal e sobremesa) por 7/8 mil pesos. Deliciosos. Em alguns restaurantes também foi possível negociar um pisco sour grátis, por exemplo. Tudo é uma questão de procurar. Abç.
  13. Gente, Depois de passar alguns perrengues no Atacama, decidi fazer um relato com dicas que todo mundo precisa saber antes de viajar pra lá para ter uma viagem sem preocupações. Espero que seja bastante útil aos futuros desbravadores do deserto. Preparando a mala Essa dica pode parecer óbvia para muita gente, mas não custa reforçar. O Atacama é um deserto e, portanto, um lugar bastante inóspito. Eu diria que ir para lá é uma viagem de extremos. A começar pela temperatura. Eu visitei a região no início do outono (abril). Cheguei a pegar -5ºC ao amanhecer e 30ºC à tarde. Portanto, já
  14. Gente, Depois de passar alguns perrengues no Atacama, decidi fazer um relato com dicas que todo mundo precisa saber antes de viajar pra lá para ter uma viagem sem preocupações. Espero que seja bastante útil aos futuros desbravadores do deserto. Preparando a mala Essa dica pode parecer óbvia para muita gente, mas não custa reforçar. O Atacama é um deserto e, portanto, um lugar bastante inóspito. Eu diria que ir para lá é uma viagem de extremos. A começar pela temperatura. Eu visitei a região no início do outono (abril). Cheguei a pegar -5ºC ao amanhecer e 30ºC à tarde. Portanto, já
  15. Amigos, acabei de voltar do Atacama e, como todos sabem não é uma viagem barata porque temos que pagar pela maioria dos passeios. Por isso, a bike é uma opção para tentar compensar os gastos com aqueles passeios que, não tem jeito, você tem que fazer e pagar. Eu preferi alugar a bike por meio dia de cada vez (6 horas). Custa mais ou menos US$ 10 o dia inteiro. Preferi assim porque acho que ficaria muito cansativo ficar na bike o dia todo. Eu fiz três roteiros. Um na metade de um dia (Vale do Catarpe e Quebrada del Diablo) e os outros dois no outro meio dia (Dunas do Vale da Morte e
×
×
  • Criar Novo...