Ir para conteúdo

Lu Lopes

Membros
  • Total de itens

    1
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra
  1. Lu Lopes

    Noronha com um bebê

    Queridos. Criei esse tópico para contar um pouco da nossa experiência em Noronha com o nosso bebê, o Chico. Procurei muito por dicas antes da viagem e eram poucas, então o objetivo aqui é incentivar e dar dicas aos pais que querem conhecer esse paraíso, mas ainda tem receio por causa do rebento. A época da Viagem; Viajamos entre os dias 9 e 19 de abril de 2014, baixa temporada na ilha por ser o período de inverno. Nesse período chove todo dia, daquelas chuvinhas passageiras de fim de tarde e durante 3 dias pegamos o dia inteiro de chuva. As vantagens é que na baixa temporada você pega o lugar mais vazio e as pousadas mais baratas (Pagamos R$ 180,00 o casal na pousada Lua Bela) - com a estadia mais barata da para ficar mais tempo Com bebê, ficar mais tempo é bom, pois você fica menos ansioso por conhecer tudo e não tem aquela sensação que tá perdendo a viagem por ficar na pousada um dia que o tempo tá ruim Se você não tem 10 dias, então é melhor viajar nos meses de seca (julho a fevereiro). O acesso às praias. Dá para levar o bebê em todas as praias, sem exceção. As melhores são a do Sueste , a do Boldro e a da Caieiras - todas com piscina natural. A do Sueste é um piscinão incrível e as outras duas o ideal é na maré baixa. Naquelas praias mais distantes, onde você encara uma trilha (baia dos porcos, atalaia, praia do leão) a super dica é a "cadeirinha- mochila-cargueira" : ela tem a mesma estrutura de um mochilão, mas é uma cadeirinha de bebê - foi um sucesso na viagem e um alivio para os braços. Dá para fazer as trilhas sem a cadeirinha Guarda Sol Tralha necessária para quase todas as praias. As unicas com sombra são as urbanas (meio, cachorro e conceição) a do Boldró e a do Sancho - Não leve o guarda sol para o Sancho que rola arvores amigas e é uma tralha a mais para descer nas escadas. A temida escada de descida do SANCHO Nem pense em desistir da praia mais bonita do brasil por conta da escadinha. Leve um canguru um sling ou a super cadeirinha que dá para descer numa Boa. Não tem barraca na praia então leve umas comidinhas. Como já disse, pode desenanar do guarda sol. No inverno formam-se duas cachoreiras na praia, coisa linda de se ver e delicia de entrar, e a gente ainda ganha uma piscininha de agua doce para o rebento. Passeio de Barco O "trovão dos mares", também conhecido como barco da Marlene foi super recomendado pelos Mochileiros e nós fomos conferir. É tranquilo ir com o bebê e rola um almoço delicia a bordo, além de parada para banho no Sancho. (já viu que amamos o Sancho, não?) Frutas, papinhas etc O Chico odeia as papinhas prontas (especialmente as salgadas) então fizemos papinha todos os dias, levando em uma "marmita" na bolsa térmica. Na pousada Lua Bela me liberaram a cozinha e creio que nas outras não será um grande problema. As frutas do cafe da manha também iam na "marmita". O único senão é o preço dos legumes nos mercados de noronha - pouca variedade, tudo meio feio e bem caro (pagamos a bagatela de R$ 1,90 por uma batata). Repelente. Leve e não desgrude dele, especialmente no fim da tarde. Os maruins são uns demoninhos quase invisíveis que picam sem dó. Melhor meio de tranporte Nos ficamos metade do tempo com o Bugue e a outra metade tomando Taxi. O bugue te dá mais autonomia, mas o bebê vai no colo do passageiro (esquece cadeirinha). O preço do táxi é tabelado e a corrida mais cara custa R$ 25,00 - fica mais barato que o bugue, mas tem que combinar a volta. Aviso à parentada A internet na ilha é movida à lenha - fotos para a vovó, só no final da viagem mesmo. Hospital Tem um na Vila dos Remédios, proximo a praça Flamboyant. Não usamos mas, segundo as mães locais com quem conversei, sempre tem um médico de plantão Restaurante Delicia Para nós foi o Zé Maria. Tá na média dos preços da ilha (R$90,00 um prato para o casal) e tem papinha cortesia Vai que Vai, Noronha é demais e com bebê dá!
×
×
  • Criar Novo...