Ir para conteúdo

viniciuspgm

Membros
  • Total de itens

    12
  • Registro em

  • Última visita

Sobre viniciuspgm

  • Data de Nascimento 28-08-1989

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

Conquistas de viniciuspgm

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

0

Reputação

  1. Desculpa Psil, estou embarcado desde o dia 24 de abril, pouco depois que criei o tópico, e fica mais difícil acessar a internet, e ter tempo para postar. Mas vou continuar, pode deixar! Bom, deixa eu falar dos onibus em Auckland. Os onibus são MUITO pontuais. Em todo ponto tem os horários dos próximos onibus que passarão por lá, e pode ter certeza que chegaram na hora. O ruim é que normalmente depois das 23h para de passar onibus... Então se vc ficar longe da cidade e sair a noite, ou volta até 23h, ou depois das 5h (se for de onibus, é claro). Ah, outro meio de transporte muito comum é o Ferry Boat. Logo no centro de Auckland tem a estação dos Ferry... e de lá vc pode conhecer alguns lugares... recomendo: DevonPort e Waihiki. Vou falar primeiro de DevonPort, pois fui no dia primeiro de janeiro. (Waihiki ficou mais pra frente). Bom, primeiro de janeiro, como todos sabem, é feriado universal. Logo, não ficamos na cidade, fomos passear em um lugar que não seria necessário nada aberto. DevonPort é um bairro que fica há uns 15minutos de Ferry. (se não estou enganado é isso, ou até menos). É um lugar agradável de se conhecer, passear mesmo... Tem algumas praias, e as casinhas são lindas demais. Nenhuma tem muro, então toda a beleza pode ser apreciada. É bem interessante. Lá tem um vulcão extinto (Mt Victória) que virou algo militar, mas hoje é aberto pra caminhar. Uma caminhada tranquila, e que dá pra uma vista absurda também. Vi uma Fabrica de Chocolate em DevonPort também, mas era feriado, então estava fechada. Ah... mas não é porque é feriado que TUDO está fechado, tem restaurantes e lanchonetes pra quem quiser. Pegamos o Ferry por volta de 11h e voltamos pelas 17h. É um passeio rápido, barato, e bom pra conhecer um local afastado do grande centro. Vale a pena!
  2. Obrigado pela resposta, Cris! Pode ter certeza que levarei em conta quando for fechar a programação! Como só vou viajar ano que vem, tem muitas variáveis ainda no caminho, pode ser até que tenha que dividir a viagem em 2 de 25 dias. Aí desse jeito, acho que pararia em Amstardam. E depois voltaria já para Munique. Vou ver com calma pra organizar da melhor forma possível, obrigado por ajudar a diminuir os possíveis problemas que vou encontrar.
  3. Entendo, Adriano. Obrigado pelas dicas. Já deu pra ter uma ideia melhor de roteiro, agora é esperar ficar mais próximo para pesquisar os valores e me decidir. Obrigado mesmo!
  4. Alguma sugestão sobre meios de transporte? Trocaria avião por trem ou vice-versa em algum dos trechos?
  5. Dei uma pesquisada adaptando os comentários, e por enquanto estou pensando no roteiro abaixo, com número de dias e meio de transporte ao lado. O que acham? Obrigado pelos comentários até aqui :'> Rio-Lisboa 1 Avião Lisboa 4 Avião para madrid Madrid 4 Trem para Barcelona Barcelona 4 Avião para Londres Londres 6 Avião para Paris Paris 6 Trem para Bruxelas Bruxelas 1 Trem para Amsterdam Amsterdam 3 Avião para Munique Munique 5 Trem para Fussen (bate e volta) e Trem para Salzburg Salzburg 3 Onibus até Berchtesgaden e outro até o lago( bate e volta) e depois trem para Innsbruck Innsbruck 2 Trem para Veneza Veneza 2 Trem para Florença Florença 3 Trem para Roma Roma 5 Roma- Rio 1 Avião
  6. Ok! Obrigado pelo feedback de vocês! Vou pesquisar meios de transporte, e alterar o roteiro me guiando por esses comentários :'>
  7. Primeiros dias: 27 a 31 de dezembro Andamos a pé pela cidade, aproveitamos as promoções de fim de ano (é uma espécie de Black Friday, o nome é Boxing Day ... tem coisas que ficam MUITO baratas mesmo. Por exemplo, comprei o casaco da foto mais abaixo por NZD15,00 que, pela qualidade, no Brasil não pagaria menos de R$100,00 . E poucos dias depois vi vendendo em "promoção" por NZD50,00). Depois fomos ao Mt Eden. O Mount Eden é um vulcão extinto de Auckland, passeio agradável com vista pra toda a cidade. É muito interessante, que dá pra ver claramente onde fica o Centro, com seus prédios altos, e onde está a parte residencial, praticamente só casas. Ah, é um lugar fantástico para ver o pôr do sol também. Vista da Cratera do Mount Eden. Depois passamos o reveillón num lugar muito agradável tb: Wynyard Quarter Fica cheio, com vista para a Sky Tower (mas qualquer ponto da cidade é possível ver a Sky Tower, é uma torre imensa mesmo). Senti falta da animação dos brasileiros no Reveillón, poucos pulam, e gritam igual estou acostumado a ver/fazer nas praias cariocas. Legal de passar o Reveillón lá, é comemorar 15h antes do Brasil.
  8. Dia 27/12: primeiros passos Galera, vou detalhar bem aqui esse início, prometo que nos próximos posts serei mais direto. Mas essas informações eu gostaria de saber antes de ir. Chegamos no aeroporto de Auckland às 4h da madrugada do dia 27. A Lual tem a opção de contratar o transfer, custa cerca de NZD70 por pessoa. Como uma amiga nossa já tinha ido pra Lual 2 anos antes, e pagou o transfer, indicou que não fizessemos isso, pois era caro. No aeroporto mesmo tem o Airbus Express. A passagem custa NZD16 se comprar só ida ou NZD28 ida e volta. (a volta vale por 1 ano). Pegamos o onibus, sem saber muito bem onde que iríamos descer, só com o endereço da Lual e o mapa da cidade que o Airbus Express fornece. Mas já tinhamos perguntado no guichê, e sabíamos que passava perto. Então começou nossa aventura. O aeroporto é um pouco longe da cidade, mas deixa bem no centro. Na Queen Street (principal rua do centro de Auckland), e bem próximo da Lual (que fica na Albert Street). Aí tivemos nossa primeira dificuldade. O endereço da Lual era Albert Street, 17, e tinha o número do apartamento. Mas... era um prédio comercial e estava fechado. Não tínhamos como entrar. (sem contar que existem uns 3 números 17 seguidos, um mercadinho, o prédio comercial, e uma espécie de boate). Tínhamos o celular do Aurélio (Brasileiro dono da Lual), mas o cel obviamente não tinha sinal na NZ com nossos números do Brasil. Perguntamos ao funcionário do mercadinho se aquele endereço que tínhamos era do prédio mesmo, ele confirmou. Como não tínhamos celular funcionando, ele nos fez o favor de emprestar o cel para ligarmos para o Aurélio. Em menos de 5 minutos ele estava abrindo o portão para a gente. (Essa foi o único "erro" que vimos na S7 Study, ngm nos explicou que precisávamos ligar para ele. Nos falaram que ele estaria nos esperando, e nem imaginávamos que o endereço era um prédio comercial. Mas foi resolvido com o grande favor que o funcionário do mercadinho nos fez :'> ) Nesse primeiro dia, já ficamos bem satisfeitos com Auckland e com a Lual. É MUITO bem localizada. E a galera é show, a grande maioria dos hóspedes são Brasileiros, o que ajuda na integração, e "atrapalha" no inglês. Mas o saldo é bem positivo. Fomos ainda ao "Downtown Shopping Centre" comprar adaptador de tomada, e travesseiros (a Lual oferece aluguel de roupa de cama, não acho que vale a pena). E depois conhecemos o New World (mercado), onde fizemos umas compras (alimentação). Mais a frente descobriríamos que o Countdown (outro mercado) era mais barato e que o PAK'nSAVE era mais em conta ainda. Porém nunca pude comprovar sobre o PAK'nSAVE, ele não fica em lugares muito próximos da cidade. O custo de pegar um onibus pra ir até ele não compensaria. Então todas as outras compras em mercado foi no Countdown.
  9. Então pessoal, Com o objetivo de relatar minha experiência na NZ, vou usar esse tópico para falar como foram meus dias nesse país fantástico. Vamos lá, antes de tudo: preparação para a viagem. Eu e minha namorada reservamos tudo pela empresa S7 Study (Nova Zelandia Brasil). Passagens compradas para sair do Brasil dia 25/12 às 16h e voltar no dia 26/01 às 20h. Ficamos na Lual Accommodation do centro de Auckland (a Lual tem 2 sedes, uma bem no centro, num prédio comercial, e outra mais afastado da cidade. Uma amiga minha já ficou nessa mais afastada, e reclamou da distância pra cidade.) Ah, e seguro viagem pago para os 30 dias. E fizemos curso de inglês por 3 semanas na Edenz Colleges. (Na primeira semana não tinha como fazer, eram as festas de fim de ano. O que foi até positivo, ficar "preso" ao curso por todas as semanas seria ruim.) Recomendo a Edenz. :'>
  10. Boa noite, Mochileiros. Estou programando uma viagem de 50 dias para Europa em 2015 com minha namorada, ainda não tenho as datas, mas será entre Abril e Setembro. O que acham do roteiro? Alguma sugestão? Rio-Lisboa 1 dia Lisboa 4 dias Madrid 4 dias Barcelona 4 dias Paris 6 dias Londres 6 dias Amsterdam 4 dias (sendo 1 dia sendo um bate-volta em Bruxelas) Munique 6 dias (sendo 1 dia para Salzburg, pernoitar e depois ir direto para Lago Konigsee . Passar 1 dia lá, e voltar para Munique) Castelo de Neuschwanstein ( Füssen) 1 dia (saindo de Munique, passar um dia no Castelo e pernoitar em Innsbruck). Innsbruck 1 Veneza 1 Florença 3 Roma 5 Roma-Rio 1 dia Nesse roteiro coloquei 47 dias. Pretendemos ficar 50. Deixei esses 3 dias ainda para "reserva" do planejamento. A maioria dos deslocamentos acredito que, pelo baixo custo, faremos de avião. Mas pretendo fazer algum roteiro de trem. Alguém indica algum trecho? Pesquisando tive dificuldades de achar avião ou trem de Londres para Amsterdam direto. Pensei em ir de trem, parando em Frankfurt. E de Füssen para Innsbruck não achei um deslocamento direto. Parece que teria que pegar um onibus e depois um trem. É isso mesmo? Obrigado!
  11. Fiquei 30 dias na Nova Zelândia, de 27 de Dezembro de 2013 à 26 de Janeiro. É um lugar maravilhoso, com muito o que conhecer. Quero voltar logo, pois só fiquei na Ilha Norte (Auckland e cidades próximas). Então minhas respostas serão baseadas em Auckland, ok? Acredito que não tenha muita diferença para queenstown, mas depois os Brasileiros Kiwis podem falar melhor.
×
×
  • Criar Novo...