Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Helen Pusch

Colaboradores
  • Total de itens

    219
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

Helen Pusch venceu a última vez em Fevereiro 10

recebeu vários likes pelo conteúdo postado!

Reputação

51 Excelente

Outras informações

Últimos Visitantes

970 visualizações
  1. Olá, @Beno Chaves! Teu roteiro está bem bom, o único porém, na minha opinião, é estar um pouco corrido. Tem mais cidades que no meu roteiro, em menos tempo. Mas, é meu gosto e meu estilo de viagem, gosto de aproveitar cada lugar com um pouco mais de tempo. Se para ti isso não é problema, vai firme! Teu roteiro é perfeitamente “fazível”. 😁 Se der, tenta comprar a passagem multitrechos, foi o que fiz. Comprei Brasil-Lisboa / Porto-Barcelona / Sevilha-Brasil tudo em um só bilhete. Facilitou muito a vida e o preço ficou pouca coisa acima do que se eu tivesse comprado ida e volta por Lisboa (pouco mesmo, coisa de cento e poucos reais na época). Excelente viagem pra ti!
  2. Fico muito feliz que esteja te ajudando! Certamente algumas informações estão desatualizadas... lá se vão quase cinco anos! Mas o "esqueleto" da viagem acho que continua útil.
  3. Olá! Sugiro o seguinte: 1º dia: passeio do Vale da Lua, sai aproximadamente 15h/16h de San Pedro e fica mais ou menos na mesma altitude que a cidade, não atrapalha na aclimatação; 2º dia: tem passeios de dia inteiro que combinam Salar de Atacama com Lagunas Altiplânicas; 3º dia: não sei em que turno é feito o passeio para Lagunas Escondidas (fiz o da Laguna Cejar no fim de tarde), mas daria para colocar Termas de Puritama no turno inverso. O único porém é que ficam dois passeios com banhos no mesmo dia, apesar de serem paisagens diferentes; 4º dia: sugiro Salar de Tara, tb é um passeio de um dia inteiro, achei sensacional; 5º dia: Geysers del Tatio, começa na madruga e termina ao redor de meio-dia, fica tranquilo para fazer o deslocamento para o aeroporto, que é demorado. O tour astronômico pode ser encaixado em qualquer dia a partir do 2º (no 1º fica ruim pq o tour do Vale da Lua termina tarde e pode ficar apertado), o ideal é pegar um dia mais próximo possível da lua nova. Observa que com lua cheia não rola tour astronômico. Tu não perguntaste hehe, mas fiz todos os passeios com a Atacama Connection, fechei tudo lá na hora e peguei um desconto legal. É de praxe as agências darem descontos para quem faz mais de um passeio com elas, usa o comecinho do teu primeiro dia pra dar um giro pelas agências e pesquisar/choramingar preços ;) . Espero ter ajudado, qualquer dúvida pergunte! Helen
  4. Que ma-ra-vi-lha de relato! E que linda viagem! Aumentou minha vontade de conhecer este pedaço do mundo. 😊 Aguardando os próximos posts!
  5. Oi, @joaolucas193 ! Olha que interessante (e importante) a informação que o @111111 colocou nesse tópico abaixo, de que a calculadora não é válida para brasileiros. Eu desconhecia esse detalhe, mas ele tem toda razão. Em resumo, desconsidere a calculadora . O bom no teu caso é que os teus 180 dias zeram antes da nova viagem.
  6. Os retângulos em vermelho eu adicionei para destacar as informações. Na dúvida, entra no site e faz o cálculo.
  7. Aqui o link da European Comission com uma calculadora que simula se teus 90 dias estão legais ou não, considerando tuas datas de entrada e saída: https://ec.europa.eu/home-affairs/content/visa-calculator_en . Em resumo, sim, teu prazo está legal. O agente da imigração pode implicar com milhares de outras coisas hehehe (tomara que não!), mas quanto ao prazo está sussa.
  8. Considerando os últimos 180 dias a partir da tua nova entrada lá (27/06), temos o seguinte período: 30/12/17 a 27/06/18. Desses, tu ficaste 74 dias (de 30/12/17 a 12/03/18 e mais o próprio dia 27/06). A cada novo dia lá, o período de 180 dias vai sendo empurrado para a frente: no dia 28/06 vai contar a partir de 31/12, e assim por diante, então o período de permanência nos últimos 180 dias vai se manter em 74 dias. Ou seja, está dentro dos 90 dias de permanência permitidos.
  9. Olá! O primeiro palpite que tenho para dar é que Montevidéu não combina em um roteiro com o restante dos lugares que queres conhecer. Encaixa melhor em uma viagem em que tu vás conhecer cidades mais próximas como Punta del Este, Colonia del Sacramento, Buenos Aires e até o litoral do Uruguai (Punta del Diablo, Cabo Polonio, etc) - que é maravilhoso. Sobre La Paz não posso opinar pois não conheço, mas os tours que vão para o Salar de Uyuni podem tanto retornar para o ponto inicial na Bolívia (salvo engano, a cidade de Uyuni) como podem finalizar te levando até San Pedro de Atacama. Eu fiz no sentido inverso, saí de San Pedro até o Salar. Uma das pessoas do grupo ficou em Uyuni (ela contratou o passeio assim), enquanto o restante retornou para San Pedro. San Pedro do Atacama é a cidade base para conhecer a região do Atacama e requer, na minha opinião, pelo menos quatro dias completos para conhecer as principais atrações. Não é possível conhecer o Atacama em um bate-volta a partir de alguma cidade boliviana (não sei se te entendi direito, mas me parece que esta seria tua ideia), até porque não se conhece o Atacama em UM passeio, mas em diversos, que levam a distintas partes e cenários bem diferentes uns dos outros. De San Pedro para Santiago, tens duas opções: ônibus (deslocamento aproximado de 24 horas) ou avião (duas horas). Quanto às agências, contratei a Atacama Connection para fazer os passeios no Atacama, e a Cruz Andina para o tour ao Salar de Uyuni. Gostei bastante de ambas. Espero ter ajudado um pouco!
  10. Olá, @Carola_RJ ! Parabéns pelo excelente relato, estou planejando minha ida ao Japão e muuuitas informações tuas estão sendo bastante úteis. Tenho a mesma limitação de época que tu para viajar, pois meu marido é professor. E essa está sendo uma das minhas preocupações neste momento: o frio! Estou a fim de incluir a região de Takayama-Shirakawa-Kanazawa no roteiro, mas estou com receio de não aproveitar direito em função do clima. O que tu podes dizer a respeito disso? Foi muito sofrido? Ainda sobre isso, como foi tua experiência em Seul? O que achaste da cidade, atrações etc, e também sobre o frio hehe, pois já vi que lá as mínimas são ainda mais baixas. Chegaste a fazer um relato sobre Seul? Muito obrigada pelas informações! Um abraço.
  11. Comprei na Sky Airlines sem problema algum, com cartão Visa (internacional, claro) emitido no Brasil. Eles validam a transação com o Verified by Visa, então é bom que verifiques as regras do teu banco para o uso dessa ferramenta.
  12. Olá, @Apaula.Sales ! Tu não especificaste qual o meio de transporte utilizado, mas de trem, por exemplo, a viagem leva uma hora e meia (nos trens mais rápidos). Vocês acham essa viagem muito longa? Se a ideia é usar Florença como base, não vejo porque não ir diretamente para lá. Eu particularmente evito bastante dormir somente uma noite em um lugar, como queres fazer com Siena, pois perde-se tempo na função de check-in, check-out, deslocamento de/para hospedagem etc. Por outro lado, se vocês estarão de carro, talvez ficar em Florença não seja uma boa ideia. As cidades maiores são um tanto problemáticas quanto ao trânsito e dificuldade de encontrar locais para estacionar, custos com estacionamento etc. Nesse caso, talvez seja mais interessante montar base em alguma cidade um pouco menor, como a própria Siena. Espero ter ajudado!
  13. Oi, @gabrielanarciso ! Depende se tu vai a países frios ou vai ficar pela parte mais ao sul, mais quente. Em julho/agosto do ano passado fiquei cinco semanas com uma mochila de 40l da Quechua (não precisei despachá-la), levei roupas para um frio de até uns 15 graus e o resto basicamente foram blusinhas e shorts e biquínis hehe. Andei pela Itália e depois por Budapeste, Viena e Praga (nessa última precisei usar as roupas de frio). A mochila da Quechua é boazinha, eu só tinha receio que implicassem com ela e mandassem eu despachar, pois no porão certamente iriam demolir com ela. Mas deu tudo certo. O fato de ser 2 meses não influencia muito na quantidade de roupas que tu precisa levar, pois sempre tem uma lavanderia e várias coisas dá pra lavar no hostel mesmo, na cara de pau. O que influencia mais é a temperatura que vais pegar nos países de destino. Abraço!
  14. Olá, @b.augustocruz ! Florença é a melhor opção no teu caso. Se eu fosse tu, ficaria o dia 9 ainda em Roma (somente os dias 6,7 e 8 não são suficientes), iria para Florença no dia 10 pela manhã e assim teria a tarde e os dias 11 e 12 para conhecê-la e fazer algum bate-volta. Tipo assim: Tarde do dia 10: locais de Florença Dia 11: bate-volta a Pisa, combinando com Lucca ou voltando a Florença para conhecer mais pontos. Dia 12: bate-volta a Siena, combinando com San Gimignano (a meu ver, imperdível) ou voltando a Florença para conhecer mais pontos. Boa viagem!
×
×
  • Criar Novo...