Ir para conteúdo

alexandresfcpg

Membros
  • Total de itens

    470
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    4

Tudo que alexandresfcpg postou

  1. Que bom que gostou, deu trabalho mesmo, espero que seja útil! Qualquer dúvida pergunte! Abraço!
  2. Galera, a quem interessar, eu consegui terminar a lazarenta da minha planilha de gastos (deu trabalho esse troço viu!) e atualizei, tá lá no começo, bem na introdução (no subtítulo "Planilha de gastos"), como disse lá, se alguém não conseguir abrir ou tiver algum problema ou dúvida, dá um grito aí que eu dou um jeito.
  3. Obrigado Danika, espero que não tenha perdido a hora! Quem sabe um dia eu não escreva, só precisa me dar os cinco minutos. Eu usei o Movie Maker mesmo, e vou te falar que apanhei bastante, pois achei que sabia usar mas tomei na cabeça até conseguir, pra fazer esse vídeo de 4 minutos levei quase um mês mexendo todo dia, primeiro eram os cortes que saiam reduzidos, daí descobri como arrumar, depois era sincronizar o som, repeti tanto que fiquei mais de um mês sem querer ouvir a música "Happy" hahahaha Mas depois de pronto dá mó satisfação! Pegue as dicas a vontade e espero que faça boa
  4. Boa Eduardo, ficou legal cara, só as partes do downhill que dá um pouco de tontura por estar de lado, mas mesmo assim ficou show! Vendo esses vídeos dá uma nostalgia da porra, queira tocar o foda-se e voltar agora pra lá, cada lugar que só estando lá, fala aí! Nossa, quando fui no Chacaltaya era pura neve, fora a tempestade que caiu, até estranhei vendo ele só nas rochas. Abraço!
  5. Olha, pela descrição vá com eles mesmo, se com o meu deu certo, com o seu é sucesso garantido. Procurei no site da decathlon, não achei exatamente a do tipo que comprei, mas tem uma parecida, é mais ou menos isso: http://www.decathlon.com.br/montanha---aventura/mochilas-38170/mochila-pequeno-e-medio-volume/mochila-ultralight-15l-quechua_31971?skuId=1481036 Repara numa das fotos que ela vem tipo aquelas capaz que você desenrola e ela vira uma mochila, o modelo é diferente mas é só pra ter uma ideia. Quebrou um puta galho! Depois manda que eu vejo sim. Abraço!
  6. Cara, eu não conheci S. Cruz, cheguei no aeroporto às 3h30 e no Jodanga às 4h45, fizemos check in, dormimos e no outro dia só saímos pra trocar dinheiro e ao meio dia embarcamos pra Sucre. Bom, pelo que li em outros relatos e no livro que comprei, S. Cruz é mais pra ponto de partida mesmo, lá não tem o que se fazer, o ideal é de lá já partir no mesmo dia pra Sucre, Cochabamba ou La Paz. Quanto a hotéis, se for o caso, faça check in pela Internet um pouco antes, tipo um dia antes de chegar na cidade, porque aí já é mais certo. E pense com carinho em Arequipa, d~e uma relida na parte do relato
  7. Valeu Sérgio, que bom que curtiu! Antes da viagem também reservamos o Jodanga e o resto fomos achando pelo caminho. Já tínhamos a intenção de ficar na rede Wild Rover por conhecer a fama e pra ganhar a camisa, mas no de La Paz chegamos sem reserva (tanto que tive aquele perrenguezinho) aí pela internet já agendamos o de Arequipa, e antes de sair de Arequipa reservamos o de Cusco, o resto foi chegar na cidade e se virar mesmo, mas a vantagem é que dava mais maleabilidade pro roteiro, pois se fechássemos tudo antes ficaria difícil fazer alterações, e isso é uma coisa que sempre ocorre. O rui
  8. Isso, ri da desgraça alheia, ri mesmo hahahaha (tô brincando, relaxa, eu mesmo racho o bico quando lembro) Com relação ao calçado, eu fui com um tênis novo que eu tinha, não era impermeável nem nada, mas confesso que em determinados momentos me arrependi de não comprar um calçado melhor, como uma bota. Eu quase não peguei chuva, mas em MP peguei (e muita) e as escadarias de lá são todas feitas com aquelas pedras que quando molham vira sabão, foi um sufoco, eu parecia um pinguim andando com os pés estilo "dez pras duas" pra não escorregar, porque meu tênis era liso embaixo, o Renan comprou um
  9. Só completando, em relação a mochila, lógico que tem que ver qual a sua necessidade, pois se for uma pessoa mais friorenta, vai precisar levar mais roupa, o que faz bastante volume, daí uma mochila maior será necessária, mas ai de você analisar o que precisa realmente. Uma dica uma semana antes, sei lá, ou mais até, já ter uma lista de tudo o que precisa, colocar em cima da cama e simular uma arrumação da mochila pra ver se dá conta. Tente levar o menos supérfluo possível.
  10. Oh Roberta, fico emocionado com suas palavras hehe, que bom que tenha gostado, escrevi com a intenção de informar e também tentar entreter um pouco pra leitura não ficar chata. Sobre MP, o que foi do capeta foi a descida de Waynapicchu, que é uma das montanhas adjacente que fazem parte do complexo, MP em si é de boa, pode ficar tranquila. Com relação ao dólar, agora eu já não sei, porque quando fui tava no início da loucura, então ainda consegui alguma coisa com o real, agora nesse momento não sei como está, e muito menos na época da sua viagem, esse detalhe você terá que acompanhar mas nas
  11. Depende, qual teu roteiro, o que pretende visitar, vai de avião, trem da morte, quantos dias ficará?
  12. Procuro basicamente o mesmo roteiro terei 25 dias de férias e farei em 23 dias a viagem. Saio de Joinville - SC e gostaria de fazer a ida pelo Trem da morte e fazer Brasil>Bolivia>Chile>Peru (com trilha de 5-7 dias)>Brasil a rota é basicamente essa e penso em voltar de avião. Será que consigo? Gostaria de conhecer pelo menos o deserto do Atacama no Chile, na Bolívia e no Peru gostaria de aproveitar mais e tal, pensei em 10 dias Peru, 5 Bolivia e 5 Chile (ou diminuir aqui e aproveitar mais Bolívia) + 3 dias de ida e mais a volta hehehe. Alguma dica? Eu inicio a minha jorn
  13. Aí pessoal, só dando uma complementada no relato, achei a página dos Free Walks na Internet, não é lá muito detalhada, mas tem bastante foto, horários, locais de encontro, quem quiser dar uma fuçada fica a vonts. Ter o de Lima, Arequipa e Cusco. http://www.fwtperu.com/
  14. Então Rafael, rola sim comprar o de estudante já no próprio site, daí no dia você só mostra a carteirinha, mas lembre-se, tem que ser a internacional (acredito que saiba disso), aliás pelo que me lembro, tem alguns lugares que aceitam a carteira de estudante, inclusive o boleto turístico dá pra comprar, sai 70 soles. Esse negócio de contatar ag~encia acho que é quando você vai comprar lá mesmo, sei lá, mas quando comprar pelo site já vê isso, como comprei a normal mesmo nem me liguei de fuçar essa opção. Qual hostel tu tentou? Eu fiquei no Loki e gostei, recomendo.
  15. Acho que dá pra fazer assim: Bolívia (S.Cruz, aí ou Sucre - Potosí - Uyuni - La Paz, ou S. Cruz - La Paz) e depois atravessa por Copacabana até o Peru; Peru (Puno, Cusco, Lima, Paracas, Ica, Arequipa, Tacna) aí atravessa pro Chile Chile (Arica, San Pedro de Atacama e Santiago) e volta ao Brasil As cidades foi só pra facilitar o roteiro, veja o que interessar e vai moldando ao seu gosto.
  16. Cara, tá muito bom seu relato, e o toque de humor é justamente o que faz o relato não se tornar cansativo, usei essa mesma técnica no meu, espero que tenha surtido efeito hahaha E também não consegui encarar com essa bravura tudo o que via na rua não, tu é quase um Conan!
  17. Também sofro de rinite e no deserto meu nariz ressecava a ponto de formar placas de sangue, mas aí eu levei um tubinho de soro fisiológico e esguichava dentro do nariz, melhorava bastante. E por incrível que pareça, pelo menos no meu caso, a folha de coca ajudou a melhorar a respiração, eu cheguei a ficar gripado no Peru, mas cada vez que mascava a folha, parece que meu nariz se dilatava, respirava muito bem.
  18. Geralemnte o pessoal faz Bolívia (S.Cruz, aí ou Sucre, Potosí, Uyuni ou La Paz, Uyuni) e de lá atravessa para o Atacama no Chile, depois atravessa por Arica até o Peru, aí vai ou pra Arequipa ou direto pra Cusco, depende do que você pretende visitar. Dá pra fazer o caminho inverso também.
  19. Cara, fiz quase igual, comecei em S. Cruz e terminei em Lima e durou 23 dias. Sugestão: vá de S.Cruz pra Sucre de avião, passe um dia lá e no outro dia vá pra Uyuni, faça o tour de 3 dias (recomendo de verdade), de lá faça La paz, Copacabana, recomendo Puno só como passagem, de lá o restante do Peru, acho que rola. Cochabamba e Puno sinceramente não tem nada demais, Puno ainda tem as Ilhas Uros, mas pelo que li não é nada imperdível, aí vai do roteiro e do tempo em cada cidade que está bolando. Loki eu fiquei em Lima e gostei bastante; em la Paz, Arequipa e Cusco fiquei no Wild Rover, é muit
  20. Então Rafael, quanto a pernoitar em Ollantaytambo, a cidade não tem absolutamente nada pra fazer, não sei se a hospedagem é barata ou não, mas pra comprar mantimentos é mais barato que AC pelo menos, e não sei sinceramente se o trem no dia seguinte é mais barato ou não. Você achou por 69 dólares um trecho, eu paguei 110 ida e volta, acho que se comprar assim sai mais em conta que por trecho isolado, mas é questão de pesquisar. E eu deixei pra comprar o trem em Cusco mesmo (sim, citei no relato) 3 dias antes de MP, o que foi um risco, pois poderia não achar, aconselho a ir pesquisando no site d
  21. Pelo que li em outros relatos, as linhas de Nasca não são lá essas coisas, é bem caro o vôo, geralmente o pessoal passa mal com os rasantes e é meio contramão mesmo, economize nesse e se jogue na trilha Salkantay, no Salar e em São Pedro, esses sim valem a pena.
  22. Vixe, esse relato promete. Nossa, a maionese de limão era absurdamente boa mesmo, queria ter trazido pro Brasil
×
×
  • Criar Novo...