Ir para conteúdo

alexandresfcpg

Membros
  • Total de itens

    470
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    4

Tudo que alexandresfcpg postou

  1. Nossa, só queria saber de comer, e olha que acabei deixando de provar muita coisa (acabava esquecendo). Agora tá de boa pra brasileiro, pode ir sem preocupação, certeza que vai curtir.
  2. Vou ler com mais calma depois, pretendo ir pro leste asiático na mesma época que você foi (out/nov) deste ano. Embora vá ler ainda seu relato todo, como foi a relação com o tempo? Tenho uma cabrearagem com a tal das monções, pelo que vi o tempo ainda tá meio zoado nessa época.
  3. Oi Claudia! O México relamente é incrível, recomendo muito, tem muito lugar bacana pra conhecer lá. Com relação ao lanche, repense porque realmente é muito bom kkk, bacon é vida! Aliás, comida lá é só alegria.
  4. DIA 5 - 21/09 - Cidade do México Tomei meu café reforçado e sai em direção ao bosque na esperança dos museus já estarem reabertos (detalhe: o metrô ainda estava liberado de graça). Chegando lá, nada, ainda fechados e sem previsão, como voltaria à CDMX no último dia para voltar para o Brasil acreditava que até lá estaria aberto. Fui ao terminal comprar as passagens para Oaxaca e acabei descobrindo uma coisa: quando você desce na estação San Lorenzo (sentido Pantitlán), tem uma placa indicando a saída pro terminal, você sobe uma escadaria e sai pela rua e vai até o terminal, mas se vo
  5. DIA 4 - 20/09 - Cidade do México Acordei pra tomar café e fiquei assistindo o noticiário sobre os resgates, fiquei chocado com as imagens dos prédios caídos e principalmente da escola que caiu e comoveu o país, ficava pensando do que estaria fazendo, onde estaria na hora do terremoto. Resolvi ir até o Bosque de Chapultepec que estava fechado na segunda, fui de metrô (que ainda estava de graça) até lá (fica próximo da estação Chapultepec do metrô), ele até estava aberto, mas os museus estavam todos fechados para revisão das estruturas, pe
  6. DIA 3 - 19/09 - Cidade do México Acordei cedo, afinal para conhecer as pirâmides o ideal é chegar cedo pra poder ver com calma, tirar boas fotos, pois o povo “CVC” chega mais tarde (eles vão à Basílica primeiro) e aí tumultua o lugar, como em qualquer ponto turístico. Ainda fiquei um bom tempo conversando com o Danilo na mesa do café, ele queria ver a planilha que havia montado pra viajar e tal. O café novamente foi muito bom e nesse dia eles serviram umas tortilhas (como eles chamam os nachos lá) com um molho bem apimentado, lá o sistema é bruto mesmo kkk Parti rumo ao metrô
  7. 2° DIA - 18/09 - Cidade do México Apesar do cansaço do dia anterior, até que acordei cedo, tomei o café da manhã (muito bom por sinal, tinha café, chá, suco, ovo mexido servido no prato, frutas, cereal, iogurte e pães) e bora caminhar. Primeira parada foi na Torre Latino-Americana, o prédio mais alto da cidade. Você paga 100 pesos, eles te dão uma pulseira e você pode subir quantas vezes quiser durante aquele dia. O elevador te deixa no 36° andar, ali você já tem a visão de toda a cidade por um vidro, mas se quiser subir até o mirante, pega outro elevador, sobe até o 42° e tem dois l
  8. 1° DIA - 17/09 - Cidade do México Embarquei em Guarulhos por volta de 1h10. O avião era bom, novo, tinha todo aquele aparato de telinha interativa, onde você pode ver filme, jogar, ouvir música, mas estava muito cansado e aproveitei para tentar dormir, mas como de costume não consegui dormir muito bem. O avião pousou na capital panamenha um pouco antes das 6h (hora local) e o outro só partiria para o México às 7h30. Estava bastante frio, e aproveitei para dar uma circulada pelo aeroporto. Sinceramente achei o aeroporto até pequeno pelo que imaginava, mas no vôo de volta iria d
  9. Salve galera mochileira, estou aqui mais uma vez pra compartilhar com vocês outra viagem minha, dessa vez o destino foi o México, a viagem foi entre 17/09/17 e 11/10/17. Por conta da minha vida corrida não tive tempo de fazer o relato antes, então conforme for escrevendo vou postando aqui. Antes de começar o relato, eu vou colocar algumas informações básicas como hospedagens, alimentação, transporte e afins, assim quem tiver interessado apenas nisso não precisa depois perder tempo lendo todo o relato. ROTEIRO O roteiro final acabou sendo o seguinte: São
  10. Vou tentar depois, valeu!
  11. Bom, eu particularmente adoro rodar pela América, me sinto em casa por esses lados, e os brasileiros sempre são muito bem recebidos (pelo menos comigo sempre foi assim).
  12. Obrigado Tiago! Medellín foi uma cidade que me surpreendeu positivamente, bem organizada, bonita e achei bem segura (pelo menos na região onde fiquei). De Bogotá é possível ir de ônibus para Quito, mas é uma puta viagem. Abraços!
  13. Eu acabei de voltar de um mochilão pelo México, o metrô tá custando 5 pesos, os valores da maioria das principais atrações da cidade (Museu da Antropologia, Castelo de Chapultepec, Pirâmides etc) custa 70 pesos (uma ou outra coisa cuta diferente, como a visita ao estádio azteca, por exemplo). Alimentação como foi dito, tem o esquema das comidas rápidas que gira nessa faixa dos 50 pesos, e ainda tem as comidas de rua que são ótimas, barraquinhas que vendem 5 tacos por 40 pesos, por exemplo, e por aí vai. Artesanato recomendo ir no Mercado la Ciudadela, ou no San Juan (La Ciudadela é maior
  14. Ouvi alguma história sobre isso, meu vôo é pela Copa e sou vou descobrir isso amanhã de manhã.
  15. Quando cheguei fui de metrô, duas baldeações, mas foi rápido e bem mais barato
  16. Completando a informação, eu viajei de CDMX para Oaxaca e agora estou em San Cristobal de Las Casas (Chiapas) e o máximo que rolou foi filmarem o rosto na saida do ônibus, tá bem tranquilo por aqui.
  17. Hoje falei com um brasileiro que estava no mesmo hostel que eu e ainda está em CDMX, os museus já foram reabertos, no dia do terremoto (19/09), estava em Teotihuacan e nem tremeu lá, hije fui ao Monte Alban (cidade de Oaxaca), e tava de boa, isso porque teve terremoto hoje
  18. Kkkk, meus amigos no Brasil tão querendo fazer uma vaquinha pra me mandar pra Coreia do Norte. Peguei o terremoto do Chile em 2015, o rastro do furacão Matthew na Colômbia ano passado e os terremotos desse ano (embora o de CDMX eu estava em Teotihuacan e não tremeu lá). Aqui acordei com a cama balançando mas foi de boa, aqui não pegou nada, tremeu três vezes mas foi fraco.
  19. Eu estava com o mesmo receio de vir pra cá por conta do terremoto de 07/09 mas decidi vir assim mesmo (já tinha comprado as passagens). É difícil saber quando vai ter um terremoto, tanto que acabei pegando esse (aliás, já é meu segundo), mas posso dizer que a cidade seguiu seu ritmo, a única coisa é que muitas atrações estavam fechadas pra avaliar as estruturas, pra se ter uma ideia bem do lado da Torre Latino-americana um prédio tá com uma rachadura absurda de grande. Mas o problema maior foi na parte sul onde caiu tudo, prédios, a tal escola, no centro foi pouco estrago, dá pra andar de boa.
  20. Imagino, eu mesmo perguntei sobre o terremoto semana passada antes de chegar aí
×
×
  • Criar Novo...