Ir para conteúdo

Paloma Ramos

Membros
  • Total de itens

    2
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Ola’ mochileiros, venho aqui pra falar da minha última grande aventura. . No dia 27 de abril de 2014 saí de Cruzeiro do Sul, Norte do Acre com destino ao Parque Nacional da Serra do Divisor, onde se encontra a Serra amazônica que percorre a fronteira entre o Brasil e o Peru. E’ necessária autorização previa do ICMbio para a visita do Parque, interessante solicitar uns 3 a 4 dias antes. Saímos cedo de Cruzeiro do Sul para o município de Mancio Lima – AC para pegarmos um barco no Rio Japiim, e depois entrarmos no Rio Moa. Alugamos um barco grande, que coube 8 pessoas e bastante bagagem, a diária do barco foi de 100 reais, com barqueiro e um ajudante já incluso no valor. Foi necessário para irmos e voltarmos da Serra, contando os passeios para as cachoeiras, 110 litros de combustível. O valor vai variar de acordo com a época do ano que vocês escolherem para visitar o paraíso da Serra do Divisor. Foi necessário 1,5 dias para a chegada ate’ a pousada “Pe’ da Serra”, que fica bem perto das melhores cachoeiras, no geral os pontos a serem visitados estão próximos a pousada, com exceção de alguns que vou citar mais na frente. No primeiro dia conseguimos alcançar a TI Nukini que fica na margem direita do Rio Moa, dormimos na casa de uma senhora por nome de Vânia, que mora ao lado de uma escola, a família nos recebeu com muita hospitalidade, jantamos peixe comprado dos ribeiros enquanto subíamos o Rio. Entre boas historias e troca de experiências de vida nossa noite chegou ao fim. No outro dia bem cedo, as 07 horas da manhã demos continuidade a subida do Rio Moa, a paisagem e’ exuberante, mata fechada, muita diversidade de fauna, e culturas super diversas no decorrer de todo o Parque. As 9:30 da manhã atracamos no porto da Escola da Aldeia Nukini, fomos recebidos por varias crianças que nos observavam com ar de curiosidade. Ainda na aldeia, onde a maioria das casas ficam no entorno da Escola, fomos visitar um conhecido em sua casa. Existem 2 Aldeias no Parque uma da etnia Nukini, e outra Nawa A serra do divisor e’ um lugar encantador, com uma rica floresta que necessita ser preservada, as poucas áreas que não tem mata são roçados feitos pelos moradores para garantir a subsistência familiar. A Petrobras vem fazendo pesquisas dentro do Parque em busca de petróleo desde 1936. O que torna a área de risco ser tocada pela mão predadora do Homem. E’ importante que quem vá visitar o local tenha consciência da importância dele para a manutenção da vida e da biodiversidade do planeta terra. Sendo assim, não destruindo, não jogando lixo nas trilhas e evitando fazer fogo no mato, inclusive na beira de cachoeiras e igarapés da região. De acordo com o Miro, dono da Pousada Pe’ da Serra, os melhores meses para visitar o local são de Junho a janeiro, porque e’ período de vazante e todas as cachoeiras podem ser visitadas. A pousada tem 4 quartos e bastante local para acampar em seu terreno. E’ importante que na feira vá’ o básico para o almoço/janta, enquanto não se chega na pousada, como: arroz, macarrão, óleo, calabresa, charque etc. O Rio Moa e’ bom para a prática de esportes radicais, como o Kaiak. A pousada já recebeu turistas do Brasil e do mundo inteiro: Itália, Canadá, EUA, Alemanha, Espanha, México etc. O barqueiro ligado a pousada se chama Gilson e e’ importante entrar em contato anteriormente para que ele avise ao Miro da ida do grupo. Na comunidade tem um telefone publico, mas dificilmente funciona, segue abaixo o numero. Segue abaixo lista com Preços de tudo que foi gasto durante a viagem de 8 dias a Serra do Divisor/Moa: Diária da Pousada: R$ 25,00 por pessoa Diária do Guia: R$ 25,00 por pessoa Café : R$ 5,0 por pessoa Almoço/janta: R$ 10,00 por pessoa Diária do barco (barqueiro, ajudante) R$ 100,00 Combustível 110 Litros Feira R$ 180,00 As cachoeiras são sete: Amor Escada Ar condicionado Pirapora Formosa Pedernal Grande buraco da central que e’ onde a Petrobras perfurou e encontrou um grande lençol freático que jorra o ano todo com água morna. E o Igarapé Ramom, o qual não tive oportunidade de conhecer, mas soube de sua fama de ser um belo local. ICMbio Cruzeiro do Sul ENDEREÇO / CIDADE / UF / CEP: Rua Jamináuas, n° 1556; Bairro Cruzeirão- Cruzeiro do Sul/AC – CEP: 69.980-000 TELEFONE: (68) 3322-7851/ 3322- 1203 Barqueiro (Gilson) : (68) 9999-2233 Telefone da comunidade (Pedir pra falar com Miro): (68) 4400-7832 Paloma Ramos
  2. Ola’ mochileiros, venho aqui pra falar da minha última grande aventura. . No dia 27 de abril de 2014 saí de Cruzeiro do Sul, Norte do Acre com destino ao Parque Nacional da Serra do Divisor, onde se encontra a Serra amazônica que percorre a fronteira entre o Brasil e o Peru. E’ necessária autorização previa do ICMbio para a visita do Parque, interessante solicitar uns 3 a 4 dias antes. Saímos cedo de Cruzeiro do Sul para o município de Mancio Lima – AC para pegarmos um barco no Rio Japiim, e depois entrarmos no Rio Moa. Alugamos um barco grande, que coube 8 pessoas e bastante bagagem, a diária do barco foi de 100 reais, com barqueiro e um ajudante já incluso no valor. Foi necessário para irmos e voltarmos da Serra, contando os passeios para as cachoeiras, 110 litros de combustível. O valor vai variar de acordo com a época do ano que vocês escolherem para visitar o paraíso da Serra do Divisor. Foi necessário 1,5 dias para a chegada ate’ a pousada “Pe’ da Serra”, que fica bem perto das melhores cachoeiras, no geral os pontos a serem visitados estão próximos a pousada, com exceção de alguns que vou citar mais na frente. No primeiro dia conseguimos alcançar a TI Nukini que fica na margem direita do Rio Moa, dormimos na casa de uma senhora por nome de Vânia, que mora ao lado de uma escola, a família nos recebeu com muita hospitalidade, jantamos peixe comprado dos ribeiros enquanto subíamos o Rio. Entre boas historias e troca de experiências de vida nossa noite chegou ao fim. No outro dia bem cedo, as 07 horas da manhã demos continuidade a subida do Rio Moa, a paisagem e’ exuberante, mata fechada, muita diversidade de fauna, e culturas super diversas no decorrer de todo o Parque. As 9:30 da manhã atracamos no porto da Escola da Aldeia Nukini, fomos recebidos por varias crianças que nos observavam com ar de curiosidade. Ainda na aldeia, onde a maioria das casas ficam no entorno da Escola, fomos visitar um conhecido em sua casa. Existem 2 Aldeias no Parque uma da etnia Nukini, e outra Nawa A serra do divisor e’ um lugar encantador, com uma rica floresta que necessita ser preservada, as poucas áreas que não tem mata são roçados feitos pelos moradores para garantir a subsistência familiar. A Petrobras vem fazendo pesquisas dentro do Parque em busca de petróleo desde 1936. O que torna a área de risco ser tocada pela mão predadora do Homem. E’ importante que quem vá visitar o local tenha consciência da importância dele para a manutenção da vida e da biodiversidade do planeta terra. Sendo assim, não destruindo, não jogando lixo nas trilhas e evitando fazer fogo no mato, inclusive na beira de cachoeiras e igarapés da região. De acordo com o Miro, dono da Pousada Pe’ da Serra, os melhores meses para visitar o local são de Junho a janeiro, porque e’ período de vazante e todas as cachoeiras podem ser visitadas. A pousada tem 4 quartos e bastante local para acampar em seu terreno. E’ importante que na feira vá’ o básico para o almoço/janta, enquanto não se chega na pousada, como: arroz, macarrão, óleo, calabresa, charque etc. O Rio Moa e’ bom para a prática de esportes radicais, como o Kaiak. A pousada já recebeu turistas do Brasil e do mundo inteiro: Itália, Canadá, EUA, Alemanha, Espanha, México etc. O barqueiro ligado a pousada se chama Gilson e e’ importante entrar em contato anteriormente para que ele avise ao Miro da ida do grupo. Na comunidade tem um telefone publico, mas dificilmente funciona, segue abaixo o numero. Segue abaixo lista com Preços de tudo que foi gasto durante a viagem de 8 dias a Serra do Divisor/Moa: Diária da Pousada: R$ 25,00 por pessoa Diária do Guia: R$ 25,00 por pessoa Café : R$ 5,0 por pessoa Almoço/janta: R$ 10,00 por pessoa Diária do barco (barqueiro, ajudante) R$ 100,00 Combustível 110 Litros Feira R$ 180,00 As cachoeiras são sete: Amor Escada Ar condicionado Pirapora Formosa Pedernal Grande buraco da central que e’ onde a Petrobras perfurou e encontrou um grande lençol freático que jorra o ano todo com água morna. E o Igarapé Ramom, o qual não tive oportunidade de conhecer, mas soube de sua fama de ser um belo local. ICMbio Cruzeiro do Sul ENDEREÇO / CIDADE / UF / CEP: Rua Jamináuas, n° 1556; Bairro Cruzeirão- Cruzeiro do Sul/AC – CEP: 69.980-000 TELEFONE: (68) 3322-7851/ 3322- 1203 Barqueiro (Gilson) : (68) 9999-2233 Telefone da comunidade (Pedir pra falar com Miro): (68) 4400-7832 Paloma Ramos
×
×
  • Criar Novo...