Ir para conteúdo

marianaleonel

Membros
  • Total de itens

    7
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Oi Jéssica, tudo bem? Bom, eu não sei qual o seu objetivo na viagem, mas eu fiquei 10 dias em Nova York e acho que a cidade merece no minimo 14 dias! Mas vamos lá...hospedagem em NYC é extremamente cara, esteja preparada! Eu usei o site http://www.airbnb.com para alugar um apartamento e achei que super compensou porque você pode combinar com o anfitrião e chegar cedinho e ir embora no melhor horário para pegar o seu voo. Ficamos num apê (na verdade um basement) em upper west side que super recomendo, a Lori é super atenciosa e o apê é muito bem localizado (2 quadras do Central Park / 4 quadras da linha 3 do metro que te leva pra qq lugar da cidade), segue o link: https://www.airbnb.com.br/rooms/612936 Não sei se você já usou o site alguma vez, mas é super seguro e você pode pagar em reais! Eu fui pra NYC no verão e não recomendo. Falam que brasileiro tira de letra, mas não acredite nisso! Eu quase morri, sério! É um calor absurdo e você vai ficar o dia todo na rua, é abafado sabe?! E pra te ajudar um pouquinho, todas as lojas que você entrar o ar condicionado vai estar uns -10 graus! Quando você desce pro metro está ainda mais quente do que na rua e quando entra no trem mesmo está de novo - 10 graus. É uma gripe garantida na volta pra casa. Então dê preferência pro outono e primavera. Você vai sobreviver ao verão, mas acho que com um clima mais ameno você pode aproveitar bem mais! Se precisar de alguma coisa estou à disposição!
  2. Renato, se você tem emprego fixo, vai ser muito dificil eles negarem o seu visto. O importante é que eles não vejam nenhum indício de que você tenha planos de ficar nos Estados Unidos para sempre e como você tem vínculos com o Brasil, ou seja, emprego, você não é suspeito rs Tirei o meu visto na semana passada, levei vários documentos para mostrar vinculos com Brasil e não me pediram nada!!
  3. Alan / Patricia, Eu aconselho a ficar pelo menos 3 dias em Mendoza (1 dia pro Aconcagua, 1 dia pra vinicolas e 1 dia para fazer algum esporte ou andar pela cidade que é muito interessante)...Buenos Aires você vai precisar de 1 dia pro zoo de Luján que é imperdível, 1 para o Rio tigre, 1 para o roteiro básico de turista no centro (Casa Rosada, Rua Florida, Café Tortoni....), 1 dia pra Palermo/Recoleta (porém dispensável caso não tenha tempo)...eu aproveitaria ainda 1 dia na Colônia de Sacramiento no Uruguai....e de noite vale a pena ver tango, não se deixe enganar pelas agências e invisa no Sr. Tango, os outros dão sono! E claro, cassinooooo e Puerto Madero!!! Chegando em Buenos dá uma checada nos valores do duty free e depois compare com os das farmácias da Florida...quando fui era Dia dos Pais e conseguimos várias promoções com preços bem melhores que no free shop....já que temos a cotação a nosso favor.... Beijo
  4. Toninho, Bom saber, adorei o Rio! Aqui em SP as pessoas tem um pouco de preconceito, acham que vão chegar no Rio e ser assaltadas (o mesmo mito de quem é de outros estados e pensa que será assaltado em SP rs) Mas fiquei uma semana entre Rio e Arraial e foi super tranquilo, uma cidade igual SP no quesito segurança. A Praia do Forno ficará para a próxima visita que espero ser em breve! Tb quero conhecer Búzios e Ilha Grande.... Abs!
  5. Oi Gabi!! Eu te aconselho a colocar no GPS o caminho pelas vias principais e na dúvida seguir as placas (lembre-se antes do GPS elas já orientavam as pessoas haha)...Nós não percebemos que nosso GPS estava configurado para ir pelo caminho mais curto...acontece que o caminho mais curto virou mais longo em função da péssima condição das estradas que ele nos levou....mas tirando isso foi tranquilo...na volta pegamos as vias principais e vimos que teria sido bem mais fácil!!! Desculpa a demora em responder, mas não sabia muito bem como ver as mensagens haha Se precisar de alguma outra ajuda pode me procurar! Arraial é lindo, com certeza uma das praias mais lindas do mundo!!! Pretendo voltar em breve... Beijo!
  6. Oi Gabriel, eu fui pra Buenos Aires em junho de 2013...a minha refeição mais cara foi 450 pesos para 2 pessoas, mas com direito a salmão do pacifico, bife de chorizo e vinho...detalhe: em pallermo! Se for pra economizar acredito que com R$ 100 você consiga almoçar e jantar...da última vez que tive noticias a cotação do peso estava 1 pra 10 em relação ao dólar e 3 pro real...nos arredores da rua Florida é possível comer bem e barato...
  7. RIO DE JANEIRO[/u][/b] Bom, eu sempre monto meus roteiros de viagem pelo Mochileiros, então decidi colaborar com o site também! Esse ano eu e o meu noivo estamos economizando, então decidimos fazer uma viagem aqui por perto mesmo e eu não abria mão de dar uma passadinha pela Cidade Maravilhosa , que eu ainda não conhecia e já tinha colocado essa visita nas minhas promessas pra 2014. HOSPEDAGEM: Fizemos nossa reserva no Hostel Samba Palace, localizado no Bairro das Laranjeiras. O hostel é bem localizado pela relação custo x benefício, fica a 2 minutinhos da Rua das Laranjeiras, onde passa ônibus pra toda a cidade. A rua do hostel é bem tranquila, bem em frente tem um restaurante de comida japonesa e chinesa (muito bom e não é tão caro!), um restaurante de comida variada (não fomos nesse) e na esquina tem dois bares, a Tasca do Edgar e o Bar do Serafim, recomendo os dois, têm um bolinho de bacalhau maravilhoso! Os bares estão sempre cheios de gente tanto de moradores do bairro quanto de mochileiros. O nosso quarto era muito por ser um quarto de hostel, a cama era razoavelmente boa, razoavelmente porque às vezes o estrado abria e o colchão ficava torto, mas dormi muito bem ali; o ar condicionado funciona bem e a TV é tela plana e pega todos os canais, incluindo Pay per View. Também gostamos do café da manhã, todos os dias tinha pelo menos dois tipos de frutas, dois sucos, iogurte, café, leite, pão, frios e bolo. Valeu a pena pelo preço de R$ 160,00....descobri que é mais difícil achar uma suíte barata no Rio do que fora do país, não sei se é por causa da Copa ou se é sempre caro mesmo! Esse foi o mais barato que achei e que não era no morro e com cara de limpo. Fizemos essa viagem de carro, saindo de São Paulo. Chegamos no Rio no sábado a tarde e o tempo estava ruinzinho, nublado e ameaçando chover, almoçamos em um restaurante perto do hostel mesmo, na rua das Laranjeiras, chamado Galeto’s, olhando você não dá nada, mas a comida é boa e bem servida, o prato pra duas pessoas dá pra comer até em 3. Infelizmente não demos muita sorte no primeiro dia, assim que saímos do restaurante, começou a chover, resolvemos ficar no hostel mesmo...e a noite fomos no Bar do Serafim pra experimentar o famoso bolinho de bacalhau, esse bar foi inaugurado em 1944 e tem como especialidade a culinária portuguesa, além de ter vários rótulos de cachaça, é o mais famoso do bairro! DIA 2 No segundo dia o tempo estava bom, fomos ao Jardim Botânico, pegamos um ônibus e descemos na rua Jardim Botânico, perguntem ao cobrador do ônibus onde descer, porque descer no ponto errado vai te custar uns bons minutos andando (sei bem do que estou falando hahaha). A entrada custa R$ 6,00 por pessoa e não deixem de visitar, ele é lindo! Ali têm cerca de 6.500 espécies de plantas, tanto brasileiras, como o pau-brasil, quanto estrangeiras. Muitas pessoas param por ali antes mesmo de ir para o hotel, cheias de malas! Vale passar uma manhã inteira por ali andando, descansando nos bancos e depois dar uma passada no Café Botânica, tem crepes por R$ 14,00 e Omelete com Salada por R$ 20,00...o ambiente é bem agradável. Saindo do Jardim pela rua Jardim Botânico pergunte como faz para chegar na Lagoa Rodrigo de Freitas, são 15 minutinhos de caminhada, lá você pode alugar uma bike, dar uma caminhada, almoçar em um dos vários restaurantes (que ao contrário do que parece, não são extremamente caros) ou se estiver com o orçamento alto, dar uma voltinha de helicóptero =p ( a partir de R$ 230,00), esse passeio infelizmente não pudemos fazer haha . Da Lagoa fomos andando até o Leblon, não façam isso, a menos que estejam dispostos a andar bastante, bastante mesmo!! rs Almoçamos no Shopping do Leblon, no Botequim Informal, comemos uma feijoada muito booa! E o mais importante, não deixem de ir à Sorveteria Mil Frutas, é sério mesmo, esse é o melhor sorvete que já tomei, peçam o de manga e o de chocolate mesclado, vocês vão entender o que eu estou falando...é caro, R$ 10,00 por 1 bola, mas vale cada centavo, economizem no almoço se preciso, mas experimentem! Depois do almoço andamos um pouco pelo Leblon e ficamos na praia do Leblon e Ipanema, lindas! Era domingo, então a rua estava fechada e lotada de gente andando de bike, patins, correndo...Você vai se sentir em outro país, só tem gringo nessa cidade! DIA 3 Na segunda finalmente fomos ao Cristo, como nosso hostel era pertinho do Trem para o Corcovado, fomos caminhando (cerca de 20 minutos) e pra nossa sorte estava um dia lindo, céu limpo! O ingresso custa R$ 50,00 por pessoa para ir de trem (dá pra comprar ingresso antecipado pelo site http://WWW.corcovado.com.br) , por ali tem várias vans que oferecem pra te levar até lá em cima, mas o passeio de trem é imperdível, pelo menos para quem está indo pela primeira vez. Eu sugiro que levem água, tudo ali em cima é caro, um suco custa R$ 10,00 =O , um misto quente R$ 15,00, um absurdo! E nem pensem em comprar lembrancinhas por ali, a menos que ganhem em euro é claro! A vista lá de cima é linda, não dá vontade de parar de olhar! Mas, preparem-se, é uma luta conseguir tirar uma foto...e detalhe: eu fui em uma segunda-feira de Maio, imaginem na alta temporada... De lá pegamos um ônibus para o Pão de Açúcar, pagamos R$ 62,00 por ingresso (dá pra comprar ingresso antecipado pelo site http://WWW.bondinho.com.br ) e novamente: almocem antes de subir ou levem alguma coisa para comer, a comida é absurdamente cara! Achei a vista do Pão de Açúcar ainda mais linda que a do Cristo, dá vontade de ficar o dia inteiro! O bondinho sai de 20 em 20 minutos, mas não tivemos que esperar nem 10 minutos em nenhuma das vezes, é muita gente subindo e descendo... Lá de cima é possível ver as praias do Flamengo, Copacabana, Ipanema, Leblon, Pedra da Gávea, Cristo, Serra do Mar....é lindo! Saindo dali e atravessando a rua você pega o ônibus que passa por Copacabana, Ipanema e Leblon...descemos em Copacabana e terminamos a tarde por ali...infelizmente o Forte de Copacabana não abre às segundas, mas conseguimos tirar uma foto com o disputado Carlos Drummond de Andrade. DIA 4 No nosso quarto Dia no Rio fomos ao Centro, vimos as principais atrações e fomos direto pra famosa Confeitaria Colombo, mais um lugar que os turistas passam direto do aeroporto. A arquitetura da Confeitaria é linda, toda espelhada, você realmente se sente em 1900...eu recomendo que tomem o café da manhã por lá, nós não tomamos, mas é bem reforçado e com um preço razoável.... vale a visita sem dúvidas! Mais uma vez fomos andando até os Arcos da Lapa, falaram que era 10 minutinhos dali, mas levamos uns 30 minutos (nunca andei tanto na minha vida como nessa viagem rs ) Acredito que devido à Copa estavam pintando os Arcos, então ele estava metade novo, metade antigo...eu preferia sem a nova pintura, tinha um ar mais histórico...enfim....Dali até a Escadaria Selarón são 5 minutinhos....informem-se senão acaba passando batido porque é numa vielinha escondida...achamos meio que por acaso...Sim, é só uma escada, mas os detalhes são bem interessantes, ali você encontra azulejos do mundo todo, cada um deles é uma história, o artista chileno Selarón, responsável pela arte, está desde a década de 90 colocando novos azulejos. Se você ainda tiver fôlego, suba a escadaria, são 215 degraus, e no fim dela vire a esquerda, suba aquela ladeira interminável ( cheguei morta, coração a mil e suando horrores...acho que tem que ter um bom preparo físico pra essa viagem haha) e lá em cima vire a direita e procure o Parque das Ruínas (tem placa!) , a entrada é franca e a vista é incrível, super recomendo! Dali voltando pra rua principal (aquela depois que você subiu a ladeira), vá reto por uns 20 minutos...você vai chegar no centrinho de Santa Tereza, vá ate o Bar do Arnaudo ou Bar do Mineiro almoçar. O Bar do Mineiro é um butequinho mesmo, mas é bem badalado, está sempre cheio e tem uma caipirinha deliciosa! OBSERVAÇÕES: 1. A cidade está em obras por causa da Copa, então você vai ver ruas parcialmente interditadas e o mais importante, eles mudaram o itinerário de muitas linhas de ônibus, então você vai pesquisar qual ônibus pegar e quando chegar lá ele não vai mais passar naquele ponto, então informem-se antes, chequem a informação com algumas pessoas porque nem o pessoal que trabalha no ponto inicial de ônibus e cuidam de todas as linhas souberam informar o ponto certo! Ah, até o cobrador do ônibus nos deu informação errada...talvez nós tivemos azar, mas vale checar. 2. Eu pelo menos fui ao Rio morrendo de medo, achei que seria assaltada, que passaria várias situações de medo, mas para a minha surpresa não passei por nada disso, pelo contrário, me senti segura andando pelas ruas, que têm policiamento e não cheguei a ver ninguém suspeito. É claro, estamos em uma cidade grande, temos que tomar cuidado, mas os mesmos cuidados que temos em São Paulo, por exemplo! 3. Ah, vale lembrar, as regras de trânsito não são muito respeitadas no Rio, quando o sinal fechar, conte até 3 e só depois atravesse, vai por mim haha PETROPOLIS Fizemos uma visita mega rápida a Petrópolis, as atrações culturais estavam fechadas devido à uma greve na cultura, então conseguimos ir até o Palácio Amarelo, Palácio de Cristal e outras atrações menores que nem chegam a constar nos guias da cidade. De qualquer forma, valeu a pena, pudemos conhecer a fábrica da Bohemia, simplesmente demais! Pra quem gosta de cerveja, é parada obrigatória, o ingresso custa R$ 19,00 e começa com uma explicação da origem e tipos de cerveja...tudo bem interativo, as explicações são feitas em tablets...mais para frente é explicado o processo de fabricação, desde os ingredientes (inclusive, você pode experimentar alguns deles) e no final é feita uma visita à antiga fábrica, onde os guias explicam o processo de fabricação e equipamentos utilizados e te convidam a experimentar o chopp Bohemia, sim, vocês leram certo, chopp Boehmia, ali é o único lugar onde podemos tomar o chopp da Bohemia, ele não é vendido em nenhum outro lugar do país!!! Ao fim do passeio você pode fazer compras na lojinha ou continuar tomando chopp Bohemia no bar Bohemia, coisas que você só pode fazer em Petrópolis! ARRAIAL DO CABO Finalmente, fomos para Arraial, estava ansiosa demais por essa parte da viagem! Ficamos numa pousada Chamada Pousada do Timoneiro, ali tem piscina, sauna, sala de descanso e um café da manhã de hotel 5 estrelas!!! No nosso primeiro dia já procuramos pelo passeio de barco que leva à Praia do Farol, só é possível entrar nessa Praia com autorização do Ibama, então cuidado se for alugar um barco por conta própria, corre-se o risco de ficar o dia todo por ali e não conseguir entrar. Infelizmente só podemos ficar 40 minutos nessa praia, o controle é extremamente rígido! A Praia é lindaaa demais, areia fofa, água cristalina....leve o snorkel pra ver os peixes e corais...é uma das praias mais lindas que eu já fui!! Nesse passeio também passamos pela Gruta Azul, praia do Pontal do Atalaia e pelo restaurante flutuante, onde você pode comer ostra e mexilhões, eles mesmos fazem a criação. No segundo dia fomos à Prainha, quando forem pesquisar por essa praia vão ver que falam que lá tem um trilha que leva à uma praia escondida...bom, eu fui lá, você caminha uns 15 minutos pela trilha e chega na praia, só que não é bem uma praia, é um cantinho que cabem umas 4 pessoas na areia, porque tem muita pedra....e muito mosquito também! Se quiser conferir, vá, mas pegue direto a trilha, aproveite ali por meia hora e corra pras outras praias da região que tem muito mais a oferecer. Nós achamos essa praia suja....tinha caco de vidro na areia, milhões de bitucas de cigarro, plástico e papel. Quer uma sugestão? Vá direto pra praia do Pontal do Atalaia, que lugar maravilhoso!!! Subindo pro Pontal do Atalaia você vai ver uma placa escrito “Prainhas”, é por ali mesmo, nem perca tempo! Você vai aindar um bom trecho por estradas de terra esburacadas, você vai saber que chegou quando ver os carros parados por ali. Para chegar na praia você tem que descer cerca de 250 degraus, a vista ali de cima é maravilhosa! A praia não é muito grande, a areia é fofa também, a água cristalina e gelada, vale passar o dia inteiro nessa praia, não dá pra parar de admirar! Fique perto da escada ou no meio da praia, porque no canto param os barcos de passeio, então é sempre muita muvuca. Além dessas praias, vale a pena visitar a Praia do Forno, você tem que pegar uma trilha e depois um barco pra chegar, mas dizem que é lindo, infelizmente não deu tempo de ir...estou ansiosa pra voltar e ficar mais tempo!! Dica: para comer vá nos arredores da Praia dos Anjos, ali na pracinha tem vários restaurantes, como o Saint-Tropez, ele é conhecido pelos frutos do mar, mas comemos uma pizza marguerita que foi a melhor da minha vida! Ali na mesma rua tem o restaurante Garrafa de Nansem que também é ótimo, vá no almoço e peça o Contra Filet, muito bem servido e uma delicia!
×
×
  • Criar Novo...