Ir para conteúdo

Rui Ybarra

Membros
  • Total de itens

    22
  • Registro em

  • Última visita

Conquistas de Rui Ybarra

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

0

Reputação

  1. Fala João, tudo certo? Então cara, eu também tenho a impressão de que são poucos dias para muitas cidades. Algumas viagens são bastante cansativas e isso pode apertar muito as suas visitas a lugares tão fantásticos que precisam de sua atenção. Se eu estivesse no seu lugar, colocaria algumas prioridades e a partir disso modificaria o roteiro um pouco. Eu não tenho certeza se existe uma forma de ir direto de Arequipa para o Uyuni, porém imagino que não. Assim, provavelmente seu roteiro quando modificado não será mais um círculo, e em algum momento você passará novamente por alguma cidade. Uma opção legal porém com pouco mais de gasto é a que Anderson disse, iniciando por Sta Cruz - Sucre - Potosí - Uyuni - La Paz - Copacabana - Cuzco - Arequipa e depois iniciar a volta para o Brasil, seja direto de avião ou de ônibus até Sta Cruz. Espero ter ajudado e qualquer dúvida será um prazer tentar ajudar, Abraços e boa sorte.
  2. Olá Feer, infelizmente estive viajando esse último mês e não consegui dar atenção ao fórum. Você já está em sua viagem, certo? Caso eu consiga te ajudar ainda, me avise e farei o possível. Me desculpe e espero que seja maravilhoso. Fala Leo, tudo bem cara? Seguinte, eu não reservei nenhum hostal, albergue ou alojamento. Fui chegando, procurando, gostando e ficando. Não tive problemas em nenhuma cidade, a não ser em Cuzco, uma vez que se você quiser ficar em algum hostal tradicional como o Loki, é melhor realizar a reserva. Mas lembre-se, reservas em qualquer aspecto, engessa a sua viagem. Se não tiver problema, ótimo. Caso contrário, será melhor ir a procura na própria cidade. Sobre a trilha da Isla del Sol, os dois lados da mesma existem barcos saindo para Copacabana. O trajeto "mais comum" é Copacabana - Norte da Ilha - Trilha para o Sul - Barco para Copacabana. Como você pode ver em meu roteiro eu fiz o contrário e fiquei muito satisfeito. Dormi uma noite no Sul da Ilha, acordei bem cedo e caminhei para o Norte e de lá peguei o barco de volta ao continente. Espero ter ajudado, e quaisquer dúvidas é só falar. Grande abraço.
  3. Fala Everton, Pena que não vi seu comentário antes, imagino que você já tenha ido. A dica principal é SEMPRE ficar de olho em seus pertences. Eu levei sim, somente em espécia e um cartão de crédito para emergências (o qual foi útil). Não recomendo sair com todo o dinheiro, deixar a maior parte na acomodação (desde que seja seguro) e levar o que vai utilizar. Se conseguir entrar em contato com seu banco para saber se é possível utilizar o cartão lá é uma ótima saída, mas tome cuidado já que muitas pessoas chegam lá e não conseguem sacar em determinadas cidades. Fala Gustavo, tudo bem? Valeu cara, espero te ajudar. Seguinte, fiquei meio receoso a respeito do Bungee no começo mas não senti problema algum quando o fiz. Pelo contrário, achei muito seguro e bem profissional. Achei que valeu bastante, e realizaria novamente com certeza. Abraços, e qualquer duvida fique a vontade.
  4. Imagina, Cinthia! Se surgir mais dúvidas na reta final volte aqui. Caso contrário, faça uma ótima viagem! Beijos!
  5. Imagine, Carol. Sem problemas, como disse, tenho certeza que vai dar tudo certo na sua trip. Sobre empresas de ônibus, é sempre difícil fazer recomendações, né?! O que posso te dizer, é que sempre procurei pagar o mais barato possível em todos eles e por isso nem sempre eram tão limpos e quase sempre tinha algo "ruim". Para mim, até mesmo o ônibus que quebrou foi maravilhoso, porém algumas vezes pode-se pagar pouco mais caro e ter um serviço melhor. O que você tem que ter cautela é que nem sempre é o ônibus que eles dizem que é e na maioria das vezes eles não tem todos os serviços que eles dizem. Muitas vezes eles oferecem um com WI-FI, banheiro, ar condicionado, calefação e cama por um preço muito maior do que um que eles dizem ser normal. Aí quando você entra, o ônibus não tem nada disso e pra quem você irá reclamar? Esquece, haha! Fala Cinthia, que bom que te ajudou, espero conseguir sanar tuas dúvidas nessa reta final. Posso falar mais sobre a rota sim! Foi o seguinte: Depois de planejar o dia que eu queria ir, fui até a oficina comprar o ticket de MP. Estava fechado pois não abre aos domingos. No mesmo domingo, fui até o terminal de ônibus para Santa Maria (perguntando no Hostal ou na rua me informaram em meu mapa aonde ficava, caminhando foram 30 minutos, de táxi seriam 5-10 BOL) e peguei todas as informações, como horários e preços para o dia seguinte. Na segunda-feira, fui bem cedo (7 da manhã) comprar o ticket para MP, saí de lá e fui até uma casa de câmbio que só abria às 8h e me fez atrasar um pouco já que eu queria ter pego o ônibus para Sta Maria às 8h. Não consegui e tive que pegar o das 8h30. Sem problemas e com tudo organizado, peguei o ônibus. Foram longas 6 horas de viagem, já que a estrada tem muitas curvas e eu não me senti muito bem durante a viagem, portanto não houve nenhum perigo nesse trajeto. Chegando a Sta Maria, não existe nenhum problema para o reconhecimento de onde ir para pegar a Van, já que esse percurso se tornou muito turístico é tudo muito simples. Aliás, o ônibus te deixa exatamente no lugar onde estão as vans. Só certifique-se, é claro, de que vai descer em Sta Maria. Logo que desci do ônibus, subi na van com outros turistas e partimos para mais ou menos 1h30 - 2h00 de viagem. Uma estrada de terra e estreita porém eu não me senti inseguro em nenhum momento, pelo contrário, gostei muito do visual e do trajeto. Cheguei na Hidrelétrica e iniciei a caminhada, que se não me engano pode ser realizada entre 1h30 - 2h30, dependendo do seu ritmo, paradas, bagagens e etc. Cheguei em Águas Calientes no comecinho da noite, porém já sem sol, uma vez que é um povoado cercado por montanhas bem altas e a energia de MP já me abraçou. Curti Águas Calientes, dormir, acordei e subi no parque. Seguem os horários, mais ou menos: 7 am - Compra do ticket, câmbio de dinheiro e ida ao Terminal 8:30 am - Ônibus de Cusco para Santa Maria (duração de aproximadamente 6 horas, sem banheiro e com uma parada há 1 hora de Santa Maria) 14 pm - Chegada a Santa Maria e Van para Hidrelétrica (aproximadamente 2 horas) 16 pm - Chegada a Hidrelétrica e início da trilha até Águas Calientes 18 pm - Chegada a Águas Calientes Cinthia, eu cheguei às 18h e me lembro que ainda com um pouco de folga em relação ao anoitecer. Procurei o hostal ainda com uma certa iluminação. É claro que o melhor é realizar a trilha com um pouco de luz, se esforce para isso porém fique tranquila, já que ela é BEM limpa e demarcada e sem bifurcações. Espero ter te ajudado e me desculpe se coloquei algumas de minhas impressões, lembre-se que é tudo muito pessoal. Se tiver mais perguntas, manda aí, Boa trip
  6. Fala Carol, não esquenta, é um prazer ajudá-la. Sobre as reservas, foi tudo muito tranquilo, principalmente quando se têm certa capacidade de adaptação, haha! As passagens eu não tive problema com nenhuma, somente com a de Arica para Calama, que quando cheguei na rodoviária estavam todas esgotadas mas por que era exatamente o dia de volta da férias escolares no Chile, então não é algo comum de acontecer. Em questão de hospedagens não tive problemas para encontrar as mais baratas possíveis de última hora, a única que talvez eu pudesse ter considerado um problema foi em Cusco. Eu cheguei na cidade com uma galera que tinha reservado quarto no Loki e ficamos amigos no caminho de Copacabana até lá. Quando cheguei fiquei com vontade de ficar por lá mesmo, mas não tinha mais vaga. Então fui para o The Point e foi tudo certo. Agora se fizer questão de ficar no Loki, dependendo da época é legal reservar. Por último, sobre os passeios, também não tive problema com nenhum, todos foram possíveis de comprar ou um dia antes ou até mesmo no dia do passeio (em La Paz comprei o Tihuanaco às 7h30 e o passeio foi às 8h30). Porém, Machu Picchu requer atenção especial. Se você for realizar com qualquer tipo de tour, eles já incluem o ingresso e não há necessidade de se preocupar. Se for realizar por conta, pelo caminho da Hidrelétrica é legal comprar em Cusco mesmo. Existe uma oficina que abre de segunda à sábado a partir das 7h da manhã e são os preços oficiais. Aí é legal fazer o cálculo certinho de quanto tempo demorará a viagem até Águas Calientes e comprar o ingresso para o dia certo. Nesse mesmo momento você pode optar por subir ou não em alguma das duas montanhas. A Huayna Picchu é mais requisitada e por isso deve-se comprar com antecedência, já a Montaña eu consegui comprar na hora e imagino que você também poderá. Sobre o trajeto Uyuni - Sta Cruz de La Sierra, te digo que é melhor repensar um pouquinho. Porque se você tiver um avião marcado é sempre bom ter certeza de que chegará a tempo, né?! Pois então, tenho a impressão de que Uyuni - Sucre existe porém Uyuni - Sta Cruz de la Sierra não. De qualquer jeito, imagino que no trajeto Uyuni - Sucre/Sucre - Sta Cruz de la Sierra você irá demorar cerca de 7h no primeiro mais 13h no segundo. O horário limite de saída de Sucre me lembro que era mais ou menos 18h, mas a maioria das empresas realizavam até as 16h mais ou menos. Sendo assim, se você calcular direitinho, poderá fazer em mais ou menos 24h. Já estou contando alguns imprevistos, e na Bolivia é bom contar até mais haha! Mas pensando bem, se você iniciar o Salar no dia 28/10 dá tranquilo. 28/10 - Salar 29/10 - Salar 30/10 - Salar + trajeto Uyuni-Sucre 31/10 - Acordar em Sucre + trajeto Sucre-Sta Cruz de La Sierra 01/10 - Chegada em Sta Cruz de La Sierra + 1 noite 02/10 - Acordar em Sta Cruz de La Sierra + avião para SP É uma opção. Bom, surgindo mais dúvidas, manda aí
  7. Fala Carol, muito obrigado e fico feliz que esteja te ajudando. Vamos as suas dúvidas: Cheguei sim a pesquisar essa ida de ônibus convencional para o Uyuni e de lá fechar o tour, mas um fato me atrapalhou. No período que estive por lá, ocorreu uma manifestação na cidade de Uyuni e pelo que conversei com os Bolivianos, os moradores da cidade não queriam a construção de um novo terminal que eles estavam planejando. Assim, os manifestantes fecharam todas as entradas e saídas para a cidade e somente entravam os carros dos tours. Foi uma coincidência e como eu não tinha mais tempo para esperar isso acabar fui por SPA mesmo. Tudo isso só acabou no meu último dia de tour, o que me possibilitou viajar de Uyuni para Potosí logo após o fim do tour. Foi uma doidera, quando cheguei em Uyuni as ruas com pneus pegando fogo e outros objetos atrapalhando o trânsito. Mas é bem improvável que isso aconteça com você, porém se acontecer é algo que só conseguirá pensar na hora. E ah, não existem ônibus no trajeto SPA -> Uyuni, e sim no trajeto Calama -> Uyuni, o que não dificulta muito. Sobre a moeda, levei somente dólares e não levei nenhum real. É verdade que é ruim pagar o IOF, porém quase não existe diferença. No fim, fazendo as contas de quanto eu levei em dólares convertidos em moedas locais, estaria MUITO próximo do que se tivesse levado direto em reais. Talvez a opção foi boa por levar menos cédulas, mas acho que só por isso. E ah, cuidado com as notas, se estiverem um pouquinhos rasgadas, amassadas e etc, eles convertem por menos. Espero ter ajudado e qualquer dúvida, pode mandar =)
  8. Fala Alexandre. Então cara, ao todo eu fiquei dentro do parque de MP durante aproximadamente 7h. Tem muitos lugares para visitar e provavelmente o ideal deve ser dormir mais uma noite em Águas Calientes e subir novamente em MP no dia seguinte. É totalmente questão de balança. Depende de como você gosta de observar, do ritmo de caminhada e etc. Ou seja, é muito pessoal. O que posso te dizer é que para mim, foram satisfatórias as 7h dentro do parque. Sobre os CDS, os dois que eu gravei foram em lojas 'especializadas' para isso. Até poderia ter comprado um CD virgem lá mesmo e levado até uma lan house para fazer o serviço, porém não era nem um pouco caro gravar diretamente na loja e acabei realizando assim. Sobre as lan houses, posso te dizer que encontrei muitas que estavam com os compartimentos de CD/DVD quebrados, porém encontrei algumas funcionando, porém utilizei apenas para visualizar as fotos do CD já gravado. Assim, não tenho como te dizer se é possível gravar o CD lá mesmo, não sei tinham o programa para isso. Mas todos deixam você utilizar, contanto que esteja funcionando. Na pior eu paguei cerca de 3 reais para gravar um CD e cerca de 6 reais para gravar um DVD. Valeu, abraços cara!
  9. Fala Alexandre! Fico feliz que esteja te ajudando. Seguinte: não é necessário pagar nada, nem uma hospedagem a mais e nem taxa para deixar as malas. Em todos as hospedagens da viagem, ofereciam esse serviço sem necessidade de pagar taxas. Eu desci de MP às 13h, fui até o hostal, peguei minha mochila, almocei e voltei para a Hidrelétrica. Eu imagino que eu tenha dado uma pequena sorte de encontrar uma van precisando de UMA pessoa para ir sentado na frente ao lado do motorista com todo conforto e pagando o mesmo preço do trajeto que fiz na ida. Portanto, sei que é comum realizar o trajeto de volta por uma van de algum tour, já que elas nunca estão completamente cheias e os motoristas aproveitam pra tirar uma grana a mais. Ou seja, não sei se terá toda essa sorte, mas conseguir um trajeto direto você consegue sim! Se tiver mais dúvidas, pode falar. Valeu, abraços!
  10. Boa Li, espero que tenha uma ótima viagem! Olá Rafaela, muito obrigado! Considerando alguns imprevistos que me fizeram gastar um pouco a mais do que havia planejado, foram R$3.500,00 ao todo. Até mais =)
  11. Olá, Silvia! Espero que eu possa te ajudar! Como você pode perceber, eu não gosto muito de passar as minhas impressões sobre os lugares, exatamente para tentar não influenciar suas decisões, uma vez que posso falar de algo que aconteceu comigo e com você, acontecer o oposto. Mas vou tentar responder sua pergunta sobre Cochabamba com um meio termo. Eu decidi ir pra lá porque era caminho de La Paz e seria bom usar a cidade para um dia de descanso já que estaria viajando por muito tempo. De fato para isso funcionou, porém, para mim, somente para isso. Tudo que eu vi lá, não foi exclusivo e consegui conhecer a cultura e costumes do país em outras cidades e de uma maneira até mais atrativa. Sobre MP e Isla, cabe à você essa decisão. Em ambas caminhadas, é possível deixar a mochila principal no hostal de Cusco, quando falamos de MP e de Copacabana quando falamos de Isla, e levar simplesmente a mochila de ataque. Mas você pode ver pelas fotos que a minha decisão não foi essa. Imagino que na balança estão: segurança, comodidade, conforto, ter todos os pertences, entre outros. E então, cada um pesa esses aspectos como achar mais conveniente. Sobre a comida, posso te dizer que não foram mil maravilhas, mas também não foi de todo mau. Quando temos alguma restrição alimentar e queremos economizar pode ser complicado. Eu, particularmente, não tenho muito tempo ruim, e na maioria das vezes comi arroz, salada e batata (algumas vezes com ovo, o que pra você não serve) e me sentia satisfeito. Mas é possível encontrar bastante legumes e também grãos. Se tiver tempo e vontade para cozinhar, perfeito. Se não tiver, terá que procurar e alguns momentos gastar um pouquinho a mais. Não creio que você terá muitas dificuldades, talvez no início, portanto aos poucos vai entendendo o comércio, vai conhecendo lugares para comprar suas comidas e etc. Existem mercadões em todas as cidades que vendem de tudo. E por fim, foi sim, haha! Muitos selfies, haha!
  12. Imagina, Feer. Não tem problema, é um prazer, de verdade! Fala Matozo, que bom que o relato está ajudando. Sobre o furto do celular, foi o seguinte: eu tinha acabado de chegar em Cochabamba e depois de uma boa ducha saí para conhecer um pouco da cidade. Ao sair, não questionei ao recepcionista se havia algum lugar da cidade no qual deveria ter mais cuidado, o que para mim foi um erro e que não cometi novamente no resto da viagem! Estava em uma energia muito boa e um pouco desatento. Então, mais ou menos três pessoas participaram do furto, sendo que duas me distraíram e o terceiro pegou o celular do meu bolso sem que eu percebesse. A calçada estava cheia de comerciantes no chão dos dois lados e muitas pessoas passavam pelo pequeno espaço que sobrou. Eu imaginei que era apenas um momento para esperar e dar passagem aos demais, quando na verdade era exatamente isso que eles queriam que eu pensasse que estava acontecendo para pegar o celular do meu bolso da frente da calça jeans. Na delegacia conheci uma mulher que teve sua bolsa furtada em uma espécia de lanchonete, quando se distraiu. E em Cusco também conheci uma outra mulher com caso parecido. Cara, sobre preparo físico, eu posso te dizer que já fui atleta, mas que hoje por estudar e trabalhar com Esporte somente pratico alguns exercícios com uma certa frequência. Te falo que foi cansativo, mas fazendo com calma e no seu ritmo imagino que fica bem tranquilo, ainda mais pela energia de estar indo conhecer MP, né?! Haha! Em respeito do caminho inverso, eu cogitei e até questionei um cara aqui no fórum sobre os possíveis prós e contras, mas sinceramente não sei te dizer o porque escolhi realizar dessa maneira. Eu acho que um pouco de intuição, sabe?! De verdade, não consigo encontrar um porque se não a simples escolha. Mas te digo que, pelo que percebi, o Salar do Uyuni seria mais ou menos 50 dólares mais barato (bem considerável) e o resto não havia tantas diferenças de preços, talvez seja uma das coisas que poderia ter feito diferente. E em relação a ficar mais tempo, eu realmente gostaria de ficar um ano nessa viagem, pra me aprofundar ainda mais em tudo. Mas sendo mais objetivo, imagino que La Paz seja um dos lugares que poucos dias a mais seria interessante, a Isla del Sol não tem muito mais para visitar mas a paz e tranquilidade do lugar me encantou, eu poderia ter explorado mais as redondezas de Cusco e San Pedro de Atacama se tivesse mais dinheiro também seria legal ter ficado mais alguns momentos. Respondendo as últimas perguntas: Maria, como disse o Matozo, essa é uma câmera da marca e edição 'GOPRO 3+ silver'. Considero um dos melhores investimentos, tanto para viagens como para outros momentos. Ela perde em profundidade (zoom e etc) porém ganha em amplitude e isso faz com que algumas fotos fiquem sensacionais. Eu comprei em São Paulo, uma semana antes de embarcar, lá na Santa Ifigênia. Paguei R$ 970 com um cartão de memória de 64GB, que voltou completamente cheio (sendo que gravei dois CD's durante a viagem com 4GB cada um). Ao todo foram 1700 fotos e 330 vídeos, ou seja, se quiserem ver algo específico, seja vídeo ou foto, me avisem que eu vejo se posso ajudar. Minha viagem só aconteceu, porque sanei TODAS as dúvidas que eu tinha aqui nesse fórum, sendo assim, por favor, continuem a perguntar e será um prazer ajuda-los. Grande abraço
  13. Sem problemas, cara! Caso queira saber mais alguma coisa é só perguntar. É um prazer fazer o mesmo que fizeram por mim. Com certeza nos ajuda a ter mais segurança. Espero que tenha te ajudado e que faça uma ótima trip! Algumas pessoas me pediram, então aqui estão algumas fotos da viagem. A ordem está ao contrário, do fim para o começo. Caso queiram mais fotos de lugares específicos me avisem e eu vou colocando. Abraços!
  14. Magina Maria, fique à vontade para tirar todas suas dúvidas. Fer, digo o mesmo pra você, tudo que precisar e eu souber, será um prazer ajudar. Seguinte, eu peguei o ônibus das 8h30 e me lembro que tinha outro às 8h00. Pouco depois desse horário também tem, porém não é de hora em hora. São mais dois ou três horários, se não me engano. Para mim, o bom de ter ido cedo é que fiz todo o trajeto (aprovixamente 6h + 2h + 2h = 10h) e cheguei em Águas Calientes no começo da noite.
  15. Então, Maria.. Claro, você tem toda razão, a cama é bem importante. Te digo que era sim bem limpinho e a cama não era ruim, mas claro, sempre vale conferir. SPA é bem pequeno e os hostals estão todos bem concentrados, então não é tão ruim de caminhar para procurar. E ah, esse preço está barato, mas eu tive que 'pechinchar', no início se não me engano era mais ou menos 10.000 e consegui chorar esses 3.500. Só pra não ficar dúvida, foi o lugar mais barato que eu encontrei, ou seja, não tinha todo um conforto. Pode ser que você possa encontrar um não tão mais caro e que cumpra melhor as necessidades de vocês. Oi Fer. Obrigado pelo elogio! Espero ajudar. Então, essa ida e volta sem agência é bem tranquila. Mas você deve prestar atenção em todos os valores, porque pode ser que a agência inclua tudo. Logo que cheguei em Cusco um taxista me ofereceu o trajeto por uma agência e cobrou mais ou menos 105 dólares. Sendo assim, vamos comparar os dois percursos: - Ticket para Machu Picchu + Montaña para estudante – 70 SOLES - Ônibus Cusco – Santa Maria – 20 SOLES (5h) - Van Santa Maria – Hidrelétrica – 15 SOLES (1h30) - 1 noite no Hostal Huayna Picchu – 20 SOLES - Janta no estilo ‘menu’ (sopa, prato principal, sobremesa e limonada) – 15 SOLES - Van da hidrelétrica para Cusco – 35 SOLES (mesmo preço do trajeto de ida somando ônibus e van) (6h) Ao todo, pelo percurso que eu fiz, foram 175 soles. Incluindo transporte ida e volta, uma noite de acomodação, uma refeição e um ingresso. Eu imagino que seja isso que as agências oferecem e por isso realizei a comparação com tudo isso. Mesmo assim, é consideravelmente mais barato. Eu não estava com muita vontade de fazer esse passeio com outras pessoas, então coloquei isso na balança também. Agora sobre o percurso, é tudo muito simples, eu perguntei no meu hostal aonde era o terminal de ônibus para Santa Maria, ele me mostrou no mapa. Comprei a passagem no mesmo dia de embarque sem problemas, e chegando em Santa Maria não precisei nem pensar, já vieram homens me oferecer a viagem para a hidrelétrica. E a partir da Hidrelétrica, o percurso é sinalizado e bem claro. Não tem muito erro, mas se você tiver alguma outra dúvida, me pergunte. Aí vai uma foto do percurso Hidrelétrica - Águas Calientes. Até mais
×
×
  • Criar Novo...