Ir para conteúdo

jonneschan

Membros
  • Total de itens

    9
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Eu já estava nos Estados Unidos a um tempo para estudar inglês, na cidade de Phoenix no Arizona, e decidi meio de última hora que queria ir para San Diego, Los Angeles e San Francisco. Pesquisando passagens de avião para San Diego e a mais barata era US 250, achei caro para fazer 600km apenas, enfim optei por alugar um carro gastando em torno de US 150 com o aluguel e gasolina. Cheguei em San Diego era começo da tarde ainda e decidi por conhecer lugares mais afastados para aproveitar que ainda estava com o carro. Fui até a Ocean Beach caminhar no píer e comer algo pois ainda não tinha almoçado, na praia apenas alguns surfistas pois estava muito frio. O sol começa a baixar e fui até o Point Loma (10 dólares a entrada), o mirante tem uma visão muito boa para a cidade e para o pacifico, de quebra curti um dos pores-do-sol mais bonitos da minha vida. Fiquei no Lucky D’s Hostel pagando U$ 32 a diária, prédio do hostel um pouco antigo, mas tudo muito limpo e organizado, café da manhã reforçado, vários staffs brasileiros, localização muito boa com vários barzinhos e baladas perto. Balboa Park é enorme, tem muita coisa para ver principalmente para quem curte museus e exposições, são 17 ao total. A região da Marina também tem muitas atrações, a principal USS Midway Museum (museu militar dentro de um porta aviões, U$ 20 entrada), um submarino militar, alguns passeios de barco, Seaport Village (várias lojinhas e artesanatos), o lindo Hotel Del Coronado (toda estrutura de madeira e construído a mais de 100 anos). Para ir a Los Angeles peguei um trem da AMTRAK (U$ 37), a maior parte do caminho o trem vai bem próximo a costa e você pode admirar toda imensidão do pacifico de um lado e do outro montanhas e pequenas cidades. O trem é de dois andares, o que privilegia ainda mais a vista e como eu nunca tinha andado de trem antes na vida, a experiência com certeza superou todas as expectativas. Em Los Angeles fiquei no USA Holllywood Hostel, diária de U$ 42,00, ótimo hostel, limpo, bom café da manhã, bem localizado sendo praticamente do lado da Hollywood Boulevard, vários eventos e passeios organizados pelo hostel (uma noite teve hambúrguer e sorvete grátis). Primeira coisa fui rumo ao Hollywood Sign, pra quem quer realmente chegar perto do letreiro precisa estar preparado para caminhar pois é uma trilha longa e íngreme. Hollywood Boulevard é uma atração por si com toda a calçada da fama, mas a noite ganha ainda mais vida com os mais variados artistas de rua. Dei uma passada rápida por Beverly Hills (a principal rua é Rodeo Drive). Já na praia de Santa Monica, tem o marco do fim da famosa rota 66, o píer é imenso com restaurantes, lojas, artistas e até um parque de diversões. Venice Beach fica logo ao lado mas com uma vibe bem diferente, varias lojinhas de artesanato, academia ao ar livre, pista de skate, quadras de basquete e praia igualmente bonita. Hora de seguir para San Francisco, reservei um carro pela Fox Rent a Car, optei por reservar um carro um pouco melhor já que estava apenas 10 dólares a mais do que o carro na categoria mais básica. Na hora de pegar o carro o funcionário apenas indica uma secção e você pode escolher qualquer carro dentro daquela secção, pra minha alegria tinha um Dodge Challenger (eu sei que a Alamo funciona da mesma maneira, em que você pode escolher o carro dentro da categoria que você reservou). Paguei U$ 180 por duas diárias com todos seguros inclusos (melhor prevenir do que remediar, ainda mais com um muscle car) o bom é que dividi as despesas do carro com um holandês que conheci no hostel e foi junto comigo até San Francisco. Los Angeles provou ter o pior transito do mundo, levamos a manhã inteira para conseguir pegar o carro na locadora e sair da cidade. Seguindo já na rota 1, fomos parando em algumas praias como Malibu e Santa Barbara, mas a melhor parte da rota 1 fica a partir de San Luis Obispo com o auge na região próxima do Big Sur, trecho montanhoso com a rodovia seguindo ao lado do mar, com cliffs enormes e as ondas quebrando nas pedras. Sem dúvida alguma foi a estrada mais bonita que eu já andei na vida. Fomos dormir na cidade de Monterey, no HI Monterey Hostel, U$ 40 a diária, único hostel da cidade. Nossa meta era chegar na Golden Gate Bridge para ver o pôr-do-sol, chegamos em San Francisco já no final da tarde (no inverno o dia escurece muito cedo na Califórnia, por volta das 17:30) e fomos direto para a Golden Gate Bridge, queríamos parar no melhor e mais alto mirante logo a esquerda da ponte, chegamos neste mirante era 17:00 porem não havia nenhuma vaga para estacionar, olhamos mais a frente outra área para estacionar para o nosso desespero novamente nenhuma vaga, seguimos até uma terceira área para estacionar a 1km do mirante, desembarcamos do carro e literalmente começamos a correr até o mirante. Resultado: a foto panorâmica a seguir. Aproveitamos o resto da noite para andar por toda San Francisco enquanto ainda estávamos com o Challenger, inclusive descer a Lombard Street (ladeira íngreme em zigue-zague). Em San Francisco fiquei no Adelaide Hostel, U$ 32 a diária, prédio meio antigo, mas tudo limpo e organizado. Das atrações, caminhar pela região da Union Square e China Town, andar de Cable Car e visitar o museu (entrada grátis e muito interessante para saber como funciona), visitar a área Fisherma’s Wharf e o Pier 39. Para a prisão de Alcatraz eu cheguei diretamente no píer para comprar o ingresso, porem já estavam esgotados para o dia inteiro (fica a dica de comprar adiantado pelo site, U$ 35).
  2. Estive no Uruguai no começo do ano, Punta del Este realmente é a cidade com o custo mais elevado para ficar, desde bebida, alimentação e hospedagem. Ficamos no Camping em Putal Del Este e pagamos praticamente o triplo do valor de um camping em Termas del Arapey que fica no Uruguai também. Colonia del Sacramento é cidade histórica, muito bonita, vale a pena passar um dia. Pertinho de Punta del Diablo, tem Parque Nacional de Santa Teresa, é um parque enorme cuidado pelo exercito do Uruguai, com muita mata, trilhas, praias e área de camping, tudo sem custo.
×
×
  • Criar Novo...