Ir para conteúdo

flaviodagli

Membros
  • Total de itens

    6
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Cara, sabe qual é o mais triste? Deixei de fazer a viagem por Copacabana para economizar uns 10 soles Mas beleza, valeu a experiência, principalmente a solidariedade que tive do pessoal do ônibus. E tô nessa com você: Bolívia é demais, apesar dos perrengues.
  2. Na verdade, Edu, eu gostei muito da Bolívia, tanto que tenho planos de fazer o sul do país nos próximos anos (nessa viagem, só conheci de La Paz pra cima). Acho que esse tipo de experiência pode acontecer em qualquer país pobre como o Brasil ou a Bolívia. Foi o que quis dizer no final do relato.
  3. De repente, eu não estava mais preocupado com a minha carteira roubada, com o atraso da viagem, com a total inoperância da polícia boliviana ou mesmo com o fato de eu já não ter um centavo no bolso. Tudo o que eu queria ali, em Desaguadero, cidade boliviana na fronteira com o Peru, era reencontrar o meu ônibus, que simplesmente havia desaparecido de vista enquanto eu fazia um boletim de ocorrência da delegacia. Toda a viagem havia sido um equívoco, de certa forma. Ao escolher a empresa de ônibus na rodoviária de Cusco, acabei comprando gato por lebre - no guichê de uma companhia, reservei
  4. Oi, Drymophila. Antes de fechar com a Aita Peru, eu consultei o escritório de turismo de Cusco e eles confirmaram o cadastro com o órgão regulador da área. Eles também olharam a lista de reclamações e não acharam nenhuma. Foi o que eu disse antes: problema sempre pode haver, já que muito do passeio depende do guia (os tours contam com pessoas de diferentes agências). Mas enfim. Minha experiência com a Aita foi excelente e espero que a sua, caso você feche com eles, seja boa também. Abraços
  5. Oi, Ariadne. Desculpa a demora, não costumo entrar muito aqui no fórum. São duas coisas distintas: Salkantay e a entrada pra Machu Picchu. Com relação a Salkantay, há saídas diárias em alta temporada, então dá pra comprar lá tranquilamente, sem reserva prévia. Já Machu Picchu depende. Dá pra comprar em cima da hora, tipo na noite anterior, só que você terá acesso apenas às ruínas. Caso você queira subir em Huayna Picchu ou na Montaña (estamos falando de duas montanhas altíssimas que te dão visão panorâmica da cidade), tem que comprar antecipado, já que o número de visitações diárias é
  6. Galera, antes de fazer Salkantay entre os dias 23 e 27 de agosto, li TODAS as então 46 páginas deste tópico. Ou seja, basicamente TODO o meu preparativo veio das informações que encontrei aqui. Por isso, me sinto na obrigação moral de colaborar com vocês com o máximo de informações possível. Então vamos lá, que isso aqui vai ficar enorme ESCOLHA DA AGÊNCIA Escolher agência é uma loteria, mas podemos evitar alguns contratempos. Como dito antes aqui, fazer a reserva em Cusco é bem mais barato. As saídas em alta temporada são diárias, então dá pra fechar tudo em cima da hora (eu fechei com
×
×
  • Criar Novo...