Ir para conteúdo

camilarso

Membros
  • Total de itens

    10
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. 8º dia: 17/08 (domingo) - Saída de Curitiba e volta a São Paulo Enfim o dia mais triste chegou, o dia de voltar para casa! Tomamos café no hotel, arrumamos as malas e pegamos a estrada mais uma vez, mas desta vez com um tristeza maior. Neste dia o hotel ficou sem luz logo de manhã (já havíamos sido avisados pela recepção) para obras da companhia de energia. Aos domingos, perto do hotel, no centro histórico, tem uma feirinha com diversos itens, infelizmente não conseguimos ir, fica para a próxima ida a Curitiba. Saímos de lá com uma boa impressão da cidade e com vontade de voltar novamente,
  2. 7º dia: 16/08 (sábado) - Explorando Curitiba Eu tinha visto sobre aqueles ônibus turisticos que percorrem os principais pontos da cidade, mas pelo preço (R$30 p/ pessoa) achamos que para nós que estávamos de carro não iria compensar, afinal com R$60,00 daria para colocar bastante gasolina! Então acordamos cedo e resolvemos passar pelos pontos turísticos que nos interessaram e que o ônibus passaria, só que de carro. GPS, mapa, roteiro em mãos e lá fomos nós. Primeiros passamos no mais famoso: o Jardim Botânico. Tem um estacionamento grátis lá dentro e apesar de ser sábado conseguimos uma vag
  3. 6º dia: 15/08 (sexta) - Ida de Foz do Iguaçu à Curitiba Desta vez, diferentemente de Maringá, decidimos passar um final de semana em Curitiba para conhecermos a cidade, e não para fazermos apenas uma parada dormitório. Acordei mais uma vez com o tornozelo bem inchado (não esqueçam nunca do repelente em Foz, especialmente nos Parques) e sem conseguir andar direito, ainda bem eu ia passar o dia inteiro sentada no carro mesmo. Arrumamos nossas coisas e saímos de lá não tão cedo quanto gostaríamos, em torno das 11h. Apesar de ser outra rodovia, as condições não melhoraram muito, muitos caminhões
  4. Obrigada! Uma pena mesmo, mas mesmo assim ainda vale a visita. Nossa, bom saber que eu não sou a única, achei que só eu tinha levado essas picadas! Kkkk
  5. 5º dia: 14/08 (quinta) - Cataratas do Iguazu lado argentino + Puerto Iguazu + Duty Free Neste dia meu braço já estava bem melhor e era o último dia que teríamos para aproveitar a região, já que no dia seguinte pegaríamos a estrada rumo a Curitiba! Pegamos o carro e fomos novamente para a Argentina, mas antes passamos no Shopping das Cataratas de novo para trocarmos mais reais por pesos (não aceitam real para o pagamento das entradas e do estacionamento do Parque), aproveitamos que estava de dia para tirarmos fotos na Ponta da Fraternidade, que tem as cores do Brasil e da Argentina. Dessa ve
  6. 4º dia: 13/08 (quarta) - Compras Paraguai + Cassino na Argentina Nesse dia acordei com o braço bem vermelho e inchado devido a picada que levei de um inseto no dia anterior no Parque das Aves, não dormi direito essa noite por causa da dor no braço que estava incomodando bastante, mas decidi que isso não atrapalharia nossa viagem e fomos ao Paraguai fazer compras! Não quisemos ir ao Paraguai de carro, ficamos com medo de assalto, trânsito, estacionamento e achamos que a melhor opção era irmos de ônibus mesmo. Pegamos o ônibus (que passou bem rápido) na mesma calçada do hotel por R$4,50, fomos
  7. 3º dia: 12/08 (terça) - Cataratas do Iguaçu lado brasileiro + Parque das Aves Acordamos, tomamos café no hotel mesmo e fomos as cataratas brasileiras! Levamos uma mochila com uma blusa extra para cada um (pois sabíamos que iriamos nos molhar nas quedas maiores, como a garganta do diabo, e não pretendíamos comprar capa de chuva) e mais um salgadinho para nos alimentarmos enquanto estivéssemos lá porque sabíamos que comida lá dentro era cara, mas chegando lá resolvemos deixar a mochila no carro para ficarmos mais livres. O acesso as cataratas é fácil e bem sinalizado, chegamos lá, paramos o ca
  8. 2º dia: 11/08 (segunda) - saída de Maringá e ida a Foz + conhecer Puerto Iguazu Novamente acordamos cedo, e tínhamos reservado o café no hotel por R$12 por pessoa (e descobrimos que não vale a pena, o café é fraco e no restaurante que almoçamos no dia anterior, na esquina do hotel, o preço era melhor. ex: torta com suco por R$6). Saímos em direção a Foz, abastecemos o carro na saída da cidade pq eu tinha visto que na estrada tinham poucos postos de gasolina (e isso realmente é verdade) e logo após tivemos uma surpresa desagradável, a estrada dali em diante era bem ruim (exceto o asfalto, que
  9. Oi pessoal, vim compartilhar com vocês meu primeiro relato de viagem! Eu e meu namorado amamos (e sempre viajamos) para destinos de praia, mas como desta vez tivemos férias em Agosto e tempo não estava de muito sol, escolhemos este roteiro para o Paraná e para a Tríplice Fronteira e nos surpreendemos muito de uma maneira positiva, foi incrível! Então, vamos lá: 1º dia: 10/08 (domingo) - saída de São Paulo e ida a Maringá No dia anterior já tínhamos feito compras no mercado com o que faltava, então saímos bem cedo, e como em todas as viagens eu estava ansiosa! A rodovia enquanto estamos
  10. Oi Pessoal, Vejo muitas pessoas falando sobre ir a Puerto Iguazú de ônibus ou taxi, mas e pra quem está de carro, como funciona? Vale a pena? Para estacionar o carro na cidade durante a noite, para ir nos restaurantes do centro, é tranquilo? Tem estacionamento ou como parar o carro na rua com uma certa facilidade? Agradeço muito desde já!
×
×
  • Criar Novo...