Ir para conteúdo

thais souza

Membros
  • Total de itens

    4
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que thais souza postou

  1. Oi Cristina! Tudo bem? Então, eu gostei bastante da agência, o Rodrigo foi a pessoa que me atendeu por lá...achei ele muito atencioso, me tirou todas as dúvidas...enfim, não tenho o que reclamar. Sobre a rapidez, eu não sei te falar ao certo, pq eu nunca fiz outro intercâmbio - não tenho com o que comparar. Mas, na Atlas 1 mês antes de meu embarque eu tinha toda minha documentação - carta da escola, carta da acomodação, passagem, tudo certinho. Uma semana antes, o Rodrigo fez uma orientação bem bacana, de como seria a imigração, o primeiro dia, visto, etc... Agora sobre a escola, eu já tinha sido orientada pelo Rodrigo de que ia ter muitos brasileiros, muitos alunos por sala...enfim era a escola mais barata mas que atendia minhas expectativas. Se você precisa ir para aprender inglês, o pessoal fala muito bem das escolas ISI, International House e Emerald (bem mais caras por sinal!) Agora voltando ao assunto....Como consegui meu emprego por aqui.... Uma coisa que vocês vão perceber quando vocês estiverem na Irlanda, a gente faz tudo a pé, o lugar é plano, o clima frio não deixa a gente ficar muito suada, e basicamente, as coisas são próximas umas das outras... Certo dia estava eu na casa de alguns amigos, e na volta para casa tive a ideia de procurar um atalho. Conclusão: me perdi, mas me perdi feio, não tinha ideia de onde eu estava. Como eu sou uma pessoa bem desprevenida, o celular não tinha bateria e eu tinha tipo, uns 5 euros na carteira (acho que se eu pegasse o táxi não passaria da próxima esquina rs...) Conclusão, me restou sair perguntando como fazia para chegar na North King Street (a rua onde eu moro), e torcer para não ter ficado muito longe de casa. Enquanto eu estava perdida, encontrei uma gaúcha que estava indo na direção de onde eu precisava ir, e ela acabou me convidou para acompanhá-la. No caminho, fomos conversando de várias coisas, expliquei que tinha acabado de chegar, e estava preocupada em não conseguir emprego... Eis que ela comenta que tava indo ao trabalho, avisar que ela não poderia mais ir, porque ela tinha acabado com o namorado e não tinha mais interesse em morar na Irlanda. Vocês não vão acreditar...aquela moça, que eu acabara de conhecer, perguntou se eu não queria ir com ela conversar com o chefe...de repente ele me contrataria!! Dito e feito, fui com ela, no restaurante italiano que ela trabalhava como garçonete, e conversei com a dona do restaurante...ela fez algumas perguntas para testar meu nível de inglês, e pediu para eu ir no dia seguinte com calça e sapatos pretos. Pronto, fui contratada!!! Sem brincadeira, isso foi a coisa mais legal que aconteceu comigo por aqui!! AHHHHH, dica: coloque na sua mala uma calça e sapatos pretos, nos restaurantes eles sempre pedem esta vestimenta. Ahh meu salario: 8,65 a hora + gorjetas.
  2. Desculpe a demora para postar por aqui...eu havia chegado na fase decisiva de procurar um lugar para morar (minha host estava acabando) e além disso estava saindo todos os dias para procurar trabalho....ps. consegui um!! No primeiro dia de aula, a escola forneceu uma carta para eu abrir a conta no banco (Banco da Irlanda), me informaram como tirar o PPS (um documento parecido com o CPF no Brasil, somente com este documento em mãos você poderá trabalhar legalmente aqui) e fazer o Student Travel Card (carteirinha de transporte). Com o visto de estudante em ordem, o próximo passo foi procurar um lugar para morar (minha host tinha a duração de 4 semanas), e como era muito distante do centro de Dublin, não compensaria renovar a acomodação. Pois bem, entrei no site (daft.ie) e comecei procurar algumas opções de quartos compartilhados. Na realidade, no dia seguinte comentei com os meus colegas de classe que eu estava precisando de um lugar para morar, eis que surgiu uma coreana muito querida, que tinha uma caminha vaga para dividir o quarto com ela! Aceitei na hora! O preço: 280 euros por mês, para morar (sem brincadeira) há 10 minutinhos da O'Connell Street (para quem não conhece...é como se fosse a Av. Paulista de Dublin, só que mil vezes menor). Como a acomodação ok, comecei a busca por emprego! Conforme as dicas dos conterrâneos que conheci pelas minhas andanças, fiz uma porrada de currículos para diversas profissões: garçonete, cleaner, caixa, etc... Imprimi, milhares deles e sai de porta em porta procurando emprego. Ps. nos currículos a galera realmente mente em relação a experiência profissional...eu sou analista de sistemas, mas nos currículos coloquei que eu trabalhava em hotéis (para os empregos relacionados a hotéis), que fui garçonete (para restaurantes) e assim por diante... Desculpe não estender mais, sei que demorei para responder...mas realmente a vida está bem corrida agora... Enfim...a busca pelo emprego foi bem legal por aqui, pela "história" ser bem extensa, foi tentar postar este final de semana no meu dia off!! Gilbertoni, prometo falar tudo sobre emprego e acomodação o mais breve possível!
  3. Oi João, Tudo bem? Fico feliz em poder ajudar! Em relação ao investimento, para ser sincera, eu optei comprar o pacote mais barato que eu pude encontrar rsrs.... Por que o mais barato? Eu já falo um inglês legal e na realidade, a minha intenção era mesmo de trabalhar por lá. Então falando em custos, o valor saiu mais ou menos este aqui: Pacote: +-R$ 6.000,00 6 meses de curso + 6 meses de férias na AB College +1 mês de acomodação em hostfamily +seguro saúde governamental Já a passagem eu utilizei milhas, e não precisei comprar....mas eu acho que deve custar por volta de R$ 1.800,00. (Ahh, lembrando que existe tarifa de estudante, e acaba custando um pouco mais barato). Eu fiz muitas pesquisas em agências de intercâmbio e por indicação de alguns amigos, acabei fechando com uma agência perto do meu ex-trabalho, a Atlas Intercâmbio. --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Mas voltando ao meus primeiros dias de IRLANDA: Eu cheguei no dia 29/07 (terça-feira), mas minhas aulas só começavam na semana seguinte no dia 04/08 (segunda-feira), eu optei chegar alguns dias antes para aproveitar um pouco a cidade antes de começar as aulas... Então entre o dia 29/07 e 04/08 fui conhecer tudo, lojas, supermecados, o centro da cidade, o temple bar, os parques, resumindo... andei, andei e andei. Para os que estão chegando e tem problema em se localizar pela cidade, no centro de Dublin na O'Connell Street tem um centro de informações turísticas, neste local é possível pegar um mapa bem bacana para ajudar a se locomover no cidade.
  4. Olá pessoal, Finalmente estou realizando meu sonho de fazer meu intercâmbio na Irlanda, foram muitos anos de planejamento e expectativas. Consultei este fórum quase que diariamente, e me sinto em dívida em compartilhar minha experiência com todos vocês! A Irlanda nunca tinha sido minha primeira opção para o intercâmbio, sempre havia sonhado em estudar na Inglaterra, mas sempre que eu colocava na balança os prós e contras, a Irlanda sempre aparecia como a melhor alternativa. Na realidade teve dois pontos que foram mais decisivos para a decisão de fazer meu intercâmbio por lá, são eles: 1º A libra é muito cara, lembro que quando estava pesquisando o custo de vida na Inglaterra, todas as vezes que eu fazia a conversão para o real, eu quase caía dura... O euro também é caro, mas pesquisando os preços de itens básicos de sobrevivência (alimentação, aluguel, vestuário, entre outras coisas) a Irlanda parecia ser bem mais barata. 2º A imigração inglesa é chata, sim, chata mesmo....eu já havia viajado para lá antes do meu intercâmbio, eu sempre tive a impressão de não ser bem vinda (lembrando que esta é uma experiência minha, talvez com outras pessoas talvez tenha sido diferente). Na realidade, por mais que eu tivesse essa sensação, eu não fui barrada no aeroporto e tudo que tive que responder foram muitas perguntas do tipo: qual o propósito da sua viagem, o que vc faz no Brasil, quanto tempo vc pretende ficar, por que escolher a Inglaterra para viajar, vc tem intenção de trabalhar na Europa, enfim perguntinhas chatas, mas nada que seja abusivo e fora do normal. Já, tive alguns amigos que haviam viajado à Irlanda, e todos eles foram unânimes em afirmar que a imigração irlandesa é muito tranquila, você se sente acolhido e se você estiver com a documentação toda certinha, não haverá problemas em conseguir o visto. --------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Primeiro dia: Cheguei em Dublin dia 29/07, o voo foi bem tranquilo (para os quem tem medo de voar como eu, isso soa como um alívio rs..). Cheguei no aeroporto, preenchi um formulário de entrada no país, peguei as malas e fui para o balcão da imigração.Quando você chega nesta parte do aeroporto, haverá alguns guichês com a indicação: Europeus e não europeus. Me dirigi a fila dos não europeus, aguardei chegar minha vez e quando chegou, apresentei todos os documentos que eu já sabia que seriam exigidos: - Passagem aérea de ida e volta - Carta da escola - Carta da acomodação - Seguro saúde A única coisa que fiquei meio constrangida era entregar meus cartões de crédito logo de cara, decidi esperar para ver se ele ia pedir. Pois bem, depois de analisar todos os documentos, ele perguntou se eu teria um suporte financeiro para me manter por lá, falei que sim, e mostrei meus cartões de crédito internacional e 700 euros que eu tinha na carteira. Ele sorriu, me falou com um forte sotaque irlandês :" Bem vinda a Irlanda, e não deixe de experimentar a Guiness", carimbou meu passaporte, agradeci e fui para a área de saída do aeroporto. PS. Foi muito tranquilo, de verdade. Não se preocupe se você não fala inglês, a moça que estava na minha frente no balcão da imigração não falava uma palavra, ela fez algumas mimicas, mostrou a documentação e deu tudo certo. HOSTFAMILY: Antes de sair do aeroporto, liguei para minha hostfamily para avisar que eu já havia chegado e estava a caminho. Peguei um táxi na porta do aeroporto, e fui direto para lá. Quando cheguei a família já aguardava na frente de casa, lá encontrei a Marie (mãe), o Ronan (pai), a Chloe e a Ava (as filhas do casal). Todos muitos fofos, eu não podia esperar uma família melhor, as crianças eram as coisas mais lindas do mundo... Eles mostram a casa, o quarto e me entregaram as chaves da porta de entrada. Conversamos por um tempo e decidi descansar para aproveitar o dia seguinte, a viagem é bem cansativa e tudo que eu precisava era de uma banho e descanso. AHHH, esqueci, antes de dormir foi servido um jantar, o cardápio: vegetais e um franquinho assado) E assim foi meu primeiro dia em Dublin..... prometo postar em breve tudo o que foi mais importante neste começo de intercâmbio para que possa facilitar a vida de quem está indo. Se você tiver alguma dúvida....me mande um email, vou tentar responder o mais breve possível: [email protected]
×
×
  • Criar Novo...