Ir para conteúdo

fernanda.voltolini

Membros
  • Total de itens

    82
  • Registro em

  • Última visita

Sobre fernanda.voltolini

  • Data de Nascimento 22-03-1989

Bio

  • Ocupação
    Profissional de Recursos Humanos

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

Conquistas de fernanda.voltolini

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

  • Iniciador de Conversas

Distintivos Recentes

2

Reputação

  1. Oi Yasmine, bem vinda a SC!!! Sou de Jaraguá do Sul, a uns 50km de Joinville. Normalmente nessa época é frio e chuvoso (Joinville e Jaraguá chove muito rs), mas acredito que irá se adaptar bem! =)
  2. Fiquei no AZ ano passado e amei. Eles não possuem recepção 24h horas, porém a gerente foi super flexível...nos buscou na rodoviária, nos explicou como fazer no dia seguinte com relação aos passeio e ônibus e foi bem tranquilo, ficamos com uma chave da porta de entrada para que pudéssemos voltar mais tarde dos passeios.
  3. Estarei de férias em Agosto tbm, sem destino e sem muito dinheiro! haha Dependendo do que decidir, podemos combinar! =)
  4. Fica próximo ao Rio da Madre, dá pra fazer todos os passeios na guarda a pé. Do camping ao centrinho dá cerca de 10 minutos a pé. Camping tem banheiro com chuveiro quente, ducha externa, cozinha, lanchonete/restaurante internos, estacionamento junto ao camping (inclusive já vi vários com barraca de teto), bastante sombra...logo na entrada tem um barco motorizado que te leva até as praias com um valor bem simbólico eu diria. dá uma olhada no site deles: http://campingbeirario.com.br/ Não é necessário fazer reserva, para o feriadão de páscoa o valor ficou R$ 35,00.
  5. A Guarda é simplesmente encantadora!!! Vou sempre que posso e não me canso, volto de lá renovada! Estou indo agora na Páscoa novamente, de 14 a 17/04. Sempre fico no Camping Beira Rio, a estrutura é muito boa e a localização é ótima!
  6. Sim, a Sommer é muito boa tbm! Festa de cervejas em SC é o que não falta...a Pomerana é excelente tbm! =)
  7. O Festival é excelente, sempre vou, vale a pena!!!
  8. Oie!!! =) Então, soube que tem algumas pousadinhas/hostels na cidade de Brumadinho - porém não cheguei a pesquisar muito sobre elas, pois meu tempo era curto e resolvi pernoitar em BH mesmo, até pelo fato da cidade oferecer mais opções caso eu resolvesse curtir a noite (o que não ocorreu, pois voltei exausta do Inhotin rs). O Inhotin é meio afastado do "centrinho da cidade", próximo de lá não avistei nenhuma estrutura para poder pernoitar, então de qualquer forma você precisaria pegar algum ônibus/van para chegar lá. Em um dia você consegue conhecer as principais atrações do Inhotin, apesar de corrido, achei que valeu muito a pena e não me arrependo de ter ficado em BH. Com relação a ir direto de São João del Rei para o Inhotin não sei se dá muito certo devido o horário dos ônibus - se não me engano não tem ônibus direto pra lá, então teria que sair mesmo de BH . De BH os ônibus saem somente nos primeiros horários da manhã e retornam no final do dia.
  9. Oi Diego, acho que ir pra Capitólio, São Thomé, Ibitipoca seria uma boa, já que teu foco é mais na natureza =) Sou louca pra conhecer a região...mas me falam super bem!
  10. A intenção é voltar, assim que possível e conhecer também a região de Capitólio, Ibitipoca e São Thomé! =)
  11. Que bom que curtiu Felipe! Consegui muitas informações úteis nas postagens dos colegas aqui, sei o quanto essas dicas são valiosas. Se puder ajudar em alguma coisa, estou a disposição! Abraços!
  12. Olá pessoal, gostaria de compartilhar com vocês minhas férias de MG!!! Caso possa ajudar em alguma coisa, estou a disposição tbm! =) 1º dia Navegantes/SC – Belo Horizonte/MG – Ouro Preto/MG[/b] Passagens aéreas ida e volta R$ 279,00 - Saída de Navegantes/SC 06:25 com conexão RJ (Galeão), chegada em Confins/MG 09:40h - GOL Passagem Aeroporto Confins para Rodoviária BH R$ 12,10 – aproximadamente 50 minutos – Conexão Aeroporto (Linhas geralmente de meia em meia hora) Passagem BH para Ouro Preto R$ 33,25 – Aproximadamente 2 horas – Viação Pássaro Verde (Linhas geralmente de 1h e 1h.) Hospedagem Uai Hostel em quarto misto R$ 30,00 diária com café da manhã incluso (2 noites) = R$ 90,00 - Hostel simples, galera animada, boa localização (O Brumas também possui boa localização e a um valor bem atrativo) Chegando na Rodoviária de Ouro Preto decidi ir a pé até o Hostel (não era longe, cerca de 10 a 15 minutos, segundo o Google Maps...o que o Maps não me informou é que teria algumas “paredes” para serem percorridas no decorrer do trajeto, parei para pedir informação a um casal, os quais ofereceram uma carona até o Hostel #sortedodia!!!) Chegando no Hostel (aproximadamente 14h) deixei minhas coisas e fui bater perna, neste primeiro dia aproveitei para conhecer a região da Praça Tiradentes e arredores: • Igreja São Francisco de Assis • Museu da Inconfidência • Praça Tiradentes • Igreja Nossa Senhora do Carmo Achei desnecessário pegar um guia para conhecer a região, visto que os lugares são relativamente próximos e você consegue muitas dicas com o próprio pessoal dos hostels e na central de informação ao Turista (que fica na própria praça Tiradentes)...Mas vá preparado para subir e descer muita ladeira!!! A alimentação do dia ficou por conta de um Subway (+/- R$ 18,00) e algumas besteirinhas da padaria em frente ao hostel (+/- R$ 13,00) A maioria das Igrejas/Museus cobram entradas que ficam entre R$ 4,00 a R$ 10,00 – neste primeiro dia entrei somente nas Igrejas e outras atrações free – visto que tem muita igreja pela região e a que eu mais tinha interesse em conhecer era a Igreja Nossa Senhora do Pilar (Igreja do Ouro), que fui no 3º dia! 2º dia Mariana/MG Realizei o trajeto ida/volta até Mariana de ônibus. O Terminal de ônibus fica próximo ao Hostel e a Praça Tiradentes. Optei por fazer o trajeto de ônibus pela questão do valor, mas é possível realizar por trem, a vista de ônibus é a mesma que você tem de trem, a única diferença pelo que pude perceber é o passeio de trem em si e os valores em si. De ônibus gastei aproximadamente R$ 8,00 (ida e volta). Lá percorri toda a cidade a pé (são menos ladeiras que Ouro Preto!!!) e sem guia, consegui muitas informações interessantes na central de informação ao Turista que fica junto a Rodoviária e com alguns moradores da região que acabava abordando para pedir alguma informação! • Basílica da Sé e Rua Direita • Igreja de São Francisco de Assis (restos mortais do Aleijadinho) • Igreja de Nossa Senhora do Carmo • Câmara dos Vereados e antiga Cadeia • Praça Gomes de Freire (cercada de casarões do séc XVIII) • Igreja São Pedro dos Cléricos • Igreja Nossa Senhora do Rosário O almoço foi no Restaurante Rancho (que fica na Praça Gomes de Freires), cerca de R$ 26,90 o buffett livre com comidas regionais!!! Super recomendo!!! Um dia é mais que suficiente para conhecer as principais atrações de Mariana, a cidade é super charmosa e o povo muito carismático!!! Retornei ao final do dia para Ouro Preto, sã e salva após uma chuvarada de grazino que caiu nas cidades de Mariana e Ouro Preto no fim da tarde! Aproveitei o entardecer para percorrer um pouco mais as vielas de Ouro Preto e ir em algumas lojinhas! Como estava exausta das caminhadas do dia, o Felipe (um dos rapazes que trabalha no hostel) indicou pedirmos um lanche Hamburgueria Estrada Real – a dica dele foi ótima!!! Um dos lanches mais gostosos e caprichados que já comi por um preço super bacana, aproximadamente R$ 16,00) 3º dia Ouro Preto/MG Acordei cedinho no intuito de conhecer o Parque das Andorinhas (há uma empresa (Trecking Tur) que faz esse Trecking por cerca de R$ 30,00, eu optei por fazer sozinha) – peguei um ônibus para o Morro do Santana (R$ 8,00 ida/volta) e desci em frente ao Bar do Baú, onde pude pegar algumas informações adicionais com com um senhor que trabalha lá...ele me indicou o caminho para a Trilha e lá fui eu!!! – Como toda viagem que se preze, tem seu perrengue, a minha não podia ser diferente...andei cerca de uns 3km de trilha, e não consegui atravessar um riacho, pois como comentei anteriormente, havia chovido muito no dia anterior...mas ok! Volta e vamos conhecer o restante de Ouro Preto! Desci na praça Tiradentes e fui almoçar no restaurante Panela de Barro (na praça mesmo!), comida caseira, regional por um preço super acessível (R$ 18,90 o buffet livre). Após peguei um ônibus até a rodoviária (não é longe da praça (15 a 20min), mas como estava cansada optei por poupar meus pés um pouco) – pelas redondezas acabei conhecendo um Senhor (Seu Sebastião, que sempre fica pela igreja ao lado da Rodoviaria) que começou a contar a história da região e se ofereceu para me mostrar o outro lado da cidade, não pedindo um valor fixo por isso, mas deixando a meu critério pagar o que achasse pertinente. Aproveitei para conhecer a a Igreja Nossa Senhora do Pilar (R$ 10,00 a entrada) – a Igreja é linda demais, porém não é possível fotografar em seu interior, passei pela casa de Maria Joaquina, Igreja dos Negros, dentre outros lugares bacanas e no final do passeio fomos conhecer uma mina de ouro desativada (Mina Santa Rita) cuja a entrada era R$ 25,00, particularmente, eu esperava mais da mina, mas valeu para conhecer um pouco da história, mas não recomendo – pelo que fiquei sabendo depois tem minas muito mais interessantes pela redondeza! Por volta das 17:00h voltei para o hostel, tomei um banho e fui de ônibus para a Rodoviária e de lá segui para São João Del Rei (R$ 35,00) – único horário de Ouro Preto para São João del Rei é as 19:00h – chegada aproximada em São João pelas 23:00h. Hospedagem AZ Hostel (R$ 65,00 a diária com café da manhã em quarto feminino) – super recomendo!!! O pessoal é muito atencioso, limpeza e organização impecáveis – como chegamos após o horário de check-in a Flávia, dona do hostel, me buscou na Rodoviária – no dia seguinte sai cedo com destino a Tiradentes – negociei com a Flavia deixar meus pertences no hostel, pois no dia seguinte voltaria pra lá, levei apenas uma mochila com itens básicos para 1 dia em Tiradentes. 4º dia Titadentes/MG Acordei cedo, tomei café (o café do AZ Hostel é oferecido em uma padaria próxima, excelente!) e peguei o ônibus até Tiradentes (Viação Porto Real), cerca de R$ 4,00. Hospedagem no Hostel Recanto de Minas em quarto feminino (R$ 80,00), boa localização e limpo! Aproveitei para visitar algumas exposições que estavam acontecendo na cidade e alguns pontos turísticos: • Museu Padre Toledo • Casa da Câmara • Igreja Santo Antonio • Museu da Liturgia • Igreja Nossa Senhora do Rosário • Fonte de São José • Igreja Nossa Senhora das Mercês Almoço cerca de R$ 30,00 em um restaurante ao lado do Hostel, o qual não lembro o nome, mas a comida era super saborosa!!! Entre uma parada e outra, encontramos a tão falada loja de doces do Chico Doceiro – os doces são uma delicia!!!! O lugar é super simples e quase passei reto, pois a fachada do local é bem discreta...mas não deixe de parar lá e se deliciar com os docinhos típicos!!! Jantar e umas cervejinhas no Sapore D'Italia – um dos poucos restaurantes abertos no domingo a noite! Gastei cerca de R$ 50,00, mas confesso que a comida não me agradou muito! Achei desnecessário passar a noite em Tiradentes, acredito que teria aproveitado bem mais se tivesse voltado para São João naquele mesmo dia ao fim da tarde, um dia é suficiente para conhecer os principais pontos da cidade! 5º dia São João Del Rei/MG Voltei para são João de ônibus (R$ 4,00) e fui para o AZ Hostel e de lá bater perna pela cidade, fiz tudo a pé e sem guia, apenas pegando dicas no próprio hostel e com alguns moradores da região! • Igreja Nossa Senhora do Carmo • Igreja Nossa Senhora das Mercês • Pelourinho • Catedral Nossa Senhora do Pilar • Solar dos Neves • Ponte do Rosário • Praça Frei Orlando/Igreja São Francisco de Assis/Cemitério Tancredo Neves • Prefeitura/Secretaria da Fazenda e Ponte da Cadeia • Teatro Municipal • Estação de Trem • 11º Batalhão de Infantaria de Montanha Sobrou um tempo, peguei um ônibus (R$ 6,00 ida/volta) e fui para o Morro do Cristo, onde tem um mirante bacana da cidade. Nesse dia não deu tempo para o almoço – sobrevivi com alguns pães de queijo!!! Rs Janta em uma no Obelix (uma pizzaria do “shopping”) – muito saborosa a um preço justo (R$ 25,00) Passei no mercado para garantir o café da manhã do dia seguinte, pois sai cedão para a Rodoviária! (R$ 15,00) 6º dia Belo Horizonte/MG Passagem de São João para BH pela Viação Sandra – R$ 60,70 – Sai de São João por volta das 6h da manhã e cheguei em BH às 10h. Acabei pegando um taxi da Rodoviária até o Hostel, cerca de R$ 15,00. Hospedagem Samba Rooms Hostel em quarto misto R$ 40,00 a diária com café da manhã incluso (2 diarias) = R$ 80,00 – Excelente localização (5 min Praça da Liberdade) e limpo, como fica em uma das avenidas principais o barulho atrapalha um pouco, mas nada absurdo! Optei por conhecer os lados da Pampulha, peguei um ônibus circular (R$ 2,90) em um ponto próximo ao Hostel e desci em frente ao Estádio Mineirão: • Lagoa da Pampulha • Igreja São Francisco de Assis • Casa do Baile • Mineirão e Mineirinho Na volta peguei novamente um ônibus (R$ 2,90) até a Rodoviária, onde comprei as passagens para no dia seguinte ir ao Museu do Inhotin na cidade de Brumadinho/MG. Da rodoviária fui a pé até o Mercado Central de BH, almocei no restaurante Casa Cheia que fica no próprio mercado, comida excelente a um preço justo (Aproximadamente R$ 30,00 prato feito + bebida) Passei o restante da tarde pelas proximidades do Mercado e após retornei ao Hostel – que ficava a uns 20 minutos a pé. Aproveitei e parei no mercado e comprei algumas coisas para o jantar e para fazer alguns lanchinhos para levar ao Inhotin (embora a entrada com alimentos não seja permitida, arrisquei...afinal não estava disposta a pagar cerca de R$ 70,00 em uma refeição dentro do museu). 7º dia Brumadinho/MG – Museu do Inhotin Passagem ida/volta pela viação Saritur (R$ 47,35) saída as 08:15h e retorno as 16:30h – cerca de 2hrs de viagem. As 4ª feiras o Museu oferece entrada gratuita, então o local enche de estudantes/turistas. Um dia é pouco para conhecer o Museu? Sim!!! Porém se você apertar o passo consegue conhecer as principais obras e galerias! Como já estava cansada de tanto caminhar nos dias anteriores, optei por comprar o Transporte Interno (R$ 25,00), visto que não gastei com a entrada e ele te deixa nos principais pontos do museu. Me surpreendi com a beleza, organização e limpeza do lugar – se for para a região vale a pena uma passadinha pelo Inhotin! Lá dentro tem vários cafés e restaurantes (que eu particularmente achei num valor muito abusivo), como mencionei anteriormente levei alguns lanchinhos na bolsa e quando a fome batia ia para um lugar menos movimentado e matava a fome rs O ônibus saiu de lá pontualmente as 16:30h e cheguei em BH por volta das 19:45h – da Rodoviaria até o hostel fui a pé (me perdi, mas logo me achei!), parei para um lanchinho no Subway (R$20,00) e depois banho e cama!!! 8º dia Belo Horizonte/MG Por ser o último dia em BH e o voo ser a tarde já, optei por ficar nas proximidades do Hostel, como a praça da Liberdade ficava a cerca de 5 min resolvi conhecer essa região na parte da manhã. • Basílica Nossa Senhora de Lourdes • Praça da Liberdade • Palácio da Liberdade • Palácio das Artes • Centro Cultural Banco do Brasil Fiz um lanche rápido (R$ 15,00), tomei um banho e fui pegar o ônibus para o Aeroporto – tinha um Temrinal da Conexão Aeroporto a cerca de 5 minutos do Hostel, o que facilitou bastante a minha vida! Rs Peguei um ônibus executivo direto para o Aeroporto (R$ 26,75) cerca de 50 min. Passagens aéreas Saída de Confins/MG 16:30h com conexão SP (Congonhas), chegada em Navegantes 20:30h – GOL Resumindo: Passei 8 dias em MG, conheci muitos lugares bacanas, comi bem e economizei muito! No total, com todas as despesas (passagens, hospedagem, alimentação, entradas e os extras) gastei cerca de R$ 1.500,00.
  13. Bacana a iniciativa Henrique, temos belos lugares aqui na terrinha! =)
  14. Sou de SC e adoraria desbravar um pouco mais aqui da região...tenho férias em Setembro e alguns dias em Dezembro/Janeiro =)
×
×
  • Criar Novo...