Ir para conteúdo

judeyamakawa

Colaboradores
  • Total de itens

    179
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que judeyamakawa postou

  1. Bom, então no final nossas dicas de dias estão compatíveis! Rafael, se conseguirem aumentar mais dias na viagem, seria ótimo! Quanto a uma cidade pra excluir eu não excluiria Praga, acho a cidade fantástica. De todas, acho que é quase unanimidade que Bruxelas é a mais sem graça, então, apesar de ser algo bastante pessoal, sugiro que excluam Bruxelas caso necessário. Os deslocamentos internos, pessoalmente, sempre que dá eu busco fazê-los por terra, para evitar todo o incômodo de ir até os aeroportos (companhias low cost via de regra operam em aeroportos mais distantes das principais
  2. Olá! Eu gosto bastante! Sempre costumo pegar os do Sandeman's, mas já fiz de outras companhias também. Geralmente é entre 2/3 horas de duração, com uma pausa em um café. Quanto a distância, não faço ideia de quantos kms (mas é uma caminhada beem tranquila), mas nos sites eles apontam os principais locais em que vão passar, aí dá pra ter uma ideia. Eu acho os tours, em geral, muito bons. Como os guias recebem em gorjetas, eles costumam se esforçar bastante para um bom tour. Gosto também porque, além daquilo que está escrito nos guias (livros), eles costumam falar sobre as curiosidade da cidad
  3. Não tinha visto a resposta do João e acabamos discordando na quantidade de dias em alguns lugares, mas ele fez uma boa ressalva: eu tinha pensado em 25 só na Europa, mas se esses dias incluirem os voos de ida e volta realmente fica complicado.
  4. Oi Rafael! Acho que sim, seu roteiro é bem viável. Sugiro que deixe no mínimo 5 dias para Londres e 5 para Paris, 1 para Bruxelas, 2 para Amsterdam, 3 para Berlim, 2 ou 3 para Praga, 1 para Veneza e 3 ou 4 para Roma. O restante você acaba perdendo com deslocamentos. A Air Europa também está com preços bons ultimamente (é o mesmo padrão da TAP). Dê uma olhada nos preços deles também
  5. Oi LecaNilca! Pelo que a gente vê e dizem, ir desempregada é sempre um risco, mas acho que você pode tentar fazer as reservas juntamente com suas amigas e irem juntas ao guichê. Deve ajudar o fato de vocês estarem em grupo e elas terem vínculos bastante fortes com o Brasil. Digo isso porque a única vez que tive dificuldade em imigração (várias perguntas, tive que mostrar diversos documentos) foi quando estava sozinha. Nas demais vezes, eu viajei acompanhada com uma amiga ou um amigo e nunca pegaram na pé (na Espanha, inclusive).
  6. Apenas acrescentando ao que o Adriano falou, em Praga, em 2010, as feiras continuavam depois do Natal. Fiquei lá de 26 a 29 de dezembro e peguei feira todos os dias e gostei bastante! Nesse mesmo ano passei a virada do ano em Berlim, no Portão, e sim, é muito bom! Eu peguei um show do David Hasselhoff hahahah Mas se certifique de que vai estar MUITO bem agasalhado, porque se for parecido com o meu ano, horas na rua em uma temperatura abaixo de -10 depois virou sofrimento de horas no hostel pra eu conseguir me esquentar outra vez rs.
  7. De Londres para Liverpool, o modo mais barato com certeza é de ônibus. Já fui e achei bem tranquilo (se bem me lembro, aproximadamente 4h de viagem), mas você também pode ir de trem, caso prefira. Tem trem também de Liverpool para Edimburgo, acho que é a escolha mais lógica. Todavia, acho que vale a pena buscar por voos na Ryanair, que é sediada em Dublin, então há uma facilidade em encontrar voos baratos chegando/ saindo de lá. Tente buscar por voos Liverpool - Dublin, Dublin - Edimburgo e veja se vale a pena (tô chutando essa hipótese). Caso contrário, faça Liverpool - Edimburgo - Dublin me
  8. Aninha, dê uma olhada no que o pessoal diz sobre os hostels no hostelworld.com e no booking.com, escolha sempre hostels com armários individuais e nada deve dar errado Recomendo que escolham hostels com um rating alto, acima de 8/80. E 12 mil vai dar pra vocês passarem bem tranquilo por lá! Boa sorte nos planejamentos!
  9. Londres é realmente mais cara sim... E Veneza, Amsterdam e Paris também estão entre as cidades mais caras da Europa. Eu não sou lá muito boa com a questão de orçamento, mas acho que, considerando que as cidades em que vocês vão ficar são caras, dá pra pensar em uma média de 65/70 euros por dia (ficando em hostels de preços medianos, fazendo parte das refeições com supermercado, sem comprar quase nada, entrando nas principais atrações pagas). Mas aí depende muito de vocês e do tipo de viagem que vão fazer, porque dá pra baixar essa média, mas também dá pra aumentar bastante. Meu último
  10. Aninha, eu repensaria o tanto de dias que vocês reservaram para Veneza, já que em 2 dias vocês conseguem conhecer a cidade e lá a hospedagem costuma ser bem salgada. Esses dois dias vocês podem redistribuir para Paris e Roma ou acrescentar mais um destino (recomendo Florença). Caso acrescentem um novo destino estilo Florença, dá pra tirar de Londres um dia de Londres, já que em 6 dias vocês conseguem conhecer beem a cidade e lá também é tudo bem caro. Dentre as cidades que vocês vão, recomendo o The Yellow em Roma (achei seguro, divertido e bem localizado). Nas outras cidades fiquei em h
  11. Oi Aninha! Bom, de mulher com pouco mais de 1,60 pra mulher com 1,60, quanto a mochila, eu já fiz mochilões na Europa com dois tipos de mochilas: um com uma mochila/mala (tem rodinhas, mas pode ser também mochila, não sei se tem nome específico hahah) e outro só com mochila. Achei MUITO melhor a primeira opção, principalmente porque lá você dificilmente vai ter problemas em andar com a mala na rua - e olha que eu fiz isso esse mochilão em janeiro e ainda encarei a neve. O único problema seriam eventuais escadas em estações, hostels, mas aí dá pra contornar usando como mochila. Muita gente
  12. Oi Daniel! Em geral, gostei da distribuição de dias do seu roteiro, mas não sei opinar sobre Ibiza, pois não fui até lá. Acho impossível apertar Londres aí no meio sem abrir mão de nada, mas Bruxelas eu acho que rola, dependendo da hora em que você chega e sai de Amsterdam. Você pode tirar 1 dia de Barcelona e, se conseguir garantir pelo menos 2 dias e meio pra Amsterdam, outro de Amsterdam e usá-los para Bruxelas (em 1 dia e meio dá pra ter uma boa noção de lá, não é uma cidade com muitas atrações). Dependendo dos horários, dá pra tirar um dia também de Berlim, caso você consiga aproveitar u
  13. Nina, fica difícil indicar sem as datas, como já disseram. Entretanto, em dezembro fui para Barcelona e Madrid em dezembro e recomendo MUITO esses hostels com preços bem bons, especialmente o de Madrid: http://tochostels.com/madrid/ (Não sei como tá agora, mas o hostel é novinho, arrisquei e fiz a reserva antes mesmo dele abrir, então paguei baratíssimo, acho que menos que 15 euros. Na questão de estrutura, acho que é o melhor hostel em que eu já fiquei. E a localização é MUUUITO boa.) http://www.santjordihostels.com/pt-br/sant-jordi-hostel-rock-palace-3/#prices (Essa rede é conhecida pelos
  14. Oi Mariana! Bom, minha sugestão inicial seria mais dias para Londres e também para Paris. É quase que impossível ter uma noção do que é Londres em apenas dois/três dias, até porque você precisa considerar o tempo que vai perder no deslocamento entre as cidades. Além disso, você precisar ter em mente que nessa época os dias serão extremamente curtos, começando a escurecer já às 16h. Acho que uma opção seria deixar Londres para outra ocasião e acrescentar esses dias para Paris. Mas caso mantenha sua programação, seguem minhas dicas: Quanto a Amsterdam, acredito que dê pra encaixar mais alguma c
  15. Stephani, em geral eu aconselho as pessoas a tomarem o tempo necessário (e mais um pouco) em cada cidade. Se você é do tipo de museus, que pretende entrar nas atrações, aconselho a acrescentar mais um dia para Paris, deixando 4 dias para a cidade e um inteiro para Versailles (ainda não conheci ninguém que não perdeu o dia todo lá...). Em 5 dias em Londres você consegue conhecer as principais atrações da cidade, então acho que está ok. De lá, você pode ir para Liverpool por ônibus ou trem (por ônibus é bem tranquilo e baratinho, então recomendo essa opção caso grana seja um problema). Caso vo
  16. Olá Felipe! Acredito que até a data da viagem de vocês seja possível encontrar passagens com preços melhores, até R$6.000 para os dois. Além disso, posso estar errada, mas acredito que o trecho Paris - Londres - Bruxelas encarece sua viagem. Se for para economizar meesmo, sugiro que considerem o trecho Amsterdam - Bruxelas - Paris de ônibus (foi o que eu fiz e é bem tranquilo). Além disso, recomendo que deixem pelo menos mais um dia para Londres. Apenas 3 dias completos é muito pouco para conseguir conhecer a cidade. Eu tiraria um dia de Bruxelas que, na minha opinião, é a cidade menos inter
  17. Caroline, andei pesquisando bastante hospedagem no Rio para o mesmo período e, caso você não vá sozinha, recomendo dar uma olhada no airbnb.com.br . Foi lá que eu achei as opções mais baratas, tendo em vista que a hospedagem lá no Rio é bem salgada.
  18. Eu levaria apenas o necessário durante o voo na bagagem de mão e despacharia o resto, para não correr o risco de ficar respondendo perguntas. Em pouca quantidade, não há porque ter problema. Mas leve a bula e, no caso de medicamentos vendidos sob prescrição, a receita do médico. Sei que a dipirona tem venda proibida no Reino Unido então se precisar desse medicamento e não quiser correr riscos, solicite uma prescrição ao médico. Mas tudo isso só pra ser extreeeemamente precavido, Tiago. Nunca vi ninguém tendo problemas por conta disso não
  19. Oi Tiago! Nas vezes que fui para Londres, sempre deixei para comprar polivitamínicos lá. Em todas as Boots sempre tem uma boa variedade e com preços que, em geral, eu achei melhores dos que a gente encontra no Brasil. Sempre comprei os fabricados pela própria Boots. Recomendo as da Tottenham Court Road ou da Oxford St pra procurar, mas é bem provável que já no aeroporto você encontre. Todavia, caso você deseje levar ou já tenha comprado, eu levaria na embalagem original (para que eles possam verificar do que se trata), na bagagem despachada. Já levei remédios dessa forma para parentes que re
  20. Oi Jessica! Sugiro que você repense a distribuição de dias, pois 4 dias para Londres fica muuito apertado, considerando o tanto de atrações da cidade. Pessoalmente, eu tiraria 1 dia de Paris e 1 de Amsterdam e acrescentaria em Londres. 6 dias é suficiente para conhecer muuito bem Paris, e o mesmo em 3 dias em Amsterdam.
  21. Olá! Se vocês ficarem até 13 dias, é suficiente, considerando 65 euros por dia. Mas se vocês ficarem por mais tempo, tenham em mente que, caso necessário, vocês não precisam comprovar todo o dinheiro em espécie, então se tiverem mais um dinheirinho na conta, levem também extrato. Fora isso e passaportes com vencimento em até 6 meses, tenham passagem de volta em mãos, comprovantes das reservas, do seguro viagem e, para se sentirem mais seguras, dos vínculos que vocês têm com o Brasil (comprovando emprego, matrícula em universidade, essas coisas).
  22. Eu já fiquei bastante em hostels e tenho uma leve preferência por quartos mistos, pois me parecem mais divertidos. Sou dessas que entram e saem vestidas do banheiro, então a questão de poder se trocar no quarto não faz diferença pra mim. Só uma vez que eu tive azar de ficar em um quarto bem pequeno, com minha amiga e mais 4 homens e o cheiro não ficou nada agradável hahaha Também já peguei, por desatenção, hostel sem locker e acho que é sim caso de dispensar. Fica complicado confiar em váárias pessoas e ainda sair durante o dia sem se preocupar. Mas o que o Adriano disse é verdade: leve seu c
  23. Olá! Não conheço Potsdam e Dresden, mas recomendo pelo menos 3 dias em Berlim, 3 em Praga, 2 ou 3 em Viena, 1 em Bratislava (ou bate-volta saindo de Viena) e 3 em Budapeste. Considerando a quantidade de dias que você tem, acredito que dê sim para fechar esse seu roteiro, deixando um ou dois dias para Potsdam e Dresden, além de mais 1 ou 2 nas cidades que você pretende conhecer melhor.
  24. Achei ótima a divisão de dias! Apenas certifiquem-se de que não perderão um dia inteiro com os trajetos entre as cidades. Quanto aos bons locais para hospedagem, em Londres o melhor seria ficar na região central (Westminster, Soho e Covent Garden são bons distritos). Em Paris, a região central também seria ótima (mas não sei nomear os distritos de lá) ou, se quiserem algo um pouquinho mais charmoso e possivelmente barato, acho Montmartre uma boa pedida. Sugiro que busquem no booking.com e vejam as avaliações de quem já ficou hospedado nos lugares!
×
×
  • Criar Novo...