Ir para conteúdo

jpofreitas (GoTravel2Live)

Membros
  • Total de itens

    61
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

2 Neutra

Sobre jpofreitas (GoTravel2Live)

  1. Fazenda Vitória: Dica de turismo ecológico em São Luiz do Paraitinga

    O interior de São Paulo reserva locais agraciados pela natureza e repletos de calmaria e ao mesmo tempo, diversão. Nós fomos conhecer um desses lugares, no distrito de Catuçaba, em São Luiz do Paraitinga. Lá caminhamos em trilhas, acampamos, tomamos banho de cachoeira, fizemos rapel, descemos de tirolesa e conhecemos muitos amigos, os quais curtiram junto com a gente o som do violão à beira da fogueira. Em resumo, foi excelente, e por isso queremos dividir com vocês esta experiência e dar as dicas deste lugar maravilhoso que é a Fazenda Vitória. Breve histórico Paraitinga, ou do Tupi-Guarani, “Águas Claras”, é o nome do rio tão importante que desde os tempos dos Bandeirantes transportava o ouro e o café mineiro. Não só importante para o transporte, foi o motivo pelo qual se decidiu fundar o povoado de São Luís e Santo Antonio do Paraitinga em 1769, posteriormente nomeado para São Luiz do Paraitinga, quando o padroeiro do local passou a ser São Luiz, Bispo de Tolosa. O povoado foi crescendo até que em 1773 elevou-se à categoria de Vila e em 1857, à categoria de Cidade. Fazenda Vitória “Um bom lugar para se viver”, é assim que a cultura indígena denomina Catuçaba, o distrito de São Luiz do Paraitinga que guarda muita história e o jeitinho caipira de se viver. É na zona rural deste distrito que se encontra a Fazenda Vitória, que representa bem o significado indíginena. Este foi nosso destino. A fazenda abriga uma variedade de atividades para toda a família. Ao mesmo tempo, é um refúgio da zona rural e um local que preza pela tranquilidade. A principal atração da fazenda é a cachoeira, que atinge cerca de 50 m de altura e com mais de uma queda d’água. Em uma das partes da cachoeira é possível descer de rapel e na altura média uma descida de tirolesa com 290 m de comprimento está disponível. Projeto Rio Vivo O projeto Rio Vivo é uma iniciativa da Band Vale pela preservação do Rio Paraíba do Sul. A Fazenda Vitória apoia este projeto com o reflorestamento da região a partir da plantação do palmito Juçara (Euterpe edulis), que por ser uma árvore com tantas aplicações comerciais tem sofrido exploração desenfreada. Além do reflorestamento, o projeto apresenta para as crianças e adultos os efeitos do desmatamento e a importância de se proteger o meio ambiente. Uma pequena trilha também é realizada passando pela mata e cachoeiras da fazenda. Iniciamos nosso passeio na Fazenda Vitória por este projeto, onde pudemos participar do reflorestamento e da trilhinha ecológica. É muito bacana ver a empolgação das crianças plantando as mudas e jogando as sementes. Trilhas Na Fazenda Vitória temos algumas opções de trilhas a serem exploradas. No primeiro dia, após as atividades do Projeto Rio Vivo, fizemos uma delas e no segundo dia fizemos outra, que é a continuidade daquela primeira. A trilha se inicia a cerca de 50 metros da área de camping da fazenda, na base da cachoeira principal. Ali subimos um pequeno morro e logo já nos deparamos com o paredão mais bonito da cachoeira, o mesmo em que mais tarde fizemos rapel. Dali podemos visualizar a lagoa da base da cachoeira e uma boa parte da fazenda. Saindo dali, continuamos a surbir mais um pouco, fazendo uma pequena escalada entre as pedras, e logo já nos deparamos com o ponto de onde saem a tirolesa e o rapel. É uma visão incrível da fazenda e ao mesmo tempo é o ponto onde podemos ter o máximo aproveitamento, seja na adrenalina, seja no banho gelado da piscina que ali se forma. A baixa temperatura nos deixa com um pouco de receio, mas não se pode chegar ali e não aproveitar ao máximo o que a natureza nos oferece. E lá fomos nós, tomar o banho de água gelada de doer os pés e tremer os músculos. Vale muito a pena, não deixe de aproveitar este momento! http://www.gotravel2live.com/wp-content/uploads/banho-cachoeira-redim.mp4 Veja o vídeo completo. Rapel Um dos atrativos mais radicais da fazenda é o Rapel. Ele é realizado no paredão da cachoeira. Um diferencial bacana de outros rapeis, é que neste vai um instrutor ao lado, o Jefferson, ele que nos guiou na descida e passou toda a confiança. Durante a descida você mesmo controla o ritmo, o que torna a experiência mais completa. O paredão que descemos é este da nossa foto de capa. Tirolesa A tirolesa sai do mesmo ponto em que o rapel sai. Nós fizemos ela também e é incrível. São 290 m de comprimento, numa descida rápida mas muito divertida. O ponto de chegada é próximo onde há o circuito de arvorismo da fazenda. No entanto, o arvorismo nós não fizemos desta vez. Dali até ao camping, são poucos metros de caminhada. Caso vá até a Fazenda, não deixe a tirolesa de lado, é super divertido. Assista o vídeo. Camping Fazenda Vitória A fazenda disponibiliza uma área para camping. Levamos nossa barraca, encontramos um espacinho e lá montamos nosso acampamento. Bem próximo de uma linha de água, o local torna-se mais bacana do que já é. Durante o dia aproveitamos para matar a fome tomando um capuchino instantâneo e comendo um cupnoodles. Quando caiu a noite, chegou a hora do frio e de reunir a galera. Acendemos uma fogueira e curtimos o som do violão naquele lugar incrível. E assim concluímos o nosso passeio na Fazenda Vitória. No dia seguinte, almoçamos e tomamos nosso rumo de volta para casa. Nossa conclusão do lugar? Foi sensacional! Tanto a hospitalidade do pessoal, quanto as trilhas que fizemos juntos com o pessoal do Trilheiros do Valle. Recomendamos e pretendemos volta. E você gostou? Quer ter mais informações? Acesse nossos vídeos da Fazenda Vitória: Compartilhe com os amigos! Se gostou, deixe um like lá pra gente e siga nosso canal! Qualquer dúvida, deixe nos comentários que teremos o prazer de responder. Esperamos sua visitinha também nas nossas outras redes sociais: www.instagram.com/gotravel2live www.facebook.com/gotravel2live Um abraço e nos vemos na próxima! O post Fazenda Vitória: Dica de turismo ecológico em São Luiz do Paraitinga apareceu primeiro em Go Travel 2 Live. Visualizar artigo completo
  2. [EM VÍDEO] Super dica em São Luiz do Paraitinga

    O interior de São Paulo reserva locais agraciados pela natureza e repletos de calmaria e ao mesmo tempo, diversão. Nós fomos conhecer um desses lugares, no distrito de Catuçaba, em São Luiz do Paraitinga. Lá caminhamos em trilhas, acampamos, tomamos banho de cachoeira, fizemos rapel, descemos de tirolesa e conhecemos muitos amigos, os quais curtiram junto com a gente o som do violão à beira da fogueira. Em resumo, foi excelente, e por isso queremos dividir com vocês esta experiência e dar as dicas deste lugar maravilhoso que é a Fazenda Vitória. Parte 1: Parte 2:
  3. Dando continuidade ao post: Quais são os principais parques para se visitar em Curitiba-PR? Agora mostramos em vídeo o que vimos nos parques de Curitiba! =)
  4. Pessoal, sabemos que muitos de vocês já foram, querem ir ou adoram o Nordeste... Complementando nossos posts com nossos relatos de Alagoas e Pernambuco, aqui vai uma playlist de todos nossos vídeos! Acompanhe também os posts anteriores aqui do Mochileiros, onde contamos mais detalhes de cada aventura e várias outras dicas: Série Nordeste, Parte 00 (início): Um resumo rápido da nossa trip Série Nordeste, Parte 01: Maragogi Série Nordeste, Parte 2: Porto de Galinhas – PE Série Nordeste, Parte 3: São Miguel dos Milagres Série Nordeste, Parte 4 (Final): Maceió e Região PLAYLIST:
  5. VÍDEO: veja como é o passeio no trem de Curitiba-Morretes!

    Fala pessoal! Tudo bem? Desta vez aproveitamos um feriado de nossa cidade e embarcamos para Curitiba. Enquanto estávamos por lá aproveitamos para conhecer a cidade de Morretes. Fizemos o passeio de trem que sai de Curitiba às 8:15h e chega em Morretes por volta das 12:00h. Um passeio repleto de paisagens e história. A Ferrovia foi construída pelos irmãos Rebouças e carrega histórias incríveis como a do Barão do Serro Azul e muitas outras . Leia mais no tópico:O que fazer e como ir de trem para Morretes, pertinho de Curitiba, Paraná A cidade de Morretes conta com alguns pontos turísticos, como o centro histórico, a Igreja Central, a Ponte de Ferro, entre outras. Mas o mais comentado talvez seja o Barreado, prato típico de carne cozida com farinha de mandioca, que é claro, experimentamos. A cidade conta também com ótimos sorvetes artesanais. Uma dica para quem vai para lá de trem, é voltar de van ou de ônibus. Nós escolhemos o ônibus. Mas uma dica importante é tentar comprar a linha turística, que passa pela estrada da Graciosa. Infelizmente não conseguimos estas passagens, pois já haviam se esgotado, então tente garantir com antecedência!
  6. Partimos para praticar o montanhismo no Parque Nacional do Itatiaia. Nosso roteiro escolhido foi o Pico do Morro do Couto e a Base das Prateleiras, formações rochosas do parque. O passeio é indicado para iniciantes ao montanhismo, no entanto não pense que não é preciso preparo físico. Saímos de São José dos Campos às 3 da manhã e chegamos ao parque por volta das 7:30, iniciando a trilha às 8:15 e finalizando às 17:30. Quer saber mais sobre nosso passeio e detalhes? Veja o post completo no blog: http://www.gotravel2live.com/trilhas/morro-do-couto-x-base-das-prateleiras/
  7. Como fomos para o Rio de Janeiro, sem pagar a passagem!

    Sim, visitamos Cristo Redentor, no Corcovado e nem pagamos passagem para ir à capital carioca! Nossa ida ao Rio de Janeiro foi muito rápida. Ao voltarmos do Nordeste nosso voo tinha uma escala de 8h no Aeroporto Galeão. Alguns podem encarar isso como algo ruim, “o que fazer tanto tempo esperando em um aeroporto? ”, mas às vezes vale a Leia mais… http://www.gotravel2live.com/brasil/cristo-redentor-corcovado-rj/
  8. O que fazer e como ir de trem para Morretes, pertinho de Curitiba, Paraná

    Se você vai para Curitiba, tem que colocar o passeio de trem que vai para Morretes em sua lista de prioridades, nesse post vamos contar como foi a nossa experiência e dar algumas dicas. Compramos os ingressos antecipadamente no site Serra Verde Express. Ao comprar, você receberá por e-mail uma confirmação e o procedimento para pagamento. Nesse site você pode Leia mais… http://www.gotravel2live.com/brasil/o-que-fazer-como-ir-trem-curitiba-morretes-parana/
  9. 4 lugares para comer bem em Curitiba – PR

    Uma das melhores partes de uma viagem é encontrar um bom lugar para comer. Se você vai para Curitiba, saiba que nessa parte você vai passar muito bem, pois além de barato, Curitiba tem uma grande diversidade de restaurantes. Depois das dicas de “quais são os principais parques para se visitar em Curitiba” e “o que fazer e como ir Leia mais… http://www.gotravel2live.com/brasil/4-lugares-para-comer-bem-em-curitiba-pr/
  10. Série Nordeste, Parte 4 (Final): Maceió e Região

    Nossa primeira e última parada no nordeste foi Maceió. Primeira porque desembarcamos no aeroporto e de lá alugamos o carro para nosso tour no nordeste e última porque ficamos alguns dias na cidade para nos aventurar pela região. Ficamos hospedados no hotel Meridiano que está localizado em frente à praia de Pajuçara, uma região movimentada e ao mesmo tempo tranquila Leia mais… http://www.gotravel2live.com/brasil/nordeste/maceio/
  11. Série Nordeste, Parte 3: São Miguel dos Milagres

    Nós aproveitamos cada minuto da nossa aventura pelo Nordeste e tentamos encaixar todos os roteiros pelos dias que estivemos por lá. Ficamos alguns dias em Maragogi e depois fomos para Maceió. Neste dia aproveitamos para conhecer São Miguel dos Milagres. Nossa primeira parada foi na praia do Patacho, que fica no município de Porto de Pedras, uma praia muito sossegada, Leia mais… http://www.gotravel2live.com/brasil/nordeste/sao-miguel-dos-milagres/
  12. Série Nordeste, Parte 2: Porto de Galinhas – PE

    Em um dos dias que estávamos em Maragogi fizemos um bate-volta a Pernambuco, estado que faz divisa com Alagoas. A fronteira ficava apenas a 5 km de nossa pousada, mas nossa primeira parada estava a 47 km, na encantadora Praia dos Carneiros, uma praia mais reservada, cercada de condomínios, no município de Tamandaré. Segundo o que pesquisamos, um dos melhores Leia mais… http://www.gotravel2live.com/brasil/nordeste/porto-de-galinhas-pe/
  13. Série Nordeste, Parte 01: Maragogi

    E aí pessoal! Neste post contaremos um pouco sobre nossos passeios em Maragogi e algumas dicas de onde ficamos, como fizemos e o que vimos. Ao chegarmos em Maragogi, já ficamos encantados com a bela paisagem das praias, um azul que não tinha fim. Depois de 3h de voo e 2h de carro, aquela vista era emocionante. Fizemos nosso check-in Leia mais… http://www.gotravel2live.com/brasil/nordeste/serie-nordeste-parte-01-maragogi/
  14. Primeira Eurotrip - Dúvidas sobre deslocamento

    Concordo com o @adrianolb em relação à rota... a menos que você ache um preço mais barato em Berlim, daí faz o sentido inverso. Desses que você citou, conheci Londres e Paris, depois fui para a Alemanha, mas no sul. Sai de Guarulhos e desci em Londres. De Londres para Paris, peguei o Eurotunel de trem... Fica atenta porque dependendo você consegue um preço bacana... Você sai da St. Pancras Station e ja faz a imigração para a França ali mesmo. É bem cômodo. Descrevi sobre esta estação e sobre o trem aqui:
  15. Série Nordeste, Parte 00 (início): Um resumo rápido da nossa trip

    Decidimos que passaríamos nossas férias no Nordeste e assim fizemos entre o finalzinho de abril e o começo de maio deste ano, 2017. A nossa escolha foi Alagoas e Pernambuco, passando por Maceió, Maragogi, Porto de Galinhas, São Miguel dos Milagres e outros lugares naquela região. http://www.gotravel2live.com/brasil/nordeste/um-resumo-rapido-da-nossa-serie-nordeste/
×