Ir para conteúdo

Daniel Tijuca

Membros
  • Total de itens

    21
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Daniel Tijuca postou

  1. Dar uma caminhada na Praia de Copacabana (pertinho da Siqueira Campos), é sempre muito bom. Além das dicas que nossos amigos passaram, no Rio também tem museus, se você gosta desses programas culturais. Visitar o centro do Rio, que tem muita história, é bacana também.
  2. Vai depender de onde você está...
  3. Já viajei de Cruzeiro duas vezes. O Cruzeiro tem de tudo! Casal, jovens solteiros, idosos, crianças... e dependendo do navio, pode ser bom. Eu fui pelos Cruzeiros da Pullmantur, onde você come e bebe à vontade, sem se preocupar em pagar. Tem shopping e inúmeras atividades. Tem baladas, boates, cassinos, restaurantes chiques e muita gente bonita. Agora, o Cruzeiro, no seu caso, para Argentina, vai parar no porto da Argentina e ficará dois dias parado (dependendo do tempo de viagem, mas geralmente são dois dias). E você poderá descer do navio e andar pela cidade, fazer compras e tudo mais. Ou se preferir, pode ficar no Cruzeiro, curtindo as atrações do navio. Depois de dois dias, irá partir para o Uruguai e fará a mesma coisa. Vai parar no porto do Uruguai e depois voltará ao Brasil. O roteiro que escrevi acima, depende muito. Eu fiz dois Cruzeiros: O primeiro foi RIO DE JANEIRO - MACEIÓ - SALVADOR - SANTOS - RIO DE JANEIRO. E o segundo foi o mesmo caminho. Na primeira vez fui em janeiro e na segunda foi no carnaval. Cruzeiro em época de carnaval rola muita pegação. Muita mesmo. Eu sou um cara mais reservado e não curto muito isso, de ficar no deck do navio pegando várias mulheres (prefiro pegar uma ou no máximo duas e ir para suíte passar uma noite romântica) São tantas coisas para falar. Preciso que seja mais específica na sua pergunta, porque senão vou escrever um texto aqui. E tome cuidado, porque tem Cruzeiro que tem fama de ter comidas estragadas. E esse papo de que balança muito, é mentira. A viagem pelo Nordeste é muito linda. O mar é bem calmo. A viagem para o Sul, o mar é mais agitado. Falo isso, porque eu servi na Marinha e viajava nas Corvetas e Fragatas da Marinha Brasileira. Qualquer dúvida, pode perguntar, que tentarei lhe ajudar.
  4. Daniel Tijuca

    Munique

    No dia 20 de Outubro, eu estarei indo para Munique! Vou aproveitar e dar um pulinho na Áustria também. E além de conhecer Dachau, onde tem o primeira campo de concentração alemão, utilizado durante a Guerra Mundial. Estou ansioso! Não vejo a hora! Mas falando sério, tenho uma pergunta: Para entrar na Alemanha, é obrigatório ter seguro de viagem, cobrindo assistência médica, bagagem, acidentes e tudo mais. Pelo menos algumas pessoas me falaram isso. Porém, sempre quando viajo, faço meu seguro. Só que meu seguro está em dólar, e não teria problema de entrar no país? Sei que parece uma pergunta besta, mas só falta isso para eu viajar tranquilo. Fiz o seguro pelo Itaú.
  5. Tenho muita vontade de conhecer esta majestosa Ilha. Já li livro sobre a Ilha, a história das estátuas, do povo que viveu ali e tudo mais. Quando fui ao Chile (Santiago), não tive tempo de conhecer a Ilha, mas irei sim. Vou aproveitar as informações deste tópico.
  6. Recentemente fui ao Chile. Como você pretende viajar numa época que não vai nevar, recomendo visitar uma pequena cidade chamada Valparaíso. A cidade é interessante, tem a parte pobre e a parte rica (mas é rico mesmo, tipo milionários). Lá come-se muito peixe e você tem a vista toda para o principal porto do Chile. Tem bastante comércio artesanal. E outro passeio que me marcou muito, foi visitar a Vinícola Concha Toro. Você anda pelas plantações de uva, conhece todo o trabalho deles, deste a colheita, a preparação e tem algumas etapas que são sigilosas, apenas os funcionários tem acesso. E ainda tem a degustação de vários vinhos. Bebi uns 5 vinhos diferentes, e ainda ganha um copo lindo de brinde. Um dos vinhos famosos, é o Casilero Del Diablo. Tem toda uma história por trás disso. Não vou contar, senão vai perder a graça. Mas é muito maneiro mesmo. Tem guia local e tem uma loja também, para comprar lembrancinhas e vinhos. Espero que faça uma boa viagem e depois conte para nós como foi!
  7. Na última vez que fui a Buenos Aires (2011), as lojas aceitavam real, tanto que comprei tênis em real. Em algumas vitrines, tem preços em real e preços em pesos. E sinceramente, não vi muita vantagem. A nossa moeda (real) tem mais valor que a moeda deles (peso), e por isso, eu esperava encontrar mais vantagens nas compras e tudo mais. Mas não vi isso. Tinha uma loja de rua (esqueci o nome da loja), que tinha uma bolsa vendendo por 600 pesos, ou seja, aproximadamente, 300 reais, e minha mãe diz que nas lojas do Rio de Janeiro, aquela bolsa teria o mesmo preço, e acabamos não comprando. Mas claro, tem outras lojas e itens que vale a pena comprar. Comprei casacos e lembrancinhas (chaveiros, cartão-postal, etc) e eles cobravam muito barato. E para quem gosta de futebol, as camisas dos clubes argentinos são vendidos pelo preço abaixo das camisas dos clubes cariocas. Como sou fã do River Plate, primo do meu querido Vasco da Gama, comprei uma camisa oficial do River Plate e paguei por um preço muito encontra.
  8. Faz três anos que fui para Argentina. Passei o ano novo em Buenos Aires, junto com a minha família. E eu fiquei bem no centro da capital, pertinho do Obelisco. E utilizamos o metrô. O metrô em Buenos Aires é muito feio e muito sujo, não chega perto do metrô do Rio de Janeiro. E falo sério. Mas uma coisa que gostaria de alertar, neste meu primeiro post do Fórum, é que o metrô argentino costuma ser perigoso. Não é nada desesperador e preocupante, mas basta ter atenção e olho vivo sempre, porque eu vi dois furtos! Os chamados "batedores de carteira" enviam a mão na sua bolsa ou sua sacola e furtam sem você perceber. Como sou típico de turista que gosta de caminhar muito, não utilizei o ônibus. Utilizei o taxi algumas vezes, e achei o preço bem bacana. Nada exagerado e talvez eu tive sorte de pegar taxista bem humorado e entendia tudo que eu falava. Brincamos dizendo que Neymar é melhor que Messi. Mas tudo é bem fácil. Quem não sabe espanhol, vai se virar numa boa. Tanto de metrô, ônibus ou taxi.
×
×
  • Criar Novo...