Ir para conteúdo

cassioxvs650

Membros
  • Total de itens

    5
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre cassioxvs650

  • Data de Nascimento 08-01-1978

Bio

  • Ocupação
    Engenheiro Eletricista, Motociclista e Headbanger!
  1. Acho que existem algumas dificuldades para colocar essa ideia para funcionar... Uma delas é a ja citada pelo stcowboy. Como iremos ouvir? Se ouvirmos temos q parar pra responder, mas isso não é um problema. O problema é ouvir msm! O alcance do WT, como ja dito, chega a 50km. Hoje td mundo tem um cel, por mais vagaba q seja. Vamos treinar a imaginação: Imagine uma região remota. Qual a probabilidade de se encontrar alguem em 50km? Com outro WT? Que ouça vc chamando? E que pare para respoder? Talves seja interessante ter um, mais como um luxo que como uma necessidade. Ta dada minha opinião! Abrx,
  2. Lembre-se: vc pode usar uma moto para fazer a viagem e depois vende-la e comprar "seu sonho"... heheh...
  3. Olá Sievers, Quando se aventura por estradas ou lugares que não se conhece, é melhor que se esteja preparado para as adversidades. Optar por uma custom de baixa cilindrada talves nao seja a melhor opção. Isso poderá limitar muito suas "aventuras" durante a viagem, faze-lo sofrer caso pegue estradas ruins e até frustra-lo. Com uma Scrambler, vc teria mais versatilidade. Não que seja uma off road, como eles dizem. Porem, tem que pensar em um outro detalhe importantíssimo. Onde vai levar bagagem? Alem de Falcon e Tenere, que seriam boas opções (apesar de não gostar nd da Falcon) vc tem várias outras opções na faixa de preço da Scrambler. Triumph Tiger, moto muito bonita e confiável! BMW F650GS, Yamaha XT660, Kawazaki Versys (não tão bonita assim), Suzuki V Strom, excelente moto! E a nova Honda CB500X (ou a NC700), que parece ser bem interessante. Essas motos são próprias para esse tipo de viagem por possuirem suportes para bagagem, suspensão com longo curso, banco muito confortável e pneus de uso misto. Alem dessas, vc tem as nakeds, que te limitarão um pouco, mas ainda assim são boas opçoes, como: Yamaha XJ6, Kawa ER6, Suzuki Bandit, entre outras. Ja fui a Buenos Aires com uma Yamaha Virago 535 e, tirando a suspensão e autonomia, foi muito bem! Em 2016 penso em rodar uns 10000km pelo Atacama em uma Tenere 250. Com minha DragStar, só em estradas asfaltadas e boas! Não quero sofrer mais com estradas ruins... Espero ter ajudado, ou bagunçado mais sua cabeça! hahaha... abrx,
  4. Chinaf, muito interessante seu relato. Pretendo fazer o paso de San Francisco e ja li vários comentários, mas o seu realmente é um dos mais completos e detalhados! Parabens! Uma coisa que tenho dúvida é com relação a roupas. Vi que pegou neve na travessia e também vi que viaja com um conjunto de cordura. Que tipo de proteção extra vc usou para suportar o frio? Segunda pele, capa de chuva sobre a jaqueta, "n" blusas e calças, etc? Obrigado, Cássio.
×
×
  • Criar Novo...