Ir para conteúdo

faanso

Membros
  • Total de itens

    22
  • Registro em

  • Última visita

Posts postados por faanso

  1. Boa tarde amigos.

    Estou com uma viagem marcada para Colombia, minha primeira experiencia em viajar de Avião. 

    Conheço Uruguai, Buenos Aires, Chile, Bolívia e Peru, sempre de carro, e agora para nosso próximo destino, Colômbia, vamos de avião.

    Sairemos dia 11/11/2018. Primeiro destino Bogota. Ficaremos 3 dias conhecendo a cidade e após mais 4 dias em San Andrés. Voltamos a bogota e aí surge a dúvida:

    Quero visitar Cartagena e Medellin. Só que não quero gastar muito, pois com as duas cidade citadas acima já foi quase tudo o que temos para gastar. Arisco uma viagem de ônibus de Bogotá até Cartagena passando por medellin para conheçer? Tenho somente 4 dias desde quando volto a Bogotá de San Andrés até nosso voo para o Brasil.

    Grato pelas dicas e recomendações. Aceito também dicas de quem já esteve em bogotá e San andrés. 

     

    Abraços amigos. 

    Segue o link das viagens realizadas até então pela America do Sul

    Até Machu Picchu de Carro ============> 

    Deserto do Atacama ===================> 

     

     

  2. Passeio pela Rota de La Muerte

     

    O Caminho dos Yungas, também conhecido como Estrada de La Muerte, é uma estrada de aproximadamente 80 km de extensão, que une a cidade de La Paz, a região de Los Yungas.

    Está estrada foi considerada umas das mais perigosas pelo extremo número de mortes.

     

    image.png.6840bf2353c2bd706118277dc4fdebf7.png

       

        Uma grande parte da estrada foi construída com mão de obra escrava, com prisioneiros paraguaios, durante a Guerra do Chaco, na década de 30 (Os nativos comentam que o grande número de mortes se deu a uma maldição lançada pelos prisioneiros que construíram a estrada).

    A rota foi usada por muito tempo como única estrada da região, com transito constante de carros, vans, caminhões e ônibus, este transito de veículos se dava em uma estrada sem estrutura, não pavimentada, sem guardrail, com desmoronamentos, excesso de água em alguns pontos e estrada estreita, entre outras.

    Atualmente existe uma rota mais moderna e segura, que liga La Paz a Los Yungas, toda asfaltada.

     

    Localização

     

    image.png.6dba375eccf98fd4683182956ada3dd1.png

     

    Hoje esta rodovia é muito mais turística do que utilizada para trafego normal de veículos.

    Não há nenhuma restrição ao seu uso.

    Como pode ser feito para utilizar a rodovia.

     

        Partindo de Lapaz, existe algumas alternativas para quem deseja trafegar na rodovia de La Muerte.

    A primeira é procurar uma agencia de turismos, que vende alguns pacotes para percorrer a estrada de Bike. Como todo lugar, existe as agências Top,s com preços maiores, e outras que realizam o mesmo objetivo, com equipamentos algumas vezes inferiores, com preços mais atrativos. No dia em que estava em Lapaz, não dispunha de um valor alto para o passeio, então optei por uma agencia um pouco inferior.

    Dentro da agência, pelo que pesquisei existem alguns pacotes básicos. Uma bike top de linha (dupla suspensão, freio hidráulico) o valor fica em torno de 450 bolivianos. Conforme vai diminuindo a qualidade da bike, o valor cai junto. Peguei uma bike por 300 bolivianos, algo em torno de 150 reais. Somente suspensão dianteira e freios normais. O resto do pacote é igual para todos. O que está incluso no pacote de 300 bolivianos?  Roupas, acessórios de segurança ( capacete, joelheiras, cotoveleiras), alimentação ( um café da manhã e almoço), fotos e vídeos da descida, guias e transporte.

     

              A descida de bike é muito boa, recomendo fazer, inicia em uma altitude de aproximadamente 4500m e vai descendo até uma altitude aproximada de 1400m. No começo é frio, região de cordilheiras e no final clima de floresta, quente meio abafado, com vistas espetaculares.

    image.png.9ca66439c36f62c46dd5d7e1584d7670.png

    Para quem, como eu esta fora de forma, não existe nada de empecilho, pois é somente descida, todo o trajeto. No meio do caminho existe um trecho de subida e retas, mais a equipe realoca as bicicletas na van, e todos seguem dentro, até a próxima etapa.

     

    2.    Próxima alternativa é ir de carro ou moto.

     

     

           Saindo de Lapaz seguindo pela Ruta 3, vai chegar até La Cumbre. Continua na rodovia conforme mapa acima, sentido a Coroico. Após passar por dois postos policiais, tem que ficar atento a beira da estrada que tem uma placa avisando da entrada para Ruta de La Muerte.

    Vale muito a pena realizar este trajeto de carro ou moto, pois se tem mais autonomia, parando para apreciar a paisagem conforme vossa vontade. Fazendo com excursão depende da vontade dos guias, que por vezes apuram o trajeto para ficar no cronograma.

    O trajeto consegue fazer tranquilamente com qualquer veículo, não há necessidade ser 4X4 ( isso quando fiz, não posso dar exatidão em outras datas), a estrada no geral é boa, somente deve-se ter atenção e manter a velocidade baixa, tanto pelos perigos da estrada como os ciclistas.

    Para quem não vai a Lapaz com carro ou moto próprio, tem outras opções, como alugar um carro, ou um táxi em Lapaz, que com uma dose de negociação pode valer a pena.

     

    image.png.2e6952beed7c07ed796130f18606cda6.png

    Considerações Finais.

     

    Gostei muito do passeio, somente deve se ter atenção em alguns cuidados, como em qualquer lugar do mundo. Não exagere na velocidade na descida com a bike, pois um erro grosseiro e pode ser fatal. No dia em que fizemos o passeio teve apenas dois pequenos acidentes, duas meninas caíram com as bicicletas, somente alguns arranhados ( Preste atenção as recomendações dos guias).  Aprecie a vista, é sensacional.

    Caso deseje ir de carro ou moto, também deve ter cautela, lembre-se a preferência é sempre de quem esta subindo a rodovia. Se programe quanto a alimentação, pois há poucas opções, e seja FELIZ !!!!!!!!!!!!

     

    • Gostei! 3
  3. Boa tarde pessoal. Estou planejando fazer uma viagem final do ano para Machu Picchu, de carro. Meu planejamento ínicial será Videira - SC - Corumbá, Seguir até Santa Cruz de La Sierra, Cusco, voltando pelo Salar de UYuni, entrando na Argentina e volta por Salta. Alguém já fez este trajeto? Que possa dar umas dicas. Grato.  Email [email protected] whatsapp 49 999834019image.png.e712195e95749fbc0e6c5229d6413a84.png

    • Gostei! 1
  4. Olá, Fabiano!

    Tudo bem?

    Fiz um roteiro parecido com o seu agora no fim do ano.

    Viajei com minha esposa e com mais dois filhos (6 e 14 anos) de Natal/RN até o Ushuaia, num Volkswagen Up!, num roteiro de 60 dias.

    Entramos na Argentina pelo Paraguai e seguimos de Posadas até BsAs. A partir daí, baixamos até o Ushuaia pela Ruta Nacional 3 e subimos de volta pela Ruta Nacional 40 (para conhecer El Calafate e El Chaltén), até a altura da cidade de Perito Moreno (não o Glaciar Perito Moreno, mas a cidade de Perito Moreno). Aí, decidimos cruzar para o Chile (na fronteira entre Los Antiguos e Chile Chico) para percorrer parte da famosa Carretera Austral. Subimos até Osorno e cruzamos de volta para a Argentina, na altura de Villa La Angostura. A partir daí, subimos pela Rota dos 7 lagos até San Martin de Los Andes. Esse foi praticamente nosso último ponto na Argentina. Em seguida, fomos direto para BsAs e Gualeguaychu. Percorremos toda a costa do Uruguai e subimos de volta para Natal/RN.

    Estamos organizando nosso roteiro para compartilhar aqui no Mochileiros.com.

    Aqui está a ficha técnica da viagem:

    -------

    Países visitados: Brasil - Paraguai - Argentina - Chile - Uruguai

    Distância percorrida aproximada: 20.000 km

    Duração: 60 dias

    Veículo: Volkswagen Up!

    Número de viajantes: 4 (Carlos, 37; Patrícia, 36; João, 14; Murilo, 6)

    Gasto médio por viajante: R$ 33,30 (alimentação + hospedagem por dia por pessoa)

    Gasto médio do veículo: R$ 0,28 por km rodado (combustível + seguro carta verde + 2 trocas de óleo + lubrificante para portas + fluido do radiador + alinhamento e balanceamento de pneus + 1 pneu extra)

    ------

    Fizemos uma viagem de baixo custo. Dos 60 dias, dormimos apenas 5 em pousada/hotel. Nos outros 55 dias mesclamos camping pago, camping selvagem, camping em casa de família (jardim/quintal) e Couchsurfing. Isso ajudou bastante a reduzir as despesas de viagem. Como fazíamos nossa própria comida, gastamos praticamente o que gastaríamos em casa com alimentação. Com um pouco de disposição e flexibilidade, é possível fazer o roteiro que vc pretende com um orçamento reduzido.

    Devo legar algum tempo até organizar o nosso roteiro para postar aqui. Até lá, caso queira tirar alguma dúvida ou pedir alguma informação, é só entrar em contato.

    Forte abraço,

    Carlos.

    fb.com/rotaamericadosul

     

     

    Boa noite Carlos. Que viagem show a de vocês. A hora que voce terminar de relatar ela, me mande o link por aqui. Adoraria ler ela.

     

    Abraços.

  5. Olá Fabiano!

     

    Cheguei semana passada de viagem.

    Das cidades das quais você citou:

     

    Esquel - Acampamos no Parque Nacional Los Alerces - 35km de Esquel. Vale a pena conhecer o parque (tem custo para entrar e vale para dois dias), oferece campings baratos e outros mais completos no próprio parque.

    El Calafate - Acampamos um pouco mais afastados da cidade, que estava super movimentada - os campings lá estavam lotados. Chama-se Camping Lago Roca - excelente, custo bom e o lugar é incrível!

    Trelew - Ficamos em um Hostel - sugiro que fique em um também, a cidade é mais perigosa. Inclusive fomos assaltados, quebraram o vidro do motorista e levaram uma câmera fotográfica profissional. Aconteceu no mesmo mês com mais 2 amigos.

    Buenos Aires - Pelo Airbnb alugamos um apartamento muito legal em Victoria, é mais afastado da cidade, à uns 20km do centro. Tem trem e o transporte público é muito bom.

     

    Faça boa viagem!

    E uma dica: leve dinheiro em espécie. Ao sul é raro encontrar um lugar que aceite cartão de crédito. Tivemos dificuldades para sacar dinheiro nos bancos também, pois nem todos os caixas aceitavam cartão com chip.

     

    Obrigado Halanna. Vou anotar tuas dicas na minha planilha. Abraços

  6. Fabiano,

     

    Neste Blog eles informar alguns campamentos na argentina e chile que eles ficaram, já dá para começar a planejar, pois algumas cidades você deve pernoitar:

    http://nossoguiadecampings.blogspot.com.br/search/label/ARGENTINA%20-%20Camping%20em%20Bahia%20Blanca

     

    Site argentino com listagem de camping no país :

    http://www.solocampings.com.ar/

    http://pt.campings.com/argentina/camping-argentina.htm

     

    Nas minhas pesquisas sobre acampamentos, achei esse site do chile, sei que não vai passar por lá.

     

    Campings no Chile:

    http://decamping.cl/

     

    Muito obrigado casal 100, muito útil sua dica. Abraços. Precisando as ordens.

  7. Opa Fabiano, blz?

     

    Aqui alguns comentários e observações:

     

    - Entre Esquel e Los Antiguos sugiro fortemente cruzar para o Chile, pode ser por Futaleufu, e descer pela carretera austral, que é um lugar muito lindo, saindo depois por Chile Chico, Los Antiguos. Mas é um caminho longo, sinuoso, parte em rípio, e requer tempo pra apreciar os lugares.

     

    - Não sei se Puerto Madryn é mais jogo que Trelew.

     

    - Pessoalmente achei esse roteiro muito grande, com muitos lugares interessantes na mesma trip. Mesmo que você tenha MUITA disposição pra dirigir tudo isso, meu palpite é que precisaria de umas 40 noites ou mais pra curtir esses lugares sem tanta correria. Veja que se você ficar três noites num lugar na prática são só dois dias livres, pois provavelmente você vai chegar no final de um dia e vai partir cedo depois. Sei que dá dó cortar ou desmembrar um plano de viagem. Mas as vezes é bom repensar, as vezes menos é mais, menos lugares pra ir significa gastar menos grana, ou aproveitar melhor a grana nos lugares que você for. Acho que desse roteiro todo eu incluiria a carretera austral e depois dividiria isso em duas metades, daí você terá duas baita férias pra fazer.

     

    PS. seu post saiu na parte de RELATOS de viagem. Veja se algum moderador pode mudar para o lugar correto, ROTEIROS de viagem.

     

    Obrigado pelas dicas. Vou fazer em 22 dias. Vou priorizar o Sul . Perito Morento, Ushuaia etc. Até Buenos Aires ja conheço, então só vou durmir ali. Bariloche, so vou passar, quero organizar uma viagem para lá no inverno.

     

    Abraços

  8. Fábiano,

     

    Estou montando um roteiro a pé pela América do Sul, começando pela Patagônia (esse projeto deve sair até final do ano), diante disso peço -lhe a gentileza de postar quando terminar sua viagem, um relato de viagem para que posso utilizar dicas recentes de pernoites em camping e em Mato(se usar).

    Obrigado.

     

    Sobre dormir no mato:

    .principalmente no Chile os postos tem banheiro com chuveiros, procure conversar com os caminhoneiros.

    .outra dica é encontrar alguma hospedagem que permite vc tomar banho pagando uma pequena taxa(já li em algum relato de viagem).

    .tem morador que pode te receber na casa dele, alguns nem cobram, tem que pesquisar.

     

    Sorte.

     

    Sim, a idéia é pegar as dicas, terminar de montar o roteiro, e quando eu realizar a viagem postar tudo aqui. Se ficar em camping, colocar o nome preço e qualidade. Se der pra durmir em postos, policia pedagio, tambem descrever a experiencia.

    Abraços

  9. Ela vai dividir o volante contigo? Quantos km vc espera por dia?

    Sim Lucas, ela vai dividir comigo o volante. A viagem que fizemos pro atacama, foi quase dirigido meio a meio.

    A idéia dessa viagem é fazer em 22 dias. Então tem dias que vamos rodar 1000 km, outros vamos rodar 800 km, alguns 100 km e outros nada.

     

    Abraços

  10. Boa tarde Lucas. O problema de pousar em qualquer lugar é que vou com minha esposa. Se eu fosse sozinho e ficasse 3 dias sem tomar banho, tava tranquilo, mais mulher é foda. kkkkkkk. Tem medo de dormir em qualquer lugar, tem que tomar banho senão não dorme. etc etc etc. Vi em um site da china um colchão de ar para carro . Segue link https://pt.aliexpress.com/item/2015-Car-Back-Seat-Cover-Car-Air-Mattress-Travel-Bed-Inflatable-Mattress-Air-Bed-Good/32368337685.html?

     

    To convencendo ela a durmir umas noite ai. kkkkkk.

     

    Abrços

  11. Boa tarde Amigos.

    Estou iniciando o planejamento da minha próxima trip, que será para Ushuaia. Fiz outras viagens mais perto, todas de carro, Uruguai, Buenos Aires, e por último Atacama. Iniciei o planejamento de gastos previstos para a viagem e me assustei com o valor, está muito acima do que conseguirei juntar para viagem. Para diminuir meus gastos pensei em passar algumas noites em camping, pois acredito ser mais em conta do que Hostel, ou Hotel. Para isso gostaria de contar com o auxilio do pessoal aqui do site que já acampou neste trajeto, para me indicar camping bom, com pelo menos um chuveiro de água quente e banheiro, caso tenha o contato do camping agradeço. Nunca fui muito fã de acampar, mais sou fã de viajar.

    As cidades que pretendo pernoitar são as seguintes.

    Uruguaiana AIRbnb

    Santa Rosa – La pampa Camping

    Barilloche Airbnb

    Esquel Camping

    Los Antiguos Camping

    Rio Gallegos Hotel

    Ushuaia Hotel

    Puerto Natales Camping

    El Calafate Camping

    Comodoro Rivadavia Camping

    Trelew Camping

    Bahia Blanca Camping

    Buenos Aires Hotel

     

    Este link abaixo refere-se a minha última viagem que foi para o Atacama, e na descrição do vídeo, tem a planilha de organização da viagem, e gastos.

     

    Abraços

  12. Esta foi nossa terceira viagem internacional. Fizemos primeiro o Uruguai em 2014, 2015 Buenos Aires e agora Chile.

    Um ótima viagem pra fazer com a família, a Argentina e Chile tem paisagens lindas, montanhas, neve, deserto, mar.

    Fizemos em 13 dias.

    Por incrível que pareça a gasolina no Brasil é mais barata que na Argentina e no Chile. kkkkk

    Uma dica para que vai viajar, é olhar o tipo de tomada, para não ter dor de cabeça para recarregar seus eletrônicos. No Chile, é similar ao brasileiro, são três pinos em linha reta. Se tuas tomadas tiverem somente pino positivo e neutro, consegue carregar no Chile tranquilamente. Abaixo imagem tomada no Chile.

    tomada.jpg

     

    Na Argentina, é um pouco diferente, precisando um adaptador, foto abaixo refere-se padrão argentino. Outra opção que utilizei, foi carregar na porta USB da televisão do quarto do Hotel.

     

    adaptador-energia-2.jpg

     

     

     

    Segue o vídeo para os amigos apreciar e o link da tabela de gastos e planejamento.

     

    Abraços

     

    https://docs.google.com/spreadsheets/d/1MqtZkj3V1vA-ug3UfvQ5IezorjZdoJqn1auNUYS7pE4/edit#gid=484617794

    • Obrigad@! 1
×
×
  • Criar Novo...