Use o menu Tags para buscar informações sobre destinos! - Clique aqui e confira outras mudanças!

Ir para conteúdo

LF Brasilia

Colaboradores
  • Total de itens

    394
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    4

LF Brasilia venceu a última vez em Janeiro 9

recebeu vários likes pelo conteúdo postado!

Reputação

129 Excelente

2 Seguidores

  1. VIAGEM PARA COLOMBIA C/ DOC. DE IDENTIDADE VENCIDO

    @Rafakohari : se você nunca teve RG emitido pelo estado de São Paulo, o documento emitido em Guarulhos será uma primeira via. Eles não consideram o fato de que você tem um RG emitido pela SSP/MS. Cada unidade da federação tem a sua própria base de dados. Você não está na base de dados da SSP/SP, não tem registro lá. Sei disso porque aconteceu comigo... tive um documento roubado quando já morava em outro estado e tive que começar o processo todo de novo, recebendo outro RG com outra numeração. Há anos se fala em criar um documento nacional de identidade aqui no Brasil, chegaram a publicar notícias sobre isso em 2011 e depois não foi para a frente.
  2. VIAGEM PARA COLOMBIA C/ DOC. DE IDENTIDADE VENCIDO

    Se não é replastificado e está legível, maravilha! Não vão encontrar algo para implicar. Eu imprimiria algumas páginas de referência (decisões judiciais, artigos...) caso alguém na companhia aérea resolva criar problema.
  3. Mochilão Europeu - Polônia - Hungria - Rep Tcheca - Alemanha

    @Ivan Cionek , perguntei sobre os meios de transporte para ter uma ideia do tempo líquido que você teria em cada lugar. Já estive em Berlim e Budapeste e fiz um bate-volta por Viena. Pelo que vejo na maioria dos roteiros, a tendência dos foristas seria tirar um dia em Budapeste (ou mesmo 2) e aumentar em Viena. Porém, como você montou um roteiro um pouco mais "off the track" (incluiu Breslava, por exemplo), acredito que você tenha uma lista dos lugares que pretende ver em cada cidade. Sou suspeita para falar, porque tenho origens familiares na Hungria e sempre arrumo alguma coisa para preencher o tempo lá, hehe! Então não acho que 5 dias seja muito. Depende muito dos interesses de cada um. Se você percorrer todos os pontos de interesse em sobrar tempo, pode visitar alguma cidade no interior. Outra possibilidade é, em vez de pegar direto o trem Budapeste - Viena, você ir à cidade húngara de Sopron (é uma cidadezinha medieval na fronteira com a Áustria), fazer um pit stop lá e depois pegar o trem para Viena. A cidade faz parte da malha da ÖBB (a rede de trens da Áustria), o que facilita esse percurso.
  4. VIAGEM PARA COLOMBIA C/ DOC. DE IDENTIDADE VENCIDO

    Sério, @victorprado ?! Achei que o problema seria no embarque, já que as empresas fazem de tudo para tentar evitar a viagem de passageiros "deportáveis" - pois os custos ficam para elas. Não sei como as autoridades migratórias dos países vizinhos fazem para checar a confiabilidade dos nossos RGs e das cédulas de identidade emitidas pelos outros países do acordo... ainda mais que, no caso do Brasil, não existe um cadastro nacional. Imagino que eles tenham acesso aos elementos de segurança, mas vai saber. Quanto à validade, se não está expressa no documento, não teria como eles implicarem. O problema de viajar com RG, a meu ver, é o possível desconhecimento das autoridades migratórias. Uma vez vi no Youtube uma reportagem em que o agente de imigração (não foi na Colômbia) ficou desconfiado de um brasileiro que viajava com dois documentos de identidade diferentes. O que no Brasil é perfeitamente possível, já que cada estado tem o seu instituto de identificação. Edit: aqui o caso inverso: http://www.chvnoticias.cl/nacional/mujer-que-portaba-cedula-de-identidad-vigente-fue-devuelta-a-chile-desde/2016-01-21/214237.html e http://www.ahoranoticias.cl/noticias/nacional/189863-nuevos-casos-de-chilenos-deportados-por-error-en-cedulas-de-identidad.html
  5. VIAGEM PARA COLOMBIA C/ DOC. DE IDENTIDADE VENCIDO

    @Rafakohari : tecnicamente não se pode falar em "validade" (veja: https://www.mochileiros.com/topic/68337-rg-feito-há-mais-de-10-anos-viajar-para-a-argentina-e-uruguai/?tab=comments#comment-696450) Veja que existe até decisão judicial sobre isso. Mas é aquela história: até provar que focinho de porco não é tomada... O ideal seria realmente você conseguir outro documento. Você está em São Paulo? Às vezes fica pronto antes do previsto. Edit: além da questão da data de emissão, uma coisa que pode causar problemas é a replastificação... coisa que há uns anos era comum as pessoas fazerem. O seu RG é replastificado? Se for, podem implicar por isso também.
  6. Agencias em La Paz

    https://www.mochileiros.com/topic/68320-quais-boas-agências-para-tours-em-atacama-cusco-huaraz-e-la-paz-e-quais-evitar/
  7. Bagagem de mão no avião

    Gente, devo ser muito azarada mesmo... já tive que pesar bagagem de mão mais de uma vez, tanto pela regra antiga quanto pela nova.
  8. Bagagem de mão no avião

    O negócio é que, na época da regra antiga, os passageiros que levavam o mundo no bagageiro (porque já tinham 23kg de mala no porão, ou porque tinham medo de extravio, ou por pressa/falta de noção, etc) eram parcialmente compensados pelos viajantes que despachavam qualquer malinha de 8kg (eu entre eles). E agora todo mundo ocupa os bagageiros... então não tem jeito.
  9. Mochilão Europeu - Polônia - Hungria - Rep Tcheca - Alemanha

    @Ivan Cionek , achei bem factível o seu roteiro. Como você pretende se deslocar? Trem? Ônibus? Linhas noturnas ou diurnas? Pretende fazer algum passeio bate-volta?
  10. Bagagem de mão no avião

    @Dan Wollker , teve caixa medidora? Qual o modelo da sua mochila? Esse tema ainda me dá uma insegurança... porque um item de bagagem com exatos 55cm está dentro da norma e cabe no bagageiro, mas não cabe embaixo da poltrona da frente. E como não tem bagageiro suficiente para todos... (contei da última viagem que fiz, em que peguei uma poltrona lá atrás e o bagageiro era ocupado pelos kits de segurança).
  11. @camila32 , você não disse quando vai ser o intercâmbio. Outra coisa: sua passagem já está comprada? Você volta para o Brasil a partir do seu último destino ou a partir de Malta mesmo? Fiz uma simulação para agosto no Skyscanner (https://www.skyscanner.com.br/inspire/map?outboundDate=2018-08&outboundPlace=MLA&preferDirects=false) e os resultados mais em conta (valores em reais) foram "a partir de" (sempre é bom tomar cuidado com essa expressão): - Bolonha, Itália: 224 - Bilund, Dinamarca: 337 - Valência, Espanha: 374 - Atenas, Grécia: 393 - Bucareste, Romênia: 393 - Liverpool, Inglaterra: 401 - Katowice, Polônia: 452 - Nápoles, Itália: 461 - Londres, Inglaterra: 465 - Milão, Itália: 529 - Belgrado, Sérvia: 557 - Cluj Napoca, Romênia: 566 - Zurique, Suíça: 586, com escalas - Barcelona: 610 Porém... essa simulação é uma armadilha. O ideal no seu caso seria uma passagem multidestinos, que custa mais. É só mesmo para dar uma ideia inicial. Se você quer economizar, fuja da Suíça, Áustria e Liechtenstein. Evite muito pinga-pinga entre lugares e considere concentrar-se nas cidades do interior em vez de ficar só em capitais. Da lista acima, eu daria uma sugestão: Malta -> Cluj Napoca (para você conhecer um pouco da Transilvânia) -> Budapeste (de acordo com o Rome2Rio, para ir por terra é preciso passar por lá... atenção, não tem ônibus todo dia) -> Cracóvia -> Malta (suponho que você volte ao Brasil a partir de Malta, é isso?) Exemplo: https://www.skyscanner.com.br/transporte/d/mla/2018-08-06/clj/krk/2018-08-18/mla?adults=1&children=0&adultsv2=1&childrenv2=&infants=0&cabinclass=economy&ref=home#results Obs: a Wizzair tem muitas reclamações, mesmo entre os usuários de low cost; mas é uma das empresas mais presentes pelos lados do Leste Europeu. Porém, ninguém melhor do que você para saber seus interesses. Obs: se a ideia é realmente conhecer o máximo de lugares, a Europa Ocidental é uma alternativa melhor, apesar de ter custos de hospedagem e alimentação geralmente mais altos. Talvez Portugal, Espanha, sul da França... é que esses países são mais conectados entre si por transporte terrestre. Outra possibilidade é você pingar um pouco entre cidades pequenas e médias da Itália. Referências: - https://www.rome2rio.com/pt/s/Cluj-Napoca/Cracóvia - https://www.expatistan.com/cost-of-living Obs: Transilvânia e Polônia, Espanha e Portugal, Itália... só confundi mais, né? O problema é que viajar pelo máximo de lugares e gastar pouco são coisas difíceis de conciliar. Chega uma hora em que você vai estar cansada, mais propensa a optar por táxi em vez de transporte público e outras situações que fazem a gente gastar mais. Além disso, as regiões de custo de vida mais baixo (de modo geral, o Leste Europeu) têm um transporte mais complicado.
  12. @FabianoTop0ne : houve algumas mudanças recentes. Veja: http://www.brasil.gov.br/turismo/2017/05/canada-libera-a-entrada-de-brasileiros-sem-exigencia-de-visto
  13. @JosyPoulain , é o que o lobo_solitário explicou. Simulei passagens com ida dia 21/06 e volta para 30/06 e deu em torno de R$1100 voo da LATAM, direto. Ida dia 25 a opção mais em conta foi realmente esse voo das Aerolineas com uma conexão super inconveniente. Nem todo mundo consegue iniciar as férias no meio da semana, mas isso faz uma diferença bem grande nos preços, pelo que estou vendo. Ainda falando em passagens para o Chile, andando em frente a uma loja da CVC deu curiosidade de olhar os preços dos pacotes. Vi um combo passagem saindo de Brasília + hospedagem em Santiago a partir de R$1236. Pesquisando no Skyscanner para a data do pacote em questão, os primeiros voos que apareceram tinham conexões de 18h em Guarulhos! E o hotel cheio de reclamações. É bom ficar de olho para evitar roubadas.
  14. Qual mochila é melhor, Quechua ou gonew?

    @JaqueBZ : as duas me pareceram igualmente boas quanto à qualidade, só que com essa diferença de proposta. Para saber mesmo, seria necessário ver com quem já as utilizou. A minha foi comprada há pouco tempo e nem tive tempo de fazer a estreia! Vale a pena ver também aqui: https://www.mochileiros.com/forum/10-mochilas/ Leve em conta que a mochila mais adequada vai depender do uso que você pretende fazer: trekking? Uso urbano? Pretende despachá-la nos aviões ou tentar levá-la como bagagem de mão? [Essa pergunta é o hit do momento aqui no fórum, hehe]
  15. Qual mochila é melhor, Quechua ou gonew?

    @JaqueBZ , recentemente estive em São Paulo e aproveitei para passar numa loja da Decathlon. Fiquei em dúvida justamente entre a Forclaz e a Escape. O que mais me deixou balançada pela Escape: permite organizar melhor o espaço interno, quase como se fosse uma mala. Veja esta foto: https://www.google.com.br/search?q=quechua+escape&safe=active&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwj_vMDn6dzYAhVFl5AKHUqOBxMQ_AUICygC&biw=1920&bih=974#imgrc=ELpX5bpUR0e7TM: Porém, acabei optando pela Forclaz. Além de mais barata, ela é mais leve e isso para mim foi fundamental. E permite também uma boa organização do espaço. Obs: De acordo com o site (http://www.decathlon.com.br/trilha-e-trekking/mochilas-e-bastoes/mochilas-de-trekking-50-a-90-litros-varios-dias/mochila-de-trekking-escape-50-litros-quechua), a Forclaz pesa 1,7kg e a Escape, 2,3kg. Quando comparei as duas na loja achei que a diferença fosse maior.
×