Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

LF Brasilia

Colaboradores
  • Total de itens

    596
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    6

LF Brasilia venceu a última vez em Maio 12

recebeu vários likes pelo conteúdo postado!

Reputação

247 Excelente

7 Seguidores

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Comecei depois dos 30, TMRocha! Antes eram basicamente viagens para participar de congressos, seleção de emprego, essas coisas - que também podem funcionar como uma prévia da vida mochileira. Por que não? Bora viajar! :D
  2. LF Brasilia

    Quechua Forclaz 50 x Quechua Escape 50

    Ano passado estive em São Paulo e aproveitei para dar uma passada na Decathlon. Fiquei indecisa entre as duas. A Escape permite organizar melhor a bagagem: por exemplo, ela tem tiras elásticas para prender a roupa lá dentro e evitar que fique muito amassada. Tive a impressão de que atende melhor aos viajantes urbanos, como já citaram em outros posts. Mas no fim acabei optando pela Forclaz por ser mais leve (uma diferença de 600g) e estou satisfeita.
  3. @thiagogimeneslopes , não conheço a Grécia nem a Suíça. Geralmente quem eu vejo responder com detalhes as perguntas sobre esses países é o Adriano. - Pelo que ele sempre diz, uma dificuldade com as ilhas gregas é a logística de transporte. Por exemplo: se no dia 6 você encontra uma forma prática de se deslocar até Mykonos e depois o dia 13 é justamente um dos 3 dias da semana que não têm voo da Edelweiss Air, sua programação já fica comprometida. Mas parece que você olhou isso. - A Suíça é um país caro! Mesmo sem conhecer a realidade da região, simpatizei com o seu roteiro. Aparentemente você vai ter tempo de respirar nos lugares. Vamos ver o que dizem os mais experientes. 👍
  4. LF Brasilia

    Medellín

    @guillermo.lopes , o percurso leva uns 50 minutos em final de semana. Os ônibus são da empresa Combuses e a tarifa está em 9.500 pesos. Sobre os horários, veja aqui: https://www.horariodebuses.com.co/combuses.html. De acordo com esse site, que não é oficial (é que não tenho acesso ao Facebook por aqui), o primeiro ônibus sai de Medellín rumo ao aeroporto às 3h da manhã - o que fica muito tarde para quem viaja às 5h - e o último sai às 22h (o que exigiria passar a madrugada no aeroporto). Resumindo: se você quiser sair de Medellín à meia-noite ou à 1h da manhã rumo ao aeroporto, vai ter que pegar um táxi. Se quiser pernoitar mais perto, as opções ficam em Rionegro - que é o município onde fica o aeroporto. Não sei qual o tempo de percurso, nem quais as opções de transporte. Vou contar minha experiência: eu tinha um voo da Copa saindo às 13h e pouco. No dia da viagem, com aquela sensação de ter cumprido minha missão, saí às 6h para o aeroporto e cheguei às 7 e pouco. A funcionária da Copa ofereceu antecipação sem custo, o que me deu uma conexão mais tranquila no Panamá. Então talvez seja uma boa você pesquisar os horários dos voos, pois essa possibilidade pode ser interessante. E se quiser aproveitar a vida noturna de Medellín até o último minuto, aí não tem jeito: é pegar um táxi na madrugada.
  5. LF Brasilia

    Roteiro para viajar para Colombia

    @Caio Linhares, em relação ao que fazer: San Andrés é sinônimo de praia. Bogotá tem vida noturna, museus, vida urbana em geral. Tem a Catedral de Sal nas imediações, o Cerro de Monserrate para dar uma vista da cidade.. O roteiro depende muito do que você gosta de fazer: vida noturna? Cultura local? Mergulho? Lugares históricos? Etc... Alguns foristas dizem que San Andrés aumenta bastante os custos por causa da passagem comprada à parte. Outros relatam viagens low cost para lá. Acredito que seja questão de se programar. Da Colômbia só visitei Cartagena e Medellín. Não tem como comparar porque foram estilos de viagem muito diferentes: Cartagena mais para turismo mesmo, numa viagem rápida, e Medellín para fazer um curso. Mas digo uma coisa: Medellín é muito subestimada. Vale a pena considerá-la para seus planos.
  6. Caramba, pri_182! Quando você escreveu "no meio da Colômbia tinha um colombiano", minha reação imediata foi pensar: "que bonitinho, conheceu um cara legal e resolveu ficar um pouco mais"; aí fui lendo e putz! Dá muita raiva quando essas coisas acontecem. Ainda bem que você conseguiu se livrar dessas situações chatas e aproveitar bem a viagem. Parabéns pelo relato e obrigada pelas dicas!
  7. LF Brasilia

    Viagem a Madrid

    @DenaBR, frisando bem essa questão: não basta comprar o ticket. Você precisa validá-lo. A validação consiste em perfurá-lo numa máquina que fica na estação ou dentro do veículo (aí tem que ver). A máquina também imprime a informação de dia e hora. Como os tickets têm validade limitada, essa informação de dia e hora serve para essa checagem. Em alguns casos (ex: Budapeste) você pode comprar o ticket para 48h, 72h, etc e a informação de dia/hora já vem impressa no ticket, sem necessidade de validação. O tempo começa a correr a partir da compra. Não sei como é em Madri.
  8. LF Brasilia

    Viagem a Madrid

    @DenaBR , existem vários tipos de hostels com quartos compartilhados. Os party hostels, por exemplo, têm foco na interação entre os hóspedes e o bar é um espaço importante. Mas para quem quer dormir mesmo, pode não ser uma boa. Não sei qual a sua idade, mas alguns hostels têm limite máximo (normalmente algo como 30 anos). Eu mesma sou adepta de pousada em quarto individual, não sou festeira (na verdade sou bem na minha) e sempre acabo trocando uns dedos de prosa com pessoas que conheço em viagens - geralmente outras mulheres que viajam sozinhas, ou pessoas idosas... acho que, quando viajamos, olhamos tudo com curiosidade e às vezes também somos olhados dessa forma. Mas também já me aconteceu de viajar para lugares distantes, encontrar vizinhos de bairro e não engatar muita conversa. Uma dica é participar dos free walking tours. Você se junta a um grupo, passeia pela cidade e aprende sobre ela com um morador local, pagando uma gorjeta no fim do passeio. Chegando um pouco mais cedo, você tem tempo de bater papo com o guia e com alguns dos outros participantes. PS: Outra coisa: Vi que você está fazendo os cálculos em reais. É difícil dizer para fazer o câmbio agora, pois sabe-se lá quanto vai custar o euro em meados do ano que vem. Se a taxa de câmbio subir (mais ainda? Socorro!), você terá menos euros disponíveis. Trocar agora? Não sei... De qualquer forma, a mensagem é: desapegue-se dos reais e faça as contas em euros.
  9. LF Brasilia

    Passaporte - título de eleitor com nome de solteiro

    @Dionízio Alexandre Do Carmo Lima , comigo aconteceu uma situação parecida (desatualização de nome no título de eleitor) e consegui fazer o passaporte, sim. Quando você preencher o formulário no site da PF, deve aparecer um aviso de que existem divergências na base de dados. Leve a certidão de casamento original. Mais aqui: https://www.mochileiros.com/topic/61020-passaporte/
  10. Achei interessante essa matéria: Mochileiras depois dos 60: as mulheres que, na terceira idade, foram conhecer o mundo Vinicius LemosDe Cuiabá para a BBC Brasil A rotina de Iracema Genecco, de 67 anos, foi cansativa durante a juventude. Ela costumava acumular dois ou três empregos no jornalismo para criar a filha única e ainda fazia horas extras, para aumentar a renda. Logo que conseguiu se aposentar, aos 60 anos, viajou para diversas regiões da Europa. Encantada com a chance de conhecer novos lugares, tornou-se mochileira. (...) Texto completo aqui: http://www.bbc.com/portuguese/geral-44177612
  11. LF Brasilia

    Passaporte

    @darthVader : no seu caso o nome dos pais estava com a mesma grafia na certidão de nascimento e no título de eleitor? Se sim, é um problema a menos. No meu caso a divergência era entre esses dois documentos. Antigamente o nome dos pais realmente não constava no passaporte, mas desde o final de 2016 essa informação voltou a constar: https://www.viajenaviagem.com/2014/11/novidades-passaporte-brasileiro-filiacao-autorizacao-viagem/ Já me aconteceu de a PF pedir documento com filiação (ex: RG) quando apresentei meu passaporte antigo, que não tinha essa informação. Aparentemente, problemas com homônimos. Felizmente a maioria das pessoas não tem que alterar dados de filiação nos documentos. Acredito que esses casos sejam mais quando há reconhecimento de paternidade... e muitas vezes o reconhecimento é feito quando o filho ainda é menor e não realizou muitos atos da vida civil.
  12. LF Brasilia

    Couchsurfing

    @Adriana T-Tresch , é interessante ver depoimentos detalhados do ponto de vista de quem hospeda. Fiquei curiosa com uma coisa, principalmente depois de ver que tem gente realmente folgada (OK, em todo lugar tem gente assim): como os candidatos lidam com as negativas? E como você faz para negar? Simplesmente responde: "não vou receber você na minha casa"? Dá uma pista sobre o motivo? Diz explicitamente? Ex: "nossa, você é folgado, hein?" ou "achei seu pedido muito vago", etc. Não participo de nenhum site desses, é só curiosidade mesmo.
  13. LF Brasilia

    Roteiro escandinávia em Out/2018

    É que estive na Alemanha no final de outubro/início de novembro e às 16:30 já fazia uma cara de 18h e pouco aqui no Brasil (tomando por base DF, SP e estados situados nessa latitude). É bom ver que você pesquisou isso também! Pelo visto sua viagem tem tudo para dar supercerto. Aguardando o relato!
  14. LF Brasilia

    Roteiro escandinávia em Out/2018

    @Leandroqueiroz , não conheço nada da região e vi que você pesquisou bastante. O @anselmoportes passou informações interessantes também. Uma coisa que me chamou a atenção foi esse trecho do seu primeiro post: "em torno de 16h sigo viagem (continuando o tour) para Myrdall (famoso passeio de trem, com vistas exuberantes) ". Tudo bem que ainda será outono, mas você estará em altas latitudes! É bem provável que às 16h esteja com cara de fim de tarde querendo escurecer... e que o céu esteja cinzento. Se você quer fazer esse percurso principalmente pela parte cênica, é bom levar isso em conta. Mas se é algo que você quer/precisa fazer de qualquer forma (porque já está no caminho), aí tudo bem.
  15. LF Brasilia

    Europa - gastos com alimentação e atrações

    Houve uma época em que às vezes algum forista novato vinha aqui perguntar sobre pacotes de viagem e às vezes recebia umas respostas até um tanto agressivas. Parece que essa polarização (palavra da moda) entre os tipos de viajantes vem diminuindo. Ainda bem! É verdade que o nome do site já tem a ver com a proposta, mas nem todo mundo tem esse conhecimento de imediato. Muita gente chega procurando pelo destino no Google. Além do mais, mesmo aqui não existe um consenso sobre o que é ser mochileiro (tem a ver com o invólucro da bagagem? Estado de espírito? Muquiranagem? Etc). Eu mesma costumo planejar minhas viagens de forma independente. Mas nunca digo "nunca". Para alguns destinos talvez eu optasse por contratar um guia ou algum tipo de serviço de apoio. Outra coisa: o mundo das viagens é uma descoberta recente para muitas pessoas. E frequentemente essa descoberta vem por meio dos pacotes. De repente o viajante pega uma CVC da vida, conhece outros viajantes, vai perdendo alguns medos, vê que o estilo independente talvez tenha mais a ver com ele... e então passa a viajar dessa forma. Ou não!
×