Ir para conteúdo

LF Brasilia

Colaboradores
  • Total de itens

    576
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    4

LF Brasilia venceu a última vez em Janeiro 9

recebeu vários likes pelo conteúdo postado!

Reputação

237 Excelente

7 Seguidores

  1. Hospedagem em Hostels com a Mãe - Madri, Lisboa, Paris e Roma

    @monique.santiago , já que o Marcus Bomfim ressuscitou o tópico (que eu não tinha visto antes), também aproveito para perguntar se deu tudo certo. Em alguns tópicos perdidos por aí (alguns que renderam até umas respostas meio ásperas) se fala sobre limite superior de idade em alguns hostels. Isso pode ser um problema para viajantes 40+ (meu caso, hehe) ou para quem viaja com os pais. Algum desses hostels tinha limite de idade?
  2. Equador e Colômbia são destinos com hospedagem e comida relativamente em conta... o que vai pesar, como você mesma diz, são os deslocamentos. - Que outros lugares você pretende visitar nesses países? Como pretende fazer os deslocamentos entre eles? - Você simulou os preços das passagens sem Galápagos e/ou San Andrés? Quanto deu? - A partir de que cidade no Brasil começa a sua viagem?
  3. Munique, Praga, Cracóvia, Budapeste, Zagreb, Dubrovnik, Roma.

    @juliana.duarte1 , o que você pretende ver/fazer em Berlim e Munique? Acho que ficou pouco tempo para Berlim... a não ser que seu real objetivo na Alemanha seja Munique e você tenha comprado passagem para Berlim só por questão de preço/horário.
  4. Viagem pela América

    @Rafael Almeida da Silva , sugiro que você dê uma olhada nos relatos aqui: https://www.mochileiros.com/forum/12-viagem-de-carro/ A maioria vai de carro próprio, mas você encontra algumas informações sobre a burocracia com carro alugado. O país mais complicado em relação à burocracia e falta de clareza nas regras, pelo que relatam, é a Bolívia. Tanto que vários viajantes evitam passar pelo país de carro. Mas tem alguns relatos de gente que conseguiu sem maiores problemas.
  5. AJUDA - Primeira Viagem

    O Rafael_Salvador já respondeu, mas só reforçando: é comum a dica de deixar para o final a cidade sobre a qual você tem mais expectativa (no caso, Paris). Porém, é frequente as pessoas se decepcionarem um pouco com a cidade - justamente porque têm uma expectativa muito alta. E também tem o risco de ela não curtir as outras cidades se ficar só pensando "Paris, Paris, Paris". Então por essa lógica seria melhor fazer Paris logo. Não sei... no final o que conta é o preço e a logística, como você vem fazendo.
  6. Onde comprar passagens da Ormeno no Brasil?

    Para quem ainda se animar...
  7. Onde comprar passagens da Ormeno no Brasil?

    Recuperando da página 2...
  8. Sugestão: 1. Faça uma estimativa do que exatamente você quer ver em cada local, veja os relatos... daí você tira uma ideia do tempo que vai precisar em cada um e já vai tendo uma noção de custos. Pode montar um rascunho de planilha. 2. Pesquise as cidades próximas. Será que de repente Popayán não pode ser mais interessante do que Cali? Aí vai depender dos seus gostos e expectativas. 3. Simule os deslocamentos aqui: https://www.rome2rio.com/pt/ Você vai ver que uma viagem de ônibus entre Quito e Cali dura no mínimo 16 horas. Entre Bogotá e Cartagena, no mínimo 14 horas. Então o dia do deslocamento é mais que perdido. Uma forma de amenizar isso é recorrer aos voos low cost (pesquise o site da VivaColombia). Particularmente estou achando esse seu roteiro bem puxado.
  9. @fabifontes , quanto tempo você tem disponível? Pretende fazer todos os percursos por via aérea? [Edit: falta de atenção...]
  10. AJUDA - Primeira Viagem

    @Jonatas Elias , aqui no fórum existem alguns relatos de pessoas que viajaram com as mães ou outros parentes idosos. Aliás, também já fiz isso. Quanto a ficar pouco tempo: tenho uma pessoa próxima que viajou no final do ano passado para a Itália numa viagem que durou uma semana no total. Vale a pena? Talvez para a maioria não... mas às vezes é viajar assim ou não viajar. Conheço gente que é contratada como consultor - pessoa jurídica e com isso não tem direito a férias. Então às vezes o jeito é tirar poucos dias mesmo. Voltando à questão dos nossos velhinhos, o que considero mais importante? - com a idade, os mecanismos de regulação da temperatura corporal vão deixando de funcionar tão bem. A pessoa fica mais sensível a extremos de frio e de calor. - O ritmo, obviamente: não dá para programar aquela maratona de passeios. - Com a idade, aumenta a probabilidade de surgimento de intolerâncias alimentares. - Então a dica é programar passeios mais leves e alguns momentos livres - para ficar de bobeira no hotel ou dar uma pequena volta nos arredores. E você, vai conseguir aproveitar a viagem? Vejo que não ficou muito empolgado pelo destino, hehe! E se você for predisposto a não gostar (OK, sabemos que tem muitas armadilhas turísticas nesses lugares), aí com certeza não vai gostar. Pense na viagem mais como uma experiência, uma oportunidade única para vivenciar esses momentos com sua mãe e fortalecer a relação mãe-filho. O local acaba ficando em segundo plano. Aproveitem!
  11. Veja também aqui: https://www.mochileiros.com/topic/64979-pousada-perto-do-hospital-sarah-kubistchek-na-asa-sul/?tab=comments#comment-685062 Não recomendo ficar do lado norte, porque a travessia do Eixo Monumental a pé não é muito amigável - digo, atravessar avenidas movimentadas (por mais que tenham faixas de pedestres, você tem que caminhar até elas pegando sol na cabeça); e, como não há muito movimento de pedestres, quem anda por alí fica vulnerável em caso de assalto. Alugar quarto em casa de família é uma boa. Sei de gente que aluga quarto pelo AirBnB na 703, mas não tenho os contatos. Acho mais seguro do que as pousadas clandestinas.
  12. Gente, do Garvey até o Sarah dá um pouco mais de 1km em linha reta (figura)
  13. Uma das coisas legais das viagens é reparar nas figuraças, hahaha! Mas esse era sinistro mesmo.
  14. Amei o relato! Fiquei curiosa sobre o "cara sinistro" no avião! Como ele era? Esse programa "Aeroporto Dubai" passa no NatGeo!
  15. Então se pensarmos na otimização do percurso, minha sugestão é Berlim - Praga - Viena - Cracóvia - Varsóvia, o que dá um percurso em formato de "U". Se você fizer Berlim - Viena - Praga, vai ter um deslocamento inútil e cansativo cruzando a República Tcheca (deslocamento inútil = ir e voltar sem necessidade). Como essas cidades são bem conectadas por transporte público, o circuito que sugeri se torna viável. Quando isso não acontece, às vezes é realmente necessário ir e voltar.
×