Ir para conteúdo

LF Brasilia

Colaboradores
  • Total de itens

    727
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    7

Tudo que LF Brasilia postou

  1. LF Brasilia

    Medellín

    @guillermo.lopes , o percurso leva uns 50 minutos em final de semana. Os ônibus são da empresa Combuses e a tarifa está em 9.500 pesos. Sobre os horários, veja aqui: https://www.horariodebuses.com.co/combuses.html. De acordo com esse site, que não é oficial (é que não tenho acesso ao Facebook por aqui), o primeiro ônibus sai de Medellín rumo ao aeroporto às 3h da manhã - o que fica muito tarde para quem viaja às 5h - e o último sai às 22h (o que exigiria passar a madrugada no aeroporto). Resumindo: se você quiser sair de Medellín à meia-noite ou à 1h da manhã rumo ao aeroporto,
  2. @Caio Linhares, em relação ao que fazer: San Andrés é sinônimo de praia. Bogotá tem vida noturna, museus, vida urbana em geral. Tem a Catedral de Sal nas imediações, o Cerro de Monserrate para dar uma vista da cidade.. O roteiro depende muito do que você gosta de fazer: vida noturna? Cultura local? Mergulho? Lugares históricos? Etc... Alguns foristas dizem que San Andrés aumenta bastante os custos por causa da passagem comprada à parte. Outros relatam viagens low cost para lá. Acredito que seja questão de se programar. Da Colômbia só visitei Cartagena e Medellín. Não tem como co
  3. Caramba, pri_182! Quando você escreveu "no meio da Colômbia tinha um colombiano", minha reação imediata foi pensar: "que bonitinho, conheceu um cara legal e resolveu ficar um pouco mais"; aí fui lendo e putz! Dá muita raiva quando essas coisas acontecem. Ainda bem que você conseguiu se livrar dessas situações chatas e aproveitar bem a viagem. Parabéns pelo relato e obrigada pelas dicas!
  4. LF Brasilia

    Viagem a Madrid

    @DenaBR, frisando bem essa questão: não basta comprar o ticket. Você precisa validá-lo. A validação consiste em perfurá-lo numa máquina que fica na estação ou dentro do veículo (aí tem que ver). A máquina também imprime a informação de dia e hora. Como os tickets têm validade limitada, essa informação de dia e hora serve para essa checagem. Em alguns casos (ex: Budapeste) você pode comprar o ticket para 48h, 72h, etc e a informação de dia/hora já vem impressa no ticket, sem necessidade de validação. O tempo começa a correr a partir da compra. Não sei como é em Madri.
  5. LF Brasilia

    Viagem a Madrid

    @DenaBR , existem vários tipos de hostels com quartos compartilhados. Os party hostels, por exemplo, têm foco na interação entre os hóspedes e o bar é um espaço importante. Mas para quem quer dormir mesmo, pode não ser uma boa. Não sei qual a sua idade, mas alguns hostels têm limite máximo (normalmente algo como 30 anos). Eu mesma sou adepta de pousada em quarto individual, não sou festeira (na verdade sou bem na minha) e sempre acabo trocando uns dedos de prosa com pessoas que conheço em viagens - geralmente outras mulheres que viajam sozinhas, ou pessoas idosas... acho que, quando
  6. @Dionízio Alexandre Do Carmo Lima , comigo aconteceu uma situação parecida (desatualização de nome no título de eleitor) e consegui fazer o passaporte, sim. Quando você preencher o formulário no site da PF, deve aparecer um aviso de que existem divergências na base de dados. Leve a certidão de casamento original. Mais aqui: https://www.mochileiros.com/topic/61020-passaporte/
  7. Achei interessante essa matéria: Mochileiras depois dos 60: as mulheres que, na terceira idade, foram conhecer o mundo Vinicius LemosDe Cuiabá para a BBC Brasil A rotina de Iracema Genecco, de 67 anos, foi cansativa durante a juventude. Ela costumava acumular dois ou três empregos no jornalismo para criar a filha única e ainda fazia horas extras, para aumentar a renda. Logo que conseguiu se aposentar, aos 60 anos, viajou para diversas regiões da Europa. Encantada com a chance de conhecer novos lugares, tornou-se mochileira. (...) Texto completo aqui: http://www.bbc.c
  8. @darthVader : no seu caso o nome dos pais estava com a mesma grafia na certidão de nascimento e no título de eleitor? Se sim, é um problema a menos. No meu caso a divergência era entre esses dois documentos. Antigamente o nome dos pais realmente não constava no passaporte, mas desde o final de 2016 essa informação voltou a constar: https://www.viajenaviagem.com/2014/11/novidades-passaporte-brasileiro-filiacao-autorizacao-viagem/ Já me aconteceu de a PF pedir documento com filiação (ex: RG) quando apresentei meu passaporte antigo, que não tinha essa informação. Aparentemente, problema
  9. LF Brasilia

    Couchsurfing

    @Adriana T-Tresch , é interessante ver depoimentos detalhados do ponto de vista de quem hospeda. Fiquei curiosa com uma coisa, principalmente depois de ver que tem gente realmente folgada (OK, em todo lugar tem gente assim): como os candidatos lidam com as negativas? E como você faz para negar? Simplesmente responde: "não vou receber você na minha casa"? Dá uma pista sobre o motivo? Diz explicitamente? Ex: "nossa, você é folgado, hein?" ou "achei seu pedido muito vago", etc. Não participo de nenhum site desses, é só curiosidade mesmo.
  10. É que estive na Alemanha no final de outubro/início de novembro e às 16:30 já fazia uma cara de 18h e pouco aqui no Brasil (tomando por base DF, SP e estados situados nessa latitude). É bom ver que você pesquisou isso também! Pelo visto sua viagem tem tudo para dar supercerto. Aguardando o relato!
  11. @Leandroqueiroz , não conheço nada da região e vi que você pesquisou bastante. O @anselmoportes passou informações interessantes também. Uma coisa que me chamou a atenção foi esse trecho do seu primeiro post: "em torno de 16h sigo viagem (continuando o tour) para Myrdall (famoso passeio de trem, com vistas exuberantes) ". Tudo bem que ainda será outono, mas você estará em altas latitudes! É bem provável que às 16h esteja com cara de fim de tarde querendo escurecer... e que o céu esteja cinzento. Se você quer fazer esse percurso principalmente pela parte cênica, é bom levar isso
  12. Houve uma época em que às vezes algum forista novato vinha aqui perguntar sobre pacotes de viagem e às vezes recebia umas respostas até um tanto agressivas. Parece que essa polarização (palavra da moda) entre os tipos de viajantes vem diminuindo. Ainda bem! É verdade que o nome do site já tem a ver com a proposta, mas nem todo mundo tem esse conhecimento de imediato. Muita gente chega procurando pelo destino no Google. Além do mais, mesmo aqui não existe um consenso sobre o que é ser mochileiro (tem a ver com o invólucro da bagagem? Estado de espírito? Muquiranagem? Etc). Eu mesma co
  13. Em janeiro dei entrada em novo passaporte. O RG já estava corrigido (corrigi ano passado), mas o título de eleitor ainda não. Na hora de preencher o formulário da PF, o sistema apontou divergência. O que fiz? Levei a certidão corrigida para justificar. A funcionária escaneou o documento e consegui tirar o passaporte normalmente. E este ano corrigi o nome da minha mãe no título. Como tenho documentos emitidos em diferentes Estados, não tinha como corrigir tudo de uma vez.
  14. @Jheny Winner : o nome está errado só no RG ou também na certidão de nascimento? Passei por uma situação parecida: o nome da minha mãe estava errado na minha certidão. Em razão disso, todos os meus outros documentos tinham o nome dela errado. Quando fui tirar o primeiro RG preenchi o nome dela correto no formulário, mas o funcionário disse que tinha que ficar igual ao da certidão. Na verdade só comecei a corrigir isso depois dos 30 anos: para conseguir a cidadania húngara, precisei de uma nova certidão de nascimento com o nome da mãe escrito corretamente. Durante alguns anos ficou co
  15. ^^ Li a reportagem e tive a impressão de ser um resumo de algum texto mais longo. Ficou uma coisa meio fragmentada e com alguns pontos difíceis de entender. Uma hora ele diz que essas 50 mortes mais recentes "estariam ligadas" ao assassinato da policial (talvez uma vingança por parte de milicianos ou policiais?), outra hora vêm teorias diferentes. Em algumas cidades a percepção de insegurança atinge a todos, enquanto em outras a sensação é de que as gangues se matam entre si. Agora sobre Belém: estive lá há uns 15 anos e voltei ano passado numa viagem a serviço. Percebi sim uma
  16. Isadora: na Alemanha você poderia visitar Berlim e Dresden, que permitiriam viagem por terra à Polônia. Já na Polônia, as cidades que vejo despertarem mais interesse dos viajantes estão na parte sudoeste. Se você não tem interesse por cidades específicas nesses países, talvez fosse melhor ir direto à Lituânia de avião. Otimizaria tempo e energia.
  17. @isadora.sousa , quanto tempo você vai ter disponível? Que cidades gostaria de visitar na Alemanha, Polônia e Lituânia? O que atrai você nesses países? (Para ficar mais fácil sugerir cidades, caso você não tenha nada mais específico em vista).
  18. @monique.santiago , já que o Marcus Bomfim ressuscitou o tópico (que eu não tinha visto antes), também aproveito para perguntar se deu tudo certo. Em alguns tópicos perdidos por aí (alguns que renderam até umas respostas meio ásperas) se fala sobre limite superior de idade em alguns hostels. Isso pode ser um problema para viajantes 40+ (meu caso, hehe) ou para quem viaja com os pais. Algum desses hostels tinha limite de idade?
  19. Equador e Colômbia são destinos com hospedagem e comida relativamente em conta... o que vai pesar, como você mesma diz, são os deslocamentos. - Que outros lugares você pretende visitar nesses países? Como pretende fazer os deslocamentos entre eles? - Você simulou os preços das passagens sem Galápagos e/ou San Andrés? Quanto deu? - A partir de que cidade no Brasil começa a sua viagem?
  20. @juliana.duarte1 , o que você pretende ver/fazer em Berlim e Munique? Acho que ficou pouco tempo para Berlim... a não ser que seu real objetivo na Alemanha seja Munique e você tenha comprado passagem para Berlim só por questão de preço/horário.
  21. @Rafael Almeida da Silva , sugiro que você dê uma olhada nos relatos aqui: https://www.mochileiros.com/forum/12-viagem-de-carro/ A maioria vai de carro próprio, mas você encontra algumas informações sobre a burocracia com carro alugado. O país mais complicado em relação à burocracia e falta de clareza nas regras, pelo que relatam, é a Bolívia. Tanto que vários viajantes evitam passar pelo país de carro. Mas tem alguns relatos de gente que conseguiu sem maiores problemas.
  22. O Rafael_Salvador já respondeu, mas só reforçando: é comum a dica de deixar para o final a cidade sobre a qual você tem mais expectativa (no caso, Paris). Porém, é frequente as pessoas se decepcionarem um pouco com a cidade - justamente porque têm uma expectativa muito alta. E também tem o risco de ela não curtir as outras cidades se ficar só pensando "Paris, Paris, Paris". Então por essa lógica seria melhor fazer Paris logo. Não sei... no final o que conta é o preço e a logística, como você vem fazendo.
  23. Sugestão: 1. Faça uma estimativa do que exatamente você quer ver em cada local, veja os relatos... daí você tira uma ideia do tempo que vai precisar em cada um e já vai tendo uma noção de custos. Pode montar um rascunho de planilha. 2. Pesquise as cidades próximas. Será que de repente Popayán não pode ser mais interessante do que Cali? Aí vai depender dos seus gostos e expectativas. 3. Simule os deslocamentos aqui: https://www.rome2rio.com/pt/ Você vai ver que uma viagem de ônibus entre Quito e Cali dura no mínimo 16 horas. Entre Bogotá e Cartagena, no mínimo 14 horas. Ent
×
×
  • Criar Novo...