Ir para conteúdo

Natalia Endo

Membros
  • Total de itens

    77
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

3 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Ju, obrigada!! Rsrsrs Eu tb sofro com relatos "incompletos". Gosto de detalhes...rsrsrs Sobre o Complexo da Pedra Caida vc encontra as informaçoes no site deles http://www.pedracaida.com/ Ja aluguel de carro em Estreito, nao sei.. Mas da uma olhadinha nessas mais famosinhas como Avis, Hertz, Localiza... eu tb acho essas de nome, mais confiaveis. Vc vai adorar a Chapada!!!
  2. Bruna, sao cidades proximas. Lençois tem mais estrutura se quiser curtir a noite, gastronomia e tal... Quanto a sair pros passeios, depende do que vc quer conhecer.
  3. 5 dias na CHAPADA DAS MESAS – o que você precisa saber Bom, estou aqui para escrever o roteiro que fiz com uns amigos na Chapada das Mesas e tentarei descrever a maioria de detalhes e dicas, pois eu mesma tive muita dificuldade de achar relatos precisos, sites atualizados ou informações que eu julgo importantes, mas que nem todo mundo talvez pense da mesma forma. Eu achava que ir para a Chapada das Mesas era algo difícil, a começar pela logística. A cidade de Carolina fica no sul do Maranhão, mais de 800km de São Luís. O aeroporto mais próximo é de Imperatriz e este recebe voos regulares, porém, caríssimos para um bolso mochileiro, além de estar a uns 200km de Carolina. Então, optamos por descer em Palmas/Tocantins que está a um pouco mais de 600km de Carolina. Carolina é a cidade de maior infraestrutura que compõe a Chapada das Mesas. Resolvemos nos hospedar aqui, pois os atrativos que selecionamos para conhecer, não eram tão distantes a ponto de ser necessário que arrumássemos mais de uma hospedagem. Por pesquisas de fotos na internet, selecionamos os seguintes atrativos: - Morro do Chapéu - Cachoeiras gêmeas de Itapecuru - Complexo da Pedra Caída (local onde se encontram as Cachoeiras do Santuário, da Caverna, do Capelão e da Pedra Caída) - Portal da Chapada - Cachoeira do Prata e Cachoeira São Romão - Poço Azul - Encanto Azul - Cachoeira Santa Bárbara - Cachoeira Santa Paula Definido o desembarque, destino e atrativos, hora de pesquisar a hospedagem. Quando se coloca no Google, você acha as mais famosinhas pousadas, tipo Candeeiros ou Hotel lírio. Difícil achar sites atualizados... consegui algumas pelo facebook, mas também não foi fácil. Mandei email para as pousadas que achei e a que tinha o melhor preço foi a POUSADA MONTE SERRAT. Fechamos 6 diárias para 5 dias inteiros de passeio. Além do melhor preço, lemos que a pousada também era muito bem localizada por estar no centro da cidade (https://www.facebook.com/pousadamonteserrat/?ref=ts&fref=ts) . Chegamos na Pousada num sábado a noite, após quase 8h de estrada. Saindo do aeroporto de Palmas, pelo Waze ou Googlemaps, indicam o caminho pela Transbrasiliana até a cidade de Estreito e, de lá pega-se a estrada para Carolina. Essas estradas são muito boas, embora este não seja o caminho mais curto. Não tem pedágio. Na volta me arrisquei a ir por Araguaína e Colinas do Tocantins e ganhamos um pouco mais de uma hora, maaaaaasssss, a estrada é bem ruim, sem posto de gasolina no caminho ou sinal de celular. Porém não tem erro se você viajar de dia. Também não tem pedágio, apenas a balsa que se pega em Carolina (um carro com 4 pessoas, pagamos 26,00). Bom, domingo seria nosso primeiro dia de passeios. Eu havia lido e conversado com algumas pessoas que já foram, que nos finais de semana qualquer lugar é bem cheio. A grande maioria das atrações da Chapada das Mesas não requer esforço físico. As cachoeiras são de fácil acesso e ficam em propriedades privadas. Então, definimos para este primeiro dia: Cachoeiras do Itapecuru e Portal da Chapada. 1º dia CACHOEIRAS DO ITAPECURU Fica na própria cidade de Carolina, na estrada que vai para Riachão. Da pousada até a cachoeira não dá meia hora. Pelo waze você pode pesquisar por pousada cachoeiras do itapecuru que ele te porá na estrada certa. Mas, quando o aplicativo disser que chegou, pode andar mais pra frente uns 2km. Logo você avista umas casinhas, tipo uma vilinha e tem uma placa de Balneário Cachoeiras do Itapecuru. É aqui que entramos. Ao chegar no Balneário, é cobrada uma taxa de 5,00 por pessoa. Tem uma lanchonete no local e tem funcionários que te atendem na beira da cachoeira, sem que você tenha o trabalho de toda hora ir até o bar. Não há trilha até a cachoeira. Ao estacionar o carro, tem a lanchonete e uma escadaria (pequena) onde você passa por uma pequena usina desativada e logo já vê as cachoeiras e ouve aquele barulho gostoso de água..... a sensação boa para aqui, pois preciso abrir meu coração: O LUGAR É DECEPCIONANTE!!!! Era muita gente... farofada!!! Permitem churrasco no local e, por ser um “rio raso”, tem bastante criança. Numa margem fica o povão, tipo nós que pagamos 5,00 pra entrar. Na outra margem é administrada por outra propriedade e tem outro nível de pessoas, mas é farofa também (esse “outro balneário” tem acesso na mesma estrada, mas uns 3km a frente da entrada que pegamos. Tem outra placa das cachoeiras e o valor por pessoa é 20,00). Pra ajudar, é possível que se alugue caiaque.... pensa na criançada descoordenada com remo na mão, numa cachoeira cheirando a churrasco, aquela barulheira.... quebra todo encanto da paisagem. Mas, a paisagem também não vale a pena. Estas cachoeiras “parecem criadas”, resultado da desativação da usina que falei. Enfim... fomos mesmo porque sabíamos que não era grande coisa e aproveitamos o domingo pra isso. Vale para se refrescar, pois o calor que faz nessa região é de lascar. PORTAL DA CHAPADA Das Cachoeiras do Itapecuru para o Portal da Chapada não é caminho, mas também não é longe. O Portal fica na Estada que liga Carolina a Estreito. Não tem um ponto de referencia na estrada. Então, sentido Estreito, fique atento ao seu lado esquerdo... vai olhando os montes, as rochas e logo você vê a pedra furada com o formato do estado do Tocantins. Avistou, você vai olhando na estrada uma entradinha de terra. Você estaciona o carro ali mesmo, na beira da estrada. Não paga nada pra entrar, não tem portaria ou vigia. A subida é curta.. uns 10min. Cansa um pouco por ser na areia fofa. Do Portal é possível ver direitinho o Morro do Chapéu. Depois de muitas fotos, fomos embora sem por do sol, pois tava nublado. Nada que tirasse o encanto do local. Contudo, voltamos ao Portal noutro dia para aí sim vermos o por do sol. Relato isso mais a frente, em ordem cronológica..rs. 2º dia Já no segundo dia, segunda-feira, imaginamos ser um bom dia para então começarmos com as cachoeiras mais bonitas e rezando pra não ter ninguém. Escolhemos este dia para irmos ao Complexo da Pedra Caída. O Complexo é um resort que fica na estrada de Carolina a Estreito, um pouco pra frente do Portal da Chapada. É muito fácil de achar, tem placas na estrada indicando. Na entrada do Complexo tem uma portaria onde você faz seu cadastro e recebe uma pulseira com chip onde todo seu consumo será registrado nessa pulseira e você acerta a conta na saída. Em dia de semana a entrada é 30,00 e final de semana 50,00. O local aceita o pagamento de meia entrada com apresentação de carteirinha de estudante. Assim que você estaciona o carro, vai até a recepção e terá um funcionário para te apresentar as opções de passeios e lazer através de slides. Cada cachoeira é um passeio e possui um valor. Tem 3 opções de passeios com cachoeiras e não é possível fazer todos em um dia só, pois os passeios são monitorados e com horário fixo. Escolhemos como primeiro passeio a CACHOEIRA DO SANTUÁRIO, no valor de 25,00 por pessoa. Esta cachoeira se faz a pé. A trilha é curta e fácil, composta por escadas com corrimão. Antes de começar, o monitor explica que esta cachoeira pode molhar os pertences e fornece saquinhos plásticos. Eu levei (levo sempre, pra todo lugar) um saco estanque, mas também não é necessário, pois antes de chegar a parte que molha mesmo, tem um espaço apropriado para que deixemos os pertences. Tem um corredor de paredão que a gente segue com água pelo joelho até que se chegue a cachoeira. A cachoeira é linda!!!!! Se você tiver um óculos de natação vale a pena levar, pois os respingos d’água dificultam admirá-la bem. Também é difícil tirar uma boa foto. Na verdade, nenhuma foto da cachoeira prestou.. nenhuma conseguiu mostrar como ela é de verdade, lindíssima! Então, vá.. vá e comprove. Esse passeio começou às 11h. Retornamos por volta de 13h até a recepção/restaurante, comemos e às 14h escolhemos fazer as CACHOEIRA DA CAVERNA E CACHEORIA DO CAPELÃO. Este passeio custa 40,00 por pessoa. Vai de veículo 4x4 parando primeiro na Cachoeira da Caverna. Para acessá-la é uma trilha bem curta, estruturada com corrimão também. Assim como na Cachoeira do Santuário, há um local adequado para que se deixe os pertences. A “caverna” é curtinha, mas muito bonita. Ao atravessá-la, já dá de cara com a cachoeira. Depois de nos banharmos, voltamos para o carro e seguimos para a Cachoeira do Capelão. Anda-se pouco de carro até a entrada e a trilha é curtinha também, tranquila. Foi a terceira cachoeira do dia e mais uma sem palavras para descrever... Tem uns doidos que sobem no paredão e pulam. O local começa raso e vai afundando e é isso que vai “mudando” a cor da água, ficando azulzinha próximo a queda. Muito linda mesmo!! Retornamos ao carro e este passeio termina 16:30h, hora que você pode optar por descer a tirolesa. A tirolesa fica no alto de uma montanha, onde também está a pirâmide de meditação. Há duas opções de subida: a pé (de graça) e de teleférico (50,00 por pessoa). Também são 2 tirolesas, uma de 1200m e outra de 1400m, sendo 70,00 e 80,00 respectivamente. A subida a pé é por escadas e rampas de madeira e tem corrimão em todo percurso. Média de 900m de subida que se leva uns 30min. O teleférico tem o mesmo tempo praticamente, porém tem uma visão privilegiada. Não fiz a tirolesa... não tenho essa coragem toda! Subi e desci de teleférico, podendo acompanhar o pôr do sol lá de cima. O Complexo fecha às 18h e foi um dia muito bem aproveitado. 3º dia Acordamos cedo e, logo após o café, seguimos para Riachão, em busca do ENCANTO AZUL, POÇO AZUL, CACHOEIRA SANTA BÁRBARA E CACHOEIRA SANTA PAULA. Para Chegar a Riachão, é a mesma estrada que pegamos das Cachoeiras de Itapecuru. Segue bemmmm a frente, sempre reto. Certa hora você chegará num povoadinho (Riachão) onde passará por dois radares na pista. Após o segundo radar, vire a esquerda (ponto de referencia é uma torre de caixa d’água).. essa é a estradinha sentido Feira Nova do Maranhão. Siga mais uns 15km nessa estrada e vai prestando atenção ao seu lado esquerdo, pois avistará uma fazenda grande, que tem dois cisnes na entrada (este é o ponto de referência). Assim que passa a entrada desta fazenda, ao lado direito você já vê uma placa, meio apagadinha, escrito Balneário Poço Azul. Pode entrar nessa estrada de terra e seguir as placas. Carro normal, sem tração, vai bem, desde que não tenha chovido. O percurso todo levou quase duas 2h. O Balneário Poço Azul também é uma pousada e as diárias não eram caras não, mas também não sei informar o valor exato. Ao chegar, paga-se uma taxa de 30,00 por pessoa. Tem uma placa que já avisa que não é permitida a entrada com mochila, bolsa e outras coisas... eles fornecem sacolinhas plásticas para que você coloque o necessário para as trilhas. Isso evita que se acumule lixo nos atrativos. Na chegada também nos informaram quanto as refeições, dizendo que precisávamos reservar o almoço. É ideal que se faça isso mesmo, assim você garante mais tempo para desfrutar do espaço. Bom, o Encanto Azul não fica no mesmo lugar. Para ir ao Encanto, é necessário carro traçado. No próprio Balneário tem um cara que faz este percurso cobrando 20,00 por pessoa. Pela logística de horário, resolvemos fazer primeiro o Encanto Azul, depois almoçamos e faríamos as cachoeiras e o Poço. Foi o melhor que fizemos. Não se arrisque de jeito algum a ir de carro normal pro Encanto... a areia é muito fofa. O percurso leva uns 20min, devendo ter uns 6km mais ou menos. A entrada da trilha não tem nenhuma marcação, placa, nada. Dá pra deduzir pelas pegadas e tal. Tô falando assim, pois fomos por conta com um casal que conhecemos e nos deu carona na caminhonete deles. Fomos seguindo pegadas e mínimas marcas de pneu na estrada. Mas chegamos. A trilha é super de boa e curta. Descida pra ir e subida pra voltar. É bom ter um saco estanque para que leve suas coisas o mais perto possível. Mas, calçados e roupas, deixamos no meio da trilha, quando o percurso começa a ser por dentro da água. De repente, o ENCANTO AZUL... Realmente o lugar é indescritível!!! E não paga nada para entrar.. só o transporte mesmo se você não tiver. Já de volta ao Balneário Poço Azul, o almoço estava quase pronto, tudo dentro do horário que programamos. Nossa ideia era começarmos as cachoeiras às 14h mais ou menos, pois umas 17h já começa a querer escurecer. Tudo certo e começamos a descer. Como eu disse antes, eles fornecem sacolinhas para você levar suas coisas. Desci somente com máquina fotográfica, celular e chave do carro. Também tem a opção de alugar coletes salva-vidas por 10,00. Ah, tanto esta trilha quanto a do Encanto Azul é tranquilo fazer de chinelo. A trilha é bem localizada e curta. Logo a uns 300m já tem placa indicando a Cachoeira Santa Paula e dos Namorados. Fomos procurar estas, vimos mas não nos chamou a atenção. Então focamos a ir até a CACHOEIRA SANTA BÁRBARA. Esta cachoeira é mágica... é de uma energia!!! Linda, encantadora, emocionante! Foi a água mais gelada da viagem toda. É fundo, mas não tem “correnteza”. Quem não tem muita segurança em nadar, é bom usar o colete salva-vidas. Pertinho dali está o POÇO AZUL, na mesma trilha da cachoeira e é a última atração do Balneário. O tão esperado e um dos lugares mais bonitos que já vi... O Poço é cheio de peixe... tanto peixe que chega a dar aflição..rs. Mas, que lugar bonito!!!! Ficamos até umas 16:30 e subimos de volta. Pegando a estrada de volta a Carolina, acompanhamos um dos mais bonitos pôr do sol de toda viagem. 4º dia Revigorados do último passeio, acordamos ainda em êxtase! Para hoje combinamos de irmos às cachoeiras do Rio Farinha que são Cachoeiras do Prata e Cachoeiras São Romão. Para estas, não é possível ir de carro normal. Então fechamos com Nivaldo (99-9145-3840) por indicação da senhora Alexandrina da pousada. Realmente ele tinha um bom preço e fechou 450,00 pro nosso grupo de 4 pessoas. Estes atrativos estão em Carolina mesmo, divisa com Estreito. Andamos um pouco na estrada que vai pra Estreito e antes mesmo de chegarmos ao Complexo da Pedra Caída, entramos a esquerda numa estrada de terra e seguimos nela por quilômetros! Impossível o percurso com carro normal e sem conhecer a região. Não tem sinal de telefone e tem muitas bifurcações. Só conhecendo o caminho pra se chegar. Ah, logo que o guia nos pegou, já nos questionou sobre o almoço, pois precisa deixar reservado também. A primeira parada é na CACHOEIRA DO PRATA. Não se toma banho nela.. existe um ponto do rio que pode entrar, mas nós optamos por deixar pra próxima. Da Cachoeira do Prata até a São Romão, tem pelo menos mais uma hora de sacolejo na estrada de terra. Quando chegamos, nosso almoço estava terminando de ser preparado então fomos conhecer a CACHOEIRA SÃO ROMÃO por cima. Almoçamos no local. Lembrando que tanto na Cachoeira do Prata quanto na Cachoeira São Romão, paga-se uma taxa de 10,00 por pessoa e não aceitam cartão. O almoço sai na faixa de 60,00 servindo bem 3 a 4 pessoas. Após o almoço, descemos com o nosso guia até a cachoeira. Esta é possível entrar atrás da queda. Uma sensação maravilhosa!!!!! OBS: molha pra caramba.. então, deixe suas coisas antes de ir pra trás da cachoeira ou leve tudo em saco estanque. Máquina fotográfica e celular, só com capinha a prova d’água. Saímos do local por volta das 15:30 a fim de pegar o pôr do sol no Portal da Chapada, já que na primeira vez que fomos, o sol tava muito escondido... Chegamos ao Portal da Chapada perto de 17h. Porém, o sol não se poe ali, mas nada que tire a beleza do lugar ou que não dê boas fotos..rs Não dá pra esperar o sol se pôr inteiro né... pois, descer no escuro também é f....rs. 5º dia O último dia de passeio foi o único passeio que realmente exigia um pouco mais de preparo físico. Resolvemos subir o MORRO DO CHAPÉU. Não é qualquer guia que faz este roteiro. É bom agendar com antecedência mesmo. É obrigatório fazer com guia e precisa de carro 4x4 pra chegar até lá. Saímos 7:30 da pousada para começar a subir perto de 8:30. Tem que levar água e coisinhas pra mordiscar. A subida é puxada. Deve-se usar calça comprida e calçado fechado. Fechamos com a Nanda da Ecotrilhas (99-98124-8582). Ela é proprietária da agencia Ecotrilhas e fez 70,00 por pessoa. Mas quem nos acompanhou no passeio foi o Vilmar Rego, muito experiente e organizador de montain bike em Carolina e região (https://www.facebook.com/vilmarejacirenerego?fref=nf ). Quando chegamos ao topo, começou a garoar e esperamos um pouco para descer. A chuvinha foi rápida e a descida foi mil vezes mais rápida que a subida..rs. Fomos almoçar no Recanto da Família, onde pagamos 5,00 por pessoa para entrar e o local possui piscina natural para se refrescar, além de cerveja bem gelada!!! No dia seguinte levantamos cedo, tomamos café e fomos embora, guardando na memória cada detalhe deste paraíso, detalhes que máquina fotográfica nenhuma consegue registrar. DICAS IMPORTANTES: - Carolina só tem uma agência do Banco do Brasil, mas é bom vocês terem dinheiro em mãos, pois se precisarem sacar, pode ser complicado. A única agência, quando fomos, estava em reforma, pois houve um grande assalto e a agencia foi fechada. Precisamos ir até Estreito para sacar. - Indico os restaurantes Chega + (fomos numa quarta-feira e tinha rodízio de pizza por 12,90 por pessoa) e Espaço Gourmet (comi uma parmegiana muito boa e tem várias opções por um preço bom). Na praça onde está o Espaço Gourmet também tem várias lanchonetes boas. Também fomos ao Massas e Cia, muito bom e barato.. só que não vende cerveja.. mas tinha pertinho uma lanchonete onde a gente buscava a cerveja pra acompanhar nossos pratos, sem crise...hehehehe. - Nenhum posto de gasolina em Carolina tem etanol. Só tem gasolina e custa mais de 4,00. É um assalto!! - Tem uma lojinha que vende suvenir Mariju, próxima a loja Manos Magazine, no Centro. Num é nada demais, mas tem umas canequinhas, algumas camisetas e tal. - Procure se organizar para ir no meio da semana. Os atrativos são maravilhosos e por terem fácil acesso, de fim de semana lota. No meio da semana você aproveita melhor e tem o lugar inteiro pra vc tirar muitas fotos. - Procure pousadas com ar condicionado e alugue carro também com ar condicionado... sério, faz toda diferença. - Alugamos um carro econômico com ar na Avis com antecedência. Com seguro ficou 476,00 todos os dias, um Voyage. - Em Palmas nos hospedamos no HOTEL POUSADA PALMAS http://www.hotelpousadapalmas.com.br/ não é super bom, mas só precisávamos de um lugar pra tomar um banho e descansar por algumas horas antes do nosso voo de volta. Foi o mais barato que achei. OBS: todas as fotos são originais... não tem nada de filtro ou photoshop. Eu espero ter ajudado!
  4. Olá Seguinte, fechamos um carro no aeroporto de Palmas para irmos ate Carolina/MA para conhecermos a CHAPADA DAS MESAS. Sairemos de Palmas na manha do dia 4/6 (tb conhecido por sábado que vem) e faremos o seguinte roteiro na Chapada: MORRO DO CHAPÉU CACHOEIRA DO ITAPECURU COMPLEXO DA PEDRA CAÍDA (CACHOEIRA DO SANTUÁRIO, CACHOEIRA DA CAVERNA E CACHOEIRA DO CAPELÃO E CACHOEIRA DA PEDRA FURADA) POR DO SOL NO PORTAL DA CHAPADA CACHOEIRA DE SÃO ROMÃO CACHOEIRA DA PRATA POÇO AZUL POÇO ENCANTADO CACHOEIRA DE SANTA BÁRBARA CACHOEIRA DE SANTA PAULA ILHA DOS BOTES - RIO TOCANTINS Ja reservamos uma pousada onde de 4 a 10 com café da manhã ar cond e wifi sai por 240,00 por pessoa. Tb reservamos um hostel em Palmas de 10 pra 11 de junho, por 45,00. Tudo foi planejado pra 5 pessoas, mas, por um contratempo, uma pessoa desistiu. ENTÃO TEMOS UMA VAGA!!!! ALGUÉM TOPA?
  5. Olá, pessoal!! To querendo passar um fds em Joanópolis, conhecer a Cachoeira dos Pretos, mas to precisando de dicas como hospedagem, se paga o acesso a cachoeira, se é fácil ou não.. essas coisas. Alguém?
  6. Natalia Endo

    Jalapão

    Bom dia. Quer conhecer o Jalapao meio por conta? Indico o guia Jonivon (63) 8465-0327 Ele eh credenciado, trabalha em agencia, mas tem um 4x4 dele que atende ate 4 pessoas. Ele monta o pacote do seu gosto, te busca e te devolve em Palmas. Foi o melhor preço que achei e o mais confiavel.
  7. Carolina é uma opçao para minhas ferias.. Mas, junho é um bom mês pea ir?
  8. Oi André, que bom que gostou. Sabe, passado este tempo todo ja, Fumacinha é questão de honra, voltarei com certeza e hoje me sinto bem mais segura..rs mas adorei a Licury..rs Bom, o grupo eu montei aqui no mochileiros. Eu postei qual era minha ideia e o que eu queria fazer. Tb deixei claro que eu queria conhecer o maximo da Chapada no menor tempo e dinheiro. Teve mta gente que tava a fim da travessia do Paty e montaram outro grupo. Em Lençois vc encontra gente pra grupo sim, principalmente pra Fumaça, pois o Vale do Capao é perto. Buracão e Fumacinha fica longe.. tipo umas 3h e ja nao sei te dizer se é tão facil quanto. Mas mesmo assim ainda sugiro que ja va com um grupo definido. Desta forma, vc otimiza bastante seu tempo. Dicas para montar o grupo: - Tenha definido o que vc quer conhecer (lembrando que vc ta indo por vc e vc nao é agencia, entao o roteiro é seu e vc nao vai passar vontade, apenas ta dividindo seu sonho com.a galera pra ficar mais barato pra todo mundo) - Tenha definido tb suas datas de ida e volta (assim todo mundo se organiza e ja te fala de cara se da ou nao da) - Monta um grupo no wats, mas so coloca qdo vc souber que a pessoa vai mesmo (pq no começo eu botava qq um que falava que queria ir.. de repente vc tem um grupo com uns 30 que nao sabem o que fazer da vida e eh mais um grupo que vai ficar buzinando piadinhas e outras coisas desnecessarias no seu celular.. eu fiz uma limpa numa hora e foquei o negocio.. ai começou a andar direito e eu so adicionava quem dava certeza..rs) - Se vc nao tem o dom da madeiaçao de conflitos, nao invente um grupo grande pra mtos dias (pq certamente vai ter fofoca..rsrsrs pra dar certo, precisa de paciencia e levar em consideraçao o que cada um quer qdo for montar o grupo, ou seja, busque pessoas que estao na mesma vibe que vc da viagem) Tem outras dicas, mas essas sao as principais..rs Meu, vc arruma facinho mais 2 pessoas aqui no mochileiros e fecha um carro (nao coloca 5 num carro pq essas cachoeiras que vc quer, as 3 precisam obrigatoriamente de guia e vc precisa leva-lo com vcs).
  9. Eu fiz esse roteiro.. ainda deu pra incluir a cachoeira Arapongas no segundo dia e Mirante Boa Vista primeiro. Qto ao horario que eu descrevo ser cedo, é porque fomos num feriadão e, se nao fossemos assim, não pegariamos o roteiro inteiro, ja que tudo tem um numero x de pessoas por vez. Fomos cedo em tudo e primeiros em tudo
  10. Pousada Nucleo Terra, tb conhecida como Capitão Caverna(http://www.nucleoterra.com.br/). Tem tem espaço pra camping. Cafe damanha mto bom, estrutura e limpeza mto boas. Preço é fantastico! Como vc vai de carro, recomendo esta. Fica um pouco distante dos nucleos (coisa de uns 15min de carro), mas nao tem nem comparaçao com o que se tem mais proximo por esse valor. Foi a opçao que fiz. Guia eu falei com o Denis (15-99656-0365), mas nao fechei com ele nao. Eh atencioso, mas por telefone o Leandro me passou mais segurança e bom conhecimento do lugar. Leandro (15-99691-6792) - atende prontamente no watsapp tb. Fui num grupo grande e o Leandro chamou o guia Pastor para ajuda-lo.. outro cara mto gente boa!! Valeu a pena. Leandro costuma cobrar 50,00 por pessoa e arruma os equipamentos pra todos. Recomendo que chore um pouco o valor se estiver em grupo. Os guias podem atender 8 pessoas e nao pode passar disso. Fomos em 15 e nos "dividimos" com o Leandro e o Pastor. Espero ter ajudado!
  11. Oi Rodrigo Para chegar ao Petar é tranquilo desde que não vá por Capão Bonito... saindo de Sampa, melhor pela Serra do Cafezal ou por Juquia, mas opte ainda pela Regis e Serra do Cafezal. Ja no parque, vc anda sim tranquilamente com carro 1.0 ate as entradas dos nucleos e la vc deixa o carro. A visita aos nucleos so pode ser feita com guia e, se vale a dica, feche o guia antes e ele ja te da dicas inclusive dos melhores horarios pra cada nucleo. Eu tenho contato de 2 guias que fizeram pro meu grupo em setembro e do camping que fiquei. Se vc quiser eu te passo
×
×
  • Criar Novo...