Ir para conteúdo

boraviajar

Membros
  • Total de itens

    10
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Seguindo as orientações aqui do fórum e após as minhas pesquisas, resolvi alterar o roteiro. Ficou assim: Dia 1 - Saída de Brasília Dia 2 - Chegada em Budapeste Dias 3, 4 e 5 - Budapeste Dia 6 - Budapeste-Viena de trem Dias 7, 8 e 9 - Viena Dia 10 - Viena-Praga de trem Dias 11 e 12 - Praga Dia 13 - Praga-Berlim de trem Dias 14, 15, 16 e 17 - Berlim Dia 18 - Berlim-Amsterdam de trem Dias 19 e 20 - Amsterdam Dia 21 - Amsterdam-Barcelona de avião Dias 22, 23 e 24 - Barcelona Dia 25 - Barcelona-Brasília Optei por Berlim em detrimento de Munique e retirei um dia de Praga e pass
  2. Obrigado pelas dicas. A logística e os valores de hospedagem estão realmente inclinando minha escolha na direção de Berlim. Aliás, deixo esse comentário aqui. Não sei se é por causa da Oktoberfest, que terminaria alguns dias antes da minha visita, mas os hotéis em Munique são consideravelmente mais caros que em Berlim. Nos fóruns em que estou pesquisando, os comentários são sempre no sentido de que 4 dias inteiros são o minimo do mínimo em Berlim e Barcelona. Pra aumentar meu tempo de permanência nesses locais, ou eu teria de tirar Amsterdam (pensei nisso pela economia, já que tanto o desloc
  3. Obrigado aos colegas pela ajuda. Adriano, gostei da sua sugestão de aproveitar melhor o dia, porém, na minha última viagem à Europa isso não funcionou muito. No dia de deslocamento, eu sempre ficava ansioso, com medo de perder o trem ou avião e acabava não aproveitando direito as atrações. E também tem a questão do hotel, o fato de ter de desocupar o quarto antes do meio-dia. Nesse caso, eu teria de guardar a mala, ficar o dia andando, voltar, pegar a bagagem e ir para o novo destino. Não seria mais interessante pegar o primeiro trem/avião do dia e aproveitar a tarde/noite no novo local?
  4. Pessoal, comprei passagens para a Europa em outubro em uma promoção da TAP. Chegada por Budapeste e volta por Barcelona. No total, serão 25 dias. Reservei hotéis, mas são reservas que podem ser canceladas sem pagamento de multa. A princípio, minha intenção seria conhecer 4 cidades (Budapeste, Viena, Praga e Barcelona), contudo achei que os 25 dias poderiam ser mais bem aproveitados se incluísse mais cidades. Então incluí Berlim (ou Munique) e Amsterdam. Ainda não decidi qual cidade da Alemanha eu visitarei. O roteiro inicial ficou assim: Dia 1 - Saída de Brasília Dia 2 - Chegada em Bu
  5. Já pensando na alta do dólar, nos custos da viagem e no cansaço da viagem longa, elaborei dois roteiros alternativos, com 45 dias. O primeiro seria no caso de eu realmente fazer a segunda parte da viagem com o meu amigo (ele ainda está pensando na possibilidade). O segundo roteiro seria totalmente sozinho. MOCHILÃO – 45 DIAS – SETEMBRO E OUTUBRO DE 2015 - 9 países (Hungria, Áustria, República Tcheca, Alemanha, Holanda, Bélgica, Espanha, Portugal e França)- Total: R$ 10.500,00 Dia 1 – Saída de Brasília Dia 2 –Chegada a Budapeste Dias 3, 4 e 5 – Budapeste – Ibis Budapest City
  6. Coloquei esse tempo para Madri e para Sevilha para aproveitar a hospedagem barata e fazer muitos bate-e-volta. Em relação à duração da viagem, também penso na possibilidade de ficar de saco cheio. Não é minha primeira viagem à Europa. Fui no ano passado e fiquei 23 dias, visitando Roma, Nápoles, Pompeia, Florença, Veneza, Londres, Paris e Lisboa. Foi uma viagem corrida, muita coisa ficou para outra viagem. Em Lisboa, por exemplo, só visitei os monumentos históricos e Sintra. A parte moderna da cidade, como o Parque das Nações, ficou pra próxima. Em Paris fiquei sete dias inteiros, então conseg
  7. Obrigado pelas dicas. Eu concordo com você que seria realmente mais lógico fazer o trecho Istambul-Budapeste em vez de Istambul-Munique, porém, como já disse acima, a intenção é evitar o período da Oktoberfest, já que não estou à procura de festa, além de haver um aumento considerável das diárias dos hotéis nessa época. Igualmente concordo que também seria melhor fazer Barcelona-Sevilha-Madri, porém mais uma vez eu entro na questão de encaixar os dois períodos de viagem: o que farei sozinho com o que farei com o meu amigo. O interesse dele é por visitar Lisboa, Barcelona e Paris. Madrid eu v
  8. A troca de hotéis por hostel é uma opção sim, mas que só vou usar em último caso. Só fiquei em albergue uma vez, em Salvador, na época da faculdade (já faz uns 15 anos) e a experiência na época eu achei divertida. Confesso que curti. Com a cabeça que tenho hoje, acho que o que antes era zoeira se tornaria aporrinhação, na certa. De qualquer forma, aceito sugestões de albergues.
  9. Obrigado pelas dicas. Vou seguir o conselho de converter em euros e acompanhar a cotação. Estabeleci um teto de 20 mil reais para essa os gastos de passagens e hospedagem, incluindo as passagens de ida e volta, que ainda não cotei. Por isso, acredito que seja realmente importante fazer o sugerido. Quatro dias é muito para Sevilha? Seis dias é muito para Madri? Nessas duas cidades, pretendo fazer vários passeios de bate e volta.
  10. Pessoal, estou programando uma viagem de 65 dias para a Europa no ano que vem, se a grana permitir. Caso contrário, farei um roteiro menor, com duração de 30 dias, visitando menos cidades. Terei direito a 90 dias de licença, nos meses de setembro, outubro e novembro de 2015, e pretendo fazer a viagem entre os dias 29 de agosto e 1º de novembro. Aí vai o roteiro: MOCHILÃO – 65 DIAS – SETEMBRO e OUTUBRO DE 2015 - 11 países (Grécia, Turquia, Hungria, Áustria, República Tcheca, Alemanha, Holanda, Bélgica, Espanha, Portugal e França )- Total: R$ 16,251,00 Dia 1 – Saída de Brasília D
×
×
  • Criar Novo...