Ir para conteúdo

Cris Camolez

Membros
  • Total de itens

    6
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Você pode chegar à ilha partindo principalmente de duas cidades: Natal e Recife. Nós optamos por Natal. Voamos num turbo-hélice muito legal, avião pequeno, mas uma graça. Para aproveitar melhor o passeio, consulte o site oficial da ilha: http://www.noronha.pe.gov.br/. Quando reservamos o pacote, não sabíamos onde ficaríamos, somente quando você chega é informado em qual das pousadas ficará. Após pagar a taxa, você pode assistir a uma apresentação sobre o que há na ilha e depois vai para a pousada (claro que se você preferir ficar num dos resorts da ilha, esquece tudo isso, ok?). Ficamo
  2. Aproveitamos o último final e semana de novembro/14 para irmos a Ilhabela, litoral de São Paulo. Eu já conhecia a ilha, mas o Cláudio não. Ilhabela é um dos quatro municípios do Litoral Norte paulista. Localizado na ilha de São Sebastião há aproximadamente 260 km de São Paulo, Ilhabela é um município arquipélago composto também por outras inúmeras ilhas menores. Separado do continente pelo canal de São Sebastião, chega-se à ilha através de balsas operadas pela Dersa, num percurso de mais ou menos 20 minutos. Quase 80% da ilha principal é ocupada pelo Parque Estadual de Ilhabela, uma r
  3. Passei uma semaninha em Nova York no final do ano de 2011 e tenho umas dicas para marinheiros de primeira viagem como eu... - O sistema de Metrô de Nova York é velho, sujo, com ratinhos pelas linhas, mas funciona. Na plataforma tem um indicador de tempo para o próximo Metrô e se estiver dizendo que o próximo passará em dois minutos, ele passará. Deve-se tomar o cuidado para não pegar o trem errado, porque numa única estação pode passar várias linhas de Metrô diferentes. Evite também os horários de pico. - Para evitar filas nas principais atrações, você deve comprar o New York City Pass
  4. Nova York, Nova York! Inaugurei meu visto americano com uma viagem de final de ano para Nova York, em 2011. Se eu pudesse iria pra lá todo ano nessa época. O espírito de natal parece que toma conta de cada canto da cidade. Em toda loja que entrávamos ouvia-se músicas natalinas, todos te desejavam “happy holidays”, desde os lojistas até os porteiros de prédios que você nunca viu na vida. Ruas e fachadas de lojas e prédios com enfeites lindos e, para satisfação da minha criança interior, a árvore do Rockfeller Center: linda, o sonho de toda criança que curte Natal. Tá, emoções e sensações à pa
  5. Cusco - Peru Plaza de Armas - Cusco Foi uma emoção grande, quando percebi que sobrevoávamos Cusco, chorei. É lindo ver as montanhas e a cidade, alguns topos nevados. Chegamos por volta do meio dia e fomos levados para o hotel. No check-in, somos recebidos com o tradicional chá de coca. Cusco está há mais de três mil metros de altitude e respirar ali não é fácil, então tomar o chá e mastigar as folhas de coca é uma boa pedida para aclimatar o corpo. Eu estava bem, até que tentei subir dois degraus e o fôlego foi embora rapidinho hehehe, até tomar banho era cansativo. DICA 1: não s
  6. Caral (a segunda cidade mais antiga do mundo), Machu Pichu, Cusco, Puno, Titicaca, vulcões, Lima, Incas, Nasca, Balletas, pinguins, leões marinhos, cuy, ceviche, Cusqueña, Inca Cola, torta três leches, llamas, pisco, desertos, florestas, Andes... Porque viajar para o Peru? O Peru é o terceiro maior país sulamericano, que possui uma diversidade de paisagens e culturas enorme. Pode ser definido em três áreas distintas, de acordo com as características geográficas de cada uma: o litoral com clima desértico (temperaturas amenas e pouca chuva), o altiplano (Cordilheira dos Andes) e a floresta (
×
×
  • Criar Novo...