Ir para conteúdo

Lore A.

Membros
  • Total de itens

    6
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Lore A. postou

  1. Oi Leandro, Comprei um ticket da Megabus de Londres pra Liverpool e só recebi um número de reserva. Pra embarcar é só mostrar aquele número pro motorista ou eles enviam algum tipo de passagem pra gente imprimir??? Obrigada
  2. Oi M.Hoffman, A locação é tranquila porque é pelo airbnb, o lugar era simples, mas a anfitriã nos deixou bem a vontade. O link é esse: https://www.airbnb.com/rooms/2018802.
  3. Oi Well, Que bom que gostou do relato! No total gastamos R$2000 o casal, incluindo passagens, estadia, transporte, alimentação, atrações e comprinhas que fizemos no mercado. Abraços e boa viagem!
  4. Oi Patricia, De Buenos Aires até La Plata foi 1h de ônibus
  5. Oi Dani, Obrigada pelo seu relato. Como você fez para participar desses Free Tour da Sandmans. É necessário fazer agendamento??
  6. Viagem econômica (5 dias) Olá mochileiros. Sei que já existem diversos relatos de viagens à Buenos Aires, mas eu e meu esposo fizemos uma viagem tão agradável e econômica que acho que vale a pena dividir com vocês. Tudo começou com uma promoção de passagens da GOL, na qual as duas passagens (Guarulhos – Ezeiza e Aeroparque – Guarulhos) mais as taxas ficariam R$1060 (casal). Não pensamos duas vezes e compramos a passagem. Para economizar na estadia, alugamos um quarto através do site http://www.airbnb.com. Pagamos US$22 (R$59) por noite. O apartamento fica bem localizado em San Telmo, perto do centro e Puerto Madero. Podíamos usar a cozinha do apartamento que ajudou na economia, rs. Chegamos 00h (do dia 27/11/14) em Ezeiza e para ir até o apartamento resolvi fechar um transfer com um taxista que tinha sido recomendado em um blog. Um funcionário dele foi nos buscar no horário marcado, tudo OK (R$100). 1º dia (27) – Fomos caminhando até o centro, passamos pela Casa Rosada, Calle Florida, onde aproveitamos pra fazer o câmbio (Boston Cash-nº142, loja 36, troquei 1 R$=AR$4,50 e US$1=AR$12,50), almoçamos por uma galeria que não me recordo o nome (AR$ 138 casal), comprei um cartão SUBE (AR$ 25), conheci a Galerias Pacifico (onde encontra-se o Centro Cultural Borges) e fomos em direção à livraria Ateneo (linda). Na volta, passamos pelo Teatro Colón (mas não entramos), pelo obelisco da Av. 9 de Julio e fomos para o Café Tortoni. Por sorte não pegamos fila e fomos degustar um Ice Cappuccino (AR$65) e um submarino (AR$29). O atendimento é lerdo, mas vale a pena conhecer o local. Perguntei o valor do show de tango que é apresentado lá AR$220. Por últimos fomos ao Museo etnográfico (Calle Moreno) e pagamos AR$20 cada para entrar. 2º dia (28) – Com cartão SUBE em mãos, fomos nos aventurar em La Plata, cidade que fica uns 58 km de Buenos Aires. Pegamos o colectivo (AR$ 25 cada), descemos perto do terminal e fomos caminhando até o Museo de La Plata (entrada AR$ 6). O Museu é incrível, tem diversos fósseis, réplicas de esqueletos de animais extintos e atuais, é um museu de ciências naturais. O almoço desse dia foi um lanche na cantina do museu (AR$ 65 casal). Voltamos pra Buenos Aires e jantamos no Bar del Nestor (AR$200 casal) em San Telmo. 3º dia (29) – Fomos 10h para a Casa Rosada, fazer a visita interna (gratuita). Gente, que lugar lindo. Deu vontade de ter uma casa igual, rs. Saindo de lá, almoçamos no centro (Av Corrientes c calle San Martin) num restaurante chamado Petalo (AR$200 casal) e pegamos o ônibus para a Recoleta. Na Recoleta fizemos os pontos básicos: Cemitério, Freddo que fica quase em frente ao cemitério (AR$54 3 sabores, mas tinha uma promoção de AR$ 28 que vc podia escolher só baunilha e doce de leite) e Floralis genérica. De lá, fomos caminhando pela Av. Figueroa Alcorta até o Planetário Galileo Galilei (gratuito). Ali do lado já esta o Rosedal e o Jardim Japonês (AR$ 32 cada), este último achei muito caro e não entrei, rs. Nesse dia a janta foi algumas empanadas da La Continental (AR$ 150 a dúzia). 4º dia (30) – O dia amanheceu garoando, mas deu pra aproveitar a Feira de San Telmo, que vende antiguidades e têm muitas coisas interessantes. Almoçamos em um restaurante chino (AR$ 75 kilo) simples, mas o único lugar que tinha muita salada variada. A noite fomos assistir um tango no Centro Cultural Borges (AR$ 160 casal). Não é um espetáculo como Señor Tango. É uma apresentação simples, com 2 casais de bailarinos e uma banda. Gostei, achei que valeu a pena. 5º dia (01/12) – Tiramos o dia pra conhecer a Reserva ecológica (estava fechada, pois não abre as segundas-feiras ) e Puerto Madero. Fomos ao Barco Museo (AR$ 2 cada) e almoçamos no Siga la Vaca (AR$ 195 por pessoa no almoço, jantar é AR$220). Eu já tinha lido algumas opiniões negativas do restaurante pelo tripadvisor, mas resolvi ir tirar minhas conclusões e gostei. O churrasco é diferente do nosso, só que não adianta ir em outro país e ficar comparando, cada qual é cada qual. A carne deles é sem sal, estavam cozidas ou ao ponto (nenhuma veio crua, como li em alguns comentários), tem bastante opção de salada e quase nada de prato quente. Tínhamos direito a uma jarra de refri, cerveja ou vinho por pessoa, mas escolhemos dividir uma jarra de refri. A sobremesa era bem servida e muito saborosa. Depois do almoço fomos descansar, arrumar as malas e aproveitar o erro da “KLM”, rs. Mais tarde fomos conhecer o Congresso Nacional, que tem uma arquitetura impressionante, e jantamos no subway (AR$ 85 casal). 6º dia (02) – Esse dia nem conta direito, pq acordamos e pegamos um taxi pro Aeroparque (AR$100). Eu já tinha reservado o transfer com o mesmo taxista que me buscou em Ezeiza, mas ele não apareceu e chamei o radio taxi. No aeroporto lanchamos 3 medias lunas, um café e um suco de laranja (AR$ 95) e ainda sobrou uns pesos pra deixar no free shop, rs. Espero ajudar alguém com este relato. Abraços
×
×
  • Criar Novo...