Ir para conteúdo

fabitasca

Membros
  • Total de itens

    98
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    6

fabitasca venceu a última vez em Maio 9

fabitasca tinha o conteúdo mais apreciado!

Reputação

49 Excelente

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Sem mais muita coisa nova, apenas estrada! Dia 28- Puerto Madryn --> Santa Rosa (775km) Dia 29- Santa Rosa --> Uruguaiana (1200km) Entrar no Brasil tem que tomar guaraná: Dia 30- Uruguaiana --> Floripa (1083km) E assim finalizamos 30 dias de viagem ~Demos sorte de ser antes dos bloqueios causados pelo Corona Vírus~ Bastante cansaço, paisagens maravilhosas e lembranças que serão eternas! VOTAÇÕES DO GRUPO: Melhor cidade: El chalten (3 votos) , San Martin (1) Trilha mais cansativa: Fitz Roy Trilha com vista mais bonita: Fitz Roy Passeio fr
  2. Dia 27- Puerto Madryn -Punta Tombo (370km ~3 hs só de ida). Hoje era dia de ir pra Punta Tombo ver a pinguinera. Poderíamos ter ido no dia anterior e economizado hs de viagem, pois fazia parte do trajeto. Mas seriam muitas horas na estrada.. Preferimos dividir este dia em 2, assim também permitindo conhecer um pouco mais de Puerto MAdryn. Saímos cedo e fomos para a Reserva Provincial de Punta Tombo, que abriga a maior colônia de reprodução de pingüins de Magalhães (Spheniscus Magellanicus) do mundo. Punta Tombo fica a 370km de Puerto MAdryn, demorando 3 hs para chegar lá. Em algum po
  3. Dia 26: Puerto San Julian à Puerto Madryn = 866 km Dormimos umas 4hs.. mas foi ótimo pro descanso que estávamos precisando. Seguimos estrada pois teria mais 12hs de estrada. Paisagens bonitas no percurso (Santa Cruz, Comodoro Rivadavia, Trelew), mas não nos enrolamos muito em nenhuma delas.. para descansar mais tempo hoje. Chegamos em Puerto Madryn a noite e saimos pra jantar.. indo no restaurante com melhor custo benefício de lá: Chona (no dia seguinte nem quisemos conhecer outro.. só deu Chooona!)
  4. Dia 25: Ushuaia à Puerto San Julian = 1 dia (933km) Dia de iniciarmos nossa volta (18/02). É bom viajar.. mas também é bom voltar pra casa! Saímos cedão de Ushuaia, teríamos 12:30h de estrada se tudo desse certo. Passamos a 1ª fronteira (Argentina pro Chile) e tinha tanto vento que tínhamos que andar arcados pra frente (Segure bem seus documentos!) Da fronteira até o Estreito de Magalhães foram mais 2hs..Chegamos lá pelas 11:30h e qué qué qué.. travessia fechada por causa dos ventos. As rajadas chegaram a 114km/h e, para fazer a travessia, tem que estar no máximo a 80km/h, pois p
  5. Dia 24: Ushuaia (Passeio ao Canal do Beagle + Parque Nacional Terra do Fogo) Hoje fizemos o passeio ao canal do Beagle, que é estreito na fronteira entre Argentina e Chile, que une o extremo sul dos oceanos Pacífico e Atlântico. Há várias empresas oferecendo o passeio no porto, os preços são semelhantes entre todas. Contratamos com a empresa Chê ($190 dólares por casal + ARS10 de taxa de embarque) - e foi uma grata surpresa. Embarcação para poucas pessoas, passeio super estilizado, guia super atencioso. O passeio é praticamente o mesmo que todas as empresas oferecem: ilha dos lobos, farol
  6. Dia 23: Ushuaia - Laguna Esmeralda O início da trilha da Laguna Esmeralda fica a uns 12km saindo da cidade.. está indicado no arquivo do primeiro post. Fizemos esta trilha em 2015.. e lembro que foi super tranquilo se localizar no caminho. Mas nesta vez nos perdemos logo no início da trilha, aí ouvimos vozes de outros turistas e voltamos para a trilha. A trilha está demarcada com sinais nas árvores.. e eu tinha a trilha demarcada em kmz no celular também.. Mas ainda sim, estava difícil fazer a trilha. Havia chovido no dia anterior e em campos abertas não sabíamos onde passar, estava
  7. Dia 21: Puerto Natales à Ushuaia (769km) Dia de viagem.. aproximadamente 10h na estrada. Irrá partiu Tierra del Fuego! E já sentindo o vento do fim do mundo.. Íamos passar pelo Estreito de Magalhães, que neste ano completa 500 anos de descoberta da travessia (da qual só 18 dos 250 tripulantes sobreviveram!): " Magalhães estava convencido de que existia um canal que conectava o mar do Norte (Atlântico) com o mar do Sul (o Pacífico). Assim, ao chegar à costa americana, começou a descer e descer em busca dessa conexão. Não foi fácil, e antes de conseguir eles entraram
  8. Dia 18: El Calafate à Puerto Natales (272km) Viagem tranquila até Puerto Natales. Aproveitamos o trajeto e paramos na Cueva del Milodon. O milodon (milodonte) era uma preguiça gigante que viveu ali até cerca de 10 mil anos. Tem um Centro de Visitantes com vários vídeos explicativos.. e opção de visitar a caverna ao valor de AR$8000 por pessoa. O guia lá nos confirmou o que estávamos suspeitando.. o valor não compensa o passeio (respeito quem ache que sim). Visitamos só a parte gratuita da caverna e seguimos para Puerto Natales. Estava uma chuvinha chata.. então andamos um pouco no Centr
  9. Dia 17- El Calafate - Geleiras Perito Moreno Fomos até o Parque Nacional Los Glaciares. O pessoal optou por não fazer o trekking na geleira (AR$ 800 por pessoa) e ficar só nas passarelas. Eu já havia feito em 2015, então por mim não teve problema. Para quem não conhece e nunca fez.. eu recomento (muito!) que faça! A vista ali das passarelas é bonita.. mas eu recomendo muito a trekking no gelo. Existem 2 tipos de passeio: o mini trekking e o big ice. Pesquisando tem muitas informações. Chegamos no parque e deixamos o carro no estacionamento. Tem a opção de ir de ônibus (gratuitamente)
  10. Dia 16: El Chalten à El Calafate (213km) Dia de mudar de cidade.. e aproveitar para bater mais fotos -em locais que todo mundo bate- em locais que não havíamos parado. Também íamos fazer uns vídeos aqui com drone.. mas a polícia chegou bem rapidinho (sei la daonde veio) e disse que era proibido pois aqui também era Parque Nacional. Tão tá.. partiu El Calafate! OBS: Pra mim e pro marido a viagem terminaria aqui.. pois já visitamos o restante do roteiro em 2015. Mas resolvemos prolongar pros nossos amigos conhecerem as demais cidades (El Calafate, Puerto Natales, Ushua
  11. Dia 14- El Chalten - Sendero ao Cerro Torre A trilha se inicia em El Chalten, ao final da Av. Las Loicas.. após subir essas escadinhas e já fazer o aquecimento inicial: No início da trilha tem-se vista para toda a cidade de El Chalten: Vamos à trilha.. tem 9km até a Laguna Torre e ok, é de dificuldade média. não tem inclinações fortes como a trilha ao Fitz Roy. Na trilha do Fitz Roy é possível ver as montanhas em boa parte do percurso. Nessa trilha da laguna Torre só é possível ver a torre em alguns momentos, a vista não acompanha o percurso. Após 2,5km
  12. Dia 14- El Chalten - Dia de descanso! Inicialmente o roteiro previa todos os dias com trilhas.. mas como não somos robôs, tiramos o dia para descanso. Botei adesivo de salompras até atrás do joelho pra dormir..e acordei sem dores. Excluímos do roteiro o passeio e trilha ao Glaciar Huemul, Lago del Disierto e Lago O´higgins e deixamos para fazer amanhã a trilha ao Cerro Torre. Portanto hoje foi dia de curtir El Chalten. Demos uma passada pela Capela dos Escaladores, que era quase ao lado da nossa pousada. A capela foi doada por um grupo de alpinistas da Aústria em honra de Tonni Egg
  13. Dia 13- El Chalten -Sendero Al Fitz Roy - ~20km (8hs só de caminhada). O início da trilha começa no final da Avenida San Martín, após uma área para estacionar veículos. Começamos a trilha meio tarde (9hs), acabamos saindo um pouco tarde e também nos perdendo um pouco da entrada porque ninguém olhou no mapa. O percurso tem 20km e demora cerca de 8hs (hahahahaha rindo de nervoso) e, para mim, teve dificuldade alta (por causa da parte final). O trajeto pode ser divido em 3 etapas: a primeira, mais curta, porém com uma certa elevação; a segunda, bem mais extensa, porém
  14. Dia 12: Puerto Rio Tranquilo à El Chalten (821km) Dia de tomar chá de bunda dentro do carro: +-12hs até El Chalten. Saímos cedinho e pegamos congestionamento pra sair de Puerto Tranquilo. Parte da estrada é de rípio.. então acabamos indo mais devagar. O percurso tem paisagem muito bonitas: Passamos a fronteira bem tranquilamente.. tem uma funcionária que morou no Brasil por anos e fala português muito bem.. nos ajudou com algumas perguntas que não estávamos entendendo no bom e velho portunhol. Já na Argentina, passada pela cidade de Los Antiqu
  15. Dia 11- Puerto Rio Tranquilo Dia muito esperado por mim.. há anos que queria conhecer esse lugar: As capelas e a catedral de mármore, que são consideradas santuário da natureza desde 1994. O passeio de lancha sai da bahia de Puerto Rio Tranquilo. Se você fizer o passeio curto, em 15 min já alcança a margem do lago onde estão as formações. Como fizemos o longo, paramos primeiro em uma ilha em Puerto Sanchez. Fizemos pela manhã, talvez o horário ideal pela posição do sol, mas ainda sim tinha muito vento. Quanto mais tarde, segundo o guia, pior, pois a água vai ficando mais escura. F
×
×
  • Criar Novo...