Ir para conteúdo

Sholiveira

Membros
  • Total de itens

    50
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Nas outras oportunidades que fui à Europa sempre levei remédios básicos (dor de cabeça, dores musculares, etc) na bagagem de mão e na caixa original. A questão dessa vez é que não queria comprar outra caixa desses remédios pois já tenho eles em cartelas que já foram abertas. Posso leva-lós dessa forma mesmo, assim na cartela já aberta? Alguém já levou medicamentos assim? Sei que a recomendação da ANVISA é levar na caixa, mas como disse, já tenho todos.
  2. Mês que vem vou fazer uma viagem à Europa e devido a uma promoção, comprei passagens de ida e volta Salvador / Madri, sendo assim, ao retornar terei um dia livre, o qual pensei em ocupar visitando a capital Baiana (será minha primeira vez em Salvador). A questão é que ao pesquisar mais sobre a cidade encontrei diversas (e coloca diversas nisso) pessoas falando sobre o quão perigoso é Salvador para turistas, fiquei supreso pois ao se referirem à cidade as pessoas não falavam coisas padrões do tipo "Ah é uma cidade perigosa como qualquer capital do Brasil, é só tomar os mesmos cuidados de qualquer outra cidade grande brasileira". Não! Os comentários eram mais do tipo "não volto mais / fui assaltado ao sair do hotel / perigoso para turistas" e etc. Gostaria de saber que quem lá já esteve ou mesmo pra quem mora em Salvador como está a situação atualmente, pois haviam algumas pessoas falando que ultimamente tem melhorado a segurança nos locais mais visitados. Pensei em fazer um roteiro justamente contemplando locais como farol da barra, igreja do Bonfim, mercado modelo, elevador Lacerda, etc...
  3. Mês que vem vou fazer uma viagem à Europa e devido a uma promoção, comprei passagens de ida e volta Salvador / Madri, sendo assim, ao retornar terei um dia livre, o qual pensei em ocupar visitando a capital Baiana (será minha primeira vez em Salvador). A questão é que ao pesquisar mais sobre a cidade encontrei diversas (e coloca diversas nisso) pessoas falando sobre o quão perigoso é Salvador para turistas, fiquei supreso pois ao se referirem à cidade as pessoas não falavam coisas padrões do tipo "Ah é uma cidade perigosa como qualquer capital do Brasil, é só tomar os mesmos cuidados de qualquer outra cidade grande brasileira". Não! Os comentários eram mais do tipo "não volto mais / fui assaltado ao sair do hotel / perigoso para turistas" e etc. Gostaria de saber que quem lá já esteve ou mesmo pra quem mora em Salvador como está a situação atualmente, pois haviam algumas pessoas falando que ultimamente tem melhorado a segurança nos locais mais visitados. Pensei em fazer um roteiro justamente contemplando locais como farol da barra, igreja do Bonfim, mercado modelo, elevador Lacerda, etc...
  4. Estou um pouco confuso com relação aos bilhetes do transporte público de Bruxelas. Se alguém foi recentemente e puder me ajudar, agradeço. Li em alguns lugares (inclusive no site da STIB-MVIB, apesar de não ter ficado muito claro para mim) que agora é obrigatório comprar o cartão MOBIB mesmo para os bilhetes mais simples (single fare jump). É isso mesmo, agora é necessário ter esse cartão? Não é mais possível comprar bilhetes avulsos? Pensei em comprar o MOBIB BASIC (que não é pessoal e pode ser compartilhado) e carregar com um ticket "10 journeys jump" porque nesse caso eu e minha esposa podemos fazer 5 viagens.
  5. Obrigado pela ajuda! Demorei um pouco a retornar ao tópico mas, realmente, encontrei informações que a OUIGO (low cost) NÃO vende passagens para cartões emitidos em determinados países. Acabei comprando mais caro com um trem que não era low cost e pelo site da trainline mesmo.
  6. Olá amigos mochileiros, Estou tentando insistentemente comprar uma passagem de trem de Paris a Estrasburgo e não tenho conseguido. Já tentei direto no site da SNCF, da OUIGO e já utilizei inclusive a trainline.com. Após inserir os dados do cartão sou direcionado a uma tela do banco (no caso Santander) para digitar mais alguns dados, confirmo e a compra não é efetivada. Aparece sempre uma mensagem que levou tempo demais e a compra não foi efetivada. Já li em alguns lugares que muitas pessoas já passaram por isso mas não verifiquei nenhuma solução efetiva até então. Alguém tem alguma ideia? Algumas observações: - Já habilitei o cartão para uso no exterior; - Já tentei Master e Visa; - Já tentei comprar pelo aplicativo da SNCF; - Enfrentei dificuldade semelhante comprando passagens na RENFE, mas nesse caso consegui comprar pelo site trainline.com utilizando o PayPal. A questão é que, segundo os sites, passagens da OUIGO não são possíveis de serem pagas via PayPal.
  7. Obrigado pelas dicas. Parece realmente mais interessante utilizar Estrasburgo como base. Eu tinha olhado em Colmar, na AVIS. Este valor é em dólares realmente, foi a moeda que o site utilizou como default e acabei não mudando. Quanto ao período em cada cidade, estou com um pouco de receio que seja muito tempo . Seriam praticamente 3 dias para Estrasburgo e 2 entre Colmar e as cidadezinhas, o que você acha?
  8. Olá amigos, Estou com dúvidas na montagem de um roteiro para visitar a Alsácia em setembro deste ano. A questão é: - Tenho 5 dias disponíveis: de 24/09 a 28/09; - Dia 24/09 chegarei à Alsácia a partir de Paris e dia 28/09 seguirei viagem para Luxemburgo; - Pretendo chegar cedo no dia 24/09 e ir embora mais tarde no dia 28/09, ou seja, posso ter praticamente 5 dias livres; - Vi que as duas principais cidades são Colmar e Estrasburgo. Além disso vi que são famosas as pequenas cidades / vilas de Kaysersberg, Ribeauville e Kintzheim. Pensei no seguinte roteiro: 24/09 - Chegada a Colmar 25/09 - Colmar 26/09 - Chegada a Estrasburgo 27/09 - Estrasburgo 28/09 - Partida de Estrasburgo rumo a Luxemburgo O que lhes parece esse roteiro? Gostaria de fazer todo este trajeto de trem, mas pelo que li para visitar as pequenas cidades / vilas seria melhor alugar um carro. Pensei em talvez alugar um carro no dia 25/09 em Colmar só para visitar essas cidadezinhas, mas não sei se vale a pena (a diária do modelo mais barato está U$ 150,00). Estes [praticamente] 2 dias para cada cidade (Colmar e Estrasburgo) é tempo suficiente, tempo de mais ou de menos?
  9. Obrigado pelas respostas. Na verdade Munique e Paris não são prioridades nessa viagem, uma vez que já as visitei em outra oportunidade. Pensei em incluir Paris pois fica bem no caminho entre Barcelona e Bruxelas (essas sim, junto com Madrid, Luxemburgo, Veneza e Roma, são as principais dessa vez), sendo assim acho que uns 3 dias lá (Paris) sejam suficientes. A ideia de Munique acabou surgindo apenas por imaginar que, devido a aparente proximidade de Veneza, seria viável visitá-la mais uma vez. A questão toda é decidir se vale a pena ficar mais dias em Paris (o que seria uma boa, visto que quando fui lá fiquei apenas 2,5 dias) e excluir Munique ou balancear o número de dias entre Paris e Munique (mesmo gastando mais).
  10. Diante disso pensei assim: Bruxelas > Munique (avião) Munique > Veneza (trem) É mais tranquilo encontrar esse trem de Munique a Veneza? Dessa forma já aproveitava e visitava Munique também.
  11. Bom dia, Estou montando um roteiro para uma viagem à Europa em 2019 da seguinte forma: BR > Madrid Madrid > Barcelona Barcelona > Paris Paris > Bruxelas Bruxelas > Bruges (Day trip) Bruxelas > Luxemburgo Luxemburgo > Frankfurt Frankfurt > Veneza Veneza > Roma Roma > BR Durante todo este roteiro a ideia é fazer somente o trecho Frankfurt > Veneza de avião. Na verdade nem tenho muito interesse em Frankfurt, pensei ir lá somente por me parecer ter uma oferta melhor de voos à Veneza. Os demais trechos pretendo fazer de trem. Gostaria de saber como posso verificar o preço de tais viagens, quais as companhias que fazem estes trajetos, se valeria a pena comprar um desses passes da Eurail (aliás quando pesquiso o preço das passagens acabo caindo em um desses sites como Eurail, Raileurope, etc) O tempo estimado total da viagem é de 25, 26 dias.
  12. Simulei a compra nas duas companhias: na MAV (hungara) e na Polrail (polonesa). Pelo que estive lendo, na Polrail, os bilhetes comprados pela internet são enviados para o Brasil para então apresentá-los no dia da viagem, ou podem ser retirados em algumas cidades da Polônia. A questão é que vou estar partindo da Hungria e, pelo que entendi, a única alternativa seria esperar receber os tickets, o que sinceramente não me agrada à primeira vista. Tentei ir mais a fundo na compra de passagens pelo site da MAV e não consigo de jeito nenhum reservar a opção de sleeping car, pois sempre aparece essa tela, não importa quantas vezes eu altere os nomes das estações, sendo que só é possível avançar à próxima tela quando seleciono couchette ou 2nd classe. Será que não há disponibilidade de sleeping cars para este trecho?
  13. Realmente Adriano, me confundi. Estava verificando as passagens pela Polrail e o triple, double e single não são chamados de couchettes, devem ser provavelmente "sleeping cars". Somente ao verificar no site da companhia hungara é que reparei neste tipo de assento. Quanto aos trens, o noturno da Polrail é direto (sai 20h05min e chega às 07h08min), já este da companhia hungara (MAV) parece que precisa de baldeações, é isso mesmo? Na realidade o trem da primeira "parte" da MAV parece ser o mesmo utilizado pela Polrail e que vai de forma direta.
  14. Olá amigos. Em setembro vou fazer o trajeto Budapeste / Cracóvia e já vi as opções disponíveis (ônibus e trem). Para ônibus verifiquei a possibilidade da Polskibus, já para trem vi na Polirail e minha dúvida é justamente sobre o trem: O trem que mais me interessou é o noturno que sai de Budapeste às 20h00min e chega a Cracóvia às 07h00min. Essa viagem é tranquila de fazer ? Caso faça esse trajeto de trem, vou comprar o "couchette duplo" que, apesar de um pouco mais caro, parece ser mais confortável. Outra coisa: neste trajeto vi que vou cruzar a Eslováquia de sul a norte e já li alguma coisa relacionada à necessidade de comprar um bilhete adicional, além da passagem, de trânsito através da Eslováquia. Isso é verdade? Os bilhetes adquiridos pela internet devem ser somente impressos e levados, ou tenho que trocá-los na estação de trem antes da viagem ?
×
×
  • Criar Novo...