Ir para conteúdo

Hélio Jr1502432675

Colaboradores
  • Total de itens

    334
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

24 Excelente

Sobre Hélio Jr1502432675

  • Data de Nascimento 28-12-1990

Outras informações

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Olá Ronaldo, o valor do camping nas casas de apoio é R$20 por pessoa. Isto é, se você fechasse o pacote com janta + camping + café da manhã sairia por R$100.
  2. deve ser coisa de 2 ou 3km, não é tão longe. é um trajeto bem perigoso, tem que tomar cuidado pra não levar uma chifrada do gado que pasta por lá
  3. Fala Dérien! Então, pra quem é assíduo nas trilhas e montanhas, recomendo adquirir um GPS. Utilizo um da Garmin e foi uma das melhores aquisições que fiz. Daí basta baixar o arquivo , colocar ele no GPS e ir pra trilha. Mas também dá pra navegar pelo smartphone, daí tem que baixar o aplicativo do Wikiloc (a versão completa é paga, mas é mixaria). Ele utiliza o GPS do smartphone, então não precisa de sinal de telefone nem de internet. Deve funcionar nos mesmos moldes que o Strava. Não sei bem ao certo como é utilizar o aplicativo pelo smartphone, mas o feedback é positivo. O ponto neg
  4. Tive o mesmo problema com as duas Finisterre que tenho, felizmente a Vento ofereceu a ressola do segundo par, que tinha 10 meses de uso e menos de 18 meses de fabricação. Fora esse problema que parece ser crônico, é uma bota que considero muito confortável e bem aderente.
  5. Pessoal, vou deixar um ligeiro review sobre duas marcas/modelos que tenho usado. Para que conheçam um pouco do meu perfil, sou montanhista assíduo, nos últimos 10 meses fiz na média 4 trilhas por mês, incluindo aí travessias longas, com mais de 30km. Ou seja, as botas foram bem exigidas. VENTO/Finisterre: Estou no meu segundo par. São botas super confortáveis, meus pés seguem intactos mesmo após 3 dias de caminhada e mais de 50km de trilhas, e com ótima aderência. A princípio são impermeáveis, mas depois de um tempo passa a ser resistente à água. Como ponto negativo, cabe frisar que
  6. Não sei se tem ônibus direto, mas com certeza de Alto Paraíso deve ter algum transporte até a vila. Quando fui fiquei em camping, na época R$20/pessoa/dia. Tem um post com dicas de hospedagem de lá.
  7. Compartilhando aqui novamente, aquele que considero (modéstia a parte), um dos guias mais completos da Chapada Diamantina, com foco na região do Parque Nacional. Estão listados diversos atrativos, agrupados por município a qual pertencem, seguidos de uma breve descrição do local e da trilha, além de uma foto autoral. Pode ajudar quem está com dúvidas em relação a roteiros e também quem deseja conhecer um pouco mais sobre o que a Chapada tem a oferecer. > http://caminhosdomato.blogspot.com/2017/09/guia-chapada-diamantina.html
  8. Michell, Alto Paraíso tem alguns atrativos, mas pra quem vai sem carro nem nada acredito que São Jorge seja a melhor opção. Além das trilhas gratuitas do Parque Nacional, a pé dá pra conhecer o Vale da Lua e o Mirante da Janela. Dependendo você pode descolar uma carona para o Segredo, já que é preciso passar por São Jorge pra chegar lá. E também uma lotação ou carona pra Almécegas/São Bento. Cavalcante é fora de cogitação. As cachoeiras mais próximas ainda são longes pra ir a pé. Sobre agência, as opções são muitas, tem que ver se cabe no bolso. Se não tiver outras pessoas pra d
  9. Fiz a travessia no último sábado (12/5/18) e retorno com alguns detalhes. Antes de iniciar, reitero o que disse no comentário anterior. No montanhismo aprendi que a gente deve aproveitar as facilidades dos terrenos. Uma dessas facilidades é sair do lugar mais alto pro mais baixo. Então, decidi iniciar pelo Capão (que está na faixa dos 900m de altitude, contra 400m de Lençois). Fiz a trilha bem leve, somente com uma mochila de 20L e uma garrafinha de água, não pesando mais de 5kg no total. Sobre a logística, saí de Lençois na sexta a noite, pegando o carro da Rápido Federal até Palmei
  10. @Pedro_rs ainda não fiz, queria um tempo melhor pra conseguir pegar a XXI com água, talvez amanhã. hehe E minha ideia é fazer no sentido "contrário", aliás, não vejo muito sentido nessas travessias entre Lençois e Capão quase sempre começarem pelo lado mais baixo (Lençois). Como pretendo fazer em um dia apenas, preciso aproveitar as facilidades do terreno. Fazendo essa travessia eu volto pra dar mais detalhes! Bons ventos!
  11. Este post não é um relato de viagem, trata-se um roteiro de trekking fruto das minhas experiências no interior do vale. Como nem todos tem tempo e/ou dinheiro pra passar vários dias no interior do Pati, segue a sugestão de um roteiro "completo" - com todos os principais atrativos - que pode ser feito em 3 noites - um feriadão qualquer! Este trekking pode ser feito com a presença de um guia local ou de forma autônoma. Não há OBRIGATORIEDADE de contratar guia, tampouco não é obrigatório ficar nos pontos de apoio. QUEM PODE FAZER? Qualquer pessoa com um mínimo de condicionamento físico.
  12. 1. Lençois é a cidade mais turística da Chapada, é onde concentram as agências e guias. Entretanto, todas as cidades e localidades da região centro-norte do Parque Nacional da Chapada Diamantina possuem infraestrutura decente (Andaraí, Lençois, Mucugê e Palmeiras). 2. A) Morro do Pai Inácio e Pratinha dá pra fazer em um mesmo dia tranquilamente. Guardar um dia só pra conhecer um dos dois é uma perda de tempo. Minha sugestão para 1 dia é esse roteiro clássico: Poço do Diabo, Pratinha e por do sol no Morro do Pai Inácio. Para esses 3 atrativos, o ideal é pernoitar na noite anterior em Lenço
  13. @felipenedo veja logo as grandes locadoras, tipo a localiza que tem agência em Palmas.
  14. Pessoas, atualizei o guia da Chapada Diamantina. São breves descrições de vários atrativos e link para os tracklogs. > https://caminhosdomato.blogspot.com.br/2017/09/guia-chapada-diamantina.html Agora já temos: ANDARAÍ: Cachoeira Três Barras, Cristais, Ramalho, Samuel, Caldeirão do Roncador, Invernada, Bom Jardim, Roncadeira, Herculano, Rosinha, Papiaca, Cachoeirão e Rampa do Caim. IBICOARA: Buracão IRAQUARA: Pratinha e Trilha Boiadeira ITAETÊ: Cachoeira Encantada e Poço Encantado LENÇOIS: Cachoeira do Mosquito, Sossego, Capivari, Poção e Mixila MUCUG
×
×
  • Criar Novo...