Ir para conteúdo

nathan_mg

Colaboradores
  • Total de itens

    142
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

4 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Eu tenho uma NORD Crux 65L há 4 anos, já fiz várias montanhas na Mantiqueira e também travessias com ela, muito boa a mochila. Embora não seja uma marca famosa, posso atestar a qualidade. Vai sem pensar na Nord 45L que você não irá se arrepender. Quanto a sua altura, eu tenho 1,75 e a 65L (que é bem maior que a 45L) fica boa pra mim. É grande, mas o sistema de ajuste das alças nas costas possibilita deixar ela bem confortável.
  2. Show de relato. Parabéns! Esse ano a SF não me escapa!
  3. nathan_mg

    Dolomitas

    De Cortina até o Lago Misurina dá uns 15km o trecho, talvez vc consiga fazer de Bike, porém alguns fatores podem complicar, como: - Condição do tempo: se for no inverno acho impraticável, eu peguei neve na estrada, de carro, em 22/11. - Preparo físico: O trecho tem bastante subida e descida. - Estrada: Tortuosa e sem acostamento. Outros lagos como Dobbiaco e Braies são bem mais longe, impraticável de bike e não vi sinal de meio de transporte público por lá.
  4. Pois bem, eu já pesquisei algumas agências, dentre as mais bem avaliadas no tripadvisor e os valores variam entre 1.300 a 1.800 USD, então é uma diferência considerável pro valor que você está considerando pelos relatos (800USD). Mas dependendo, considerando outros fatores (ter um guia com experiência para acompanhar, a questão da altitude e etc.), talvez seja um valor bem pago. É bem como você disse, não há certo ou errado nesse caso. Bom, quando executar o projeto, se puder voltar e compartilhar conosco um overview dele, será de grande valia. Vou acompanhar o tópico pois em breve estarei indo também. Boa sorte!
  5. @Marcos A você tem uma projeção de despesas sem contar com as passagens aéreas? Digo hospedagens nos lodges, alimentação, carregadores (se for o caso)... Como você vai sozinho, fiquei curioso em saber, pois até então eu planejo contratar uma agência lá em KTM pra fazer o trekking.
  6. Oi Milene, Recomendo parada em Governador Valadares pra pernoitar e seguir viagem no dia seguinte. Será metade do caminho, a cidade tem uma infraestrutura boa e o pior trecho de estrada termina quase lá, que são as obras de duplicação na BR381 que vão de BH até Ipatinga. O dia seguinte será mais tranquilo com relação a estrada, embora a distância seja a mesma.
  7. Cara, que experiência incrível! Parabéns! Quando fizer o outro relato, atualiza aqui com o link pra que a gente seja notificado. Não quero que ele se perca entre os tópicos e eu não leia... Bons ventos!
  8. Não se preocupe, isso acontece mesmo. A Alfândega é como uma barreira policial em estrada: as vezes tá rolando "blitz", as vezes estão apenas fora da barreira olhando os carros passarem, as vezes nem isso. Não é obrigatório passar no raio-x da alfândega, a não ser que tenha um policial e ele ordene que você passe. Se você não tinha nada a declarar, também não era obrigatório faze-lo. Em suma: se você passar e não tiver ninguém, siga em frente que você está liberada. :)
  9. Fui ao Peru em Junho de 2017, sozinho. Conversei com duas meninas que estavam no mesmo quarto que eu, num hostel em Cusco, uma francesa e uma sueca, ambas foram sozinhas, e me disseram que não tiveram problema nenhum por lá, que se sentiram muito seguras, até mais do que previam.
  10. nathan_mg

    Pucón

    Acho que o carro vale a pena sim, mas procure saber o valor dos passeios pelas agências ou indo de carro e pagando a entrada lá. As Thermas Geometricas, por exemplo, ficaria quase o mesmo preço aluguel do carro + gasolina + entradas comparando com uma agencia, que te leva e traz de ônibus, já com as entradas inclusas. Nessa condição, vale a pena ir de ônibus pois é bem longe, deu coisa de 1h30min de Pucon às Thermas Geometricas. Agora, para ir até a base do Vulcão e fazer outras coisas acho que o carro vale a pena.
  11. nathan_mg

    Pucón

    Me permita discordar do amigo Fabiano, que inclusive foi solícito com minhas dúvidas quando eu fui, em fevereiro deste ano. PUCON É LINDA E VALE A PENA! Se estiver tudo fechado, tem o lago Villarica pra você ir, tem várias atividades outdoor como rafting, cavalgada, trilhas no parque de Huerquehue (impossível acertar o nome), além do Vulcão. O vulcão vale MUITO a pena. Vá com tudo que você não irá se arrepender. :'> :'> :'>
  12. nathan_mg

    Pucón

    Galera, A experiência que tive quanto a comprar passagens foi muito tranquila. Eu cheguei em Santiago em um sábado 16h, tomei um ônibus da Turbus no aeroporto que vai direto até o terminal da própria Turbus, próximo ao centro de Santiago. Logo ao descer do ônibus já tinha um guichê de venda de passagens com passagens para 3 horários de ônibus ainda no sábado. Comprei o das 21:15 que ainda estava praticamente vazio. Fiz uma hora no shopping que fica ao lado e peguei o ônibus para Pucón no horário. Não precisam se preocupar, realmente a oferta de ônibus para o sul é muito grande por lá.
  13. Olá, Eu tirei segunda via do meu RG para ir ao Chile em janeiro desse ano. Meu RG antigo constava o nome de casada da minha mãe, e minha certidão de nascimento constava o nome de solteira dela. Tive que tirar uma nova via da certidão de nascimento, com a retificação do nome. Segundo a atendente da delegacia onde tirei o RG, eu poderia ter problemas com passaporte também, não foi o caso pois não pedem passaporte pro Chile, mas fica o conselho para você resolver isso, deixar as informações íntegras para não ter dores de cabeça desnecessárias.
×
×
  • Criar Novo...