Ir para conteúdo

nathan_mg

Colaboradores
  • Total de itens

    136
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que nathan_mg postou

  1. Cara, que experiência incrível! Parabéns! Quando fizer o outro relato, atualiza aqui com o link pra que a gente seja notificado. Não quero que ele se perca entre os tópicos e eu não leia... Bons ventos!
  2. Não se preocupe, isso acontece mesmo. A Alfândega é como uma barreira policial em estrada: as vezes tá rolando "blitz", as vezes estão apenas fora da barreira olhando os carros passarem, as vezes nem isso. Não é obrigatório passar no raio-x da alfândega, a não ser que tenha um policial e ele ordene que você passe. Se você não tinha nada a declarar, também não era obrigatório faze-lo. Em suma: se você passar e não tiver ninguém, siga em frente que você está liberada. :)
  3. Fui ao Peru em Junho de 2017, sozinho. Conversei com duas meninas que estavam no mesmo quarto que eu, num hostel em Cusco, uma francesa e uma sueca, ambas foram sozinhas, e me disseram que não tiveram problema nenhum por lá, que se sentiram muito seguras, até mais do que previam.
  4. nathan_mg

    Pucón

    Acho que o carro vale a pena sim, mas procure saber o valor dos passeios pelas agências ou indo de carro e pagando a entrada lá. As Thermas Geometricas, por exemplo, ficaria quase o mesmo preço aluguel do carro + gasolina + entradas comparando com uma agencia, que te leva e traz de ônibus, já com as entradas inclusas. Nessa condição, vale a pena ir de ônibus pois é bem longe, deu coisa de 1h30min de Pucon às Thermas Geometricas. Agora, para ir até a base do Vulcão e fazer outras coisas acho que o carro vale a pena.
  5. nathan_mg

    Pucón

    Me permita discordar do amigo Fabiano, que inclusive foi solícito com minhas dúvidas quando eu fui, em fevereiro deste ano. PUCON É LINDA E VALE A PENA! Se estiver tudo fechado, tem o lago Villarica pra você ir, tem várias atividades outdoor como rafting, cavalgada, trilhas no parque de Huerquehue (impossível acertar o nome), além do Vulcão. O vulcão vale MUITO a pena. Vá com tudo que você não irá se arrepender. :'> :'> :'>
  6. nathan_mg

    Pucón

    Galera, A experiência que tive quanto a comprar passagens foi muito tranquila. Eu cheguei em Santiago em um sábado 16h, tomei um ônibus da Turbus no aeroporto que vai direto até o terminal da própria Turbus, próximo ao centro de Santiago. Logo ao descer do ônibus já tinha um guichê de venda de passagens com passagens para 3 horários de ônibus ainda no sábado. Comprei o das 21:15 que ainda estava praticamente vazio. Fiz uma hora no shopping que fica ao lado e peguei o ônibus para Pucón no horário. Não precisam se preocupar, realmente a oferta de ônibus para o sul é muito grande por lá.
  7. Olá, Eu tirei segunda via do meu RG para ir ao Chile em janeiro desse ano. Meu RG antigo constava o nome de casada da minha mãe, e minha certidão de nascimento constava o nome de solteira dela. Tive que tirar uma nova via da certidão de nascimento, com a retificação do nome. Segundo a atendente da delegacia onde tirei o RG, eu poderia ter problemas com passaporte também, não foi o caso pois não pedem passaporte pro Chile, mas fica o conselho para você resolver isso, deixar as informações íntegras para não ter dores de cabeça desnecessárias.
  8. nathan_mg

    Pucón

    Pessoal, consigo comprar passagens de ônibus com antecedência? Pergunto pois farei uma viagem curta, onde chegarei em Santiago 16:30 e PRECISO pegar o ônibus para Pucón no mesmo dia, a noite. Tentei comprar pelo site da Turbus, mas lá consta que só aceitam cartões emitidos no Chile. Há outra opção? Meu medo é chegar pra comprar na hora e não conseguir achar passagem, ou achar apenas aquelas caríssimas, pois chegarei em um sábado, e agora é alta temporada em Pucón, por ser verão. Me ajudemmmm!
  9. Você pode juntar as informações que deseja no tópico oficial de Jericoacoara, ou mesmo postar dúvidas lá. Abrir um novo tópico pedindo dicas aleatórias não é muito eficiente. jericoacoara-guia-de-informacoes-t28794.html
  10. Cada um tem seu conceito sobre o que é descansar e estar em paz, seja onde for, seja como for. Tem quem encontre a paz no caos de uma Avenida Paulista, tem quem não encontre a paz nem em um mosteiro no Tibet. O ambiente externo apenas contribui. O importante é respeitar o espaço do outro, seus conceitos, e não perder tempo tentando muda-los.
  11. Qual agência você tem visto? Estou procurando para o primeiro semestre também. Oi, eu estava cotando com a Kamadac Tours. Já tinha conseguido fechar o tour de 8 dias em R$1.000 se o grupo for de 8 pessoas. Eu não vou mais, mas se quiser, te encaminho o e-mail deles e você dá prosseguimento com as negociações.
  12. Gostei, hein?! Acho que vou procurar eles, então. Só quero ter a garantia de não perder viagem por conta de vaga. Se perder por força da natureza, tudo bem, é ela quem dá as cartas, mas por vacilo de não reservar antes, não aceito! Te mandei uma mensagem aí.
  13. Salve! A resposta que tive de duas agências, ao questiona-las sobre o aumento nos preços, foi que, após a erupção de março de 2015, reabrindo o vulcão somente em novembro, as normas para ascensão ficaram mais rígidas. Antes, cada agencia podia levar 24 pessoas, hoje são apenas 12. Segundo eles, as entradas para o parque ficaram mais caras também. O jeito vai ser pagar o dobro do valor de quem fez antes da erupção de 2015 mesmo. Que valha a pena! Vou +/- nesta data também, ainda não fechei isso, mas assim que fechar, já vou pagar um sinal para a agência, pois não quero correr o risco de ficar sem subir por falta de vagas. A agência mais barata - e bem recomendada - que encontrei foi a Florência: CLP 85000.
  14. Oi Manueli, Sabe me dizer quanto as casas de câmbio estavam pagando no Real?
  15. Pessoal, alguém que já fez a ascensão ao Villarica pode me dizer se vale a pena deixar para contratar a agência lá? Pergunto pois nos relatos que li por aqui, os valores citados giram em torno de R$200, e pesquisando pelos sites das agências, ou trocando e-mails com eles, os valores estão acima de R$400, mais que o dobro! Vi relatos do ano passado, quando o real estava mais desvalorizado do que hoje, e o valor pago foi metade do que estou encontrando na internet. Alguém sabe me dizer como prodecer neste caso? Se realmente eles inflam os valores na internet, mas é possível pagar menos contratando presencialmente?
  16. Pessoal, alguém que já fez a ascensão ao Villarica pode me dizer se vale a pena deixar para contratar a agência lá? Pergunto pois nos relatos que li por aqui, os valores citados giram em torno de R$200, e pesquisando pelos sites das agências, ou trocando e-mails com eles, os valores estão acima de R$400, mais que o dobro! Vi relatos do ano passado, quando o real estava mais desvalorizado do que hoje, e o valor pago foi metade do que estou encontrando na internet. Alguém sabe me dizer como prodecer neste caso? Se realmente eles inflam os valores na internet, mas é possível pagar menos contratando presencialmente?
  17. Se você gasta uns 15 mil por mês no cartão de crédito, certamente valerá a pena. É o que eu concluí depois de pesquisar, me cadastrar em programas de milhas, e etc. Só vale a pena pra quem tá nesse patamar de despesa, o que está longe da minha realidade, rs. Outra situação que imagino favorável é pra quem viaja muito de avião, a trabalho, por exemplo, pois as viagens também acumulam milhas. Um exemplo: Cotei passagens BH - Cusco semana passada. Pela Decolar.com estava em torno de R$1.300. Daí fui no site da Multiplus e era coisa de 10.000 milhas + R$ 2.000. Isso mesmo, utilizando as milhas, ficou mais caro. É uma lógica um tanto quanto confusa. Claro que tem promoções que rolam as vezes, mas aí é ter disponibilidade de tempo e grana pra viajar quando seu "operador" de milhas decidir te dar um agrado.
  18. Pessoal, Estou com um planejamento em curso, porém ando bastante preocupado com a situação na Venezuela. As fronteiras com o Brasil estão fechadas, e a informação que serão reabertas dia 02 de janeiro, mas não dá pra confiar que irão abrir nesta data. Mesmo que abram, não dá pra confiar que não se fecharão de novo mais adiante. Meu plano é ir na segunda quinzena de março. Já cotei com uma agência e consegui o tour de 8 dias por R$1.000. Se liguem: http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2016/12/1843307-retida-na-venezuela-apos-subir-monte-brasileira-relata-caos-e-fuga-pela-mata.shtml Aqui também: http://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2016/12/20/com-fronteira-fechada-turistas-recorrem-a-jipe-para-sair-da-venezuela.htm
  19. Carol, lembre-se sempre que o que vira notícia é só o que chama a atenção. Nenhum veículo de imprensa vai noticiar que "hoje não tem nenhuma ocorrência de violência em destaque no RJ". O Rio tem seus problemas de segurança sim, mas a minha experiência lá foi muito boa. Fui 4x nos últimos 2 anos, andei de carro, a pé (de moto, não), e não tive e nem vi problema nenhum. Certos cuidados são importantes em qualquer cidade do mundo, e lá devem ser apenas melhor observados, mas pode ir que o RJ não é esse inferno que a mídia veicula. O Cristo tem um esquema seguro pra ir, e, consequentemente, caro, embora valha a pena o investimento. A Pedra da Gávea nunca fiz, então não sei informar sobre segurança na trilha. Boa viagem e boa sorte pra vcs!
  20. Cara, dê um pulo na Decathlon, fica no prédio da Leroy Merlin, atrás do Minas Shopping. Lá você encontra TUDO o que precisar, e tem pra todo bolso. Lá dentro você pode tirar as suas duvidas com um dos atendentes que ficam rodando pela loja, e em cada setor tem banners explicando os equipamentos, camadas de roupa, etc. www.decathlon.com.br
  21. Fogueira é proibído. Não vi fogão comunitário no Terreirão, mas fogareiro de camping pode ser usado tranquilamente. Tem umas mesas espalhadas pela área de camping.
  22. Se você tiver pesquisado bem, já deve saber que existem 2 áreas para acampamento no parque. Uma é o Tronqueira, até onde chegam os carros, a aprox. 7km do cume do Bandeira, e a outra é o Terreirão, na metade do caminho, ou seja, a 3,5km do Tronqueira e 3,5km do cume. Se você acampar no Tronqueira, vai subir mais leve, porém a trilha é mais longa. Se acampar no Terreirão, vai subir 3,5km com suas coisas nas costas, mas estará mais perto do cume pro ataque. A trilha é tranquila, e cada camping tem seus prós e contras, está tudo debatido nos tópicos por aí... Sobre deixar as coisas no camping, eu já fiz o Bandeira duas vezes, e nas duas, deixei tudo na barraca, sem trancar, lá no Terreirão. Ataquei o cume apenas com água, barras de cereal, e pertences pessoais (celular, carteira, chave do carro...). Não tive problema algum. De resto, é revirar o fórum e levantar o que você precisa. Cada um tem sua forma de fazer este tipo de viagem, abrir um tópico pra pedir dicas gerais não costuma dar muito retorno. Aqui tem bastante coisa a respeito: parque-nacional-do-caparao-mg-perguntas-e-respostas-t4335-180.html
  23. Se os rolês forem só aqui no Brasil, uma Bivak da Trilhas & Rumos já deve ser suficiente, ou uma Azteq Minipack. A não ser que realmente esteja sobrando $$$ e você queira investir em algo profissional...
×
×
  • Criar Novo...