Ir para conteúdo

marcioomoraiss

Membros
  • Total de itens

    185
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    2

Tudo que marcioomoraiss postou

  1. Eae, rolou essa aventura? Sei que a resposta provavelmente ira ser sim mas... custa nada confirmar ne, kkkk novembro vamos pra praia do sono, e de la fazer um bate volta pra Cachu do Saco Bravo. Bem puxada mesmo? Pq estou lendo que de Ponta Negra são 2 horas de trilha, do Sono estou contando com 4h Axudaê rs
  2. Muito bom seu relato, breve e sem enrolações rs Estou planejando ir com 1 casal de amigos em Maio de 2020. Somente para fazer o Circuito O.
  3. ALGUEM DESAPEGANDO DE UMA DEUTER 42L? OU SABE QUEM?
  4. OLÁ PESSOAS. ESTOU COM FÉRIAS MARCADAS PARA MAIO/2019 ( 04 DE MAIO ATÉ 11 DE JUNHO, PROVAVELMENTE ATÉ DIA 14) E IREI COMEÇAR A MONITORAR PREÇO DE PASSAGENS E MONTAR ROTEIRO PARA O CAMINHO FRANCÊS DE SANTIAGO DE CAMPOSTELA COM INTENÇÃO DE IR ATÉ FINESTERRE. SE ALGUÉM ESTIVER INDO NA MESMA ÉPOCA, PENSANDO EM IR, MESMO QUE NOS SEPAREMOS NO CAMINHO, PODERIA ROLAR UM GRUPO PARA INICIAR. QUALQUER COISA ENTREM EM CONTATO, PODEMOS MONTAR UM WHATS PARA TROCA DE INFORMAÇÕES. ABRAÇOS @simborali
  5. BOAS? PLANEJANDO O FRANCES PARA MAIO/2019 - LOGO NOS PRIMEIROS DIAS E IR, SE POSSÍVEL, ATÉ FINISTERRE. SE ALGUÉM ESTÁ PLANEJANDO IR. SIMBORALI MANTER CONTATO, TROCAR DICAS E QUEM SABE INICIAR JUNTOS ATÉ ENTÃO ESTAREI INDO SÓ.
  6. Show, fiz essa travessia em 2015. Tentei fazer mes passado, mas no Açu o tempo fechou e TODOS abortaram. Volto em Novembro com mais 5 amigos e faremos. Tem um relato meu em que conto a minha primeira vez, minha primeira travessia e, cara, é linda demais.
  7. ANOS DEPOIS...kkk.. Chegou a fazer já? Espero que sim, que tenha conseguido folga e que o tempo tenha ajudado, ou não, todo tempo é tempo, só ir..rs Setembro/2018 tô encarando novamente.
  8. Demorei mas to aqui, voltarei dias 14-15-16 de setembro/2018. Essa foi o pontapé inicial para começar a fazer outras, me deu ânimo e fiz a salktantay no Peru, o Pico do Marins em SP e agora volto e faço a travessia de novo... SIMBORALI sempre
  9. Olá Tabata. Quando fiz levei 1 litro de boa. (levei uns 2 gatorades pra ajudar e ter uma garrafinha menor) Nos abrigos há uma pia com torneira na parte do fora que da pra lavar, lembrando que o lixo, é levado sempre contigo. Setembro tb farei. 24-25-26
  10. Alem de nao achar info ei ja tinha reservado passeio em natal. Entao teria que ir de qq forma. E sim. O bus foi 19 reais
  11. Ola Laura. Sim. É super tranquilo. O bus tem que comprar as passegem no guichê da TRANSPASSE. Se chegar cedo o guichê abre as 5h. O primeiro bus sai as 6. E fui pelo bus Rio Grandense, fez muitas paradas porque ele é de linha, então prepara, quando fui o cobrador descia, cumprimentava todos os vendedores, colegas de trabalho e policiais... kkkk OBS.: Quando eu estava esperando o bus, parou uma van com destino a pipa as 5h30, não desceu ninguém chamando passageiros, sei que tb é uma opção porque as vi rodando por lá, mas não sei te informar o valor e tb não entendi pq entraram na rodoviária sendo que me informaram que tinha que comprar passagem na TRANSPASSE, se chegar cedo, vale pegar esse informação, porque a van aparentava mais confortável.) Fez parada em 2 terminais e depois seguiu para Pipa, que te deixa na entrada. Então, dependendo onde irá ficar é uma caminhada, táxi ou mototáxi (fiz tudo a pé). Na volta eu peguei uma van até goianinha pq o cobrador disse que o que iria pra Natal iria demorar e esse seria o mais fácil. Mas chegando lá fiquei um tempo aguardando não sei o que, se seria bus ou van. Parou um senhor que estava com família e me ofereceu "carona" por R$15,00. Como era um domingo e já estava esperando a um tempo, nem pensei 2x. De lá, de Natal, que peguei bus noturno para Recife na segunda a noite, porque tinha passeio para Maracajau durante o dia.
  12. atins x sto amaro canto de atins x baixa gde x queimada dos britos x sto amaro
  13. marcioomoraiss

    Atins

    Show de relato, estou indo afora dia 4 de Maio (2018). Assim que é bom, bem rustico, isolado, mesmo, adorei a frase "se for do tipo urbano, nao va para atins, nem saia de casa" kkkk Pegando dicas em tudo quanto é lugar, mas tá bem difícil mesmo. Obrigado!!!!
  14. Primeiro tu tem que decidir pra onde vai. Ai pesquisa aqui se já tem relatos sobre o local que tu quer ir conhecer e vai ajustando a teu gosto Dependendo tu encontra companhia se não para a viagem toda, pelo menos casar uns dias. A forma mais barata de estadia, tirando camping, seria hostel, onde tu paga pela cama, dorme num quarto com mais pessoas. Teus pertences tu guarda num armário (sempre leve cadeado) Pra economizar em estadia, tu pesquisa por transportes durante a noite. Daì tu aproveita o dia, viaja a noite e dorme. Maio agora estou indo para Nordeste, primeira vez só e terei cia somente para o trekking pelos lençóis maranhenses. Viajar só não é algo que eu goste mas, veremos. Dizem que depois da primeira eu pegaria gosto..kkk Então basicamente é isso, pesquisa, se decidir ir pra Bolivia, Peru, Chile tenho um grupo de whats, galera indo e que já foi dando dicas sempre. Abçs
  15. OLÁ.. Muito bom teu relato, além de divertido, fica mais gostoso de ler. Estou planejando fazer esse trekking agora em maio, já começando mesmo dia 6, se tudo der certo. Um outro rapaz entrou em contato e faremos juntos, mas estamos querendo fazer sem guia , seguindo dicar de um outro rapaz que fez sozinho (sozinho mesmo kkk).. Como vai ser inicio de viagem, ainda terei até inicio de junho, termino em Maceió. Apesar que tu não fez o trajeto que estou pesquisando, mas saberia me dizer se tranposrte público lá, sem ser por agências, é fácill? heheh tenho um certo receio em agências pelos roteiros amarrados à eles e as visitas aos locais "pega turistas" , entende né? Sabe dizer se o barco pelo rio preguiças eu consigo indo direto de onde eles partem ou sou obrigado a comprar nas agências.. =( kkk
  16. Bacana o relato. Irei em Maio, mas começarei no Maranhão e vou descendo. Para ir de Pipa a Recife então eu nao precisaria voltar pra Rodoviaria de Natal correto? Esse restaurante Mirante do Vale é Parada de Bus? Porque pretendo pegar o que sai as 23H55 de Natal. É movimentado o lugar? Abçs e vlw pelas dicas
  17. estou montando roteiro para maio, começando por Maranhao (com trekking pelos lençóis - 4 dias ) e terminando em Alagoas
  18. poderia me mandar esse track? marcioo.moraiss @gmail.com Pretendo ir em Maio -2018 e decidindo por conta ou com guia ainda....OBRIGADO *Se alguém estiver por ir nessa época, bora montar grupo?
  19. DEI UMA PAUSA NO RELATO PORQUE SOU INTELIGENTE, COMECEI ANOTANDO NO DIÁRIO, DEPOIS FIQUE SÓ PELO CELULAR, DAÊ MEU CELULAR QUEBROU O VISOR E AGORA ESTÁ TUDO LÁ E O RELATO PARADO. ESSAS TECNOLOGIAS VIU... PACIÊNCIA QUE UM DIA TERMINO...
  20. Dia 13 - 15 de Maio de 2017 Arequipa - 2o Dia de Canyon del Colca Arequipa x Ica ...e o perrengue do banheiro. Acordar bem cedo está virando rotina já. Às 4h50 já estávamos iniciando a subida de volta. Sem café da manhã. Segundo o guia seria nossa recompensa lá em cima. Tu já imaginas uma mesa farta de guloseimas, afinal, subir aquilo sem café, na garra, só imaginando isso mesmo. Foram 2h40 de puro sofrimento. O que no dia anterior descemos em um zig zag mais extenso. Agora o zig zag era curto, dificultando. A cada viradinha depois de uma hora seria uma parada para respirar, se hidratar e comer uma barrinha quando a fome começasse a beliscar o estômago. No topo ficamos esperando os demais para comemorar e tirar fotos. Nos perguntamos onde estaria o baquete, teríamos que andar mais uns 15 minutos até a van para que esta nos levasse no local onde seria o café da manhã, o vilarejo de CabanacondeFomos tomar nosso desayuno as 8h e um descanso até as 10h. O que estranhamos. Porque o guia depois disse que não faria o roteiro que havia combinado, ou melhor, pago. Houve uma discussão entre todos e ele. Que teve que ceder, claro.15 contra 1? Louco né, dai seria O GUIA CARENTE BABACA e BURRO. Ele queria deixar a parada da Igreja de fora, que era o melhor ponto de visita do dia, brincou né?! Chegamos em Chevay. Pessoas que pagaram 25s a mais pelo almoço junto com o passeio OK entraram no restaurante. Quem não pagou junto o guia deu o valor de 15s o econômico e 35 o Buffet. Estávamos num grupo de 17, 04 haviam pago o almoço junto com o trekking, os 13 restantes estavam conversando sobre onde iriamos. Nisso o guia ficou irritado e já falou de forma estúpida e disse que se não estivéssemos as 13h30 ali em frente ao restaurante o ônibus iria embora e iriamos nos virar para conseguir carona para voltar. Simplesmente demos as costas e fomos procurar outro restaurante, deixando ele lá com sua arrogância. Não andamos muito, uns 20 metros à esquerda do restaurante pega turista, encontramos o restaurante Doña Rosita com prato econômico a 10s (sopa de entrada, prato principal e água de manzana). Comemos muito bem e ficamos muito satisfeitos. Retornamos ao local do reencontro no horário e o guia se atrasou um pouco. Entramos na van e seguimos para o vilarejo de Maca, onde havia a Igreja colonial (onde o guia não queria parar e gerou a discussão no ônibus). Por aqui você pode tirar fotos com as lhamas (filhote e/ou adulto) e com falcões. Eu queria muito tirar uma com o falcão. Mas depois de vê-lo tentar voar e se esbabaçar no chão por estar amarrado pelas patas, resolvi que era melhor não me compactuar com isso. Daqui seguimos para Aguas Termales a Margem do Rio Colca. Até então eu não iria entrar, mas depois desse trekking, nada como dar uma relaxada e descansar o corpo. E foi a melhor coisa que fiz. Algumas horas de puro relaxamento nessas quentes águas. Aqui paga-se uma taxa de entrada. Ficamos umas 2 horas por aqui, depois seguimos viagem de retorno a Arequipa, mas antes demos uma parada no mirante Patapampa. Chegamos em Arequipa lá pelas 17h. Banho tomado no hostel Mochilas arrumadas. Pegamos um táxi e fomos ao Terminal Terrestre. Encontramos passagem pela empresa Flores com saída as 19h45 com destino a Ica. Compramos algumas guloseimas para comer na viagem. E fui passar uma situação no banheiro do terminal. Que foi a seguinte: Sempre li e ouvi falarem mal dos banheiros de rodoviárias, então eu evitava ao máximo, mas dessa vez o corpo estava ganhando a luta. Primeiro fui me localizar e ver onde era o banheiro e como funcionava, voltei na intenção de não ir mesmo, mas não deu, peguei o papel e fui. Ia entrando e a mulher do guichê ficou gritando. Eu tinha que pagar pra entrar (se eu tivesse com as passagens em mão não, então quem for leve, melhor, sugiro que evitem mesmo ir aqui). Aguardei numa fila um box ficar livre e assim que uma porta abriu eu entrei. Me tranquei lá dentro e fiquei olhando como funcionava o vaso, tinha uma puta de uma alavanca para dar descarga, tentei acionar, porque o infeliz que estava ali antes não o fez. O vaso encheu, quase transbordou, mas (até me arrepia lembrar dessa cena) as COISAS não foram embora. Não havia assento. Eu tinha levado também um álcool em gel, melhor estar prevenido e bem. Limpei as beiradas para apoiar a mão, porque além de não ter assento, o vaso é maior dos que estamos acostumados. Cara foi humilhante aquela situação. O PAVOR que senti em saber que aquela água poderia espirrar em mim. Sei que fui o mais rápido possível pra sair daquela situação. Ao terminar, dei descarga novamente e sai, se fosse transbordar não seria com eu la dentro. Lavei minha mão e procurei papel para enxugar. Na saída vi 2 suportes de papel peguei um pedaço e enxuguei. Depois vi que aquilo era papel higiênico que você pega dali antes de entrar no banheiro. Claro, sai dali rápido e vermelho porque parece que nessas horas todo mundo olha pra você... fim de causo. Pode enxugar suas lágrimas. As 19h45 embarcamos para Ica. Gastos: Almoço Chivay 10 s Passagem para Ica pela Flores 50s Banheiro terminal Arequipa 5s Pães com marmelada e chocolates 6,50 s 2 rolos de Papel higiênico 3s Inca cola 600ml + Empanada 6s Táxi Hostel x terminado Areuipa 6 s - Encontrei 5 s na subida do Canion TOTAL= 86,50 - 5 = 81,50 soles
  21. Dia 12 - 14 de Maio de 2017 Arequipa - 1o dia de Canyon del Colca Até a chegada do início do trekking, demora, tempo pra tentar dar aquele cochilo, afinal a van passou no hostel as 3h. Para depois passar nos demais hostels, pousadas, hotéis, motéis e afins... motéis era brincadeira, ou não... Paramos em um ponto onde a van para, todos descem para pagar a taxa de entrada. Foram aqui 40s para nós Hermanos e para os gringos mais caro. E aqui fiquei surpreso, um vulcão acabara de entrar em erupção. Já estava me preparando para correr quando vi que ninguém mais se importou, O guia percebeu e disse que era normal, entra em erupção a cada 30 minutos. Pensei: "Porra, um vulcão entrar em erupção é normal?" foto: erupção rotineira Então tá né. Seguimos até Chivay onde tomamos nosso café da manhã e depois seguir para finalmente conhecer os Condors. A van para, tu desce e se junta à multidão que está grudada na grade de proteção para um penhasco. E fica ali esperando algum aparecer. Logo eles dão a graça e ficam sobrevoando de um ponto a outro. São realmente fantásticos. Mas não estavam lá muito afim, acho que a fama quando sobe realmente mudam as aves. Na verdade, é bacana, mas eu estava mais era esperando o início do trekking. Já que os Condors não estavam nem aí para nós... vamos seguir a vida. E dali já tinha a noção do que seria, porque a paisagem é fascinante. Ver aquele canyon, aquele “buraco” que parecia sem fundo. E é para lá que eu iria... gostei Eu já pensava que daqui do mirante, iríamos dar uma caminhada e começar a descer por ali mesmo. Mas não subimos na van e fomos até o ponto de encontro. Onde há banheiros (pagos), água e snacks (para comprar claro). O guia pediu para que nos preparássemos: arrumar a mochila, decidir se vamos de calça ou bermuda, passar protetor solar, abastecer água...e tá pai, entendemos. Depois de uns minutos de caminhada encontramos outro guia. Que nos explicou sobre o que seria um Canyon, como se formou e sobre o vulcão que a cada 30 minutos entrava em erupção. Que caso acontecesse algum tremor, deveríamos nos agachar de modo fetal, encostar o mais próximo da montanha, proteger a cabeça com a mochila e rezar.... Creio que ele falou isso mais para descontrair, mas.... Melhor ficar atento né, vai que rola uma “pedrinha” lá de cima. Dadas as instruções em espanhol, que no hablo pero entiendo, eu me virei e fiquei admirando aquela paisagem de tirar o fôlego e batendo algumas fotos, daí o guia chama a atenção, com aquele jeito meigo e simpático, e dá uma bronca nas pessoas que não estavam prestando atenção. Pronto, nasce ali o que irei chamar de O Guia Carente. Aquele que sempre quer estar nas conversas, fica jogando piadinhas para as meninas, nisso ele já subiu de conceito, para mim agora era O Guia Carente e Babaca. E foi assim durante todo o trekking, durante os dois dias, só me restou…suportar. Enfim começamos a descida, como eu não tenho pressa e quero curtir o trekking que estou pagando e é lindo demais da conta sô... não quis ficar com a “ótima” companhia do guia e também não queria ser o último, mas também não me importaria. O segredo é CURTIR O MOMENTO-ÚNICO. Começamos a descida as 10h30 em zig zag e 2h depois chegamos ao local que o guia disse que esperaria, a Ponte. Estava um sol de rachar coco, causar erosão no sertão, secar roupa em 2 minutos, então logo que chegamos, tirei a bota para arejar os pés e botei no sol para secar o suor e dissipar o cheirinho de minas. Fiquei por ali descansando uns 20 minutos, mesmo porque ainda tinha gente que se via lá em cima, que ainda iria levar mais outros 20 para chegar onde estávamos. Nisso o guia 10sbocado já começou a agitar que tínhamos que ir, que tínhamos que ir... fiz cara de paisagem e permaneci onde estava. Iria esperar mais um pouco, mesmo porque haviam 2 guias, um ia na frente que era esse senhor simpático e o outro atrás para ir acompanhando os últimos. Aqui vou falar uma coisa, depois da ponte tem uma subidinha que não se compara com as horas de descida. Mas, já que cá estamos cá continuaremos. foto: a subidinha phodasthykaSML Chegamos num ponto onde havia uma senhora com sua venda (águas, snacks...) nos ofereceu uma fruta de cactos. Muito gostosa, mas não comprei, só agradeci a degustação que já valeu. E também o guia e o 1º batalhão já tinham continuado. Ali na venda ficaram 5 pessoas, depois tentamos alcançar o guia e não deu outra, nos perdemos. Fomos andando até onde achamos que dava, deu numa vala que corria água, pensamos que não seria possível ir por ali, resolvemos perguntar a uma casa que havia lá perto, a moça não sabia informar, resolvemos voltar no mesmo caminho que viemos e encontramos o guia que vinha atrás vindo em nossa direção. Ele fez aquela cara de “o que o outro guia fez” (por ter deixado a gente para trás)... e seguimos com ele. Daqui em diante era assim, um guia na frente e o outro logo atrás, parece que eles tinham se tocado do erro, porque reclamamos que paramos na venda porque o Guia Carente e Babaca havia indicado e depois não nos esperou. Enfim, seguimos até San Juan de Chuccho, um vilarejo onde seria servido nosso almoço. Prato de entrada (sopa) e prato principal servidos (com minha ajuda – o garçom), depois nos recolhemos ao gramado mais próximo para descansar, deixar o pé respirando e dormir um pouco quem conseguisse por 1 hora. E aqui tivemos a noção de quanto nós descemos. Era um paredão imenso, onde raramente se via a trilha que passamos horas antes. E pensar que iriamos subir aquilo tudo no dia seguinte. Coitado de mim, pensei que o caminho de volta seria pelo mesmo que viemos. Tolo, acha que iria ser moleza assim? Depois disso bora bora que tem mais caminhada para enfim chegar ao Oasis Sangale. Chegando lá o guia começou a dividir a galera: casal com suas “suítes” e solteiros nos compartilhados com 3 ou 4 camas. Ficamos em uma das 2 suítes. Antes tivéssemos ficado no compartilhado. A suíte era assim: um quarto 3x3 com uma cama, uma mesinha de apoio, sem lâmpada, 1 candelabro sem vela em cima da cama (nem devia ter aval dos bombeiros), isso tudo fechado com uma porta vazada. Dava par imaginar que tipo de visitas poderíamos ter a noite. O guia disse que poderíamos usar a piscina termal (piscina com água em temperatura natural para deixar mais claro o que ele queria dizer). Como né, horas e horas andando naquele sol, nada melhor que uma piscina para relaxar, Me troquei e fui primeiro me molhar no chuveiro frio do banheiro, depois fui para a piscina e.... mermãoooo, antes tivesse ficado com o chuveiro frio do banheiro porque a piscina estava de congelar as partes....kkk fiquei uns 10 minutos ainda e saí. Todos, eu disse TODOS estavam famintos e ainda faltavam 3 horas para servir o jantar. E ali na venda só havia bolachas, balas, alguns poucos salgadinhos e cerveja. E foi assim, cerveja e bolacha para ir enganando a fome. E para brindar ao grupo que chegou ali. Salvos, ilesos, cansados e mortos de fome. Depois que foi servido a janta, a galera ficou ali batendo papo por um tempo, depois era hora de recolher para nossos aposentos bilhões de estrelas (afinal estava noite, sem luz e o céu era pura estrela). Na calada da noite tivemos umas visitinhas de uns roedores loucos para roubar um pacote de biscoitos. Que com muita insistência, conseguiram. Malditos. Gastos: Entrada Canyon 40 s 01 pacote Óreo (só com 4 bolachas) 2 s 02 cervejas Arequipeña 20 s TOTAL= 62 soles
  22. Vai ter mais relato? O que fizeram depois que chegaram em Cusco? Os passeios fizeram tb por bike? Conte...conte...conte...rs E parabéns, uma aventura e tanto.
  23. Dia 11 - 13 de Maio de 2017 Arequipa e Juanita, la niña de los hielos. Esse dia seria livre para conhecer a cidade e descansar. Acordamos, tomamos nosso desayuno no Wild Rover, arrumamos nossas coisas e fomos para o outro hostel para ter sossego e ser no mínimo bem atendidos. Chegamos no Hostel San Pancho. Deixamos nossas coisas e fomos procurar agência para fazer o Canyon del Colca de 2 dias com trekking. Passamos em 2 agências próximo à praça, conseguimos valores de 100 s e 95 s. Resolvemos dar mais uma volta, saindo um pouco da praça e encontramos a agência Wititi Perú Tours Eirl no valor de 85 soles com transporte/guia/café da manhã/jantar/almoço. Nesse passeio há que se pagar entrada à parte. E no fim há os Banhos Termales, pago a parte se quiser usufruir. Quando retornamos ao hostel, falamos do passeio para o dono e ele disse que também faz e que nos faria por 70s. Estranhei e perguntei se era o de 2 dias com trekking e ele confirmou. Fechamos com ele. Fomos dar uma volta pela cidade, mas eu ainda estava com dúvida, ao ir no museo e voltar, questionei novamente e ele já começou a ficar confuso, ligou para o filho que confirmou que o que pagamos era o valoro passeio sem trekking. Depois de um tempo falando que havíamos pago por uma coisa e estavam nos fornecendo outra o filho do dono veio conversar e tentou me convencer....tolo... quando eu quero uma coisa eu quero e pronto. Acabou ficando acordado que nos devolveria o dinheiro no dia seguinte. Saímos correndo literalmente para agência Wititi fechar o passeio pra manhã do dia seguinte e ainda bem que deu tempo, porque já iria chegar no hostel dando voadoras...kkk Quando retornamos ao hostel, falamos do passeio para o dono e ele disse que também faz e que nos faria por 70s. Estranhei e perguntei se era o de 2 dias com trekking e ele confirmou. Fechamos com ele. Fomos dar uma volta pela cidade, mas eu ainda estava com dúvida, ao ir no museo e voltar, questionei novamente e ele já começou a ficar confuso, ligou para o filho que confirmou que o que pagamos era o valoro passeio sem trekking. Depois de um tempo falando que havíamos pago por uma coisa e estavam nos fornecendo outra o filho do dono veio conversar e tentou me convencer....tolo... quando eu quero uma coisa eu quero e pronto. Acabou ficando acordado que nos devolveria o dinheiro no dia seguinte. Saímos correndo literalmente para agência Wititi fechar o passeio pra manhã do dia seguinte e ainda bem que deu tempo, porque já iria chegar no hostel dando voadoras...kkk SML Depois vou só passeio pela cidade, compra de regalos (uma perdição) e visitar Juanita, a "múmia" que estava no Museo Santuarios Andinos. Além desse museu há vários outros passeios para se fazer na cidade: monastério, mirador... Mas como a maioria era pago resolvi só conhecer a Juanita mesmo. O Museo Santuarios Andinos fica na calle La Merced 110. É aberto das 9h as 18h eh há horários de visitação, pois só se entra com guia e não é permitido entrar com celular ou câmeras para evitar as fotos. Você guarda num locker (com chave) na recepção. SML foto: da internet Um pouco sobre a Juanita: Foi encontrada congelada sobre o vulcão Amparo em 1995. A 6312 metros de altura. Foi uma criança de alta classe oferecida aos deuses, tinha 11 anos de idade. Segundo o guia, era uma honra para as famílias quando seu filho era oferecido aos deuses. Eles caminhavam até o topo, havia toda uma preparação, muitas crianças não chegavam com vida e as que chegavam tomavam uma bebida que as faziam adormecer e após os preparativos levavam uma pancada muito forte atrás da cabeça. Eram enterradas em posição fetal, pois acreditavam que iriam renascer, junto com alguns pertences, sapatilhas e oferendas. O corpo dela está mantido a 26º negativos, temperatura a qual ela se manteve até seu descobrimento. Acredita-se que há outros no local, mas as condições climáticas dificultam o acesso. Havia um sacerdote que viajavam por dias "recolhendo" crianças para essa finalidade. Foram encontradas 11 crianças dessa forma na América do Sul se não me falha a memória 4 foram no Peru, nessa região. Ela não é uma múmia, mas ficar conhecida como tal ajudou muito sua popularização, aumentando a curiosidade das pessoas para irem conhecê-la. No Museo há vestimentas, adornos, vasos que eram colocados junto aos corpos. É uma visita bem interessante e estar ali ao lado do seu corpo te faz pensar cobra as culturas que ali já passaram. SML foto: da internet, Juanita, la niña de los hielos. Como não é permitido tiras fotos, essa tirei da internet, do site da uol. Deixei 2 links abaixo para mais informações e fotos. Para ter acesso a outras fotos do acervo: CliKaKI Ou o site do Museo : CliKaKi Agência Wititi Peru - Calle Jerusalem 312 Câmbio 100 R$ = 100 s Câmbio 500 USD = (esqueci de anotar de novo, acostumem-se) Câmbio 100 R$ = 95 s Gastos: Hostel San Pancho - 1 diária - 25 s Canyon del Colca - 2D/1N - 85 s Entrada Canyon 40 s Sorvete Pote 2 s Almoço 15 s Regalos 155 s Mercado 8,70 s Museo S. Andinos 40 s TOTAL= 370,70 S
×
×
  • Criar Novo...