Ir para conteúdo

#IsaacFerro

Membros
  • Total de itens

    7
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Um dia desses quando buscava na internet sobre Ecoturismo no Rio Grande do Sul: a CIA AVENTURA de Nova Roma do Sul apareceu como uma grata surpresa, nunca tinha escutado falar sobre a cidade e menos ainda de todas as atividades que existem no ECO PARQUE: Arvorismo, rafting, rapel, pêndulo, paintball, tirolesa...http://www.ciaaventura.com.br Reservei os dias 07/03 e 08/03/15 para conhecer toda a estrutura do lugar, inclusive fiquei na pousada colonial dentro do Eco Parque: 59,00 a diária p/pessoa e sinceramente muito melhor que a estrutura do outro hotel no centro da cidade de mesmo valor. Segue a lista de valores repassado pelos administradores: Entrada Eco Parque R$ 5,00 (seguro pessoal incluso)  Rafting no Rio das Antas com 8,5 km de extensão e 2:30 hs de duração R$ 70,00  Fotos DVD 60,00 (1 por bote)  Floating 4 km iniciando na Hidrelétrica Castro Alves, Balsa união até o cachoeirão R$ 55,00  Tirolesa Voo do Tucano com 600 mts de extensão e 80 mts de altura R$ 38,00  Tirolesa Superman com 800 mts de extensão R$ 45,00  Na compra do Circuito com 3 Tirolesas de 800 mts+350mts+250 mts R$ 58,00  Rapel Plataforma de 65 mts R$ 45,00  Rapel Cachoeirismo cascata Vo Ernesto com 35 mts R$ 55,00  Paintball Adventure R$ 40,00 ( 100 bolinhas)  Passeio a cavalo R$ 55,00 ( 1 hora) (não ativo)  Arvorismo com 7 plataformas e Tirolesa R$ 35,00  Pêndulo.... R$ 38,00 R$ 60,00 (2 pulos consecutivos)  Pousada Colonial R$ 59,00 por pessoa com café da manha  Camping R$ 12,00 por pessoa( Utiliza os vestiários do Parque)  Alimentação colonial ( almoço ou jantar) R$ 23,00 com bebida inclusa (Massa,GALETO,MAIONESE,Polenta,queijo,salame,saladas,pão,refri e suco)  Café colonial R$ 20,00 (pao ,queijo ,salame ,geleias ,bolo ,grostoli ,biscoitos ,sanduiches, pasteis, suco, café, leite e fruta.  Café da manhã R$ 12,00 Os preços não são tão baratos, mas com certeza são melhores que os concorrentes e sinceramente compensa muito!!! Escolhi 3 atividades: Rapel na cascata vó Ernesto, pÊndulo e o Rafting( o melhor da região); foi o que o dinheiro podia pagar e não me arrependo... 07/03- Cheguei na cidade antes das 13h, cidade bem pequena com pouco mais de 4.000 habitantes que vive da agricultura e começando a desenvolver o turismo. (a praça aonde fica a igreja matriz é bem bonita) Uma cidade pacata e de marcada origem Italiana, resolvemos almoçar no baggio único restaurante no centro da cidade: 20,00 buffet livre e 30,00 o Kg, com uma comida bem típica da região e muito saborosa. Antes das 14h estava no Eco Parque fica localizado a 8km do centro da cidade, a estrada é muito boa e placas indicam sua localização, chegando lá me deparei com um tucano e uma arara que ficam em gaiolas que de vez em quando vão para o braço de algum visitante...mas não imaginava o que tinha por vir, os instrutores trouxeram 2 cobras para completar a exibição!!! Um pouco depois das 14h começaram as atividades, fui primeiro no rapel na cascata do vó Ernesto de 35 mts, um pouco difícil no começo pois nunca tinha praticado nada parecido, mas os guias te passam toda a informação e atenção necessária para cada atividade, foi uma experiência incrível!!! Depois fui correndo para o temido pÊndulo, de longe a atividade mais radical do parque, estar a quase 100 metros de altura não é fácil mas é gratificante depois que você relaxa e curte a paisagem lá de cima... Recomendo!!! Como as atividades no parque são marcadas em grupos e eu estava sozinho um pouco depois das 16h já tinha realizado minhas atividades do dia e fui relaxar um pouco na pousada afinal a tarde tinha sido de fortes emoções. A pousada me surpreendeu, excelente estrutura, casa simples de madeira mas confortável e tudo que se precisa para recuperar as forças para o outro dia...as refeições tanto o café da manhã,almoço e janta são servidos no refeitório do parque, comida farta, tipicamente italiana. 08/03- Acordamos cedo e após o café da manhã começavam as instruções para o rafting de 8km no Rio das Antas, depois de dividirem em grupos de 6 e 5 pessoas começaram as hilárias demonstrações dos instrutores de como não agir perante as adversidades do Rafting Saímos do Eco parque com um ônibus que nos levava até o início das corredeiras a aprox. 30 min. de lá sempre com muito bom humor, chegando lá os botes começaram a entrar na água um de cada vez e sobrou pra mim sentar na frente no começo fique um pouco de medo, pois nunca tinha feito nada parecido mas com o tempo fui ficando mais confiante, coisa que o guia também ajuda a trabalhar...Foi SENSACIONAL!!! A tensão das primeiras quedas são diminuídas pelo trabalho em grupo que envolve o esporte, muito mais técnico do que pensava, a atenção deve ser redobrada , nunca vou esquecer dessa fantástica experiência. Depois do almoço resolvi ir embora, mas agora com uma sensação de dever cumprido e com a certeza de ter tido um final de semana inesquecível!!!
  2. Olá, Vou relatar uma grata surpresa que tivemos quando fomos com meu pai conhecer Garopaba-SC, cidade conhecida pelo surfe e pela loja da mormaii....mas que é MUITO mais do que isso!!! Estivemos por lá apenas um final de semana: 16/01 -18/01/15 mas foi suficiente para voltarmos renovados e começar o ano com pé direito. Nos hospedamos na pousada http://www.pousadamaremar.com.br/site/ ; Um pouco caro para os padrões mochileiros, mas como estávamos com meu pai precisávamos de um pouco de conforto (ar-condicionado) e praticidade, essa acabou sendo a escolha; Ainda mais porque fica de frente para o mar(o velho adora). 16/01- Como viajamos aprox. 6h de carro saindo de Taquari-RS até chegar Garopaba-SC, aproveitamos esse dia para curtir a praia, cidade histórica e descansar.... 17/01- Já acordei disposto a fazer algo diferente e aproveitar toda aquela natureza deslumbrante... foi ai que resolvi ir até o centro de informações que fica localizado na praça da cidade, umas 4 quadras da beira da praia, em busca de novas experiências. Chegando lá encontrei um cartão de um condutor ambiental, galera que faz trilhas por toda cidade de Garopaba passando por todas as praias da região... http://condutorambiental.blogspot.com.br/ Não pensei duas vezes e liguei para marcar uma atividade naquele dia e foi ai que decidimos fazer Trilha da PEDRA BRANCA (30 reais por pessoa) para conhecer a toda a mística da famosa pedra branca e ter a visão de toda a cidade. Às 14h nossos guias chegaram, cássio e aline nos esperando na frente da pousada para nos levar de carro até o pé do morro....a uns 15 min. do centro da cidade, um lugar com uma diversidade impressionante: Na mesma redondeza existe um templo budista, espaço com aulas de yoga (de graça para a comunidade), uma comunidade bem alternativa e Imigrantes centenários...todos vivendo em harmonia e em paz ao pés da pedra branca. A primeira parada foi em uma antiga e bem preservada carpintaria de quase 80 anos movida a roda d´água, impressionante todo o trabalho que se tinha na época para fazer qualquer coisa e dependendo somente de recursos naturais!!! Depois de um mergulho na história começamos literalmente a trilha de 1.166 metros de subida até o topo da pedra branca https://www.facebook.com/pages/Pedra-Branca-Garopaba-Sc-Trilha-Pedra-Branca-265M-Altitude/157386427714065, a trilha é constituída desde mata fechada até campos pedregosos, um contato direto com a natureza. Como os guias são biólogos vão te explicando e mostrando a fauna e flora do lugar e região e claro as inúmeras curiosidades e lendas da pedra, os guias são extremamente atenciosos e acessíveis e com uma filosofia muito bonita de vida!!! Depois de suar muito a camisa e passar por paisagens incríveis chegamos ao nosso objetivo o topo da pedra, a vista é realmente linda é tudo aquilo que falam mesmo...se tem a dimensão de todas as praias e lagos de Garopaba e uma brisa mais que agradável, ficamos sabendo que tem uma galera que faz rapel lá...deve ser LOUCO!!! A descida foi bem mais rápida, mas não iriamos embora de lá sem antes passar na bela cascata....um lugar de paz e descanso excelente pra quem espera relaxar depois de uma trilha dessas, é revigorante!!! 18/01- Acordamos cedo e nos encontramos mais uma vez com o casal na porta da pousada para a Trilha Vigia-Silveira (40 reais por pessoa; mais longa): que sai da praia da vigia ou preguiça, passa por piscinas naturais, escritas rupestres e termina na praia do silveira, a trilha leva a manhã inteira e vale muito a pena!!! A praia da preguiça é do lado da praia de Garopaba, tem um pequeno banco de areia( é a menor de todas elas, quase particular) nas pedras da praia tem marcas da amolação dos utensílios indígenas que datam de 7.000 anos, um mergulho total nas origens mais remotas da civilização...próximo de lá se encontra também o relógio do sol, utilizado para ter a noção de tempo pelas tribos da época. Subimos um morro e vamos até uma área particular de um nativo, entramos campo a dentro, subimos e descemos muitas vezes até encontrar as belas piscinas naturais são realmente muito bonitas com uma água transparente e rochas de diversos formatos, a dica é não entrar depois de um dia chuvoso pois o mar está mais agitado e te joga contra as pedras!!! cuidado com o ouriço do mar.... Alguns minutos dali o ponto alto da trilha, pelo menos pra mim, inscrições rupestres desde pessoas a objetos não identificados, realmente é incrível, fiquei emocionado em conhecer esse lugar de tão difícil acesso, mas tão rico de história. Para vê-las tem que escalar as pedras com muita atenção, a paisagem é indescritível, o mar batendo nas rochas com toda aquela força enriquecia ainda mais a nossa vista.... Caminhamos mais um pouco e finalmente chegamos a Praia do Silveira, ideal para o surfe e para quem quer fugir da agitação, existe apenas um quiosque em toda a praia. A visão da praia nos dava uma grande satisfação de termos chegado ao ponto final da trilha, curtimos a praia, tomamos um banho de mar e claro descansamos até porque tinhamos que voltar Como fizemos amizade com o casal, saímos juntos a noite para conhecer o KIMO, https://www.facebook.com/KIMORESTBAR, um bar com música ao vivo e com vibrações muito positivas onde se apresentam artistas locais!!! Voltamos para a casa Renovados e literalmente com a alma lavada para começar o ano cheio de boas vibrações e encarar a rotina diária, tudo e exatamente tudo foi acima das minhas expectativas...Recomendo, aventure-se!!! https://www.facebook.com/condutorambientallocal?fref=ts
  3. Acredito que o único hostel de gramado seja esse: http://www.gramadohostel.com.br/
  4. Acho que aqui você encontra algo que possa te ajudar: http://www.rotadoscanyons.com.br/# http://www.expedicaokaingang.com.br/ http://cambaradosul.rs.gov.br/agencias-de-turismo/
  5. Há muito tempo pretendia conhecer esse lugar, tão perto de casa e tão singular...Enfim esse dia chegou fomos entre os dias 27/02 a 28/02/15!!! Usei muitos relatos aqui dos mochileiros para organizar o roteiro e foram dicas ótimas!!! 27/02 - Saimos de Taquari-RS em direção a cambará do Sul ás 6:20 e chegamos as 10:30, uma viagem tranquila pela serra de aproximadamente 280 km...Chegamos e fomos direto para a nossa pousada http://www.itaimbeleza.tur.br/, bem simples tipo uma casa de família; A Lorena a dona é muito atenciosa, dormimos em um beliche por 50 reais a diária com café da manhã (simples mas muito bom, o bolo caseiro de laranja é espetacular). De lá passamos no mercado para comermos alguma coisa, pois no parque não há nada!!! Percorremos 18km por uma estrada de chão em direção ao Parque Nacional Aparatos da Serra para conhecer o Cânion Itaimbezinho e fazer as 2 trilhas: Trilha do vértice (visão de frente) e do Cotovelo (visão das bordas). A entrada do parque estava 9 reais por pessoa e logo que você passa o pórtico enxerga o estacionamento, fomos em direção ao centro de informações do parque e lá uma moça te explica como funciona as trilha e as durações de cada uma. Escolhemos fazer primeiro a do vértice mais curta com duração de 45 min, a cada mirante uma nova surpresa, o lugar realmente é LINDO, uma verdadeira obra de DEUS!!! De todas elas a terceira parada foi a melhor, com vista das 2 cachoeiras... Depois de terminarmos a trilha do vértice em aprox. 30 minutos, fomos conhecer a do cotovelo que leva aprox. 1:30, a grande diferença da primeira é que você anda praticamente metade da trilha em mata fechada, tendo a incrível visão dos cânions nos 600m finais. Vale muito a pena!!! A volta é sempre feita pelo mesmo lugar que se foi, é de fácil acesso e para todas as idades. Acredito que o parque poderia melhorar sua infraestrutura quanto aos mirantes e placas de sinalização, há muito a ser explorado.... Era quase 13h e fomos em direção ao Parque Nacional da Serra Geral, para conhecer o Cânion Fortaleza( o Maior da América Latina) do centro da cidade é aprox. 25km e essa sim é uma estrada complicada (10km de asfalto e o resto estrada de chão muito ruim), eram poucos os carros de passeio que se arriscavam a passar, e por sorte não tivemos problemas... A entrada é grátis e o parque funciona das 08:00 ás 18:30; Apesar de ser menos estruturado que o primeiro é o mais belo e com paisagens de tirar o folego, as trilhas são: do Mirante (A MELHOR DE TODAS, uma das paisagens mais linda que já vi), Borda do cânion, cachoeira do Tigre Preto e Pedra do segredo. A trilha da pedra do segredo é uma continuação da trilha da cachoeira do Tigre preto, e para chegar na pedra não há outra maneira se não atravessar o lajeado beirando a cachoeira do Tigre preto. Se deve tomar muito cuidado pois quando está muito cheio, as pedras ficam submersas e escorregadiças, precisa de muita atenção. Como fomos sem nenhum guia e a única placa que indicava o caminho para a pedra era pequena e escondida não a encontramos e fomos para a pousada descansar um pouco... A noite fomos jantar no galpão costaneira, local tradicionalista de farta e boa comida com preço bem acessível, 20 reais buffet livre(sem carne) e 37 reais c/ carne com queijo servido em uma chapa que fica na nossa mesa, além do ótimo atendimento. 28/02 - Nesse dia estava marcado fazermos a trilha do Rio do Boi, a principal trilha do interior do cânion que começa em Praia Grande-SC, estava tudo acertando com a empresa http://www.expedicaokaingang.com.br/, na noite anterior recebemos um e-mail informando que não poderíamos fazer a trilha porque o nível da água estava muito alta. A decepção foi grande a expectativa de encontrarmos outras atividades para preencher a lacuna foi maior e visitamos as 3 empresas de turismo da cidade, com a esperança de nos encaixar em alguma atividade programada...mas nada!!! OBS: Todas as atividades são muito caras se forem feitas em poucas pessoas e como estávamos em 2 nossa única opção era entrar em um grupo já existente para o valor ficar mais acessível. Resolvemos então voltar ao cânion Fortaleza para encontrar enfim a pedra do segredo, o nível da água estava mais alto que no dia anterior e a neblina era muito grande as 9h, mas nada disso diminuiu nossa vontade de chegar lá.....e conseguimos!!! Antes das 11h estavamos fazendo o check out na pousada quando a proprietária nos falou da cachoeira dos Venâncio, no início confesso que não me animei, mas depois que ela mostrou as fotos do lugar e disse que era a cachoeira mais bonita da região, sem pensar fomos pra lá. É uma área particular a 14km do centro de cambará, uma estrada de chão bem cuidada, a entrada era 7 reais por pessoa com direito a 2h de permanência no local. Foi uma maravilhosa Surpresa, a cachoeira é linda além de toda estrutura com mesas e churrasqueira no local; Muitas famílias estavam acampando no lugar, pessoas de todas as idades tomando banho naquelas águas transparentes e renovadoras, as 4 quedas superaram nossas expectativas. Valeu muito a visita!!! Foi uma viagem espetacular, nunca vou esquecer daqueles paredões e daquele vento forte no rosto quando estava na beira do Maior cânion da América Latina!!!
×
×
  • Criar Novo...