Ir para conteúdo

Erico_

Membros
  • Total de itens

    19
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra
  1. Show de bola o relato, Fred. Lindas fotos. Ansioso para ler o restante da sua viagem. Forte abraço.
  2. Oi rbersch, obrigado pelos comentários. Em relação às fotos, todas foram tiradas em jpeg e "tratadas" no tablet mesmo por meio de um aplicativo bem simples chamado snapseed ( não tirei em raw porque sou um zero à esquerda no Photoshop e Lightroom). Desta forma, não fiz junção de fotos. Em alguns lugares, como Chorrillo del Salto, como era minha primeira cachoeira com uma dslr, fiz várias fotos possíveis (locais diferentes, com e sem filtro ND, várias aberturas possíveis, sendo que acabei ficando com a menor abertura mesmo - f/22), mas junção mesmo não houve. Abraço.
  3. Oi Sula. Quando eu fui peguei as 3 principais trilhas (Laguna de Los Tres, Laguna Torre e Loma del Plingue) com uma boa quantidade de pessoas. A Loma del Plingue com um pouco menos em relação às outras duas, mas ainda assim com bastante gente. Desta forma, na minha opinião caso você queira companhia para as trilhas acredito que não vá ter dificuldade de arrumar alguém. Só exemplificando, quando eu peguei a van para a hosteria El Pilar fomos mais ou menos num grupo de 10 pessoas. Por opção eu fiz a trilha sozinho para poder ir fotografando com tranquilidade, mas se quisesse fazer a trilha
  4. Que bom que as informações foram úteis para a sua viagem. Qualquer outra dúvida é só perguntar. Abraço.
  5. Oi Bruno. Com 4 dias dá pra fazer as principais trilhas sim (Laguna de Los Três, Loma del Plingue Tumbado e Laguna Torre). Todas as 3 demandam um dia de passeio, sendo as 2 primeiras bem pesadas e a da Laguna Torre a mais tranquila, apenas uma subida no começo. Além dessas 3, acho que você não pode deixar de ver a cachoeira Chorrillo del Salto. Leva apenas 2 horas (I/V), ė uma trilha bem sem graça, na verdade uma estrada de terra, mas a cachoeira é bem legal, ainda mais no mês de abril, com toda a vegetação amarela/vermelha/verde em volta. Chegando em Chalten e se o tempo estiver aberto, e
  6. Oi Guilhermo Cruz. Grato pelos comentários. Prezado Sancoll, quanto à roupa eu saia com segunda pele + fleece + anorak. De segunda pele levei umas duas camisetas dry fit que já tinha e outras camisetas de algodão mesmo, nada muito técnico. O tempo em El Chalten e na Patagonia em geral é muito variável ao longo do dia e acho que não dá pra fugir dessas 3 camadas. Na época que eu estive lá, por conta da quase ausência de ventos, chuva e neve nas trilhas, na maior parte do tempo andei só de camiseta ou camiseta + fleece. Usava pouco o corta-vento (uns 15% do tempo). Abraço.
  7. Na minha opinião, dá sim pra fazer ida/volta de bike para o parque tranqüilamente, desde que você não seja sedentário como eu. Levei mais ou menos 3hs da ponta da cidade de Ushuaia até a ponta do parque, na região da Bahia de Lapataia. Acredito que dê pra fazer em 1,5h, no máximo em 2hs, pois eu fiquei mais de meia hora na estação de trem para fazer um lanche e tomar um café e mais uns 15 minutos no Alakush para comer umas empanadas. Também achei bem tranqüilo em relação à segurança, pega-se apenas um pequeno trecho urbano em Ushuaia e o resto, se não me falha a memória, é um trecho predomi
  8. Oi Leo Soares. A temperatura em maio tende a ser um pouco mais baixa em relação a abril, mas não acredito que haja tanta diferença assim. Passei bem durante toda a viagem, mas também não tive muito contato com os ventos patagônicos. Acho que posso relatar uma única vez que senti um desconforto térmico, mas passageiro. Ocorreu quando acampei no Poincenot. Levei uma barraca e um saco de dormir alugados em Chalten que deram conta do recado. O problema foi acordar de madrugada com a bexiga cheia. Da saída do saco de dormir até uns 10 minutos depois de entrar novamente nele eu senti bastante
  9. Oi Fred Moura. Quando viajei fiz reserva pelo booking apenas em Ushuaia, minha primeira parada. No período que você vai, em abril, pode ficar tranqüilo que mesmo não reservando você encontrará hospedagem tanto em Ushuaia, quanto em El Calafate e El Chalten. Pode acontecer de eventualmente você se deparar com um hostel lotado, mas com certeza você encontrará outros no mesmo padrão e faixa de preço. O Antártica, por exemplo, costuma ter bastante gente. Em janeiro fui fazer a reserva pelo booking e não tinha vagas, quando acabei reservando um outro, acho que o nome era Yakush. Duas semanas depo
  10. Prezado Leonardo Kilian. Em relação à sua dúvida se em agosto/2016 dá pra fazer todos os passeios que eu fiz, seguem as minhas impressões pessoais, (se alguém que já foi no inverno ver que estou falando alguma besteira, me corrijam). Acredito que Ushuaia seja show de bola em agosto, pois dá pra fazer todos os passeios que eu fiz (Beagle, PNTF, Glaciar Martial e Laguna Esmeralda) e não fiz (Lago Escondido/Fagnano) e mais um pouco, pois existem os passeios próprios do inverno na Patagônia. Em relação à Laguna Esmeralda, a trilha é muito tranquila para se fazer relativamente ao esforço fí
  11. Perito Moreno e Laguna Nimez: Perito Moreno by erico, no Flickr Perito Moreno by erico, no Flickr Laguna Nimez by erico, no Flickr
  12. Duas últimas fotos de El Chalten, da Estância los Huemules: Estância Los Huemules by erico, no Flickr Estância Los Huemules by erico, no Flickr
  13. De El Chalten: Do amanhecer de fogo: Fitz Roy by erico, no Flickr Fitz Roy à noite Fitz Roy by erico, no Flickr El Chalten by erico, no Flickr Glaciar Huemul Glacial Huemul by erico, no Flickr Ponte no Lago del Desierto. Lago del Desierto by erico, no Flickr El Chalten by erico, no Flickr Chorrillo del Salto by erico, no Flickr Fitz Roy by erico, no Flickr El Chalten by erico, no Flickr Vista da subida à Laguna de Los Tres El Chalten by erico, no Flickr Laguna de Los Tres by erico, no Flickr Acampamento Poincenot by erico, no Flickr
  14. Oi Rogerzurc e Fred. Grato pelos comentários. Em relação ao relato, como não consegui finalizá-lo, seguem, pelo menos, as fotos do restante da viagem (TDP, Chalten e El Calafate) Primeiro as de TDP: image by erico, no Flickr Parque Nacional Torres del Paine by erico, no Flickr Da Hosteria Pehoe, uma das melhores vistas que eu tive do passeio: Sem título by erico, no Flickr Pequena trilha de uma hora (i/v): Torres del Paine by erico, no Flickr Da mesma trilha. Nesta foto dá pra ver as árvores queimadas pelo turista israelense. O guia comentou que fizeram um enorme tr
  15. Oi Raizanagel. Pelo meu planejamento, achei que gastaria, mais ou menos, cerca de 19.000 pesos, sendo que calculei com uma boa margem de segurança. Acho que não sou uma boa referência para você tirar uma base para a sua viagem, pois com certeza daria para viajar com bem menos, mas vamos lá. Dividi a estimativa dos gastos em 4 grupos: - hospedagem: 3.200 pesos (16 diárias x 200 pesos/dia) - refeições noturnas e mercado/padaria: 3.060 pesos as refeições (17 x 180) e 2.500p em mercados/padarias. - passeios: 9.000 pesos - translados: cerca de 1.100 pesos (neste grupo inclui taxas de emb
×
×
  • Criar Novo...