Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Tassia Almeida

Membros
  • Total de itens

    18
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Tassia Almeida

    relato Trilha Inca Alternativa: Trilha Cachicata - Cusco.

    Valeu Diego!!! Volte sim!!! Fiquei com super voltande de fazer a Salkantay também!
  2. Tassia Almeida

    relato Dicas de Cusco por uma pseudo moradora

    Lilian, faz tempo mesmo que não posto nada!!!! Eu to de volta no Brasil já e foi uma dor terrível voltar!!! hahahahaha... O Delicia de país que é o Peru!!!! Não sei a quantas anda o câmbio gente... foi mal! Mas vamos lá... acho que vale mais algumas dicas de passeios!! Deixei para fazer os passeios "clássicos" mais para o final. 1. Ruínas de Moray e Minas de Sal de Maras AMEI muito esse passeio, muito bonito. É um passeio mais curto, de meio dia e todas as agências fazem. Pode ir com a mais barata mesmo porque o roteiro é exatamente o mesmo com todas as agências, o que talvez mude seja o guia - e a lingua que ele fala. Tem como fazer esse passeio sem ser com agência, mas acaba ficando o mesmo preço ou mais, porque para ir de um lugar para o outro tem que ser de taxi!! Se você gosta de aventura, algumas agencias oferecem esse passeio de bike! Deve ser lindo!!!! Moray são ruínas LINDAS que os Incas usavam pra agricultura e Maras são minas de Sal onde até hoje tem produção!! 2. Vale Sagrado O Vale Sagrado dos Incas é o passeio mais famoso tirando Machu Picchu. Esse também dá pra fazer com qualquer agência, que a rota é a mesma! Dá pra pagar uns 30 soles por pessoa. Ele passa por basciamente 3 cidades: Pisac - onde tem um mercado de artesanato e ruínas INCRÍVEIS Urubamba - Almoço - muitas vezes pode acabar sendo a parte mais cara do passeio. Se você estiver com uma agência vale a pena ou levar sua comida ou se desgarrar do grupo - com cuidado pra não se perder - e procurar outro lugar, porque a maior parte das agências tem acordos com restaurantes caros! Ollantaytambo - Ruínas INCRÍVEIS também. É aqui que fica a estação de trem pra Machu Picchu. Se você quiser pode dormir lá ou já pegar o trem e dormir em Aguas Calientes. (Em breve farei um post só sobre Machu Picchu onde vou explicar isso melhor) Você pode fazer esse passeio por sua conta também. Há vans que vão até Pisac que combram 5 ou 7 soles, e de lá tem que pagar um taxi ou subir apé até as ruínas (é longe). Há também vans para Ollantaytambo - essas eu não sei o preço - e lá é facil de chegar nas ruínas! Sinceramente gente, vale bem a pena fazer esses passeios. Mesmo sendo lugares cheios e sendo rotas bem turísticas, as paisagens são muito bonitas e é incrível ver o que os Incas fizeram! IMPORTANTE: para esses passeios precisa do BOLETO TURÍSTICO que eu falei em outro post!! Logo mais postarei mais coisas... Vem por aí: Machu Picchu, passeios alternativos e um extra fora de Cusco que é PUNO!
  3. Tassia Almeida

    Cursos de espanhol em Cusco - quem indica?

    Pessoal, eu to morando em Cusco agora!!! Vim pra ca pela Coined e estudo na Maximo Nivel. Adoooro a Maximo. Os professores sao ótimos, a escola é boa e me senti muito bem recebida e com muito apoio pra qualquer necessidade - e precisei!!! Já a Coined, aiaiai.... Entrei em contato direto com eles, e eles foram muito confusos e no fim eu me confundi tbm, rs. Eu paguei por uma residencia estudantil e um quearto privado e moro num misto de residencia estudantil e casa de família. Isso é muito comum aqui no Peru. É uma pessoa que aliga quartos em sua casa pra estudantes e voluntários. Moro com VÁRIAS pessoas e isso é uma delícia, pois conheci gente de todo o mundo. Mas ao mesmo tempo moro na casa da pessoa, com as regras da pessoa. Além disso, a Coined nao garante o quarto privado, eu dei sorte! Tem gente aqui que pagou por privado e ta dividindo! Tenho bastante liberdade, mas ainda sim, algumas restricoes. MAs gosto muito de onde moro. Tenho café da manha e janta todos os dias e a comida é ótima. Valeu!
  4. Tassia Almeida

    relato Dicas de Cusco por uma pseudo moradora

    Edgard, Então. Sobre o dinheiro, é mais fácil trocar dólares aqui. Mas eu não trocaria tudo, porque muitos dos passeios, se não todos, você pode pagar em dólares. Com isso você evita as taxas do câmbio e as dos cartões de crédito, pq muitas agências aceitam, mas cobram mais por isso. Pra trocar: na Av. el Sol tem MIL casa de câmbio e tem os caras da rua tbm. Pode até ser que não, mas eu não arriscaria os caras da rua - se quiser arriscar fique de olho na calculadora! Eu troquei o meu dinheiro no aeroporto de Lima, pq fiquei lá 6h esperando meu voo pra Cusco e aproveitei o tempo, mas os valores de câmbio não são tão bons! Já disse isso, mas vou repetir, não venha com NOTAS RASGADAS porque eles não aceitam. Quanto a Inti... o Jesus, o dono, foi o meu guia na trilha! Super gente fina mesmo.... e tava me dizendo que ele tem uma outra agência que chama InkaTrail que tem uns preços menores, pq é focada em mochileiros... as vezes vc acha algo por lá mais em conta, mas com o mesmo serviço da inti.
  5. Tassia Almeida

    relato Dicas de Cusco por uma pseudo moradora

    Michele, Por incrível que pareça eu nao fiz esses passeios ainda. hahaha Então só tive experiencia pessoal com uma empresa que foi a que eu fiz a trilha que chama Inti Sun Trek. Gostei bastante do trabalho deles. Sei que eles fazem esses passeios. Além disso, uma das meninas que mora comigo, fez o passeio de Machu Picchu de carro em vez de trem, que sai mais barato, com a AITA PERU e gostou tbm. Tenho duas amigas que fizeram o passeio de Puno com uma agencia tbm, que com certeza faz Machu Picchu e vale. Chama.................. elas tbm gostaram Essas são as únicas referencias que eu tenho aqui!!!! Espero que ajude! =D
  6. Tassia Almeida

    relato Trilha Inca Alternativa: Trilha Cachicata - Cusco.

    Oi Paulo, Eu paguei US350 por essa trilha. Incluia o guia, as barracas, a comida - 3 refeicoes e lanches, os cavalos pra carrear tudo e o transporte. Se você fizer com Machu Picchu junto fica mais caro, pq entra o valor da entrada em Machu e dos trens!
  7. Entao, A principio pensaria que nao... Mas olhei aqui no site sobre o Boleto Turístico diz que é necessário carterinha da ISIC, mas só até os 25 anos mesmo( http://www.cosituc.gob.pe/) No site oficial do MAchu Picchu (http://www.machupicchu.gob.pe/) nao tem nada que diga de limite!! Entao acho que nao tem! Talvez se voce comprar com alguma Agencia, eles limitem a sua idade, mas direto no site do governo acho que nao tem problema. Sei também que algumas agencias dao desconto para estudantes, mas vai da politica de cada uma o limite de idade. Ou seja: para o boleto turístico, que voce tem que comprar pra entrar em alguns lugares de Cusco e do Vale Sagrado, voce nao pode usar a carteirinha. Para a entrada de Machu Picchu, pode! Acho que é isso.
  8. Ola Viajeiros e Trilheiros!!! Estou morando e Cusco por 4 meses e nesse tempo aqui queria muito fazer uma trilha. Como eu nao sou nem um pouco planejada - vim pra cá meio no susto - nao reservei a Trilha Inca com a antecedencia necessária, que é de meses! Por isso resolvi buscar trilhas alternativas até Machu Picchu. E das várias opcoes fiquei com a Trilha Cachicata. Essa trilha é razoavelmente nova aqui na regiao e nao sao muitas empresas que fazem. Escolhi a Cachicata porque me possibilitaria caminhar pelas incríveis paissagens daqui e ainda conhecer alguns sitios Incas no caminho - sao 3! Dentre as agencias que eu vi aqui, escolhi a Inti Sun Trek, pela descricao minusciosa da trilha nos site, mas principalmente pela estrutura que eles oferecem na trilha. Resolvi compartilhar aqui, porque vi que nao tem nada nada sobre essa trilha aqui e achei uma das coisas mais incriveis que já fiz na vida. A sensacao de caminhar na cordilheira dos Andes é única e um tanto difícil de descrever, mas vamos tentar. Foram 3 dias de trilha. Normalmente sao 4, mas como resolvi nao ir a Machu Picchu ainda foram só 3. DIA 1: conhecendo Watt'a No primeiro dia sai de Cusco de van cedinho e depois de pegar o casal que fez a trilha comigo, fomos pra estrada. Andamos por mais ou menos 1h até chegar ao comeco da trilha. Tomamos café, encontramos com os cavalos que iam carregar todo o equipamento (barracas, tendas, banheiro, fogao....) e as nossas malas (gracas que nao tive que carregar no ombro, rs), o cozinheiro e o cuidador dos cavalos e comecamos a subir. E subir e subir. Hahahaha... Mas como estavamos em tres, mais o guia (ja que o cuidador e o cozinheiro vao antes com os cavalos), foi tranquilo acompanhar o ritmo do grupo - eu nao sou muito acostumada a fazer trilhas e tava com medo de ficar pra trás! E depois de 1h30 de subida chegamos ao primeiro sítio Inca do nosso caminho: Watt'a. A vista de lá é incrível - dá pra ver o Vale e as montanhas além de ver a trilha que seguiremos! Depois de ouvir um pouco sobre a história Inca, caminhamos por mais 1h, dessa vez morro abaixo, até o nosso lugar de almoco, no meio de uma vila. Lá comemos e descansamos (preciso dizer que me impressionei com o que o cozinheiro preparou no meio do nada, com meia duzia de equipamentos de cozinha). Seguimos entao, por entre o vilarejo e depois subimos em direcao a nosso lugar de acampamento. A vista do lugar que ficamos era incrível. Como queriamos muito fazer uma fogueira de noite, paramos um pouco antes do que normalmente se para (se nao, nao teriamos lenha). Gostei muito de fazer a fogueira de noite, mas isso resultou em caminhar mais no segundo dia, tonando-o mais cansativo. DIA 2: Veronica Esse dia foi BEEEEM puxado, mas valeu cada passo. Depois do café, comecamos nossa caminhada, mais uma vez subindo, dessa vez por 1h20 mais ou menos e em seguida descendo por mais 40 minutos até um vilarejo fofo! Continuamos entao caminhando, num terreno um pouco mais plano, até chegarmos a incrível vista do segundo sítio Inca, que fica no alto de um morro, em cima de uma cachoeira. Poderiamos ter descido atá a cachoeira, mas resolvemos evitar a subida da volta, entao fomos só até o Sitio que tem uma vista de todo o Vale Soccma. Em seguida, subimos por mais 40 minutos até o nosso lugar de almoco. Comemos e continuamos a subida. Foram mais 2h30 suadas!!!! Essa parte foi bem díficil, principalmente porque a altitude era beem grande, mais de 4.000m e comecei a sentir os efeitos - mesmo estando em Cusco há 2 meses! Folhas de coca e oleo de Muinha foram a salvacao! Tava acabada nessa parte, bem cansada mesmo e o guia me dizendo que a vista ia valer a pena. E COMO!!! Eu nao imaginava o que me esperava - eu quase nao quero escever essa parte, porque a surpresa foi tao incrível... mas ao mesmo tempo, se eu soubesse que isso me esperava, minha motivacao seria maior. O que me esperava: O pico nevado Veronica! Gente que lugar lindo!!! Ficamos uns 15 minutos admirando!!! E de lá seguimos mais uns 20 minutos até o nosso lugar de acampamento. Olha, essa noite fez frio. MUITO MESMO. Tinha gelo nas barracas, o que significa que a temperatura tava abaixo de 0!!! Pra uma paulista que sofre quando faz menos de 10 em sp, foi dificil!!!! Dormi vestindo TODAS as minhas roupas, o saco de dormir e um cobertor. hahhahahaha - dificil foi ir ao banheiro no meio da noite, rs. DIA 3: Porta do Sol Esse dia, pensando agroa, acho que foi o mais bonito e também o mais fácil, pois ele é praticamente só reto e descida. Comecamos o dia caminhando reto, passando por vários morros e vales, com uma linda vista. Subimos entao por 20 minutos até o topo de um passo, onde pudemos ver a motanha negra, linda!!! E entao comecou uma descida beeem ingreme, por um vale INCRÍVEL. Nesse momento comecamos a ver um outro tipo de vegetacao. No final da descida chegamos até a Pedreira Inca - Cachicata - que dá nome a trilha. Era desse lugar que os Incas tiravam as pedras para contruir Ollantaytambo - e fizemos apé todo o caminho que eles faziam com as pedras - UAU, QUE TRABALHO. Após a pedreira, seguimos caminhando até a última ruínas Inca, e na minha opiniao a mais incrível: A Porta do Sol (nao a de Machu Picchu). É uma construcao pequena, mas linda e com uma vista de tirar o folego. De lá se vê Veronica de pertinho - infelzimente tinha muita nuvem nesse dia - e a cidade de Ollantaytambo e o Vale Sagrado. aiaiaia... lindo demais! De lá, caminhamos por mais 1h20 até o almoco - confesso que essa parte foi difícil, porque já tava bem cansada! Do lugar de almoco, pegamos a trilha inca até Ollantaytambo - que é uma cidade linda. De Ollanta pegamos uma van de volta a Cusco. É isso pessoal! Essa foi uma experiência única e insquecível na minha vida! Me apaixonei mias ainda pelo Perú depois disso. As paisagens, as vilas e as pessoas que encontramos no caminho, tudo foi demais. Mesmo com todo o frio, as subidas e o cansaco do final.. hahahahaha Recomendo MUITO a trilha Cachicata como uma alternativa a Trilha Inca Clássica. E também a Inti Sun como operadora, porque foi um trabalho realmente muito bom e decisivo para que eu nao me acabasse de vez na trilha, rs. Valeu e sorte nas suas viagens e trilhas pessoal!!!!
  9. Tassia Almeida

    relato Dicas de Cusco por uma pseudo moradora

    Edgard, Nao subi em Huyana Picchu, mas ouvi dizer que a vista é muito linda, mas que a subida é um pouco chatinha - entao se decidir subir esteja preparado!! E se for comprar Machu Picchu com Huyana Picchu precisa ser com ainda MAIS antecedencia, pois só 400 pessoas podem subir a montanha por dia, enquando 2500 podem entrar em Machu Picchu. O Boleto Turístico compre em Cusco mesmo, até porque ele só vale 10 dias!!! Infelizmente nao tenho nenhum hotel em Aguas para de sugerir nao! Amanda, Até onde eu sei é tranquilo comprar pela internet e entrar sim. Só é ESSENCIAL que você apresente O MESMO documento ORIGINAL que você usou na compra. Você pode pegar uma van ou um ônibus aqui em Cusco até Ollanta. MAs também pode fazer o passeio do Vale Sagrado - que passa por ollanta- e em vez de voltar a Cusco, ficar por lá. Assim você passeia o dia inteiro, conhece o vale e depois pega o trem - só fica esperta com o horário do trem! Acredito que de Poroy devem ter taxis e vans tbm de volta para Cusco - quanto mais tarde seu trem mais díficil as vans. Se puder pegar a van sairá mais barato! Acho que é isso!!! Valeu!
  10. Tassia Almeida

    relato Dicas de Cusco por uma pseudo moradora

    Edgard, 1. Se chama Chifa El Chinito - fica na Calle Ayacucho 2. Vale a pena ficar uma noite em Aguas Calientes se você quiser ficar bastante tempo em Machu Picchu. Se você dormir em Aguas Calientes, poderá subir cedo para Machu Picchu e aproveitar pra caminhar com menos gente e menos sol. Lá em Aguas Calientes você pode visitar as águas termais e a entrada, se nao me engano, custa 10 soles. 3. Sim, com certeza o Cuy é bem mais barato em Tipon. Mas se você for até lá só para isso, talvez, pelo trabalho, fique meio pau a pau. Eu particularmente nao me importei em gastar um poquinho mais no Cuy, porque só pretendo comer uma vez. Hahahaha... Como eu disse o ônibus para Tipon é 1,50 soles, mas se você for de taxi, deve sair bem mais caro, nesse caso vale mais a pena ficar pelo centro! 4. Olha, eu nao precisei de um hospital aqui e nem ninguem que eu conhco (que bom!), entao nao posso te dizer com toda a certeza. Mas pelo que conversei aqui com os meus professores, a saude publica aqui nao é das melhores, entao se voce precisasse de algo, possivelmente teria que ir a um hospital particular, e isso pode sair caro. Por isso, eu te recomendo fazer um seguro sim. Eu fiz um da Porto Seguro e nao saiu muito caro. Ele cobre acidentes, despesas médicas, medicamentos e até extravio de bagagem! Se voce puder gastar essa quantia, acho que vale a pena! espero ter ajudado!!! Gabibellini! Valeu pela dica
  11. Tassia Almeida

    Mochilão Peru-Bolívia / Setembro 2015

    Marina! O nome da agencia que fiz o passeio do Salar era Betto Tours (http://www.visitasalaruyuni.com/) e o guia chamava André!!!
  12. Tassia Almeida

    relato Dicas de Cusco por uma pseudo moradora

    Mais algumas atualizacoes: Fiz uma Trilha de 3 dias aqui, que é uma alternativa a Trilha Inca Clássica, que chama Trilha Cachicata - mas vou abrir um novo tópico (relato) porque essa experiencia merece um destaque especial!!!! Entao bora falar de restaurantes, bares e baladas em Cusco - por que comer, beber e se divertidir faz parte também!!! Eu tenho os meus restaurantes preferidos para o almoco do dia a dia sem gastar muito: 1: Kusi - Calle Choquechaca, 115 - Menu beeem gostoso de 10,00 e 15,00 soles! 2: Nucchu - Calle Choquechaca, vizinho do Jacks Café - Menu simples, mas prato farto 7,00 e 10,00 soles 3: Café ...... - Calle Triunfo - Comida deliciosa, sobremesas ótimas - Menu 12,00 soles Outros restaurantes: 1: Jacks Café - Calle Choquechaca: comida ótimaaa, mas tá sempre cheio - é um ótimo lugar pra um sanduiche. Panquecas deliciosas tbm. Em méida 30 soles por refeicao. 2: Yola - Av. Pardo (paralela a av. el Sol) - comida local, restaurante local. barato e bom!! Em média 20 soles por uma refeicao muito bem servida - paguei 13 soles no ceviche! 3: Cecca ....- Calle Carmen Alto, San Blas - Comida TexMex. O lugar para comer hamburguers artesanais diferentes e nao tao caros - 20 soles por refeicao, com bebida. BARES: Antes de tudo, aqui em Cusco tem o que eles chamam de Happy Hour, ams que na verdade é happy day - pq é o dia inteiro. Dois drinks pelo preco de uma. Ex. 2 psicos por 15 soles! 1. Limbo- Calle Pasñapakana, San Blas- bar dentro de um Hostel, no alto de San Blas, com uma vista INCRIVEL DE CUSCO. o bar é todo de vidro. Tem drinks e uma cerveja artesanal bem gostosa. tTm comida tbm! 2. KM 0. - Calle Tampobata, San Blas. Beem conhecido já, sempre cheio. Tem música ao vivo todos os dias a partir das 22. As bandas sao sempre boas e o clima é otimo. 3. Te Piteado - Cuesta de San Blas. Um bar mais local, mas legal. Tbm tem musica ao vivo, normalmente rock. A especiliadade é justamente o Te Piteado, uma bebida local que é chá, com especiarias e Pisco. Lembra um pouco quentao, rs. Vale a pena provar e é barato!!! 5 soles o copo!!!! 4. Aloha - Cuesta de San Blas. Música ao vivo tbm. Clima bom!!! Acho que deu pra perceber que eu gosto um pouquinho de San Blas. Muito na verdade. O bairro é um DELICIA - só mata um pouco as subidas. 5. Paddy´s Pub - Calles Triunfo - Pra quem gosta de Pub, esse é o lugar. Pequeno e aconchegante!!!! 6. Wild Rover -Calle Matara 261 - bar dentro de um hostel. Só tem turista e a galera bebe muito lá! É bem legal e a música é bem variada - de rock a pop. Da pra dancar e pra conversar. BALADAS: Nao sou uma pessoa de baladas normalmente, mas aqui tenho ido muito! 1. Mama Africa -Plaza de Armas- um clássico! Balada de turista, hahaha... Das 9h as 11h tem aulas de salsa e depois musica de balada (uma mistura de pop e techno internacional e reggeaton). Na verdade toca um pouco de tudo - ATÉ DANCA DA MANIVELA eu já ouvi lá. hahahha 2. InkaTeam -Portal de Carnes (perto da Plaza) beeem menos turistas, mas as musicas sao o mesmo estilo da mama africa. Gosto bastante de lá. 3. Tijuana - Calle Matara - Bem bom pra dancar algo que nao techno e pop. No andar de cima rola sempre rock e reaggae e em baixo é mais local, com musica peruana e latina (um andar é muuuito diferente do outro, mas isso torna tudo mais divertido) Acho que por hora é isso.... vou atualizando essa parte aqui tbm! hahahahaa Michele e Jessica... valeu pelo apoio!! Que bom que estao gostando das dicas. Evanir: que pena que nao deu certo. Mas nao desista de vir, porque vale muito muito a pena! E voce tem toda razao: nao venha com uma operadora. Reserve tudo por conta, porque sai muito mais barato!!!!!
  13. Tassia Almeida

    Mochilão Peru-Bolívia / Setembro 2015

    Oi Marina, Eu to morando em Cusco e em um feriado que tive aqui fiz o passeio do Salar. Foi um pouco cansativo mas valeu MUITO a pena! Vamos lá: Eu sai de Cusco e peguei um ônibus cama (fez toda diferenca poder dormir) até La Paz, por 13 hras, pela empresa Nuevo Continetal. O onibus era bem confortável e o atendimento bom - tive um probleminha na imigracao da Bolivia, fiquei quase 2 horas na fila, e eles esperaram! Cheguei em La Paz tipo umas 14h, comi e dei uma volta e peguei o ônibus pra Uyuni as 22h com a empresa TodoTurismo. Recomendo MUITO!!! A estrada pra uyuni é um sofrimento, pula muito e se nao fosse o fato do onibus ser ótimo, teria sido muito pior. Os onibus sao novos, com comida boa e o mais importante - eles trocam de motorista no meio do caminho. OBS: o escritório da TodoTurimos nao é na rodoviária, mas é bem perto - tente comprar antes pq é um tanto diputado - o onibus tava lotado! Em Uyuni fiz o tour de 2 dias pelo Salar, mas gostaria de ter feito o de 3 assim como você, porque poderia ter visto mais do salar. Fiz o tour com uma empresa que eu gostei muito, mas o guia só falava espanhol (que pra gente nao é tao ruim, mas as amercicanas que tavam comigo sofreram um pouco). O nome da empresa é.... (esqueci, vou cacar aqui e ja posto). Em Uyuni tem MIL empresas que fazem os tours, mas é sempre bom ir com algumas recomendacoes. Dormi em um hotel de Sal que tava incluso no valor do passeio. Por questoes pessoais aqui em Cusco eu fechei um pacote completo incluindo tudo entao nao sei discriminar os valores. MAs paguei por TUDO que descrevi acima 320 dolares - QUE É MUITO. Hoje teria procurado com mais calma ou ido por conta mesmo, comprando as coisas no caminho. Depois voltei pra LaPaz pela mesma empresa e de LaPaz a Cusco - 23h seguidas foi BEM puxado, especialmente porque as últimas 13 foram de dia. Quanto a Puno: Talvez seja interessante também fazer por conta própria em vez de contratar em Cusco, porque a maior parte das agencias nao opera diretamente lá, entao voce estará pagando para duas agencias (em cusco e em puno). Setembro é o fim da alta temporada em Cusco. Creio que a maior pressa seria comprar MAchu Picchu e os trens! Mas mesmo assim, ainda tem tempo. (veja aqui a disponibilidade http://www.machupicchu.gob.pe/) Acho que por enquanto é isso... Qualquer coisa me pergunta! (e já posto o nome do guia em Uyuni)
  14. Tassia Almeida

    relato Dicas de Cusco por uma pseudo moradora

    Atualizando um pouquino o fórum!! Vamos falar de Ruínas... Aqui em Cusco, para visitar algumas atrações é necessário comprar o BOLETO TURÍSTICO e as atrações que estão inclusas no boleto SÓ PODEM ser vistas com eles, ou seja, você não pode ir até ao lugar e pagar pra entrar só lá, tem que comprar o pacote todo. Existem dois tipos de boleto: o parcial - te dá direito a 4 ou 5 atrações (pré definidas) e você tem 2 dias pra usar e custa 70 soles; e o completo - dá direito a 16 atrações, você tem 10 dias para usar e custa 130 soles (70 para estudante). Eu estou enrolando pra comprar o meu boleto, principalmente pq quando eu comprar terei que fazer tudo de uma vez - pq passeios conhecidos aqui como Vale Sagrado, City Tour e Moray e Maras precisam do boleto. Sim, eu estou aqui a 1 mes e meio e não fiz nada disso ainda! hahahahhaa... Mas como anda chovendo bastante eu to esperando pra ir sem chuva. SCSAYHUMAN: Enquanto isso to tentando umas alternativas. Uma amiga minha aqui leu na internet que se você chegar em Scasayhuman (uma das ruínas mais famosas e muuuito perto do centro da cidade - tá no boleto) antes das 7 dava pra entrar sem pagar. E lá fomos nós, em um sábado de manhã,direto da balada (morri) testar a infomação. NAO DEU. hahahahaha. Parece que eles andaram aumentando a segurança, pq antes realmente dava pra fazer isso pq os funcionários chegavam as 7h, mas agora sempre tem alguém lá. MAS não perdemos a viagem e fomos no Cristo Blanco que é do lado e tem uma vista INCRÍVEL pra cusco. No fim o passeio valeu pq vimos o nascer do sol e o parque onde fica as ruinas e o cristo tava vazio. RUÍNAS DE TIPON: Típon também esta incluso no boleto, mas não é tão visitado por ser do lado oposto ao Vale Sagrado, que é o passeio mais comum. Então normalmente só vsita Tipon quem tem mais tempo, no passeio que eles chamam de Vale Sul. Acontece que Tipon é muito perto de Cusco, e é possível ir lá de onibus de linha e foi o que eu fiz. Eu faço aulas de espanhol aqui, e combinei com a minha professora de ir lá, a filha dela trabalha lá e por isso eu não precisei do boleto pra entrar. MAS resolvi postar mesmo assim pq normalmente as pessoas pagam um ônibus turístico pra ir lá e como não é necessário, resolvi dar a dica. No centro de Cusco passa um ônibus que chama LOS LEONES que vai até Tipon e custa 1,50 soles. Leva mais ou menos 1 h pra chegar lá. Chegando em Tipon existem taxis e vans que te levam até as ruínas - eles combram de 8 a 10 soles pra subir, ou seja, so vale a pena se vc tiver com mais pessoas pra divir o taxi, senão ida e volta e mais o onibus sai o mesmo preço que o passeio. Se voce estiver sozinho, existe a opção de ir apé da cidade atá as ruínas. De carro dá uns 10 min, então eu acho que a subida deve dar uns 30 minutos apé. Se tiver pique vale a pena e o caminho é lindo. Aliás, Tipon é lindo!!!! Vale muito e pena também! Além disso, Tipon é CIDADE DO CUY. Se você quer comer Cuy esse é o lugar. Você acha Cuy ao Horno (o mais tradicional em Cusco) por 30 ou 40 soles. Ele vem inteiro, mas como não tem muita carne serve 2 pessoas. Por uma questão de logística, não conseguir comer Cuy em Tipon, mas acabei comendo no centro da cidade. Os preços que achamos aqui iam de 55 a 75 soles, acho que se procurassemos mais achariamos mais barato. Acabei comendo em um restaurante na Plaza de Armas, custou 65 soles, mas ganhei pisco ou vinho de graça. A carne é beeem forte, mas é saborosa. Se você tiver disposto a gastar um pouqiunho e provar essa iguaria eu recomendo!!!!
  15. Tassia Almeida

    relato Dicas de Cusco por uma pseudo moradora

    Evanir... Entendo a sua preocupação. E sei que muitos lugares dizem que o "mal de altitude"é terrível. Mas pelo menos para mim não foi. No primeiro dia eu nem senti na verdade, comecei a sentir um pouco de dor de cabeça e de tontura no segundo dia, mas nada que me impossiblitasse de fazer nada. Claro que é importante respeitar seu corpo, por isso que o primeiro dia em Cusco é bom pegar leve na programação. E é beeem fácil de encontrar a folha de coca pra vender, que tem um efeito muito rápido. Como essa questao da altitude está sempre presente, praticamente todos os Hoteis oferecem PELO MENOS chá de coca (que já ajuda muito).Sei que alguns contam também com cilindros de oxigenio. Nas farmácias aqui eles vendem remédios pra a altitude (eu nao tomei, mas uma das meninas que mora comigo tomou e gostou) e cilindros de gás. Não posso dizer o que vai acontecer com você porque cada um reage de um jeito. Cada pessoa que mora comigo teve uma reação diferente, alguma piores e outras melhores, mas ninguem passou realmente mal. Desde que cheguei aqui ninguem me falou nada sobre morte por isso (eu nem sabia que era possível). Mas dei uma pesquisada na net, e parece que o risco só existe mesmo em altitudes muito maiores que as de Cusco. Ah: mais uma coisa. Machu Picchu é mais baixo que Cusco, então lá você terá menos problema ainda!!!! Espero que a respota te ajude a decidir sobre a sua viagem! E se vier sei que você vai aproveitar muito porque o Peru é incrível e Cusco é demais!!!!
×