Ir para conteúdo

Bárbara Fachinelli

Membros
  • Total de itens

    191
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Bárbara Fachinelli postou

  1. Dê uma pesquisada nos sites booking.com e hostelworld.com. Por se tratar de uma cidade grande, a boa localização é ficar perto de uma estação de metrô. Berlim é uma cidade relativamente barata. Quando fui, fiquei no bairro Mitte e gostei. O hostel se chama The Circus Hostel, mas há muuuitas opções por lá
  2. Também acredito que vale a pena explorar a região sul nesses dias, deixando Berlim para uma outra oportunidade.
  3. A Alemanha tem muitos lugares para visitar e depende do que gostaria de fazer, comer etc. Sugiro ler os relatos que têm aqui no fórum sobre o país. As cidades mais famosas são Berlim e Munique, mas também há o charme das pequenas... Seus 12 dias também significam 12 dias livres ou estão incluídas as datas de chegada e partida da Europa? Por onde pretende chegar? Veja que são muitas perguntas e só vc poderá respondê-las. Quando tiver uma ideia mais concreta do que fazer, podemos te ajudar com dicas pontuais. Outro site que tem bastante informação sobre destinos na Alemanha e me ajudou no planejamento é o porquenaotravels.com.
  4. Parabéns pelo relato Allan! Estou me divertindo e relembrando as maravilhas dessas cidades! Me identifiquei com o “meia hora na gringa e já estava fazendo cagada” hahaha comigo foi em Munique e quase me rendeu uma multa de 150 euros E as festas estranhas com gente esquisita em Berlim são, digamos, memoráveis, rs. Acompanhando... E não desista de escrever o relato inteiro, mesmo dando um trabalho do cão
  5. http://anaviagem.wixsite.com/foraderumo/single-post/2016/07/27/Programando-sua-viagem-para-a-R%C3%BAssia Encontrei dicas boas neste post. Sobre o clima, veja no site do Accuweather a temperatura média do ano passado para a época que pretende ir.
  6. Sobre Amsterdã, Berlim e Praga, achei boa a quantidade de dias. Também fui sozinha a essas cidades e os hostels que indico são The Circus Hostel (Berlim) e Mosaic House (Praga). Ambos têm bar no hostel e achei muito boa a interação com outros viajantes. Amsterdã ouço várias indicações para o The Flying Pig Downtown e St. Christophers. Fiquei no Stayokay, que também tem uma área comum boa, mas outros pontos, como limpeza, deixaram a desejar.
  7. Pesquise as cidades que quer visitar, o que tem para fazer nelas, quais as opções de locomoção entre elas. Aqui no fórum tem os relatos para esse destino, assim como em blogs. Isso te dará uma noção de quanto tempo cada cidade precisa para ser explorada e quais as melhores opções de voos etc.
  8. Oi Leandro! Trechos de trem: Amsterdã>Berlim dá para fazer pela Bahn. 6h30 direto, mas não parece tudo isso. Berlim>Praga pode ser pela Bahn ou pela cia Tcheca. Tem ônibus pela Student Agency também. As possibilidades de transporte vc pode simular no http://www.rome2rio.com. Ele mostra várias agências. Compras pela Bahn valem a pena serem feitas pela internet geralmente. O trecho é liberado 90 dias antes da data desejada e é nessa época que aparecem os preços promocionais. Student Agency também pela internet ou pode comprar nos escritórios espalhados nas cidades (não sei se tem em Berlim). Levar em dinheiro ou cartão é questão de gosto pessoal. Se são valores consideráveis, levaria metade no cartão e no dinheiro bem guardados na doleira. Sempre é bom ter um cartão de crédito para emergências. Se optar pelo VTM (que a desvantagem é o IOF), há vários lugares para realizar o saque. Onde ficar: geralmente é recomendável ficar perto de uma estação de metrô e meio que perto das coisas que vc pretende ver. Maps nessas horas é crucial para uma boa localização. Ver as avaliações no booking, hostelworld, tripadvisor ajudam tbm.
  9. Oi Isabelle! Sugiro separar os dias para deslocamento entre as cidades, que geralmente se perde de metade do dia a um inteiro. Assim facilita a ordem para essas cidades também. Pessoalmente, acho que tem alguns dias sobrando em cidades pequenas e faltando em grandes. Dá para alocar 1 dia de Amsterdã ou 2 de Praga em Munique e Berlim. Munique precisa de uns 3 completos, além de mais algum se for fazer bate-volta como Füssen, Salzburg, Nuremberg etc. Praga é uma cidade compacta, então em 3 dias completos conhece bastante coisa, assim como Amsterdã. Bratislava também não sei se tem muita coisa para ver para essa quantidade de dias. Talvez seja de se pensar em colocar mais um destino e fazê-la como bate-volta partindo de Viena ou pernoitar por lá...
  10. Hostel com interação e limpinhos, rs, que adorei a estadia e recomendo bastante: Berlim - The Circus Hostel Praga - Mosaic House Viena - Wombats (foi o mais fraco deses três) Os sites que geralmente procuro hospedagem são booking ou hostelworld.
  11. Acho que está bem distribuído seu roteiro, além de serem relevantes os apontamentos do adluis quanto ao trecho de Nuremberg. Munique e Berlim têm bastante baladas, então vc pode aproveitar Nuremberg para dar uma descansada caso não seja tão boa a oferta de saídas à noite. Dois dias dão tranquilo para conhecer Salzburg e Hallstatt. Para Hallstatt acho bom fazer a base em Salzburg e ir como bate-volta.
  12. Oi Lorena! Tenho anotado alguns gastos sim. Me manda uma mensagem particular que eu te encaminho.
  13. Oi Lorena!! Muito obrigada A Alemanha tem muita coisa para visitar e com os seus dias disponíveis dá para conhecer várias cidades! No que precisar, não hesite em me perguntar. Eu quase peguei a Oktober quando fui e a animação das pessoas é contagiante. Separe certinho os dias e faça as reservas o mais cedo possível, pois os preços tendem a ficar bem inflacionados nessa época em Munique e região. Outra opção nesta época é a Cannstatter Wasen em Stuttgart, a segunda maior festa do povo - "oktober". Sou super incentivadora das minhas amigas e irmãs a viajarem sozinhas pelo menos uma vez na vida. É demais!! É um presente que vc dá a si mesma, de verdade! Deu aquele medo de não conseguir resolver um problema que eventualmente ocorresse, pessoas mal intencionadas e tal, mas fui para um país muito mais seguro que o Brasil. Cuidados básicos deve se ter em qualquer lugar, mas não é aquela neurose como em alguns lugares aqui. Não me senti insegura em nenhum momento. Outra coisa, vc nunca fica sozinha na verdade (só se quiser, e isso também é legal, pois não precisa agradar ninguém no que quer fazer e a hora que quer), pois acaba conhecendo pessoas. Naturalmente estando sozinha vc estará mais disposta a conversar com as pessoas. Os walking tours e o hostel foram ótimos lugares. Claro que terá momentos que vc vai pensar 'seria massa se alguém tivesse aqui para eu compartilhar esse momento', porém serão poucos. Pelo menos foi assim que me senti. O que me impressionei é que muita gente viaja sozinha e as experiências são as mais diversas! E vc sente quando a conversa está desconfortável. Das duas viagens que fiz, tive uma única situação estranha com um cara do meu quarto, que acabei desconversando, falando que aquela parte da viagem estava sozinha, mas iria encontrar com amigos na próxima cidade, e tinha namorado. De resto, é ir com a mente e coração abertos, com cautelas básicas, que a experiência será libertadora!
  14. Fazer Cesky como bate-volta de Praga não chega a ser cansativo, apesar das quase 3h de viagem. O problema é que vcs farão mais 2 bate-volta já.. talvez isso possa cansar mais. Caso isso pese, a sugestão que tenho é ao invés de alocar mais um dia em Praga para fazer Cesky, adicione mais um dia em Munique para fazer Salzburg como bate-volta. Pessoalmente, achei mais interessante a visita a Salzburg do que Cesky. É continuar pesquisando e ver quais dessas cidades contempla mais o que pretendem visitar E Berlim é maravilhosa!
  15. Oi Ana! Obrigada! Se precisar de mais alguma dica e eu puder ajudar, não hesite em pedir Oi Felipe! Espanha está na minha lista também a visitar. Quanto à Alemanha, sou suspeita para falar porque adorei tudo! Mas te encorajo a conhecer pelo menos Berlim ou Munique, que são as mais famosas. Ah, e Amsterdã também acho uma ótima pedida! Só organizar bem certinho seu roteiro que dá para encaixar, ainda mais se tiver alguns bons dias disponíveis. Se precisar de alguma ajuda, dê um grito!
  16. Outra opção de Cesky Krumlov para Praga é o ônibus da empresa Student Agency. Os ônibus são bem modernos e a um preço baixo. Acredito que também faça o trecho para os outros bate-volta da Rep. Tcheca.
  17. Se querem incluir visita a algum campo de concentração, o de Dachau é ótimo, mas fica próximo de Munique e não de Berlim. O que fica próximo de Berlim é menor, também tem uma boa informação com o áudio guia e acho que vale a visita caso não visitem Dachau.
  18. A oferta de mercados é bem boa. Gostei dos da rede Lidl e Aldi, que tem produtos baratos e de produção própria do mercado, como pães.
  19. Oi Adriana! Sugiro começar respondendo a essas perguntas: 1 - quanto tempo tenho disponível para essa viagem? 2 - quais cidades gostaria de visitar? A partir daí dá para começar a ter uma ideia de que tipo de roteiro é possível fazer
  20. Dia sobrando: Viena acho que está suficiente. Munique é maior, então se for para alocar em uma cidade grande, optaria por ela. Se optar por Nuremberg, pelo seu roteiro, eu colocaria no dia 7 (partindo de Munique ou no dia 6 à noite ou 7 de manhã), pernoitaria, e seguiria para Praga no dia 8 pela manhã. Pessoalmente, não faz muito sentido fazer como bate-volta de Munique, já que ela está no caminho para o seu próximo destino... Para os deslocamentos, sugiro pesquisar no http://www.rome2rio.com. Neste diretório de links aqui do fórum também tem as cias, inclusive a tcheca que deve fazer esse trecho topic32685.html
  21. Viu como não é um bicho de sete cabeças? rs. Vc vai se divertir com esse planejamento! É uma parte muito boa da viagem. Geralmente é aconselhável descontar o dia da chegada e da volta ao Brasil, que são praticamente perdidos. Então vc teria 22 dias cheios. Considere ainda os deslocamentos entre as cidades (para isso, sugiro pesquisar as opções no http://www.rome2rio.com). Pela distribuição de dias, acho que está corrido para Paris, que precisa de uns 3-4 completos, assim como Londres (pelo que tenho lido; nunca fui a elas). Berlim acho ideal 3 completos. Amsterdã dá para conhecer em 2, como planejou. Eu tbm começaria ou terminaria por Londres, que tem imigração separada do espaço Schengen...
  22. A ordem das cidades ficou como? Se ficou Munique > Praga ou vice-versa, tem trecho que inclui a troca de trem em Nuremberg, outros são diretos se fizer de ônibus. Se for de trem, pode ser uma boa pernoitar em Nuremberg, visitar Rothenburg ob der Tauber como bate-volta, e depois seguir viagem. De Praga também tem bons bate-volta, como Dresden ou Cesky Krumlov. Outra opção seria pernoitar em Salzburg, ao invés de fazer bate-volta de Munique (retirando um dia dela), para tentar ir a Hallstatt. A área dos alpes e lago austríacos tem várias cidadezinhas lindas para bate-volta! De Viena, li muitos relatos fazendo bate-volta à Bratislava (não fiz). Ainda dá para alocar em Munique mesmo! Juro, tem bastante coisa para ver, além dos inúmeros bate-volta (Füssen, Innsbruck, Salzburg, Garmisch-Partenkirchen, Nuremberg...) hehe Ou seja, é pesquisar sobre todas essas opções. Lembrando que quanto mais deslocamento, mais cara a viagem Um site que tiro muuuita informação de bate-volta, o que fazer etc é o porquenaotravels.com
  23. Parabéns pelo relato Lourenço!! Estou viajando novamente para os lugares, coisa boa! hehe e lindas as fotos!!! Fiquei curiosa em ver como foi a funfest na final da Euro
  24. Não fui a Budapeste, mas achei a distribuição de dias bem boa! Os bate-volta de Munique tomam o dia inteiro e a cidade em si tem bastante coisa legal para visitar. Pelo que li sobre Budapeste, um dia para cada lado da cidade é suficiente, mas como não fui, não me aprofundarei no 'achismo' hehe
×
×
  • Criar Novo...